Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Saúde 31/Jul/2013 às 11:08
68
Comentários

Reportagem flagra descaso médico repugnante na rede pública

Reportagem flagra diversos médicos que entram, batem o ponto eletrônico e, menos de 15 minutos depois, embarcam em seus carros e vão embora

descaso médico reportagem sbt

Programa “Maus Médicos”: em SP, eles entram, batem o ponto e vão embora (Foto: Reprodução / SBT)

O repórter Fábio Brilhante, do SBT, e sua equipe montaram uma “campana” à porta da maternidade pública Leonor Mendes de Barros, na zona leste de São Paulo e mantida pelo Governo do Estado, durante alguns dias. E flagraram diversos médicos que entram, batem o ponto eletrônico e , menos de 15 minutos depois, embarcam em seus carros e vão embora.

A cena foi gravada em diversos dias, sempre da mesma forma. Abordados, os médicos gaguejaram desculpas como estarem indo tomar um café ou terem vindo ver um paciente.

Repetem, de maneira presencial, o caso dos dedos de silicone usados para bater o ponto em uma unidade de saúde em Conselheiro Ferraz.

Leia também

Entende-se que, agindo dessa maneira, estes doutores sejam inimigos mortais de um programa de contratação de médicos para as periferias e municípios do interior.

Repugnante. Assista:

Fernando Brito, Tijolaço

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Domingos de Oliveira Gomes Postado em 31/Jul/2013 às 11:45

    Estamos " verdadeiramente " em maus lençóis .Encurralados ' Para a Morte , digo Para a Sorte ' - Serviço Social , que Não é Social ' Serviço Médico , Sem Atendimento " , uma Coisa não tem a Ver , com Outra : Salário não está condizente com a Função .. sai ! abre Espaço para Quem Pode Aturar , tal Situação ! É tudo Emergência , que Não Passa , nunca : isso se Resolve na Eleições - Afasta ' Aqueles que Não Deram Atendimento de Nível ! sic . Ministro da Saúde - Secretários de Saúde - todos da Área .. & de Olho em Quem os Indica .. rapa Fora Todos , mas , Repito , Só na Eleição que se Corrige - Deixou Entrar , Ferrou-se .. Nada de Ficar de Agradinho , Charminho , Tapinha nas Costas , e Depois Ficar Reclamando ... Não Adianta , mesmo - Brasileiro tem Disso " Ser Agradável " ... Agradável .. Porra Nenhúma !

  2. MArcos Garcia Neto Postado em 31/Jul/2013 às 11:55

    Muito bonito. Depois reclamam da corrupção no governo. É CLARO que o governo é corrupto. Os governantes vieram do povo, e o povo brasileiro quer ter fama de "alegre e festeiro", mas é um bando de malandro. O problema com uma reportagem dessas é estereotipar os médicos. Conheço pessoalmente médicos que simplesmente não possuem vida fora do hospital. Por causa de vagabundos que nem esses da reportagem, os BONS médicos acabam sobrecarregados. Isso prejudica o sistema todo de uma maneira inimaginável. É efeito cascata. Os exames que esses trastes deixam de fazer irão aumentar a fila e a pilha de pacientes. Aliás, isso é outro motivo pelo qual a tal idéia de importar médicos sem revalidar diplomas é um simbolismo político patético. O Brasil precisa de uma revolução no sistema de saúde, e não meia dúzia de médicos que podem ou não ser competentes.

  3. Douglas Faria Postado em 31/Jul/2013 às 11:57

    Pra que dedos de silicone né? Vai na cara larga mesmo...

  4. bibi Postado em 31/Jul/2013 às 12:13

    Poxa, que belo trabalho do SBT essa matéria! Expondo até mesmo o CRM desses canalhas. Bravo! A Globo jamais faria isso. Quanto a esses pulhas: Médicos estrangeiros JÁ!

  5. jurema Rodrigues Postado em 31/Jul/2013 às 12:20

    Criminosos! ladrões! roubando a boa fé do povo que os sustenta que pagou os estudos deles, sim pq certamente estudaram em alguma Universidade Federal, paga pelo povo. Olha a cara deslavada desses marginais ainda senten-se ofendidos pq são interpelados, pegos em flagrante delito....

  6. geraldo vasconcelos Postado em 31/Jul/2013 às 12:25

    Os defeitos que se acham numa organização, proveem geralmente de negligência de quem dirige.

  7. Ricardo Postado em 31/Jul/2013 às 13:01

    Existem PROFISSIONAIS e profissionais. Estes da reportagem, assim como os dirigentes do cfm, (minúsculo) ,representam a escória da classe. Aos abnegados-vocacionados, minhas orações para que persistam com seus juramentos e utilizem a medicina ou qualquer profissão da área da saúde, para o bem da humanidade e não, exclusivamente, para encher os bolsos às custas do sofrimento de muitos...

