Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Saúde 05/Jul/2013 às 00:23
69
Comentários

"Um dia vai precisar da gente e vou lembrar de sua linda fisionomia"

Médicos ameaçam e ironizam homem que se manifestou a favor da possível chegada de médicos estrangeiros ao Brasil

Daniel Dantas, Cartapotiguar

Nesta quarta-feira, o publicitário Carlos Fialho cometeu um crime mortal: ironizou os médicos que se opõem à vinda de médicos estrangeiros para o Brasil e que fizeram protestos em todo país.

Crítica e discordância são normais no mundo democrático – talvez a exceção seja o Rio Grande do Norte ou o estado não é mesmo um território democrático.

Fialho foi alvo de ameaças e intimidações depois de emitir suas opiniões. Algumas das ameaças, como quando um médico lhe disse que guardaria seu rosto para um eventual atendimento de emergência, parecem retiradas de ficção e, por isso mesmo, caso de polícia.

Notadamente, Robson Alencar Souza disse algo assustador: [email protected] mas um dia vai precisar da gente e vou lembrar de sua linda fisionomia”.

E pensar que mais cedo houve quem questionasse porque a #RevoltadoBusao não estava apoiando o protestos dos médicos. Falei, por mim, que não iria às ruas defender ideias das quais não comungo, como no que diz respeito à importação de profissionais. A postura desses médicos comprova que eu tinha razão. Vou registrar seus nomes para que, enquanto possível, nunca os procure.

Leia também

O empresário Gustavo Rocha também postou ameaças: “Médico bom anda com anel de formatura, faz juramento de Hipócrates e tem o santinho do Carlos Fialho para triagem no pronto-socorro”.

Veja a seguir o que foi dito a Fialho:

preconceito médico

(Imagem)

.

preconceito médico

(Imagem)

.

preconceito médico

(Imagem)

.

preconceito médico

(Imagem)

.

protesto médico

(Imagem)

.

protesto médico

(Imagem)

.

protesto médico

(Imagem)

.

protesto médico

(Imagem)

.

protesto médicos

(Imagem)

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcelo Silva Postado em 05/Jul/2013 às 00:38

    Lembrar de enviar reclamações para os hospitais onde esses médicos que hostilizaram o companheiro, avisando que não aceitaremos ser tratados por quem trata a saúde como moeda de troca para divergencias pessoais.

  2. Cristiano Guirado Postado em 05/Jul/2013 às 00:58

    só uma pergunta... o cara é publicitário? não deveria estar lutando pela regulamentação dos serviços de comunicação no Brasil? Regulamentação esta que, no momento, pra ser uma várzea tem que melhorar muito...

  3. Demian Cunha Postado em 05/Jul/2013 às 00:59

    Aconteceu comigo também: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=207054252785625&set=a.107571466067238.13395.100004431540764&type=1&theater

  4. Jack Oliveira Postado em 05/Jul/2013 às 01:03

    Apoiado Marcelo Silva.

  5. Mefistófeles Postado em 05/Jul/2013 às 01:09

    Vamos compartihar.

  6. felipe3 Postado em 05/Jul/2013 às 01:16

    protesto de medicos empregados de sp que nao querem medicos extrangeiros trabalhando na periferia nem no nordeste. nem conhecem a lei direito e ficam repetindo "temos medicos demais no pais" "quer melhorar, invista dinheiro no sus" pra responder qualquer pegunta. igual aos coitados que foram protestar contra a PEC43 sem nem saber do que se tratava a PEC. achei que a classe medica fosse melhor instruida e nao obedecesse cegamente as ordens da globo, editora abril etc...

  7. arimar pereira Postado em 05/Jul/2013 às 01:17

    pelos comentarios dessas pessoas ve se o grau de justiça do proprio bolso!!

  8. Gianluigi Toscano Postado em 05/Jul/2013 às 01:32

    Adoraria que todos esses médicos fizessem o mesmo teste que os cubanos fizeram. Se não passarem, não poderão praticar no país. Seria lindo.

