Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Saúde 22/Sep/2012 às 12:27
19
Comentários

Maconha combate câncer agressivo e impede metástase, revelam estudos

Não é a primeira vez que um estudo aponta efeitos benéficos da Cannabis Sativa no tratamento do câncer. Outras pesquisas revelaram que a maconha pode matar células cancerígenas e evitar o enjoo em pacientes submetidos à quimioterapia

maconha câncer agressivo

Cientistas norte-americanos descobriram que Cannabidiol impede metástase de células cancerígenas. Foto : divulgação

Em breve, pacientes diagnosticados com câncer podem não ter mais que temer o risco de tumores se espalharem pelo corpo. Cientistas do Centro Médico Pacífico da Califórnia, em São Francisco, acreditam ter descoberto uma forma de impedir a metástase, que consiste em uma das principais causas da morte de pessoas com a doença.

A substância “milagrosa” é o Cannabidiol ou CBD, um composto derivado da maconha que não possui efeito psicoativo. Os microbiologistas Sean McAllister e Pierre Desprez aplicaram o CBD em células com alta concentração do ID-1, gene cancerígeno responsável pela metástase, e o processo de reprodução celular voltou ao normal.

“O que descobrimos foi que o Cannabidiol pode desativar esse gene”, explicou Desprez ao jornal norte-americano Huffington Post. As células pararam de se difundir e imigrar para outros tecidos.

Os pesquisadores publicaram a descoberta em 2007 e, agora, preparam a divulgação de um estudo ainda mais aprofundado sobre o assunto e que pode revolucionar o tratamento do câncer. Nesta nova etapa, os testes foram realizados em células de laboratório de diversos tipos da doença e em animais.

Leia também

“Nós começamos pesquisando câncer de mama. Mas atualmente descobrimos que o Cannabidiol também funciona com outros tipos de câncer agressivo – cerebral, na próstata – em qualquer tipo que o gene ID-1 esteja presente em alto nível”, disse Desprez ao Huffington Post.

Os resultados obtidos foram extremamente positivos e a dupla se prepara para iniciar a pesquisa com humanos. “Os dados dos ensaios pré-clínicos são muito fortes, e não há nenhuma toxicidade. Há realmente uma série de pesquisas para serem feitas e deixar as pessoas animadas”, comemorou McAllister ao jornal norte-americano San Francisco Chronicle.

Usuários da maconha podem estar contentes com a descoberta, mas devem saber que o tratamento não será tão simples quanto acender a um cigarro da erva. Desprez explicou que, para evitar que as células cancerígenas se espalhem, os pacientes precisam de uma dose alta de Cannabidiol que não é encontrada na composição natural da Cannabis Sativa.

“Nós usamos injeções nos testes com os animais e também estamos testando pílulas”, disse ele. “Mas você nunca poderia ter o suficiente Cannabidiol para a cura ser eficaz apenas fumando maconha”, acrescentou.

Outros estudos

Não é a primeira vez que um estudo aponta efeitos benéficos da Cannabis Sativa no tratamento do câncer. Além de o Cannabidiol ser utilizado para acalmar e evitar o enjoo em pacientes submetidos à quimioterapia, outras pesquisas revelaram que a substância psicoativa da maconha pode matar células cancerígenas.

Em 2006, equipe de cientistas espanhóis coordenada por Manuel Guzman conduziu o primeiro teste clínico da ação do THC (tetrahidrocanabinol) em pacientes internados com câncer no cérebro. Os pesquisadores introduziram a substância pura nos tumores de nove pessoas, que não haviam respondido aos tratamentos convencionais de cura do câncer. Em todos os casos, o THC conseguiu reduzir a proliferação das células cancerígenas.

Na mesma época, cientistas da Universidade de Harvard reportaram que tumores malignos no pulmão diminuem seu crescimento se expostos ao elemento psicoativo da maconha. “O THC reduz significantemente a habilidade do câncer se espalhar”, afirmou em relatório o grupo citado pela revista norte-americana Daily Beast.

Em contraposição às práticas de quimioterapia e radioterapia, as substâncias derivadas da maconha não danificam o corpo dos pacientes, atuando apenas nas células cancerígenas.

Marina Mattar, Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. Larissa Postado em 23/Sep/2012 às 01:52

    Metástase é a proliferação das células anormais (cancerígenas) pelo corpo. Essa é a fase insidiosa do câncer. Não sei ainda o mecanismo de ação dos canabinóides que evita a metástase de alguns tumores. E sobre a terapia. Realmente, a Cannabis tragada perde boa parte dos canabinóides na pirólise. Além de que câncer (neoplasias) é muito complexo. Para você ter uma ideia, a dose de um medicamento antineoplásico é individual. Além de ser individual, cada tipo de câncer tem uma combinação de medicamentos antineoplásicos. Acho que câncer e tratamento farmacológico é a área de maior desafio de cura na medicina. Eu digo isso porque ao estudar antineoplásicos, minha cabeça quase entra em colapso. É complexo, mais complexo do que as pessoas imaginam. Aliás, a medicina, a área de medicamentos, doenças é não é tão simples. Agora, é cedo dizer que é cura. Até porque cada tipo de câncer manifesta-se de uma forma. Talvez essa seletividade dos canabinóides pelas células cancerígenas aconteça em algumas modalidades da doença, não em todas. Não é uma crítica, porém as pessoas que não conhecem a área da saúde, acham que qualquer substância ou planta pode ser milagrosa, e não é assim. É importante não confundir o uso da Cannabis, por própria prática hedônica, com a cura de certas doenças ou até prevenção. Porque parte se perde dos ativos na queima, no caso, do fumo. E nem achar que os canabinóides curam o câncer, porque não é bem assim. rs Não há milagres na medicina, tampouco numa planta. Nada contra a Marijuana e sim contra notícias veiculadas com um pé factóide, pois não há milagres na medicina, não podemos depositar todos os milagres numa planta. Até porque a Cannabis não é inócua e não apresenta todos os compostos bioativos do mundo.