  8. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 31/Jul/2013 às 13:02

    Todos sabem que eles agem dessa forma e quando atende não responde um "bom dia"dado pelo cliente que entra. Eu mesmo como funcionária do Ministério da Saúde, fiz o teste. Entrei na sala da gineco e ela me estendeu o pedido de exames e não trocamos uma única palavra. Lá fora rasquei o formulário. Entrei na sala de um neurologista que segundo ouvia falar era um médico conceituado, agora pelo convênio e ao botar o pé na porta ele me disse o meu caso não era para ele. Estaquei e dei meia volta depois de já ter pago 20 % da consulta, só mais tarde descobri que eu precisava de neuro.

  9. luis Postado em 31/Jul/2013 às 13:04

    Como em tudo no Brasil: Ou a maioria dos médicos é corrupta e ficam roubando dinheiro do sistema ou a maioria dos médicos são coniventes e não denunciam os poucos colegas que abusam da sua posição. O mesmo vale pros políticos, policiais, funcionários públicos, etc...

  10. Danillo Postado em 31/Jul/2013 às 13:25

    A real intenção dessa matéria era taxar os médicos de vagabundos?? Pegar um endocrinologista, um cirurgião geral e um cirurgião plástico de uma maternidade pra generalizar as condutas da classe médica? Sensacionalismo descarado. Os engessados em suas críticas que procurem saber melhor como funciona realmente o trabalho de todos, não apenas de um ou outro, porque crucificar sem realmente saber o que se passa é muito conveniente e simples. Não querendo defender irresponsabilidade de alguém (quem não cumpre com os deveres deve ser punido), mas qual era a função desses profissionais nessa maternidade?? Consultar, evoluir as pacientes, operar, emitir pareceres?? O contrato realmente estabelece que eles precisam ficar o período de forma integral?? A reportagem coloca um comunicado/advertência a respeito da permanência do profissional durante o período... mas são todos?? E qual o real motivo dos médicos terem saído tão "rápido" (em cerca de minutos, pelo relógio dos repórteres)?? São respostas omitidas pela equipe que formou a matéria com claro intuito de incriminar a classe médica. Não estou dizendo de forma alguma que eles são inocentes. Mas faltam muitos esclarecimentos para condená-los de forma justa.

  11. Elizabeth Postado em 31/Jul/2013 às 13:27

    Os médicos que agem dessa forma estão errados. Mas se a rede de hospitais públicos fosse sérias, dando condições físicas e financeiras aos trabalhadores da saúde isso de certo não ocorreria...

  12. Rosana O. Postado em 31/Jul/2013 às 13:44

    Meu caro Danilo,você assistiu a matéria até o final? Percebeu que o próprio hospital emitiu um comunicado via RH falando da necessidade da permanecia dos médicos após o registro de ponto? Você ouviu o médico dizer que fica "em atividade"? Você já esperou em um hospital publico,18 horas com eu já fiquei com meu marido, esperando um médico que " deu uma saída" e não voltou? Que mais esclarecimentos você precisas?

  13. Rogério Postado em 31/Jul/2013 às 13:55

    Danilo, e qual é o seu interesse ao defender esses pulhas? Corporativismo, talvez? Se tivessem uma justificativa para os seus atos teriam dito na hora, e não gaguejado, engasgado. Estava escrito nas suas caras nojentas o que são. E ninguem com o mínimo de bom senso está generalizando e acusando a classe médica. Você sim, numa tática esquerdista manjada e surrada, é que está tentando desacreditar a reportagem enquadrando-a como fascista. Tenha vergonha na cara! Tenha respeito para com o povo. Não tente defender o indefensável, mesmo que sejam seus colegas ou parentes ou o caralho! Seu merda!

  14. Cleber Postado em 31/Jul/2013 às 13:57

    É assim no país todo. Em todos os serviços púbicos eles trabalham no acordo de compadre, recebem por 40 horas e trabalham 12 etc e tal, isso quando não batem ponto e vã embora. E vão trabalhar nos planos de saúde em vez de atender a população. Esse esquema mantém a saúde mercantilizada e nas mãos das máfias dos planos de saúde. Tem que denunciar. Tem que mandar pra cadeia. Eles são contra a vinda de mais médicos do exterior por que perderão seus privilégios de mercado.

  15. nelson Postado em 31/Jul/2013 às 13:59

    Está explicado porque nossos hospitais nunca tem medicos para atender os pacientes. E quando se fala em contratar médicos estrangeiros, não aceitam, botam mil empecilhos. Enquanto isso, como ficamos diante dessa briga? Acho que tem que contratar os medicos estrangeiros sim, urgente, para atender o povo.

  16. Carlos Alberto Postado em 31/Jul/2013 às 14:17

    Com a palavra o CRM ...

  17. Nelson Postado em 31/Jul/2013 às 14:21

    Quer dizer que se por acaso todos os médicos do Brasil morrerem, poderemos ter médicos de cuba? Se acreditasse em algum deus, rezaria por isso.