  9. Suélen Postado em 05/Jul/2013 às 01:33

    Eu dou aula á muito tempo adoro o Brasil e sempre falo para os meus alunos que eu tenho medo de envelhecer aqui.Estes comentários só provam isso,estamos cercados por "pequenos princepes" que quando tirão "o brinquedinho" deles ou não concordam com eles,os mesmos ameaçam as pessoas como se fossem donos da verdade.Essa situação me deixou muito assustada,resumindo não dá para confiar mesmo,como eles deve ter muitos por aí.(é melhor se tratar com chás e pajés,voltando as origens!!!)

  10. Jose Eduardo de Moura Postado em 05/Jul/2013 às 01:34

    Sempre foi assim. Esse vídeo mostra um pouco da realidade de são são os médicos no Brasil http://www.youtube.com/watch?v=fSEybWgLx9Q

  11. Heitor Cunha Postado em 05/Jul/2013 às 01:41

    Falta de ética política:hostilizar quem pensa de modo contrário q remete a uma possível falta de ética profissional? Não quero crer!

  12. Lena Vieira Postado em 05/Jul/2013 às 01:41

    Isso é normal,responderem dessa forma em momentos de ira,durante, principalmente,os movimentos na procura de MELHORAMENTOS, como estão e estamos passando(médicos e qualquer um de nós,como pacientes). Olhem os vários "quebra quebra" dos caminhoneiros e outros exemplos que todos tem conhecimento,não é preciso aqui sitar.. Estão fazendo "temporal em copo d´água". ACREDITAM MESMO QUE NÃO ATENDERIAM ESSE INDIVÍDUO,CASO VIESSE A PRECISAR??!!!! E olha.que assim como eu...vocês também DUVIDAM que a SAÚDE vai melhorar....... O governo debocha do povo! Olha aí o Renan Calheiros,sem vergonha na cara,o que disse sobre a utiluzação do dinheiro em viagem... e depois de todo movimento que se está fazendo....Esse país terá conserto?!!!

  13. Letícia Veloso Postado em 05/Jul/2013 às 01:43

    Ridículo! Aitude fascista e reacionária. E a liberdade de se expressar, hein?

  14. Eduardo Postado em 05/Jul/2013 às 01:44

    ...são do tipo que pobre quer sentir dor igual a rico.... acabei de assistir o Dr.House, e mesmo sendo ficção acho a profissão de médico uma das mais belas, pena que tem gente querendo acabar com ela... e não é o do governo não... é a categoria mais unida que conheço, chega a beirar cartelização, e se quiserem podem resolver o problema da saúde do país, visto que não existe saúde sem médico e eles o são, consequentemente a solução tem que partir deles. Salario é consequencia de trabalho, se tá ruim vamos reinvindicar melhoras, mas não deixar estagnar tudo até o ponto de morrer inocentes por causa de dinheiro...

  15. Joel Postado em 05/Jul/2013 às 01:48

    Este André Pinto, pneumologista, diz uma pérola...Parece que na concepção dele, é preciso lutar pelos interesses dos nossos, independentemente de isto ser justo ou não. Pelo que entendi, ele acha que o pai do sujeito é médico e fica estarrecido com o fato de, mesmo assim, ele se posicionar contra os interesses que supostamente seriam do pai dele. Este André, não consegue ver o tamanho do absurdo que diz?

  16. Filipe Postado em 05/Jul/2013 às 02:01

    É um abusrdo! Deviam divulgar isso pra fazer com que nunca mais atendam NENHUMA pessoa! Óbvio que os interesses econômicos com a categoria, que por sinal é a mais bem paga do Brasil, é o que realmente importa pra eles $$$$$$$$$. Tem vaga lá na fronteira! Pq não vai pra lá ? Cuidar dos cidadãos que necessitam ? BANDO DE MÉDICO FILHA DA PUTA >> deus salve Carlos Fialho que assim como Ernesto Guevara ainda tem coração!

  17. Marcel Mengel Postado em 05/Jul/2013 às 02:02

    ise vier médicos estrangeiros ao Brasil vai cair os salários dos profissionais?

