Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Dilma Rousseff 19/Mar/2013 às 10:15
1
Comentário

Dilma bate recorde de aprovação, diz CNI/Ibope

Dilma tem avaliação pessoal de 79%, supera Lula e FHC e atinge recorde para o período. Governo alcança 63% de aprovação. Dados são da nova pesquisa CNI / Ibope

O governo de Dilma Rousseff teve a aprovação de 63% dos brasileiros, de acordo com a pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) em parceria com o Ibope divulgada nesta terça-feira (19) em Brasília.

Esta é a primeira pesquisa deste ano e também a primeira após a divulgação do crescimento de 0,9% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2012, pior resultado desde 2009. O índice divulgado hoje é um ponto percentual maior que o registrado na última pesquisa, publicada em dezembro de 2012 e está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

dilma aprovação ibope

Presidente Dilma é aprovada pela maioria dos brasileiros, diz Ibope (Foto: aBr)

A aprovação do governo Dilma na primeira pesquisa do terceiro ano do primeiro mandato supera as aprovações obtidas por Lula e Fernando Henrique em iguais períodos.

De acordo com a pesquisa, 29% dos entrevistados consideraram o governo regular e 7% desaprovam o governo, avaliando como ruim e péssimo.

Já a aprovação pessoal da presidente também variou dentro da margem de erro e chegou a 79% — estava em 78% na última pesquisa. O dado também é superior ao igual período de Lula e FHC.

A pesquisa avalia trimestralmente a opinião pública com relação à administração federal. A CNI/Ibope entrevistou 2.002 pessoas em 143 municípios entre os dias 08 a 11 de março de 2013.

Leia também

O índice de confiança na presidente também manteve a tendência de crescimento e subiu de 73% em dezembro de 2012 para 75% em março de 2013. Considerado o mesmo período, seu antecessores no Palácio do Planalto tiveram avaliações menores.

Melhores e piores áreas

Os entrevistados foram questionados sobre a atuação do governo federal em nove áreas. As ações de combate à fome e à pobreza, meio ambiente, combate ao desemprego e combate à inflação foram aprovadas respectivamente por 64%, 57%, 57% e 48% dos entrevistados.

Já os setores de ações governamentais nos setores de educação, taxa de juros, impostos segurança pública e saúde foram desaprovadas respectivamente por 50%, 50%, 60% 66% e 67% dos entrevistados.

Apesar de reprovadas entre os entrevistados, houve um aumento na satisfação com as ações governamentais em relação à última pesquisa de dezembro de 2012.

A percepção dos entrevistados sobre o noticiário a respeito das ações do governo foi positiva. Os assuntos mais lembrados entre os entrevistados foram a presença da presidente na tragédia em Santa Maria (RS), com 12%; o governo descartar a possibilidade de apagão (10%); a redução dos impostos da cesta básica (7%); a votação da lei de distribuição dos royalties do petróleo (7%) e o aumento do salário mínimo para R$ 678 (6%).

A presidente está em viagem oficial ao Vaticano, onde se encontrou com o papa Francisco nesta terça-feira.

Fonte: CNI

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Postado em 13/Jun/2013 às 11:14

    Não me importa os 93% que aprovam de uma forma ou de outra, o que me deixa encucado é os 7% restantes(resto entendeu??) é prova da máxima que diz "que toda unanimidade é burra", e sempre tem que haver discordância para que se torne verdade qualquer ato humano...VALEU DILMA EM 2014 MEU VOTO É SEU...só se você não for candidata.