  2. Eric Postado em 23/Sep/2012 às 14:03

    Trata-se do USO MEDICINAL da maconha, com supervisão médica e respaldado em estudos científicos. A malacada que não se iludam ao achar que por causa disso o seu baseadinho vai ser liberado.

  3. leandro Postado em 23/Sep/2012 às 15:13

    larissa não sei aonde tu leu,maconha cura milagrosa para o câncer.

  4. Bill Postado em 24/Sep/2012 às 12:13

    PREFIRO MORRER do que usar esta planta.

  5. Bill Postado em 24/Sep/2012 às 12:14

    leandro, em 23 de setembro de 2012 às 15:13 disse: larissa não sei aonde tu leu,maconha cura milagrosa para o câncer. ANALFABETO, LEIA DIREITO O QUE ELA ESCREVEU! burro

  6. Joe Mauer Jersey Postado em 24/Sep/2012 às 14:00

    "predestine"

  7. leandro Postado em 24/Sep/2012 às 18:54

    como josé celso falou,97% do povo brasileiro deve calar a boca quando o assunto é maconha.

  8. leandro Postado em 24/Sep/2012 às 18:57

    foda que no brasil todos pensam que são expert em tudo.

  9. celso Postado em 25/Sep/2012 às 18:51

    O problema é que as pessoas leem resumos das pesquisas de anos e escrevem artigos como este. Quero ver esse jornalista explicar todo processo químico no organismo humano provocado pelas substâncias da Cannabis. Faço medicina e concordo em tudo que a Larissa diz. O cura de um câncer é mais complexa que um simples trago de maconha.

    • Gustavo S Postado em 25/Sep/2012 às 22:26

      O Celso, que faz medicina, não conseguiu compreender que as informações expostas no texto, baseadas no resultado da pesquisa, não afirmam que encontrou-se a cura para o câncer, e tampouco que isso seria/será feito através do "trago da maconha". Eu não sei ao certo se médicos têm a obrigação de interpretar textos, mas espera-se que ao menos considerem e analisem com sensatez resultados de pesquisas que dizem respeito à saúde. Não é a toa que vemos cada vez mais médicos medíocres, formados por faculdades de mediocridade equivalente.

      • Seret Postado em 30/Apr/2014 às 00:00

        concordo com voce rapaz, hje em dia qualquer pessoa esta dando palpites, e pelo que se foi dito, nao é a "cura" do cancer, e sim ajuda no "tratamento" por favor, em medicina, deve se ler muito para conseguir formar a opniao sobre algo, entao, melhore sua qualidade de interpretação.

  10. Alex Castro Postado em 25/Sep/2012 às 23:58

    Bill, MORRA ENTÃO seu burro, e de preferência vai logo. Parece até que ao invés de falarmos de uma planta estamos falando do capeta... triste essa lavagem cerebral que os EUA fizeram com a sociedade contra a maconha no século passado, até hoje tem gente caindo nessa...

  11. Bill Postado em 26/Sep/2012 às 11:43

    então prefiro ficar com o CAPETA do que usar essa merda! UHSAUEHUSAEHUSE maconheiro desgraçado! e não é lavagem cerebral não, JÁ FUI ROUBADO POR "AMIGOS" QUE SÃO USUÁRIOS DA PLANTA! o dia que isto te ocorrer vc larga o teu baseadinho... UHASEUHAUEHSUAEHUEA

  12. Jack Postado em 27/Sep/2012 às 01:04

    Primeiro "argumento" dos ignorantes, chamar quem defende uma discussão aberta sobre assuntos tabu de maconheiro, assassino, comunista ou citar UM CASO (geralmente de cunho emocional elevado) para tentar deslegitimar toda uma argumentação contrária. Como disse o amigo acima, o problema da massa alienada é achar que sabe muito sobre tudo...

  13. Thiago Postado em 01/Oct/2012 às 19:30

    Aqui ninguém respeita. Mas se, na novela das oito, todos os personagens fumarem maconha, o povo brasileiro fumará também.

  14. LUCAS ROVER Postado em 05/Dec/2012 às 04:35

    Bill, ame o verde_\|/_

  15. LUCAS ROVER Postado em 05/Dec/2012 às 04:37

    Gustavo S... por que o celso ta opinando ele é mediocre? Ele ta te passando receita ou ta só anonimo em um site de discussoes? ¬¬

  16. Gustavo Postado em 05/Dec/2012 às 14:39

    Esse Bill parece meio sequelado ... pq existem pessoas de ma fe de todo tipo, que bebem, fumam cigarro, que usam drogas pesadas, que sao pais de familia, politicos, vegetarianos, comunistas... TODO TIPO DE GENTE. E bem logico que exista maconheiros de ma fe no mundo. Desculpa cara... mas vc eh ignorante, cabeca fechada que vive no seu proprio mundinho. So lamento por vc.