  18. Yuri Holanda Postado em 05/Jul/2013 às 03:05

    Médicos sem ética, utilizam-se de justificativas populares, quando na verdade são apenas mercenários.

  19. Demian Cunha Postado em 05/Jul/2013 às 03:15

    Aconteceu comigo também. E com todos que tinham opinião diferente do médico : https://www.facebook.com/photo.php?fbid=207077702783280&set=a.107571466067238.13395.100004431540764&type=1&theater

  20. Diana Postado em 05/Jul/2013 às 06:21

    Fui estudante de Medicina da UNIRIO e por essas e outras larguei o curso e vim estudar no exterior.. não aguento esses médicos brasileiros mesquinhos, que tem no título de médico a sua maior conquista sem nunca terem sido médicos de verdade - aqueles profissionais cuja missão é salvar e melhorar a qualidade de vida de seus pacientes. Infelizmente, a grande maioria dos estudantes de medicina que conheci são arrogantes, mimados, com complexo de superioridade, alienados políticos e prezam somente pelos seus próprios interesses.. Essa luta dos médicos por uma infra-estrutura digna, apesar de ter ser uma causa justa, também me soa como piada. Me lembro que no primeiro semestre da faculdade, eu fiquei abismada com a futilidade dos meus colegas. O campus da UNIRIO é uma lástima, caindo aos pedaços, tudo quebrado, nem biblioteca tinha, mas os estudantes de medicina, na semana do trote arrecadam mais de 30 000 reais pedindo esmola na rua pra gastar tudo na choppada regada e com direito a Mc Catra.. isso POR SEMESTRE (450R$ por aluno x 70 alunos por turma)! Imaginem o que não podia ser feito com esse dinheiro se fosse guardado para promover melhorias na faculdade?? Sem contar o dinheiro que vai se pagando mensalmente desde o 2o semestre de estudo pra festa de formatura!! Além disso, paralelamente algumas almas boas organizam o trote solidário que consiste em doação de alimentos e doação de sangue e se eu contar pra vocês que nem metade da turma participa??? Médicos que não querem perder seu tempo precioso doando sangue! A lição mais importante que aprendi estudando medicina é NÃO CONFIE EM NENHUM MÉDICO BRASILEIRO ANTES DE CONHECÊ-LO BEM! Se eu começar a contar sobre os professores de Medicina, e sobre os "jeitinhos" que os alunos arranjam pra passar durante a carreira esse post vira uma página inteira.

  21. rodrigo Postado em 05/Jul/2013 às 07:38

    Não querem que estrangeiros ocupem as vagas que não estão ocupadas não querem fazer provas de aprovação profissional no estilo da AOB não querem fazer provas para revalidar os seus diplomas dá para ver que estão "preocupadíssimos" com os pacientes

  22. JOÃO ARAÚJO Postado em 05/Jul/2013 às 08:13

    Acho um absurdo alguém ter lucros com a doença dos outros! Essa máfia de "plano de saúde partcular" tem de acabar. Saúde tem de ser integralmente pública. Somente o governo coloca dinheiro na saúde e os médicos (todos) deveriam prestar atendimento público. Acontece que existe uma máfia: a indústria da saúde no Brasil, que não deixa o SUS vingar de jeito nenhum. A indústria, obviamente "banca" a campanha política de 70% dos parlamentares. Somente o povo pode se livrar disto, somente ele.

  23. sofia Postado em 05/Jul/2013 às 08:31

    Bando de mercenàrios, corporativistas. Medicina no Brasil é profissão de burguês e eles fazem medicina para ter prestigio na sociedade não pra se ocupar da saùde do povo. Onde ja se viu médico preocupado com o bem estar das massas. A prova tai

  24. André Luís Postado em 05/Jul/2013 às 08:43

    então avise estes médicos que os enfermeiros e outros profissionais de saúde tambem podem falar para eles esperarem pelo seu colega de profissão que esta dormindo no conforto médico, já que eles são semideuses

  25. Karlos Postado em 05/Jul/2013 às 08:55

    A sociedade do consenso nuca foi tão perversa. Marcar um indivíduo e condená-lo porque se posiciona de modo contrário é um absurdo...o pior é saber que não fica restrito ao RN...bando de bossais!

