Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Religião 19/Jul/2013 às 17:34
27
Comentários

McDonald's será a rede oficial do Papa no Brasil

McDonald’s será a rede oficial do Papa Francisco no Brasil. Rede de fast food fecha acordo de exclusividade com a igreja para a Jornada Mundial da Juventude

papa francisco brasil

Papa recebe a presidente Dilma Rousseff. Líder da igreja católica chega ao Brasil na próxima segunda-feira (Foto: AP)

O McDonald’s fechou um acordo com a Igreja Católica para ser o restaurante oficial da Jornada Mundial da Juventude, que espera reunir 2 milhões de pessoas no Rio, no próximo mês, para acompanhar a visita do Papa Francisco ao país.

Os participantes do evento ganharão um cartão especial com o qual poderão comprar lanches no restaurante. A rede teria desenvolvido, até, um “combo do peregrino”, composto por sanduíche mais acompanhamentos.

A parceria de redes de fast food com grandes eventos é bastante comum. O próprio McDonald’s, no ano passado, chamou a atenção ao construir a maior loja da rede no mundo, para receber os turistas dos Jogos Olímpicos de Londres, capaz de receber 1.500 pessoas sentadas.

Leia também

Para os críticos, o projeto era inadequado por associar lanches calóricos aos esportes. No caso da Jornada Mundial da Juventude, alguns analistas brincaram dizendo que “no contrato assinado com a igreja, faltam apenas a absolvição do pecado da gula e a criação de uma McHóstia.” Resta saber se o Papa Francisco vai comungar com os fieis em uma mesa qualquer do restaurante.

com Exame e agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Patricia Postado em 19/Jul/2013 às 17:39

    Kd Católicos? Protesto não pode, mas farofada comercial pode, né? Quero ver reclamações indignadas, gogo!

  2. Claudemar Postado em 19/Jul/2013 às 17:51

    Hahahaha, que piada! não sabem mais o que falar ou fazer pra denegrirem a imagem do Papa, (Os ventos do secularismo podem soprar bastante, não passarão de uma brisa insignificante perto do "santo sopro" )

  3. micael Postado em 19/Jul/2013 às 18:19

    só se for o santo sopro do mcdonald's. por essas e outras que meu personagem favorito das historinhas bíblicas é satã.

  4. THIAGO Postado em 19/Jul/2013 às 18:30

    Não só o mc donald's. Outra dezena de lojas do ramo alimentício fizeram convênio, e terão o ''prato do peregrino'' ,'' o combo do peregrino'', para que estes possam se alimentar quando estiverem em deslocamento, fora de suas hospedagens junto às paróquias. Anticlericaismo sem causa e ateísmo militante são sintomas de uma esquerda arcaica, que não consegue fazer uma passeata com a mesma adesão daquelas feitas por despolitizados do facebook. Assim, nunca sairão do gueto. Marxismo ortodoxo, assim como fundamentalismo cristão, é de dar pena. Século XXI, sabia?!

  5. ZENN BELL Postado em 19/Jul/2013 às 18:32

    MÁFIAS SE UNEM PARA EXPLORAR O BRASIL! Olha aí minha gente, a máfia hipócrita do Vaticano se associa a máfia da alimentação, MacDonalds, que explora os jovens funcionários em horários de revezamento de turno semanal, o que os impossibilita de estudar, e que impede que se sindicalizem, que impõe nos países onde se implanta as regras do seu país de origem, e não respeita as nossas leis trabalhistas locais. Este Papa não me engana, sacana, acabou que cobrou 118 milhões de dólares pela visita, que foi paga com dinheiro dos cofres públicos, ou seja, com o dinheiro dos nossos impostos. Eu lá paga imposto pra financiar turismo e viagem do Papa, para enriquecer o Banco do Vaticano? Ninguém me consultou,( ACASO CONSULTARAM VOCÊS?) se eu autorizo que usem, que desviem o dinheiro que deveria ser direcionado à Educação e à Saúde, e deem de bandeja a Sta Igreja, lembrem-se a Sta Igreja, de santa não tem nada, não paga impostos, arrecada dízimos e nossos impostos também. O que fere a Constituição, já que o Brasil é um Estado Laico. Estado Laico só no papel, pra "inglês ver" porque na realidade dá abundantes provas materiais de quão subserviente é ao Vaticano. E dona dilma, a pseudo-president"a", dá a cada dia mais provas que é somente uma marionete de luxo à serviços dos exploradores do Brasil, que são as megaempresas, a Igreja e o tio Sam, que nos mantém colonizados, nesta país onde a Ditadura está porcamente travestida de democracia. Tá bom? Não, não tá!!! E o pior é conseguem piorar cada vez mais. Vai dormir em Paz com um barulho destes? E o desapego material do Papa é cenográfico, MARKETING, para angariar simpatias e tentar recuperar os "fiéis" o "rebanho" que vem perdendo na América Latina... Olha pois que cobrou caro, cachê de Papa, "o papa é pop", fica a pergunta, porque não viaja as suas custas e não às custas e nas costas do povo??? O Vaticano é podre, e podre de rico, que arque com suas despesas e as despesas das suas igrejas e que pratique a caridade que prega. Desapega Vaticano, desapega mêo, vá ao Haiti seu Papa e dê àquele povo sofrido uma substancial ajuda financeira. ZENN BELL