  18. Luciano Postado em 31/Jul/2013 às 14:29

    Por isso que eles estão se borrando por causa dos mais médicos, vão todos pra rua, não querem trabalhar!! Vão se arrasar!

  19. HPai Postado em 31/Jul/2013 às 14:31

    E falar que , provavelmente todos eles, estudaram em Universidades Publicas, as custas exatamente daqueles que são tratados como lixo.Obrigatoriedade em prestarem serviços publicos gatruitamente por 2 anos, todos aqueles que recebem de seus mecenas, o povo, a generosidade de estudarem de graça na Universidades Publicas, com direito a um salário digno.Se não prestarem , não terão validados seus diplomas e deverão devolver em dinheiro as mensalidades que não pagarm durante todo o curso.Ou então , cadeia, como deveriam estar , se comprovado for a fraude, estes citados pela reportagem.

  20. Ricardo Postado em 31/Jul/2013 às 14:33

    Em nenhum momento percebi a alusão à generalização do lamentável fato. Quem defende é corporativista , sim. tinha Era que ter vergonha , tinha é que pedir desculpas por ter colegas que se comportam assim . Sabe o que o cfm vai fazer? Nada.... Volto a dizer: medicina é para abnegados e não, para estes , pulhas, como bem escreve o sr Rogério. O que aconteceu com o neurocirurgião que fazia o mesmo no Rio? Só foi demitido.Só isso!! Uma menininha morreu . no dia que essa besta faltou ou melhor , fraudou, o plantão.

  21. Zilton Antunes Postado em 31/Jul/2013 às 14:40

    MÉDICOS MARGINAIS, CORRUPTOS. ISSO ACONTECE EM TODO O BRASIL. AINDA QUEREM RECLAMAR DO GOVERNO. A POPULAÇÃO PAGA OS ESTUDOS DELES PARA SE FORMAREM E DEPOIS O TROCO É ESSE. MERCENÁRIOS É O QUE SÃO.

  22. luana rodrigues Postado em 31/Jul/2013 às 14:51

    Desculpem àqueles que vestem seu jaleco com dignidade e respeito à profissão. Mas os que o fazem por ostentação, meu dedo na garganta para vcs.O que vejo na maioria dos profissionais de carreira médica é a sobreposição do valor de remuneração de seu trabalho ao valor da VIDA. Infelizmente estes "profissionais" estão sobrepujando-se ao valor da quilo que não tem preço, a vida.

  23. luana rodrigues Postado em 31/Jul/2013 às 15:18

    Meu caro Danillo. Ao meu ver vc é um aspirante a médico ou já o é. Para mim existe um dedo de sensacionalismo por trás de toda notícia midiática (principalmente para aqueles que são o alvo), acompanho o Pragmatismo político há um bom tempo e, excetuando algumas poucas publicações (mais por divergência de opinião), este veículo de informação apenas aponta buracos negros sociais. O mau uso de seu poder, seja ele qual for, é observado em todas as carreiras, mas quando trata-se da vida... Amor à profissão (acima até do conhecimento) deveria ser o primeiro requisito para ingressar na formação médica.Garanto que quando os que estão sendo apontados são outra classe de profissionais, sua fúria se exibe apenas quando seus direitos estão sendo discriminados. Pois é, quando pisam no nosso calo a coisa é diferente não é!? Por isso se vc exerce seu ofício com integridade não deveria ficar de bico por apontarem aqueles que não o fazem, ao contrário, deveria apoiar a causa. Ao menos que a carapuça lhe sirva!!

  24. Leonardo Postado em 31/Jul/2013 às 16:13

    Impressiona a forma como você aborda o assunto... Como se só existissem mals profissionais na classe médica! As pessoas mostradas na reportagem caro jornalista são sim mal exemplo de médicos e não representam a grande maioria dessa categoria! Assim como há mals jornalistas, advogados, pedreiros e muitas outras profissões!

  25. cleone Postado em 31/Jul/2013 às 16:44

    e eu aqui na minha roça ( interior de goias ),. todos os dias chegando as 07 e saindo as 17 , ninguem fala não?

    • Paulo Postado em 07/Sep/2013 às 12:26

      Afinal, não é esta a sua obrigação?

  26. Jefferson Postado em 31/Jul/2013 às 17:03

    Eu vi a reportagem O nome do repórter é Fabio Diamante, mas ele realmente foi brilhante ao estar de frente da reportagem.

  27. Joe Postado em 31/Jul/2013 às 17:08

    Cubamização Já!!!