  26. P. Weber Postado em 05/Jul/2013 às 08:56

    Querem melhorar a saúde, comecem a FISCALIZAR o SUS, porque tem muito médico que bate ponto e sai para trabalhar no seu consultório (por isso nunca tem médico disponível no SUS), muitos cirurgiões reutilizam aparelhos de uso único no paciente do SUS e levam o que era para ser utilizado neste (pago pelo SUS) para usar em seus consultórios. Querem melhorar a saúde, comecem a valorizar as outras classes. Enquanto o médico ganha 10 mil por 20h, o enfermeiro ganha 1.700 e o técnico 1.100 por 40h, ai eles têm que trabalhar em 2 empregos, emendando um plantão no outro pra poder sobreviver. Quem já ficou internado sabe, o médico te atende 5 min por dia no máximo, o resto do tempo são enfermeiros e técnicos, são eles que determinam 90% da qualidade do atendimento. E ainda tenho que ouvir, de médicos, sem argumentos, que médico cubano é na verdade espião comunista. A CLASSE MÉDICA ENVERGONHA O PAÍS

  27. Patricia Postado em 05/Jul/2013 às 09:01

    Esses comentários só mostram o quão prepotentes eles (médicos) são.

  28. Zaine Simas Mattos Postado em 05/Jul/2013 às 09:05

    O corporativismo dessa classe é nojento! Claro que existem bom médicos! Mas eu que tive que depender do SUS por dois anos para o atendimento do meu pai, senti na pele a indiferença de muitos deles. Gritar pela minha mãe e por Deus eram as alternativa, porque gritar por médicos no Sus, só tive como resultado a indiferença. Sentia-me um lixo. As homeopatas que me atendem pelo plano são ótimas atenciosas, preocupadas...raras... Esta semana fui a um otorrino levar minha filha que tem rinite, foi patético! Ele mal olhou no meu rosto, a consulta não deve ter durado 10 minutos, mas durou o bastante para ele enviar no nariz dela um instrumento de vídeo, para vez o que ele já sabia (uma irritação na narina direita) e cobrar do plano 100 reais... Cansativo... a quem ele quer enganar...

  29. Elaine P. Postado em 05/Jul/2013 às 09:06

    Chego a rir do médico que diz que vai arranjar uma consulta pro rapaz com médicos cubanos, em tom de ameaça, como se fosse algo muito ruim. Pelo menos creio que os médicos cubanos não vão dizer que tudo o que tenho é virose, como todos os médicos que consulto dizem.

  30. Miguel Queija Postado em 05/Jul/2013 às 09:07

    A principal justificativa dos médicos brasileiros é que não existe condição de trabalho em regiões pobres. Olha, também sou a favor da melhoria dos hospitais e pronto-socorros, mas partindo disso os "Médicos sem fronteira" nunca existiriam. A "profissão" de vocês é uma escolha de vida, um chamado, lembrem disso.

  31. Edmilson Postado em 05/Jul/2013 às 09:12

    É a quadrilha do jaleco branco...

  32. Andrea Postado em 05/Jul/2013 às 09:15

    Arrogantes, prepotentes, se acham semi-deuses. Esquecem-se que se estão prestando um serviço que está sendo remunerado e não um favor a ninguém! Quanto aos médicos estrangeiros, de um jeito ou de outro eles virão e se a classe médica brasileira não mudar seu posicionamento, começarão a perder o espaço afinal, a população está de saco cheio de ser mal tratada e ter sempre o mesmo diagnóstico: resfriado ou virose.

  33. Andrea Postado em 05/Jul/2013 às 09:16

    E quanto a essa clínica NATALCOR, vou enviar e-mails sobre o posicionamento ANTI-profissional desses médicos inclusive para o CRM de lá.

