Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Religião 29/Nov/2012 às 12:38
5
Comentários

Justiça condena estudante a frequentar igreja por 10 anos

Além de frequentar a igreja, garoto terá de obter o diploma do ensino médio e fazer um curso de graduação e não poderá tomar álcool e outros tipo de drogas. Também não poderá fumar

O juiz Mike Norman, de Oklahoma (EUA), condenou o estudante Tyler Alred (foto), 17, a 10 anos de liberdade condicional, com a obrigatoriedade de frequentar regularmente nesse período uma igreja. A sentença tem gerado polêmica entre juristas porque, em um país laico, ninguém pode ser condenado a assistir a cultos, até porque o réu pode ser ateu.

justiça condena estudante igreja

Garoto assumiu a culpa pela morte de um amigo em acidente de carro. (Foto: ABC News)

No dia 3 de dezembro de 2011, na cidade de Tulsa, Alred, dirigindo bêbado, bateu o carro em uma caminhonete, matando John Lucas Dum, 16, um dos seus passageiros.

No Estado de Oklahoma há pena de prisão a menor de idade que comete homicídio, mesmo culposo (sem intenção de matar).

Contudo, Alred, conseguiu comover a tribunal assumindo a culpa pela morte do amigo, pedindo uma chance para mudar sua vida.

Ajudou também, na definição da sentença, a manifestação de parentes de Dum de não desejarem ver Alred atrás das grades. “Não é preciso haver duas vidas desperdiçadas por causa de um erro”, disse Caitlin, irmã da vítima.

Além de frequentar a igreja, Alred terá de obter o diploma do ensino médio e fazer um curso de graduação e não poderá tomar álcool e outros tipo de drogas. Também não poderá fumar.

Donn Baker, advogado de Alred, disse não haver para seu cliente nenhum problema ter de ir aos domingos a uma igreja, o que ele já faz.

Mas para o professor de direito Randall Coyne, da Universidade de Oklahoma, a sentença “levanta questões legais por causa da separação entre Igreja e Estado”.

O professor Gary Allison, da Universidade de Tulsa, disse que a Justiça não pode obrigar ninguém a participar de atividades religiosas. Além disso, “eu não sei por que uma igreja gostaria de ter alguém em seus cultos por imposição judicial.”

Paulopes e Huffington Post

Recomendados para você

Comentários

  1. Paulette Postado em 01/Dec/2012 às 22:54

    Essa moda bem que poderia pegar por aqui!

  2. Valerio Oliveira Fernandes Postado em 01/Dec/2012 às 23:11

    O Estado nao tem que ter nada a ver com Deus, ateh pq O estado, feitos por homens imperfeitos, eh corrupto por essencia, e jah Deus, por definiçao, mesmo q para alguns seja metafisica, eh INICORRUPTO. Se estao misturando liturgia com Estado, desconfie!

  3. Ana Postado em 03/Dec/2012 às 17:33

    Eu preferia ser presa do que ser condenada a frequentar cultos da Igreja Universal por 10 anos. Quer castigo pior?

  4. Rogerio Postado em 20/Dec/2012 às 11:58

    Mais uma vez o Estado não laico. A Igreja tem seu papel, mas educação vem de berço.

  5. Bruno Postado em 21/Dec/2012 às 14:01

    É bem preferível a prisão, e a manutenção do Estado laico, que ter que assistir 10 anos de culto. Que horror, depois dize que os EUA, é a matriarca da democracia moderna.