Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Religião 25/Feb/2013 às 14:17
10
Comentários

Renúncia do Papa: Sexo, dinheiro e poder teriam influenciado decisão

Entre os malfeitos que influenciaram a renúncia do Papa está a rede de prostituição de jovens seminaristas descoberta em 2010

Oficialmente, o desgaste físico e espiritual pesou sobre os 85 anos de Bento XVI. E um dossiê de quase 300 páginas, dividido em dois volumes encadernados com couro vermelho, sepultou de vez o pontificado dele, sustentou nesta quinta-feira o jornal italiano “La Repubblica”. O documento foi compilado por três cardeais a pedido do próprio Papa, durante nove meses, após o escândalo do roubo de documentos secretos do Pontífice, conhecido como VatiLeaks.

As páginas proporcionaram leitura detalhada de dezenas de capítulos sobre corrupção, promiscuidade, mapeamento de uma rede de prostituição homossexual dentro do Vaticano e desvio de dinheiro. E transformaram-se no argumento definitivo para uma renúncia considerada há tempos pelo Pontífice alemão.

renúncia bento xvi

Sexo, dinheiro e poder podem ter influenciado renúncia do Papa Bento XVI (Foto: Reprodução)

– Este documento será entregue ao próximo Papa, que deverá ser bastante forte, jovem e santo para poder enfrentar o trabalho que o espera – teria reagido Bento XVI, segundo o “La Repubblica”.

As investigações internas acerca do VatiLeaks se estenderam entre abril e dezembro, e o Papa era informado semanalmente do andamento do inquérito. No dia 17 de dezembro, ele recebeu o dossiê completo, de conclusões “devastadoras”, segundo o jornal.

O espanhol Julián Herranz, o italiano Salvatore De Giorgi e o eslovaco Josef Tomko formaram o trio de investigadores eleito por Bento XVI. Todos são cardeais veteranos, velhos conhecedores da Cúria, com mais de 80 anos de idade. Principalmente Tomko: aos 88 anos, foi o diretor do serviço de contraespionagem do Vaticano no papado de João Paulo II.

Rede de lobby gay entre sacerdotes

Entre os malfeitos que mais assombraram o Papa está a rede de prostituição de jovens seminaristas descoberta em 2010. No alvo da investigação, Angelo Balducci, presidente do Conselho Nacional Italiano de Obras Públicas, cujo telefone foi grampeado por suspeita de corrupção.

Leia também

De acordo com o “La Repubblica”, descobriu-se, então, que frequentemente ele conversava com o nigeriano Chinedu Thiomas Eheim, membro do coro da Reverenda Capela Musical da Sacrossanta Basílica de São Pedro. Ele seria o agenciador de encontros que aconteciam numa casa fora de Roma, numa sauna, em um centro estético e até no próprio Vaticano, além de uma residência universitária na capital italiana onde vivia Marco Simeon, um jovem de 33 anos alçado a diretor da TV Rai Vaticano.

– Só digo que ele tem dois metros de altura, pesa 97 quilos, tem 33 anos e é completamente ativo – disse o nigeriano a Balducci, numa das ligações interceptadas.

O jornal italiano menciona, ainda, a possível existência de um “lobby gay” dentro do Vaticano, “uma rede transversal unida pela orientação sexual”.

Ao revelar ao Papa o caso em 9 de outubro passado, teria sido a primeira vez que a palavra “homossexualidade” fora pronunciada livremente, em voz alta, no apartamento de Bento XVI. Dois dias depois, num discurso a jovens da Ação Católica sobre o Concílio Vaticano II, o Papa fez uma espécie de desabafo. Mencionou que havia a certeza “de que viria uma nova primavera para a Igreja”, mas que, com o tempo, aprende-se “que a fragilidade humana está presente também na Igreja”.

O latim aparece no dossiê para falar de impropriam influentiam, influências impróprias e externas. Um fonte próxima aos três cardeais-investigadores explicou que Bento XVI decidiu renunciar com esse material sobre a mesa.

– Tudo gira em torno do cumprimento do sexto e do sétimo mandamentos – garantiu a fonte, referindo-se a “Não cometerás atos impuros” e “Não furtarás”.

Às vésperas de um conclave atípico e repleto de dúvidas sobre o futuro do Papa demissionário, não faltam interpretações dos últimos discursos de Bento XVI, onde se destacaram menções enigmáticas sobre “divisões que deturpam a face da Igreja” e pedem renovação. Ontem, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, não quis alimentar as polêmicas:

– Não espere comentários, desmentidos ou confirmações do que é dito sobre este tema. A comissão fez seu trabalho e entregou seu relatório nas mãos do Santo Padre como deveria ter feito.