  34. Rafael Postado em 05/Jul/2013 às 09:22

    O nível de ignorância e falta de humildade está alto

  35. Alexandre Postado em 05/Jul/2013 às 09:25

    Pois é Elaine, no interior e na periferia esse bando de médicos não estão lá pra cuidar da saúde do pobre, o medo deles deve ser a competência dos médicos estrangeiros que não vão tratar todo mundo como se tivesse virose.

  36. JoaoMineirim Postado em 05/Jul/2013 às 09:30

    Procurem saber se esses médicos dão plantão em algum hospital. Bem possível que batam ponto e saiam pelas portas dos fundos em direção a seus consultórios particulares. _ A população ? _ Que se dane! _ A culpa é do governo que não oferece infraestrutura de trabalho.

  37. Arthur Postado em 05/Jul/2013 às 09:32

    Quem fala o que quer, ouve o que não quer.

  38. Magali Postado em 05/Jul/2013 às 09:39

    Não acho legal generalizar que médico não presta... talvez esses tenham a ética médica e o caráter pessoal questionáveis (como em toda profissão). É corporativismo e ignorância esse auê contra a vinda de médicos ESTRANGEIROS (não virão só de Cuba... será que eles sabem?) para o Brasil... para atuar nas áreas carentes que eles mesmos, esses especialistas que estão protestando, não querem atuar (com justa razão ou não). Qual desses cardiologistas, pneumologistas e outros istas vão largar seus consagrados consultórios e hospitais de Natal para ir para o interior fazer pré-natal, cuidar de criança com diarréia, subnutrida e situações similares de que cuidam a medicina básica? Isso se aplica, aliás, a todos os istas do Brasil... É egoísmo, é ser contra a população carente. É muita ignorância.

  39. Magali Postado em 05/Jul/2013 às 09:40

    É triste constatar que tem docente da UFRN mostrado aí...

  40. Carlos John Postado em 05/Jul/2013 às 09:43

    é tudo uma questão de rerserva de mercado. a classe médica no brasil é ridicula, terceiro mundista total.

  41. Gabriela Postado em 05/Jul/2013 às 09:43

    Os médicos estrangeiros tem o meu total apoio e receptividade, precisamos pensar como um todo e o Brasil precisa de pessoas dispostas a trabalhar onde quer que seja, onde tem conforto e onde não tem oque comer muitas vezes. Agora é uma vergonha escreverem estas opiniões ridículas e absurdas.!

  42. Juliana Postado em 05/Jul/2013 às 09:57

    Infelizmente, médicos se acham no poder sobre a vida e a saúde. Até sobre as outras áreas de saúde querem dominar, vide Ato Médico. Vagas para trabalhar no PSF com salário de 5000,00 pra recém-formado ficaram à deriva, acharam baixo o valor. Pode?! então, por que não trazer médicos cubanos? Ah, mas querem que estrangeiros façam o Revalida, mas parece que isto é feito pra não serem mesmo aprovados, existem perguntas arbitrárias. Sobre este caso de perseguição, a justiça precisa sim investigar, pois me parece que esses médicos ESCOLHEM quem deve ser atendido ou não, quem deve morrer em hospitais ou não.

  43. filho da razão e ciência Postado em 05/Jul/2013 às 10:05

    Natal, Natal, Natal... Por trás de todos o mesmo nome: o do colaborador americano, Agripino Maia...

  44. Fernando Postado em 05/Jul/2013 às 10:08

    Comigo também: https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/1006197_620581287960127_606728380_n.jpg