  28. marcos Postado em 31/Jul/2013 às 17:51

    a polícia prende ou mata o pretinho da favela. e estes não são mais marginais do que favelados pretinhos? aqueles pretinhos não tiveram o custeio de uma universidade pública que nos custa no mínimo 850.000,00 reais. CadÊ a polícia? cadê o ministério público? não dá pra trazer 50.000 médicos cubanos, bolivianos, argentinos de toda parte do mundo. Esta reportagem só expoem o que nós, usuários do SUS sabemos. quanto ao doutorzinho que aqui defende, nós somo sim um povozinho de merda porque não cobramos das autoridades competentes, que prendam voces, marginais.

  29. Dinio Postado em 31/Jul/2013 às 19:58

    E o Governador Alckmin é médico e não sabia. E o CFM com sua empáfia , autiritarismo e arrogância ao peitar o Governo Federal, ao ponto de entrar na Justiça contra o Programa mais médicos, para o povo Brasileiro mais carente. Essa máfia da saúde é mundial. Eles querem tornar a saúde no Brasil Privada, aos moldes do mercantilismo Americano. Assistam ao Documentário "SICKO" do Michael Moore, ali dá a real. Assim não dá...assim não pode ! Diria o FHC.

  30. Han Postado em 31/Jul/2013 às 20:11

    O que é que faz as pessoas pensarem que trazer médicos de outros países iria mudar alguma coisa? Se eles chegassem aqui e observassem uma bocada dessa fariam o mesmo. Isso acontece em todos os hospitais e postos de saúde, e nesse daí só deu pra ver porque o registro do ponto é com impressão digital. Quero ver se a reportgem acompanha a consequência ou se perde no caminho.. E o que aconteceu com a máfia do dedo de silicone???

  31. Carlos Postado em 31/Jul/2013 às 21:02

    Eleição não muda nada, isso é uma questão cultural - entra "salvador da pátria", sai "salvador da pátria" e a pátria continua a pedir socorro. Saúde é coisa incompatível com nossa cultura - aqui ninguém sabe tratar os outros bem e dignamente, e isso é a base da Saúde.

  32. Danielle Postado em 31/Jul/2013 às 21:34

    Repugno os médicos mercenários, são todos uns nojentos. Que façam bom uso do dinheiro de todos nós. Tudo que fazemos volta para nós um dia, para esses aí da reportagem com certeza já está voltando. Para os outros que fazem a mesma coisa que o castigo venha a galope!

  33. Diego Postado em 31/Jul/2013 às 21:39

    Médicos sem caráter, ética e compromisso com a saúde. O triste é ver que estudei 3 anos pra passar no vestibular, mais 6 em medicina e pretendo ainda me especializar. Gosto de lidar com saúde publica, povão mesmo. Recusmo-me a ir para o interior e virar um "Pajé", sem recursos, não quero pegar 6 anos de formaçao, e jogar no lixo tendo que colocar meu paciente numa ambulancia e leva-lo para a cidade grande por falta de recursos, que é o que acontece Recuso 20 mil do interior e aceito 10mil da cidade grande, onde é precário, mas no mínimo eu tenho ferramentas para salvar vidas. Recuso 20mil do interior e fico na cidade grande onde posso me atualizar e fazer meus cursos por incentivo da Secretaria, que é o que ocorre na minha cidade. Amo minha profissão e busco fazê-la com amor. Abomino ter que pagar o preço e ler o ódio das pessoas contra os médicos, sejam contra quem é mal caráter, anti-ético. Não odeiem a profissão, odeiem se quiser o profissional. Sou grato por receber carinhos e presentes do meu paciente pelo meu trabalho.

  34. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 31/Jul/2013 às 21:58

    Como funcionária pública que fui deparei com muita coisa errada e administrada por médicos e em nenhum momento me intimidei. Deixei de assinar pagamento por achar indevido, quando o certo era primeiro pagar e depois discutir. Fiz relatório, conservo comigo até hoje, entreguei ao safado e fiz assinar a minha via, como prova de denúncia. Foi para o banco dos réus, mas na aposentadoria ganhou um jantar. Quando me aposentei recebi da māo de um estagiário um bilhete escrito a lápis dizendo que eu poderia voltar para casa que estava aposentada.

  35. amelia reyes Postado em 31/Jul/2013 às 23:03

    E vergonhoso ,saber q neste pais fazem cesarianas simplesmente para não ter q sai de casa a qualquer hora ,ou pior pq não saem da faculdade preparados p fazer um parto normal. Antigamente qualquer parteira sem estudo fazia e muito bem. sou a favor de fazerem revalida p todos os médicos mesmo os q se formaram a algum tempo. talvez muitos destes médicos não passariam nem p técnicos de enfermagem. A culpa não e dos jovens ,e do sistema .Muitos pais querem q seus filhos sejam médicos e pronto (estamos vendo na novela AMOR A VIDA) como e a sociedade.muita vaidade e ouco amor a profissão medicina e um sacerdócio.

  36. Donizeti Costa Postado em 31/Jul/2013 às 23:16

    É Fábio Diamante, meninos...