  6. Thiago Teixeira Postado em 19/Jul/2013 às 20:29

    Não entendi essa publicação da notícia do Papa com a foto da Dilma. Além de denegrir a igreja, os heterosexuais o site também é tucano?

  7. Vinicius Postado em 19/Jul/2013 às 22:50

    Aos católicos: 118 milhões de reais.

  8. Bispo Ateu Postado em 19/Jul/2013 às 23:14

    A Igreja Católica, cujo o banco (do Vaticano) é o principal acionista de uma indústria de armamentos, é que está decadente. Perdeu completamente o restinho de vergonha que tinha na cara e se tornou uma empresa tão voraz quanto as neo-pentecostais de Silas, Macedo, Valdemiro e muitos outros.

  9. Altair Ahad Postado em 20/Jul/2013 às 06:20

    118 MILHÕES DE REAIS de gastos publicos e patrocinio do mcdonalds... que vergonha!!!

  10. tania Postado em 20/Jul/2013 às 08:06

    O PAPA VAI ALIMENTAR O ESPÍRITO COM A HÓSTIA - PÃO E O MAC DONALDS VAI ALIMENTAR OS CORPOS DA JUVENTUDE CATÓLICA COM O PÃO DO FORNO DA RAPINAGEM DOS GLOBAIS

  11. tania Postado em 20/Jul/2013 às 08:14

    Enfim, tudo não passa de espetáculo para distrair e manipular.... ah, o tal expediente da distração que Chomsky aponta como forma de deixar as pessoas desligadas e não perceber o que realmmente está acontecendo, ou seja, de que estamos embarcando num caminho de retrocesso político. ALém disso, já se disse que para onde o Brasil se voltar, o resto da América vai atrás... Belo farol seremos.. Já não bastava o "Farol da Alexandria" que ainda vive impune? Só dá pra entender isso tudo se aceitarmos que estamos fritos e mal pagos e indo de volta ao matadouro. Dois mil e catorze dirá!

  12. Raí Araujo Postado em 20/Jul/2013 às 10:54

    O Santo Padre, não "comungará" nenhuma Mc hóstia, ou coisa parecida, pois ele não come carne de minhoca, e que prefere carne argentina.

  13. Vander Postado em 20/Jul/2013 às 11:53

    E qual o problema disso???????? A militância ateia é mais fundamentalista que qualquer religioso fundamentalista.

  14. Vander Postado em 20/Jul/2013 às 11:55

    Mais engraçado quando usam o argumento do investimento de R$118 milhões, mas se "esquecem" de falar que o evento vai injetar na economia do Rio R$1,2 bilhão.

  15. Marcelo Postado em 20/Jul/2013 às 12:37

    Pessoas, não sou a favor mas me respondam: Qual rede de alimentação tem expertise para atender aos clientes com presteza e com um lanche que é feito em condições de higiene adequadas? Não estou me referindo a qualidade nem a sua tecnologia de alimentos, mas fica o questionamento. Querer deixar que os peregrinos se alimentem em qualquer lugar pode ser uma boa, mas no local do evento tem que haver a comodidade de um lanche rápido feito em condições salubres uma vez que as pessoas irão ficar lá durante horas.