  45. Felipe A. C. Postado em 05/Jul/2013 às 10:09

    Sou médico em São Paulo realizando a minha especialização e tenho algumas opiniões: Na medicina há profissionais ruins como em todas as áreas, aqueles que são mercenários arrogantes etc. e bons profissionais preocupados com o bem estar do paciente e com a saúde pública em geral. Infelizmente é verdade que a profissão de médico no Brasil é quase um privilégio das classes mais altas, mas dizer que médico nenhum se preocupa com o bem estar do paciente e que só quer ganhar rios de dinheiro (dito muitas vezes "mais do que já ganha") é uma generalização burra como a maioria. A discussão sobre a vinda de médicos estrangeiros tem vários pontos ridículos. A preocupação dos médicos não é a nacionalidade, ou que seriam "espiões cubanos comunistas infiltrados" e sim o fato de tapar o sol com a peneira. Já vi em vários meios de comunicação que são oferecidos aos médicos salários muito elevados em relação a população em geral e que nós nos recusamos a aceitar e ir para o interior. Isso não é tão simples assim. Primeiro porque o maior problema é que, em muitos casos, o médico recebe o primeiro mês, no segundo recebe mas atrasa um pouco, no terceiro mês atrasa mais, no quarto ele ainda não recebeu ou recebeu uma pequena parcela e assim por diante..., ou seja quando o profissional desiste e volta para capital, abre-se um novo concurso e os médicos não vão por falta de segurança. Conheço vários profissionais, e eu me incluo nesta lista, que iriam muito contentes ao interior se estes tivessem um plano de carreira e condições de trabalho. As condições de trabalho são inclusive o item primordial para a internalização dos médicos. O que o governo está fazendo é propor a vinda de médicos cubanos a fim de utilizar profissionais que estejam acostumados com condições precárias e saibam clinicar nessas condições, ao invés de melhorar a infraestrutura e valorizar os médicos nacionais. Nós médicos brasileiros também sabemos viver com poucos recursos (afinal estamos no Brasil) só não aceitamos isso tão facilmente porque sabemos que poderíamos fazer mais pelo paciente e até aquele profissional arrogante sabe que fez pouco. Não aceitamos a situação atual da saúde, sobretudo porque sabemos que o Brasil é um país com condições e que por diversos meios, muito deles ilícitos o dinheiro não chega na saúde pública, educação etc. Apoio a decisão e a luta pelo Revalida, mas não a xenofobia que isto está gerando. Não duvido que esses médicos sejam bons profissionais ou que em pouco tempo aprendam o português e se comunicam com o paciente. No entanto o governo vai levantar a bandeira que resolveu o problema da saúde no interior sendo que as condições continuam as mesmas. As verbas destinadas serão desviadas em seus caminhos não alcançando aquele posto de saúde do interior, no entanto o médico estará lá, seja ele Cubano, Português, Espanhol etc. Por fim o médico luta pelo revalida não porque é contra o médico Cubano, luta sim contra uma proposta de governo que tem o objetivo de mascarar a real situação da saúde pública. Ou seja não faltam médicos dispostos a ir para o interior, faltam recursos para tal, sejam essas condições para médicos brasileiros ou estrangeiros de qualquer nacionalidade.

  46. Carlos Francisco Postado em 05/Jul/2013 às 10:09

    Isso é ameaça. Faz um B.O

  47. Camila Victorino Postado em 05/Jul/2013 às 10:18

    Sinceramente, a medicina hoje envolve muito e muito dinheiro. Foi só questão de tempo para este curso começar a atrair pessoas materialistas e que dão valor somente ao dinheiro e ao status. O problema é ainda maior quando os estudantes de medicina, já com um perfil predominantemente fútil, entram em um curso que tem pouca preocupação com questões sociais e humanas. Assim, não me surpreende a resposta destes médicos ao rapaz. A maioria dos médicos, infelizmente, não conhece a miséria e não tem a capacidade de se colocar no lugar de pessoas pobres ou que sofrem, que precisam de sua humanidade, mais do que de uma simples prescrição de cinco minutos. Esperando para escreverem ao meu respeito com ameaças de que não vão me atender quando eu precisar...

  48. Alexander Postado em 05/Jul/2013 às 10:35

    Precisamos chegar a um ponto no Brasil em que médicos batam na nossa porta de casa e perguntem como está a nossa saúde ao invés de a população ter que ficar horas ou dias na fila para poder ter algum atendimento...

  49. Isabela Postado em 05/Jul/2013 às 10:41

    Eis um bom momento pras raposas mostrarem sua cara: um horror mesmo!