  37. nivaldo Postado em 01/Aug/2013 às 00:30

    E o pior q isso acontece em todo o Brasil não é só lá não, são pouquíssimos Médicos e professores das Universidade públicas que cumprem carga horária em órgão público, cade o MP de S Paulo, cade o CRM e CFM pra investigar, não vai dar em nada e ainda são contra importação de médicos de outros Países , resumindo o povo vai continuar sofrendo nas mãos dessa mafia de branco.

  38. Max Postado em 01/Aug/2013 às 00:36

    É evidente que tem péssimos profissionais em todas as profissões, como tem sempre otimos profissionais, e não seria diferente na medicina. Muitos médicos se quer olham na cara do seu paciente durante o atendimento. Quem nao se lembra daquele neurocirurgião (São top dentro da medicina e se sentem melhores do que todos) que estava ha meses sem ir trabalhar e recebendo? Ai na noite de natal uma menina levou uma bala perdida e morreu pois ele nao foi trabalhar. Em defesa ele diss que ele nao matou ninguem, mas sim a bala. Enfim... se ele nao estava satisfeito era so pedir pra sair e abrir um processo, ams ganhar uns 15 mil por mes e ficar insatisfeito deve ser melhor. Sabemos de todos os absurdos da saúde pública que não é culpa dos médicos, mas sim do governo, mas por outro lado os médicos nunca se mobilizaram de verdade pra melhorar a saúde pública. Essas manifestações que eles estão fazendo não é por pena da população, é apenas pra tentar manter os seus privilégios. Muitos médicos preferem ganhar 20 mil no rio, do que 50 mil no interior, e as prefeituras ficam refém, já que ninguém quer ir pra lá e nao é so por falta de estrutura, muios simplesmente querem ficar nos grandes centro, ok, eles tem direito trabalhar onde bem entenderem, mas a população não pode ficar sem saúde. Os médicos tem um imenso poder dentro do sistema de saúde, todo mundo que trabalha na área da saúde sabe disso. Se eles pressionassem de forma sistemática a saúde poderia estar melhor, seria uma questão de cidadania, de amor ao próximo mesmo, mas mais uma vez, cada faz o que acha melhor. Corporativistas? Absolutamente corporativistas! Eles podem matar, assinar em baixo, e o seu colega mesmo sabendo do erro, jamais denunciará, quantos erros grotescos acontecem e eu nunca vi um médico denunciar seu colega. A solução é aumentar o número de faculdades públicas com cursos de medicina. A conta é simples, uma profissão com muitos funcionários os salários baixam e eles não vão poder ficar escolhendo pra onde vão, sem se importar com os que não tem médico e por isso morrem nos hospitais. To sem imprego no Rio, ai surge uma vaga pra eu ir pro interior pra ganhar 10 mil (pouco?) eu vou ficar no Rio sem trabalho? Mas enquanto isso noa acontecer, os médicos vão fazer sempre o que eles querem, do jeito que eles querem, e ficamos todos refém desses profissionais. Se os médicos recebessem a mesma miséria que os professores ganham, eles provavelmente ja estariam nas ruas a muito mais tempo... Claro nao é isso que eu quero, todos devem receber dignamente! É só minha opinião, somente isso, nunca temos uma completa razão em tudo que falamos, afinal a vida é feita de "verdades" e não quer dizer muita coisa! Mas eu acho que estou certo! rsrsrsrs...

    • regina ventura perico Postado em 10/Sep/2013 às 09:32

      Eu gostaria de saber onde se ganha esse salário:30 anos de trabalho e aposentadoria de R$2 187,49 para neurocirurgião.Ah,sem as maracutaias aí de cima!

  39. Ana Carolina Postado em 01/Aug/2013 às 01:18

    AOS BONS MÉDICOS DO BRASIL E AOS QUE NOS XINGAM POR AÍ Quando você, que fala mal dos médicos na internet, nos chama de "mafiosos", "filhos da p***", "riquinhos mimados que não ligam pra ninguém" você não está ofendendo os idiotas, os maus profissionais, aquele que provavelmente um dia lhe tratou mal e lhe causou o rancor. Idiotas, independente da profissão que tenham, costumam ser imunes às ofensas. Ao dizer isso, você está ofendendo quem está, agora mesmo, de joelhos examinando alguém numa maca no chão de um Hospital Geral qualquer no Brasil. A quem está, agora mesmo, decidindo quem vai pra única vaga surgida numa UTI qualquer do Brasil. Quem está, neste momento mesmo, recebendo ameaça por ter se recusado a dar atestado falso. Aquele pediatra que, um dia, anos atrás, atendeu seu irmão, seu filho, você mesmo, talvez, doentinho e cuidou de você, acalmou sua mãe. Esses são os que tenho visto chorar, sofrer, pensar (e não só pensar) em sair do país. Esses são os que farão falta.

