Redação Pragmatismo
Compartilhar
Europa 26/Mar/2013 às 13:03
15
Comentários

Conheça 5 cidades que pensam nos ciclistas

Pedalar em cidades que pensam na bicicleta como estratégia de mobilidade faz toda a diferença. Conheça alguns exemplos de infraestrutura cicloviária que melhoram muito a vida de quem pedala

1. Copenhague

bicicletas copenhague ciclistas

Copenhague / Dinamarca.

Os trens metropolitanos de Copenhague possuem vagões especiais com engate para a roda traseira das bicicletas.

copenhague respeito ciclistas

Copenhague / Dinamarca (2)

Em Copenhague, algumas das ciclovias são apenas faixas pintadas em grandes avenidas. O asfalto possui demarcação para que os carros esperem a passagem das bicicletas antes de fazer a conversão à direita.

2. Amsterdam

bicicletas amsterdam holanda ciclistas

Amsterdam / Holanda.

Em Amsterdam (como em outras cidades européias) é muito comum o bike-box: um espaço para que os ciclistas aguardem o semáforo à frente dos carros, pois é bem mais seguro largarem antes).

Leia também

Outro bom exemplo de mobilidade em Amsterdam: a rua organizada em “camadas” tem espaços para pedestres, ciclistas, carros e veículo leve sobre trilhos. São meios de transporte seguros para todas as necessidades.

ciclistas bicicletas amsterdam holanda

Amsterdam / Holanda (2).

Em vias de espaço compartilhado, como essa em Amsterdam, a velocidade máxima permitida é bem baixa para preservar a segurança dos ciclistas e dos pedestres.

3. Lyon

lyon modelo bicicletas ciclistas

Lyon (França).

O modelo de aluguel de bicicletas de Lyon inspirou Paris, Barcelona e Londres. Nesse sistema, empresas de publicidade fornecem bicicletas públicas de aluguel e ganham visibilidade.

bicicletas lyon frança ciclistas

Lyon / França (2)

A antiga avenida que circundava o rio Rhône, em Lyon, foi transformada em via de ciclistas e pedestres. É muito agradável pedalar à beira do rio.

4. Paris

bicicletas paris ciclistas

Paris / França.

Para garantir a fluidez dos ciclistas, algumas ciclovias de Paris que ficam no canto da rua são desviadas para a calçada onde há pontos de ônibus. Assim, os passageiros de coletivos podem sair do veículo em segurança e os ciclistas não precisam parar.

bicicletas paris frança

Paris / França (2)

Os desenhos de bicicletas mostram que é permitido circular na contramão dos carros em Paris.

5. Londres

bicicletas-londres

Londres / Reino Unido

Curioso: em Londres, até a mão da ciclovia é invertida.

bicicletas ciclistas londres

Londres / Reino Unido (2)

Em Londres, bicicletas podem, por lei, circular nas faixas preferenciais de ônibus. Os motoristas dos coletivos recebem um treinamento intenso para o convívio com ciclistas. Alguns chegam a mudar de faixa para fazer uma ultrapassagem segura.

Informações de CidadesParaPessoas. Edição: Pragmatismo Político

Recomendados para você

Comentários

  1. Luciana Postado em 26/Mar/2013 às 13:41

    Pois vontade política é tudo, não é?

  2. Thiago Postado em 26/Mar/2013 às 19:06

    Curiosamente, o Brasil quer ser tão ou mais rico que os países europeus, mas aqui poucos querem copiar/adaptar os melhores atos em prol da cidadania criados por lá. Vai entender...

  3. Alex Postado em 27/Mar/2013 às 08:20

    O objetivo aqui é enriquecer as diversas máfias dos transportes públicos fornecidos pelas empresas privadas ganhadoras das licitações. E não se copia os sistemas estrangeiros porque nossos representantes são na maioria pessoas que nunca foram pobres ou precisaram usar diariamente o transporte público. São as Danusas Leão que vão a Paris, mas não enxergam nada, e nem ninguém.

  4. mucio Postado em 27/Mar/2013 às 11:25

    Na última foto, o ciclista skatista está trafegando na raia exclusiva de ônibus. Será que não estaria infringindo a lei?

    • Pedro Augusto Postado em 15/Sep/2014 às 14:20

      Se você ler a matéria, não ver apenas as figurinhas, perceberá logo abaixo da mencionada foto a explicação: "Em Londres, bicicletas podem, por lei, circular nas faixas preferenciais de ônibus".

    • Emilio Postado em 28/Aug/2015 às 07:26

      A resposta está na matéria, lá eles podem, e são respeitados.

  5. mucio Postado em 27/Mar/2013 às 11:27

    É, para que pode! A reportagem afirma isso.

  6. mucio Postado em 27/Mar/2013 às 11:27

    * parece

  7. mucio Postado em 27/Mar/2013 às 11:32

    Outro detalhe importante, é que todas as 5 cidades citadas situam-se sobre relevo quase plano, em planícies ou estuários de rios. Assim, fica bem mais fácil pedalar. Quero ver em muitas cidades mineiras, por exemplo, situadas sobre relevo bastante movimentado. Haja perna!

  8. Augusto Postado em 27/Mar/2013 às 16:34

    Ando de bicicleta desde que aprendi, por volta dos 7 anos. Isso faz tanto tempo que a minha bike era uma monareta. Mas ando por prazer, não por ideologia. Ontem mesmo eu publiquei no FB um post falando sobre bicicletas na Europa e aqui. E termina assim: "...a temperatura na Europa, quase ano inteiro, vai de -20 a 25 graus: até de terno se consegue andar de bicicleta. No Rio, quase o ano inteiro, entre 30 e 40 graus. Em resumo, se os londrinos começarem a ir à praia (lá) todos do dias, eu pego a minha bike e vou para o trabalho todos os dias no verão carioca. Simples assim."

  9. Fernando Postado em 10/May/2013 às 17:12

    Santos tem programa de bicicleta, e muitas ciclovias!

  10. Isabel Postado em 10/May/2013 às 17:16

    Haja perna!!!

  11. Gumer Postado em 12/May/2013 às 00:33

    Sei que Bogotá-Colômbia tem boas ciclo vias faz mais de 10 anos!!!!. Como sempre o Brasil dando as costas a nossa América. Na Europa tudo é fácil, difícil é fazer aqui!!!

  12. Renato Postado em 25/May/2013 às 17:13

    Quero isso na minha cidade. JÁ!

  13. willame freitas Postado em 04/Jun/2013 às 19:22

    Estamos longe da civilidade........pobre Brasil !