  50. Rafael Leite Postado em 05/Jul/2013 às 11:37

    Olha que interessante, esse André Pinto é professor da UFRN com dedicação exclusiva e trabalha em um hospital da rede privada? Quem tem dedicação exclusiva não pode ter nenhuma outra atividade remunerada. Que coisa não? Fonte: http://transparencia.gov.br/servidores/Servidor-DetalhaServidor.asp?IdServidor=1062122

  51. Reinaldo Soares de Souza Postado em 05/Jul/2013 às 12:33

    creiam diante de todos os comentários,fico pensando naqueles que estão precisando desses atendimentos,omissão por parte dos governos,corporativismo de classe médica.quando sera resolvido essa situação.se o povo não se organizar,não cobrar de seus governantes,continuar a votar e não acompanhar o trabalho de quem elegeu essa situação se perpetuara' ad eternum'.Finalizando fação um BO das ameaças já vivi isso e sei bem o resultado.

  52. Fausto Paiva Postado em 05/Jul/2013 às 13:32

    Uma vergonha! verdadeira vaidade e pobresa de espírito desses COMERCIANTES DA MEDICINA!

  53. chicoaandom Postado em 05/Jul/2013 às 13:41

    Médico bom, é Farmacêutico!!!

  54. José Ruiz Postado em 05/Jul/2013 às 14:20

    Caramba, esse movimento acabou revelando uma quadrilha.. confesso que não imaginava que tantos médicos fossem tão bandidos dessa forma..

  55. Magni Postado em 05/Jul/2013 às 17:23

    Já me questionaram muitas vezes o porque de eu me recusar a ir no médico, pois bem, eis a resposta. Boa parte não é confiável e a maioria arrogante.

  56. Paulo Pinheiro Postado em 05/Jul/2013 às 18:18

    Se parente meu padecer ou falecer porque algum médico não quis ou não quer atender eu vou lá fazer ele lembrar o juramento dele. E não vai ser conversando...

  57. Mirna Postado em 05/Jul/2013 às 21:13

    Tudo que eu li desses medicos é lamentavel, não podemos generalizar tem médicos que se dedicam muito aos seus pacientes sendo atendido pelo sus ,mas qual o problema de recebermos os medicos de fora ao meu ver eu acho até bom ,quem sabe muitos deles aprendam a ser mais humildes e aprendam a respeitar o proximo e também a respeitar o que o outro pensa e fala enfim estamos em um País livre democratico.

  58. Larissa Postado em 07/Jul/2013 às 00:49

    A nossa saúde está entregue às traças...Olha só o nível deste "doutores" sem doutorado, sem o mínimo de ética, independentemente de estarem numa rede social, já demonstram a soberba incrustada, o que é muito comum nessa máfia do colarinho branco. Bando de mercenários. Peço ao Criador todos os dias por não precisar de um médico tão cedo!!!

  59. Larissa Postado em 07/Jul/2013 às 00:53

    chicoaandom, infelizmente a máfia do colarinho branco quer impedir que outros profissionais da saúde tenham autonomia. Eles querem todas as decisões para eles. Agora, imagina o que irá ser a saúde entregue às decisões desses médicos? Meia dúzia que postaram estes comentários já demonstraram que estão nos hospitais pra matar quem não pagar ou para decidir quem deve viver. NÃO AO ATO MÉDICO. Se nós ficarmos na mão desses mafiosos, é caixão na certa. SIM À ESQUIPE MULTIPROFISSIONAL.

  60. olympio Postado em 07/Jul/2013 às 01:00

    Por isso que devemos inserir mais médicos no mercado sejam eles estrangeiros ou não. É preciso tomar medidas para que esse cartel de indivíduos acima do bem e do mal acabe. As opiniões contidas na matéria só mostram que o tipo de médico que temos são pessoas mesquinhas, ambiciosas, vingativas e corporativistas. Vejam que no protesto deles o único foco é o médico estrangeiro que irá invadir o mercado e reduzir seus enormes ganhos e acabar com uma reserva de mercado que existe até para os seus tataranetos. Desejo que haja mais médicos no Brasil, pois não acho justo que um único profissional preste serviço em 3, 4 ou 5 hospitais ao mesmo tempo e fique fazendo firulas para reduzir um horário de um e outro (que já é pago) para aumentar seus ganhos.