  40. José Maria Gurgel Postado em 01/Aug/2013 às 02:26

    Entendo que o problema em primeiro lugar, com a sociedade capitalista em que vivemos, onde qualquer atividade é baseada no lucro. Quanto mais faturar com a doença melhor, pois começa com uma consulta exorbitante, segue-se indicar remédios articulados com a indústria farmacêutica, exames desnecessários e o suporte de uma parafernália tecnológica, um conjunto de elementos que torna a saúde do povo um produto caro, inacessível a maioria da população, mas é isso q quer essa verdadeira "mafia de branco". Por outro lado, que formação esse médico "caixa eletrônico" tem? Humanista nenhuma, compromisso social, muito menos, daí a urgência que assume o debate sobre a vinda dos médicos cubanos, depositários de uma medicina preventiva, médico da família, a medicina num contexto social. A "mafia de branco" jamais vai descer para o interior, trabalhar com pobre, gente ignorante...Uma notinha sobre a greve dos médicos publicada na coluna Panorama do jornalista Ilimar Franco no Globo, deixou internautas indignados. A nota diz:"Um grupo de médicos protestava ontem na frente do Ministério da Saúde contra o programa Mais Médicos, que abre postos de trabalho para médicos estrangeiros. O grito de guerra: "Somos ricos, somos cultos. Fora os imbecis corruptos" E vocês, meus queridos leitores, o que acham do grito de guerra dos médicos grevistas?

  41. João Postado em 01/Aug/2013 às 09:29

    Se nosso governo pagasse tratamento médico e educação particular p/ cada brasileiro, ficaria mais barato, o dinheiro investido nessa malandros de branco não surte resultado nenhum. Talvez importando médicos seria bem melhor pois em pais europeu a ética é bem diferente, o Brasileiro já nasce corrupto..

  42. João Postado em 01/Aug/2013 às 09:36

    PARABÉNS SBT....VCS ESTÃO AJUDANDO A MUDAR NOSSO PAÍS... AO CONTRARIO DA REDE MANIPULADORA DE TELEVISÃO QUE NADA FAZ P/ A MELHORIA DO PAÍS..

  43. Ricardo Macedo Postado em 01/Aug/2013 às 10:47

    A reportagem é válida, o comentário final é desprezível. Sou médico, anestesiologista, trabalho 20h semanais no serviço público federal e, apesar da estrutura deficiente e salário defasado (inferior a 3000 reais) lhe garanto: cumpro rigorosamente a minha carga horária. Sou contra a vinda de médicos estrangeiros não revalidados pelo simples motivo que não gostaria que eles atendessem a minha mãe. Se você os julga capazes de antender a sua, lute pela vinda destes profissionais sem prova de conhecimento, se não, pense a respeito.

    • Marco Aurélio Postado em 30/Sep/2013 às 18:44

      Cara, escolha o médico que quiser prá sua mãe, e deixe que o povo tenha algum atendimento. Os médicos estrangeiros estão vindo atuar onde NENHUM médico brasileiro quer trabalhar. A verdade é que, não generalizando, existe uma significativa parcela da classe médica que pensa ser direito adquirido fazer faculdade federal gratuita, receber do SUS sem trabalhar e não ter concorrência de profissionais estrangeiros. É difícil até aceitar que seres humanos defendam de forma tão natural o que os médicos brasileiros defendem: não querem ocupar certas vagas e não querem que ninguém venha ocupá-las. Aqui o RS, a alguns anos, tivemos uma greve dos médicos porque o governo exigia o cumprimento das horas contratuais, quando a prática era( e continuou sendo, pois a prática continua): médico com contrato de 40 horas só cumpre 30 e com contrato de 20, trabalha 10. São capitalistas para alegarem que se formaram para ganhar dinheiro, mas para estudar de graça, com bolsas fraudulentas e se pendurar em teta pública, aí gostam do governo paternalista.

  44. Selton Postado em 01/Aug/2013 às 10:54

    O ruim dessas reportagens,é que eles mostram as atitudes dos médicos como unânimes,ou seja,que todos os médicos são negligentes.É o que acontece no ramo da política.

  45. Bira Postado em 01/Aug/2013 às 11:19

    Penso que ser médico é abraçar um sacerdócio, os médicos em greve só estão pensando neles próprios, o número de pessoas que deixaram de atender, mostra bem que eles não estão preparados para esta profissão, que deve ser exercida por pessoas que têm amor ao próximo, e não promovam greves reivindicando, enquanto os doentes ficam sem atendimentos, que sem a greve já é precário, imagine com ela.Muitos profissionais de outras ariais tem vindo trabalhar no Brasil, e não houve protesto pela vinda deles, porque então os médicos são contra? Medo da concorrência?

  46. Patricia Postado em 01/Aug/2013 às 14:21

    Excelente reportagem investigativa de interesse público, parabéns ao SBT

  47. LSM Postado em 01/Aug/2013 às 16:36

    O governo é reflexo do seu povo.Taí a causa... A mudança deve começar em cada um.