Agências Internacionais, com O Globo

Recomendados para você

Comentários

  1. Jackson Postado em 25/Feb/2013 às 15:21

    Pode até ser, mais isso pra mim é estrategia para abafar os mafiosos que lavam dinheiro no banco do vaticano. (Mafia Turca, Os Maçônicos da Itália e a Mafia Siciliana)

  2. Elizabete Postado em 02/Mar/2013 às 09:16

    Fico solidário com Bento 16 sei como tá sofrendo certas pessoas ñ acreditam mas existe pessoas q levam sua fé sua doutrina a sério e ñ aceitam demagogia comercio nem hipocrisia com a palavra do Senhor! Posso imaginar como tá sendo difício sua renúcia!

  3. Paulo Tavares Pável Postado em 05/Mar/2013 às 11:47

    É tanto questionamento, a mim nada interessa os boatos, a difamações! A mim interessa a Igreja com seu chefe visível, a Igreja (Mt 16:16-19. -)" Por isso eu te digo: Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; AS PORTAS DINFERNO, NÃO PREVALECERÃO CONTRA ELA. E EU TE DAREI AS CHAVES DO REINO DOS CÉUS. TUDO QUE LIGARES SOBRE A TERRA, SERÁ LIGADO NOS CÉU. E TUDO QUE DESLIGARES, TAMBÉM SERÁ DESLIGADO...Mt 28-20) Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo. À semelhança de Jesus, a Igreja já sofreu muitos e muitos desafios, vencidos graças a Ele. E por parte dos homens já errou muito, mas tudo foi superado. E aí estão novos desafios, que Jesus nos defenda!

  4. ovelhaldo Postado em 08/May/2013 às 13:32

    Pedro não era a PEDRA amigo, a PEDRA é Cristo, a pedra que os edificadores rejeitaram,ele sim é o cabeça da igreja(conjunto dos salvos). A Pedro, foi lhe confiado o ministerio na igreja, e ele exerceu muito bem esse ministerio. não querendo gloria dos homens , e nem tão pouco dinheiro e poder, como fazem os ministro de tais religioes.E Pedro deu exemplo de ministro, ele foi casado, foi humilde e repreencivél,ao contrario do que vemos hoje na tal igreja católica, que nega a Cristo , colocando o Papa,como cabeça da igreja, na verdadade ele é o cabeça não da igreja de Cristo e sim da igreja ROMANA.

  5. Fernanda Postado em 20/May/2013 às 22:03

    Nossa,tava dando pouca impotancia a esse tema,até pensa que a renúncia do papa Bendo 16 poderia ser tema da redação do vestibular! E lendo acabei me interescando e vendo que acontecem coisas na igreja católica que vai além da imaginação! Para muitos isso é o fim dos tempos,para outros isso é normal! O ex.:papa Bento 16,mostrou sua idiginação sobre os fatos ocorridos dentro da igreja católica,fatos esses que o levou a renúcia. Bento 16 quis como diz o ditado"tapar o sol com a peneira"e denunciou o que acontece de errado na igreja católica como relacionamentos homosexuais entre membros da igreja e corrupção. Isso só mostra o tamanho da sua honestidade,e respeito a Deus e seus mandamentos!

  6. moyses roberto v velhinho Postado em 23/May/2013 às 16:32

    se este homem for de Deus ,hai daqueles que se levantarem contra ele, no dia do juiso ja terao seu galardao.Deus abomina homem que se deita com outro homem e tambem sera codenado os q compaquituam ou os que permitam q tal cituaçao aconteca.mas acho legal ele ter coragem de colocar a cara atapa para defender as familias de todo brasil.no momento que nossa familia permitir que alquem venha imbutir um pensamento de filosofia moderna que ser guei e normal estamos aceitando que nossos filhos sejam treinados des de pequeno que e normal ele se casar com outro homem e que amanha nossos filhos cheguem de mao com seu namorado em nossas casas.ame seus filhos senao os outros fasem isto pra voce.fica bem claro que, eu nao os odeiam,eles devem ter todo apoio e atençao para se tratarem como muitos outros ja comsequiram.ha nao se esquesam jesus disse neste mundo sofreriam afliçoes,mas por causa do nome de jesus e seus ensinamentos seriam aflijidos,e traidos pelos seus,nao se levante contra os ensinamentos de cristo,nao vale apena perder a salvaçao para agradar as pessoas.

  7. Elson Joaquim Lemos Postado em 28/Jul/2013 às 10:19

    as pressões sofridas pelo PAPA são muito mais profundas (sua origém ALEMÃ é quem desencadeou essa perseguição) A IGREJA sabe tudo sobre seu maior (CÂNCER, que através dos tempos emporcalhou sua imagém a corrupção ) a eleição do papa FRANCISCO dá um novo caminho de esperança...escolhido por ser um incansável guerreiro de SÃO Francisco lutará contra o grande mal dá história (O CORRUPTO)