  16. Altair Ahad Postado em 20/Jul/2013 às 14:22

    que bilhão!não vai injetar nada. é lorota!!! igual o da copa! e quando vai... vai para as multinacionais!!!

  17. Vander Postado em 21/Jul/2013 às 11:04

    Altair, Vai procurar se informar antes de falar bobagem.

  18. Carlos Postado em 21/Jul/2013 às 23:12

    Vander, além do retorno que está tendo e a oportunidade de vários desses peregrinos quererem voltar ou incentivarem a outros a virem para o Brasil, as pessoas esquecem que a Igreja vive de patrocínio privado e que para conseguir distribuir alimentação para todos ela firma acordos com empresas para conseguir menor preço. E se é o McDonalds, restaurante no qual eu particularmente não como, foi o que conseguiu firmar o menor preço para alimentar a todos, que seja. Só espero que ofereçam algo um pouco mais saudável do que costumam vender por aqui.

  19. Carlos Sete Postado em 22/Jul/2013 às 11:12

    Enfim.... tudo é dinheiro !!! dinheiro do retorno financeiro da visita... dinheiro para empresas de alimentos calóricos... dinheiro para isso... dinheiro para aquilo... tudo em nome da fé !!!!

  20. Altair Ahad Postado em 22/Jul/2013 às 15:08

    acorda VC vander. O papa É demagógico... acorda!!!

  21. Augusto Postado em 22/Jul/2013 às 17:17

    Gostaria de saber o que o Ministério Público Federal vai fazer sobre o gasto de 120 milhões que o poder público em suas várias esferas está empregando para fazer uma festa religiosa que é a ‪#‎JMJ‬ (Jornada Mundial da Juventude). A Constituição de 1988, sobre tal assunto, assim giza: Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público; Assim, se pensarmos na JMJ (e, por conseguinte, nos eventos religiosos) tem-se que destinar recurso públicos para sua realização fere de morte o art. 19, inc, I, da Carta Magna, bem como o princípio da igualdade e, ainda, incorre-se, em tese, em improbidade administrativa. A respeito do princípio da igualdade, diga-se: mesmo se a todas as crenças e descrenças o Estado quisesse financiar eventos, não poderia fazê-lo em razão da norma constitucional proibitiva – o tratamento igual é reflexo da neutralidade abrigada na essência mesma do Estado laico; estender esse financiamento a outras confissões religiosas não restabelece a igualdade, pelo contrário, a viola duplamente. Ora, como o próprio site da JMJ diz, trata-se de evento em que se quer “(…) mostrar ao mundo o testemunho de uma fé viva, transformadora e a mostrar o rosto de Cristo em cada jovem. (…) A JMJ tem como objetivo principal dar a conhecer a todos os jovens do mundo a mensagem de Cristo, mas é verdade também que, através deles, o ‘rosto’ jovem de Cristo se mostra ao mundo.” É, portanto, evento nitidamente religioso. Fica mais que claro que aqui cabe um ação. O impacto econômico, a quantidade de participantes ou os ditos benefícios espirituais não elidem a ilegalidade, nada significam frente à ínsita inconstitucionalidade se o evento é de cunho religioso. Pensar o contrário seria admitir que o gestor público condenado por improbidade administrativa por aplicação de recursos públicos com desvio de finalidade, ainda que aplicadas em favor do interesse público, pudesse ressarcir o valor ao erário e tal conduta desconstituir a improbidade, a ilegalidade.

  22. Vander Postado em 22/Jul/2013 às 17:36

    Altair, Se você tem algo contra a religião é um direito seu. acredita quem quer. Agora aprenda a fazer contas que senão você vai continuar passando vergonha. R$ 1.2 bilhão (estimativa do ministerio do turismo do incremento na economia em função da JMJ principalmente em hotel, alimentação e gastos no comercio) x 36,3% (carga tributaria média) = R$ 435 milhões de impostos que entraram limpinho no bolso do estado decorrente do aumento de tributos. Anotou ai?

  23. Leonardo Ibiapina Paz Postado em 23/Jul/2013 às 15:52

    A sede do Mc Donalds da América latina é na Argentina e o dono é o Argentino Woods Staton coincidência?

  24. Bruna R. Postado em 24/Jul/2013 às 05:37

    Se o Papa curte só carne argentina, partiu um Angus. Isso é um absurdo... Só fazendo piada pra descontrair mesmo.