  48. SANDRO Postado em 01/Aug/2013 às 20:09

    ACHO QUE TEM QUE SER PRISÃO , CONDENAÇÃO CRIME CONTRA A SOCIEDADE ,BANDO DE VAGABUNDOS E AINDA TEM CORAGEM DE IR CONTRA A CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS ESTRANGEIRO TEM QUE DEVOLVER TODO DINHEIRO DE TODO TEMPO QUE PRESTOU SERVIÇO LA´

  49. Aurenice Postado em 01/Aug/2013 às 22:19

    A continuação da reportagem diz que os médicos mostrados foram afastados... Mas e o diretor do hospital que deve ser conivente? E o secretário de saúde ? A verdade é que existe um grande corporativismo , pois isto é só uma amostra... Entrando em qualquer hospital ou ambulatório público se constata que o fato ocorre com frequência... Cadê o CRM? Já se pronunciou?

  50. Larissa Postado em 01/Aug/2013 às 23:31

    Cadê a vocação? Mas para que vocação em exercer medicina no Brasil? Selton, mas se vê que isso ocorre com frequência na medicina. E em relação a políticos, te desafio a citar algum que não abusou dos erários e do poder.

  51. Larissa Postado em 01/Aug/2013 às 23:40

    Caso perdido! Não adianta" O CFM tem o governo nas mãos. Quem sofre somos nós! Mas o que esperar de um país onde sempre teve o propagandismo de uma única profissão, que nas novelas enaltecem os ditos "doutores" e que valorizam tanto somente uma classe da área da saúde? O QUE ESPERAR? NADA MAIS QUE ISSO!!!

  52. Lyndy Luca Postado em 03/Aug/2013 às 14:04

    Gente, isso é nojento... Enquanto a população morre, as mulheres parindo nos bancos de espera de atendimento dos hospitais, esses vagabundos, ladrões malditos vão bater o ponto, roubar o dinheiro do povo que está todo junto como uma boiada no curral, à espera de que um fdp desses olhe pela sua vida, pela vida de seus filhos, esses mesmos que são os responsáveis pelo pagamento dos seus salários, esses bandidos, sem a menor vergonha batem o ponto e vão para seus consultórios particulares trabalhar para os outros que pagam na hora. É gente sendo tratada pior que bicho (pq os animais desses "digníssimos doutores" com a mais absoluta certeza são tratados com a dignidade que o povo a quem eles negam atendimento deveriam ser tratados), é o sangue de muito pobre nas mãos desses malditos, cujo dinheiro é a única coisa que lhes interessa - não importa que seja roubado dessa maneira.

  53. Claudio Postado em 03/Aug/2013 às 18:53

    Facílimo de encontrar em qualquer profissão. Professores então, nem se fala... nos esquemas das prefeituras... apontar o dedo para o nariz dos outros é muito fácil, não é mesmo?

  54. Vitor Postado em 04/Aug/2013 às 11:13

    Realmente, a postura desses figurões é sórdida. Só não podemos irracionalmente generalizar. Vejam essa reportagem, por exemplo, quantas centenas de médicos devem trabalhar neste hospital? E, no entanto, são apenas alguns poucos que atuam dessa maneira infeliz. Generalização é imaturidade. Seria o mesmo que postarmos um vídeo com o Boris Casoy ofendendo os garis e dizer que todos os jornalistas são elitistas.

  55. #filazero Postado em 08/Aug/2013 às 02:55

    MANIFESTAÇÃO FLASH #FILA ZERO Faremos uma grande fila de "doentes" como protesto contra a espera para atendimento, encaminhamentos, exames e tratamentos. Venha caracterizado com bandagens, muletas, cadeira de rodas, curativos e tipoias, etc., se possível!! Vamos nos encontrar no MASP e depois vamos bater na porta da Secretaria de Saúde. https://www.facebook.com/events/499694203445934/

  56. Sueli Presser Postado em 25/Aug/2013 às 09:45

    Essas pessoas deveriam ser presas. Isso é um absurdo!

  57. JOÃO ALVES DE ALMEIDA FILHO Postado em 26/Aug/2013 às 19:54

    Vi a reportagem e fiquei indignado, eu acho que o responsável pelo hospital, estava sabendo, pois colocou um aviso na parede, porque ele mesmo não tomou uma providência? Ficou calado, outro detalhe, quem bate o ponto desses médicos na saída? Já fui a consulta médica e o médico demorou, como sempre fazem, ai fui me queixar com a enfermeira, ela me falou; moço médico é assim mesmo, ele deve está em outro hospital fazendo cirurgia, e eu retruquei; porque ele não avisou que ia chegar tarde? A enfermeira respondeu; O senhor acha que ele lhe deve satisfação? Essa é a nossa história, somos idiotas, temos que esperar a demora dos médicos, coisa de brasileiros.

