Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Barbárie 28/Dec/2012 às 13:42
11
Comentários

PM confunde bíblia com arma e mata catador de lixo

Antônio Marcos dos Santos foi baleado no pescoço por um cabo da Polícia Militar. O PM teria confundido a bíblia que o trabalhador levava no bolso com uma arma

Um coletor de lixo de 42 anos de idade morreu na noite desta quarta-feira (26) depois de ter sido atingido por um tiro no pescoço disparado por um cabo da Polícia Militar.

catador lixo bíblia arma pm

Antônio Marcos dos Santos foi morto por carregar uma Bíblia. (Foto: divulgação)

Segundo informações da Polícia Civil, o coletor de lixo caminhava pela rua Felix Fagundes, em Avaré (SP), quando foi abordado por policiais militares.

No momento da abordagem, ele levantou os braços, demonstrando não estar armado. O cabo da PM, no entanto, teria visto uma Bíblia no bolso do homem e, ao confundi-la com uma arma, atirou.

O funcionário público foi atingido no pescoço. Ele foi socorrido pelos próprios policiais até o pronto-socorro da cidade, mas não resistiu e morreu na mesma noite.

O coletor de lixo foi enterrado no Cemitério Municipal de Avaré às 9h desta sexta-feira (28).

O cabo da Polícia Militar foi detido e encaminhado ao presídio militar ‘Romão Gomes’, em São Paulo, onde ficará até a conclusão das investigações.

Após PM confundir arma com bíblia e matar lixeiro, irmão pede justiça

A família do servidor público Antônio Marcos dos Santos, 42 anos, que foi morto por um policial militar em Avaré (SP), após ter sua bíblia confundida com uma arma durante uma abordagem, está revoltada. José Valdecir Corrêa, irmão do lixeiro, pede que providências sejam tomadas. “Queremos que o responsável pela morte do meu irmão pague pelo que fez. Nós queremos justiça”, disse o familiar.

Leia também

“Meu irmão nunca fez nada de errado. Saía para o trabalho, todos os dias, às 4h30 e voltava na hora do almoço. Sempre que dava, ele ia à igreja”, explicou durante o velório, nesta quinta-feira.

Agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 28/Dec/2012 às 14:07

    Caríssimos, tenho algo a dizer antes de mais nada: LIXEIRO já é um nome que brevemente cairá em desuso, por questões óbvias. Por que o cidadão foi abordado? Respondo: não estava usando NIKE ou roupas do Emporio Armani e por aparentar extrema simplicidade, foi visto em "atitude suspeita". Não interessa se a PM estava procurando alguém com a descrições parecidas, a abordagem foi TOTALMENTE ERRADA. Isso tem acontecido demais. Na minha cidade já morreram 13 pessoas nos últimos 6 meses do mesmo jeito: Erro GROTESCO na abordagem por questão de aparência. Um BOM policial diante de um homem com as mãos erquidas AINDA QUE ARMADO, sabe o que fazer. Já esse funcionário aí, deve ter algum problema e a sociedade "deseja" que fique afastado de suas funções pois tornou-se ameaça ao cidadão de bem. Meus sinceros pêsames aos familiares. Justiça de Deus e dos Homens virá.

  2. Daniel Bacellar Postado em 28/Dec/2012 às 14:39

    Catador de lixo não é o mesmo que coletor de lixo (lixeiro). Por favor, corrijam a manchete.

  3. idan Postado em 28/Dec/2012 às 14:55

    Daniel Bacellar, isso é o de menos. Manda corrigir essa POLICIA RIDICULA

  4. Azuir Ferreira Tavares Filho Postado em 28/Dec/2012 às 19:37

    A Polícia Militar foi formada pela Ditadura Militar para Reprimir aos Trabalhadores. Não deu Certo e nem vai dar, sempre terá esse espírito de ódio no trato com os mais Humildes. Precisamos de Conselhos de Ruas, Bairros, Escolas, Fãbricas, Comércio e todos Conglomerados humanos para que os Humanos resolvam as questões Humanas que não devem nunca serem tratadas como Caso de Polícia. O Brasil esta evoluindo muito em Humanidade e logo chegaremos a essa condição, Temos de enxergar a evolução que esta havendo com os governos Lula e Dilma e já ir vislumbrando as mudanças para maior valorização do Humano.

  5. Thiago Postado em 30/Dec/2012 às 01:40

    A única justiça que serve a esse PM seria pena de morte. Mas se pegar 30 anos em regime fechado já seria uma pena "satisfatória". Esse homem não é um cumpridor da lei, é um homicida.

  6. Zeca Postado em 31/Dec/2012 às 04:40

    Azuir Ferreira, a PM foi formada ainda no Império e não na Ditadura Militar, muita gente comete esse engano.

  7. Kazu Postado em 04/Jan/2013 às 10:48

    Não, a PM foi organizada durante a ditadura militar, só pra reprimir a organização da classe trabalhahadora. Anterior a essa força pública foi a guarda civil pública que foi extinta, após a ditadura militar!

  8. LUIS PAULO Postado em 06/Jan/2013 às 22:28

    UM DOS GRANDES PROBLEMAS SÃO OS TESTES PSICOTÉCNICOS QUE ESSES POLÍCIAIS FAZEM. SÃO RIDÍCULOS. E MUITAS VEZES O CARA É REPROVADO NO EXAME E RECORRE A LIMINAR E AINDA TEM JUIZ QUE DÁ A LIMINAR PARA ELE ASSUMIR.PODE ISSO?

  9. Marcos Postado em 15/Aug/2013 às 04:27

    A noite a probabilidade de se confundir um celular, ou apenas um gesto com uma arma é muito grande, o policial vive sobre tenção 24 horas, no serviço e fora deles, no Brasil cada esquina é um perigo ou seja um movimento brusco pode gerar uma reação equivocada, são milhões de abordagens feitas por dia, pode saber que uma ira acontecer um acidente, infelizmente esse tipo de coisa acontece nos melhores países do mundo.

  10. Marcos Postado em 15/Aug/2013 às 04:29

    Acabar com a PM não vai mudar nada, apenas os soldados irão ser beneficiados, a sociedade brasileira é extremamente violenta a polícia é uma força de reação, nem vou perde tempo tentando explicar.