Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 15/May/2013 às 17:09
23
Comentários

Dona de cabaré processa igreja evangélica

"Eu não sei como vou decidir este caso, mas uma coisa está patente nos autos: Temos aqui uma proprietária de cabaré que firmemente acredita no poder das orações e uma igreja inteira declarando que as orações não valem nada!", comentou o juiz a quem o processo foi submetido

aquiraz dona cabaré igreja evangélica

A história da dona de cabaré que processou a igreja evangélica agitou a belíssima Aquiraz, no litoral cearense.

Em Aquiraz, no Ceará, Dona Tarcília Bezerra construiu uma expansão de seu cabaré, cujas atividades estavam em constante crescimento após a criação de seguro desemprego para pescadores e vários outros tipos de bolsas.

Em resposta, uma igreja evangélica local iniciou uma forte campanha para bloquear a expansão, com sessões de oração de manhã, à tarde e à noite.

O trabalho de ampliação e reforma progredia célere até uma semana antes da reinauguração, quando um raio atingiu o cabaré queimando as instalações elétricas e provocando um incêndio que destruiu o telhado e grande parte da construção.

Após a destruição do cabaré, o pastor e os crentes da igreja passaram a se gabar “do grande poder da oração”.

Então, Dona Tarcília processou a igreja, o pastor e toda congregação sob o argumento que eles “foram os responsáveis pelo fim de seu prédio e de seu negócio, utilizando-se da intervenção divina, direta ou indireta e das ações ou meios.”

Leia também

Na contestação à ação judicial, a igreja, veementemente, negou toda e qualquer responsabilidade ou qualquer ligação com o fim do edifício.

O juiz, a quem o processo foi submetido, leu a reclamação da autora e a resposta dos réus e, na audiência de conciliação, comentou:

– Eu não sei como vou decidir este caso, mas uma coisa está patente nos autos: Temos aqui uma proprietária de cabaré que firmemente acredita no poder das orações e uma igreja inteira declarando que as orações não valem nada!

Só sei que foi assim.

Diógenes Dantas, nominuto

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Graz Postado em 15/May/2013 às 18:26

    Dei umas boas risadas, pobre do juiz.

  2. Sergio Postado em 15/May/2013 às 18:41

    Tenho que rir!!!!!!!!!!!

  3. Marcela Postado em 15/May/2013 às 19:05

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Penha Souza Postado em 15/May/2013 às 19:14

    Resumindo: o juiz poderia botar o pastor pra gerenciar o cabaré e a senhora em questão pregando na igreja. Quem sabe não seria essa a posição mais acertada para ambas as partes?

  5. nelson muniz Postado em 15/May/2013 às 19:54

    É, com essa os evanjas não contavam. E agora, como prestar do prejuizo dessa senhora com deus misericiordioso??? kkk

  6. SONIA Postado em 15/May/2013 às 20:08

    Pois é me parece que Deus é o culpado e já que o pastor se diz Seu representante, deverá pagar o prejuízo a dita senhora.

  7. Benito Postado em 16/May/2013 às 08:38

    Proponho a dona do cabaré pra fundar uma igreja ....ja que não pagam imposto ..tem uma infinidade de benefícios e eles tem um monte de impostos a pagar fora as propinas de rotina pra policia...me candidato a sócio...kkkkkkkkkk

  8. Marcos Postado em 16/May/2013 às 08:52

    kkk... melhor notícia da semana!

  9. Marcilio Postado em 16/May/2013 às 10:23

    Se um raio cai num orfanato cheio de criancinhas,ou num hospital com muitos doentes,a quem creditar este acontecimento.Se uma pessoa te "roga praga", te amaldiçoa e diz que vc vai morrer em breve,e em seguida um caminhão te atropela,voce acredita que foi a maldição daquela pessoa que te pegou?

  10. Melky Postado em 16/May/2013 às 11:28

    Diogenes Dantas tá podendo escrever um livro de histórias, ganhava mais do que num blog nao?

  11. david Postado em 16/May/2013 às 11:31

    quero saber a onde se llocaliza a igreja no aquiraz preciso fazer uma materia ..alguem pode me informar?

  12. Magali Postado em 16/May/2013 às 13:51

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk Adorei esta notícia

  13. Um Cara Postado em 16/May/2013 às 20:09

    Isso para mim é magia negra, esses crentes ai são todos do mal.

  14. Vinícius Postado em 16/May/2013 às 21:59

    O amor ao próximo de alguns evangélicos é assustador, comemorar a queda de um raio em um estabelecimento porque o trabalho de profissionais do sexo vai contra a "moral e bons costumes" deles. E na hora que acorda arrebenta para o lado deles vão negar seus desejos sádicos e intolerantes perante ao juiz e acabaram negando a fé deles na oração, ou seja: crente quando conveniente.

  15. luzinha Postado em 17/May/2013 às 08:32

    esses misseráveis tão é amaldiçoando as pessoas

  16. Luiz Postado em 17/May/2013 às 15:54

    Fora que o cabaré cumpria uma função social muito mais importante para o vilarejo, proporcionando entretenimento e alívio das tensões aos pescadores locais, melhor que a alienação sem sentido da tal igreja!

  17. Mira Santini Postado em 18/May/2013 às 18:45

    POis é, por isso quando o meu antigo vizinho ouvia musica alta até de madrugada, jogava o lixo dele no meu quintal eu passei um ano orando para ele ser abençoado. E foi, recebeu uma proposta de venda da casa e se mudou! Todo mundo ficou feliz!!

  18. Lorival Postado em 18/May/2013 às 18:57

    A matéria é muito interessante!!! Mas o que mais me surpreendeu foi alguns comentários. Veja que nosfinais dos tempos não vai faltar gente para acusar gente... Entendeu???

  19. Rafael Postado em 27/May/2013 às 20:57

    Hahahaaha! Sei que tudo que vocês publicam aqui é altamente tendencioso e parcial, mas essa aí ficou muito boa!! Vou compartilhar.

  20. Eduardo Postado em 28/May/2013 às 10:03

    Rafael, se ajuda, toda a nossa imprensa é "altamente tendenciosa e parcial"!

  21. sarah Postado em 26/Jun/2014 às 17:42

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk só rindo mesmo os evangélicas caíram em contradição quanto a sua fé, isso não seria renega Deus , não?