  58. Rafael Postado em 27/Aug/2013 às 23:18

    sou estudante de medicina, ainda não sou medico, mas se deus quiser me formarei um bom profissional,pois é para isso que estudo todos os dias. Não pretendo defender pessoas como essas, mas fica difícil não se manifestar com o que esta acontecendo. Tentarei ser sucinto, desde de que o programa mais médicos foi criado a mídia, não sei por qual interesse, tem demonizado a imagem dos médicos atacando maciçamente uma classe. É preciso intender que maus profissionais existem em todas as áreas, lembro que não quero defender ninguém, na medicina não é diferente, ao mesmo passo que existem pessoas como essas da matéria também existem os profissionais que trabalham com seriedade. Então porque uma unica vez ao invés de denunciar somente a falta de ética dessas pessoas não mostram também a falta de estrutura nos hospitais públicos, a falta de regulamentação pelas secretarias de saúde, o baixo salario pago pelo SUS. Eu não teria a coragem de assumir um emprego e não trabalhar, pois desde que entrei na faculdade sou orientado a ter ética e uma boa relação medico-paciente, sou meticuloso e tento me exigir ao máximo, por essa razão no futuro quero ser recompensado pelo meu esforço recebendo o que for justo pelo tamanho do meu sacrifício.... ensino básico+ 4 anos de cursinho pré vestibular( com bolsa,pois mostrei interesse e dedicação fazendo o coordenador do meu curso acreditar em mim....+ 6 anos de faculdade+ o resto da vida estudando seguindo o ensinamento dos meus mestres.....Por isso pretendo ganhar mais do que 1200 reais que se pagam em concursos médicos de 20hs semanais, para isso não cogito trabalhar para o SUS se não na forma de contratado por hospitais com salario digno. Não é pedir de mais ser reconhecido por um trabalho bem feito e tentar melhorar o padrão de vida da minha família, não sou rico nem elite, mas não pretendo me acomodar e não aceitarei o que estão tentando fazer com a medicina brasileira.... O obvio esta ai para quem quiser ver, mais médicos com a maioria esmagadora de cubanos e alguns outros para disfarçar a trama nada mais é do que uma tentativa de desvio de verba para cuba com o intuito de posteriormente financiar reeleições de políticos.

  59. SERGIO Postado em 30/Aug/2013 às 21:23

    O SUS desde o inicio com o histórico a nivel social, promulgação da constituição, envolvimento dos entes federativos( municipal, estadual e federal), as demais ações para implementar, efetivar o atendimento, foi concebido para todos os brasileiros, mas a gestão do SUS é carente de profissionais que estudaram e que sejam gabaritados no que realizam, os profissionais na maioria das vezes alegam desmotivação por falta do plano de cargos e carreiras, valorização salarial e profissional, infelizmente existe conscientemente até mesmo por cultura e ou orgulho injustificado uma noção de hierarquia(Quanto menos estudo, mais mandado ou humilhado) e que não existe embasamento legal ou mesmo ético moral e se não bastasse categorias que tentam garantir suas atribuições profissionais, acabam tendo que se confrontar com a categoria dos médicos que querem garantir seu status quo no conjunto, sua dita autoridade em relação as demais categorias da saúde e se não bastasse o já sabido mal atendimento de alguns profissionais, que talvez tenham a sua razão, mas não se justifica diante daquele que pode ou já esta fragilizado e para complementar existe uma tal de cota para consulta, pedido de exames, etc, mas tambèm uma dita meta a ser atendida pelos profissionais e caso atendam serão gratificados e se não, serão chamados pelo imediato superior.Para encerrar torne-se realidade o tal de plano de cargos e carreiras, valorização salarial e profissional, profissionalização na gestão, investimento para melhor atendimento no setor primário, investimento no setor estadual e federal para não dependência do setor privado, redefinição dos profissionais gestores para funções que comprovem formação específica, redefinição das atribuições profissionais, evitando a polarização e hierarquizaçao em uma categoria profissional( no caso os médicos em particular), preferência, valorização e incentivo, profissionalismo, humanismo, p/ o trabalho entre as equipes visando o melhor resultado possível. Sugestão: cargo de agente comunitário de saúde seja mudado p/ agente técnico de saúde(nível de segundo grau e curso técnico, atribuições não só de orientação e acompanhamento, mas também podendo aferir Has, glicemia, realizar curativos básicos, entre outras funções que não acarretem em prejuízo de saúde grave.

  60. Thiago Teixeira Postado em 31/Aug/2013 às 12:45

    p/ Ricardo Macedo, em 1 de agosto de 2013 às 10:47 disse: Prefiro ser atendido por um profissional que esteja preocupado com a minha saúde do que por um cidadão como o senhor. E minha mãe mora na África e quem cuida dela é um médico Cubano, que ao contrário do CRM brasileiro, lá eles são respeitados. E mais, quem disse que a medicina brasileira é melhor que a Cubana?