  61. chicopinedo Postado em 09/Jul/2013 às 14:43

    Felipe A. C. expressou um ponto de vista muito equilibrado, mas, aparentemente, a maioria não ouviu. Claro, o negócio aqui é defender o ponto de vista do Governo. É a claque eletrônica. Tem uma "professora" aqui que conseguiu, em um texto curto, apresentar três erros grosseiros de português. Será mesmo professora"? Mas, não se preocupem, os agentes cubanos virão, o revalida não será aplicado, a Saúde Pública ficará uma maravilha e a Brazuela ficará cada vez melhor. Vocês verão e se lembrarão disto: o PT está destruindo o Brasil. Distribuir esmolas não é garantir vida digna para ninguém!

  62. Selton Postado em 09/Jul/2013 às 18:53

    De certa forma,entende-se a indignação dos médicos.Uma pessoa que estudou muito tempo para se formar,tempo esse de muito esforço e privação,tem não só o direito mas como também a razão para protestar.Isso explica porque muitos preferem um consultório.A população e o governo não deve dar valor ao médico cubano.E sim ao médico brasileiro! Se importamos mão de obra de outro lugar e pagamos a mesma mixaria que a mão de obra nacional ganha,é trocar o forno pela frigideira.Vai dar no mesmo.E se oferecemos uma quantia mais alta para o médico cubano,porquê não oferecer para o brasileiro? E apenas mais um detalhe:se temos greve das instituições públicas,não são os trabalhadores que são os culpados,mas sim o governo(como sempre).

  63. Selton Postado em 09/Jul/2013 às 19:13

    Tenho uma professora que diz:"toda unanimidade é BURRA".Não se pode dizer que TODOS os médicos são corporativistas,que TODOS os médicos são negligentes.Se sua consulta não passa os 10 minutos,a culpa não é só do médico.Falta fiscalização.Se o médico não comparece ao trabalho idem! Estive vendo alguns gráficos de médicos atualmente hoje no Brasil(http://www.cremesp.org.br/pdfs/DemografiaMedicaBrasilVol2.pdf),e quando se afirma que eles poderiam resolver o problema da saúde pública,é uma afirmação bastante equivocada.Se tem 200 mil médicos para uma população que beira os 2 milhões.É uma discrepância gigantesca! E isso,não é um discurso de quem nunca precisou do SUS.Eu particularmente nunca precisei.Entretanto,já tive que depender do exército,quando morava na cidade de Tabatinga(AM).O atendimento era pior,MUITO pior que o do SUS.

  64. Selton Postado em 09/Jul/2013 às 19:14

    CORREÇÃO:"para uma população que beira os 200 milhões",e não 2 milhões.Desculpe-me!

  65. renato Postado em 13/Jul/2013 às 20:04

    Toda Unanimidade é burra. Concordo. E todo médico que levou 7 anos para ser um médico, escvrevendo em face, twiter e outros....não merece nenhuma consideração. Muita gente lutou e se esforçou, para o mesmo estar onde está............... Contenham-se voces tem o bisturi que é uma ferramenta, de muita destreza. As famílias das pessoas que tratam , tem foices e enchadas que também sabem usar com muita destreza. E médico é branco , não invisivel. E todos conhecem a vida..........

  66. oscar Postado em 25/Aug/2013 às 12:15

    SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA DA VINDA DOS MÉDICOS CUBANOS É muito simples: em cada aeroporto, logo em frente à porta do desembarque, instala-se um balcão de recepção, onde os cubanos deverão apresentar-se. No mesmo lugar já estarão presentes os médicos brasileiros protestantes (=os que protestam) contra a vinda dos cubanos, munidos de seus respectivos diplomas e com as malas prontas para o embarque. Cada médico de Cuba que desembarcar será substituído por um brasileiro. O cubano será enviado de volta ao seu país e o brasileiro ocupará o local de trabalho que deveria ser do cubano. Simples, não?