Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 03/Sep/2012 às 08:29
5
Comentários

Enquanto morre 1 branco, 20 negros são 'exterminados' em Alagoas

Alagoas é o estado mais violento do país; sua capital, a 3ª mais violenta do mundo. Para o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, "em Alagoas é assim: enquanto se mata um branco, 20 negros são 'exterminados'

assassinato negro alagoas capital violenta

Alagoas é o Estado mais violento do Brasil. De 21 assassinatos em Alagoas, 20 são vítimas negras. Foto: reprodução

Alagoas ocupa a posição do estado mais violento do país e a sua capital a terceira mais violenta do mundo, segundo o último relatório da ONU. A causa desta violência, segundo o organizador do Mapa da Violência na America Latina, o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, é a ausência do poder do Estado, enquanto instituição e não aparelho governamental.

O argentino Waiselfisz esteve em Alagoas na manhã de quarta-feira (29) a convite da Comissão Especial de Inquéritos, que analisa as causas da violência na capital, da Câmara Municipal de Maceió.

Só este ano foram noticiados 1323 homicídios no Estado, sendo que 162 só neste mês de agosto, entre crimes violentos letais e intencionais, latrocínio e outros, segundo o contador de homicídios da agência de notícia Alagoas24horas.

Para o sociólogo, o que houve foi uma interiorização da violência que ao sair dos grandes centros urbanos chegou às cidades ditas pacíficas. “Vale ressaltar que pacífica para o Brasil, mas não para a América Latina, porque já houve uma institucionalização da violência no país.”

Leia também

“O que houve na verdade foi uma mudança nos padrões, onde aqueles estados que eram violentos, consequentemente reduziram os seus números, embora aqueles que eram pacíficos triplicaram”., destacou Waiselfisz, ressaltando ainda que tudo isso graças ao despreparo e desnivelamento dos agentes de polícia.

Uma das causas desta “crescente onda de violência”, segundo Waiselfisz, é a impunidade e as alianças com o Estado que aliado com as greves das polícias ocorridas nas últimas décadas aparelhou as instituições criminosas.

Ainda segundo ele, o Mapa da Violência aponta também que os crimes contra a população negra cresceram assustadoramente. “Em Alagoas é assim: enquanto se mata um branco, 20 negros são ‘exterminados’ e este número só tende a crescer em 2013, principalmente envolvendo jovens e crianças”, alertou.

“Na verdade os maiores responsáveis são os aparelhos do Estado que não estão cumprindo com a sua função diante da realidade”, concluiu.

Railton Teixeira, Brasil de Fato

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Emanuel Maciel Postado em 04/Sep/2012 às 06:25

    Acho que o problema da violência não pode ser medido pelo poder do estado quanto aos seus agentes de segurança pública, e sim pelos agentes de educação, saneamento e distribuição de renda. Talvez esse pesquisador tenha errado em não olhar por essa ótica.

  2. Leandro Coelho Postado em 05/Sep/2012 às 16:37

    E depois as pessoas criticam as cotas para os negros... O que sai mais barato? A matemática dos políticos é sinistra, porém com duas simples opções: deixar os pobres (maioria negra, sim.) jogados em um canto até serem trucidados e depois gastar R$ 65,00 em um caixão de papelão e mais R$10,00 pela gasolina do caminhão de "coleta de lixo"(como os políticos chamam o rabecão), ou gastar R$ 500,00 ao mês com educação e saúde com cada criança pobre (leia-se negra), mas sem obter muitos votos em retorno? Pois para a oligarquia Alagoana, sai bem mais barato pagar por vinte caixões ao mês do que gastar com escolas com merenda e projetos sociais para vinte "pequeninos cadáveres em potencial", que NÃO GERAM VOTOS NAS ELEIÇÕES. Parabéns ao governador Teotonio Vilela Filho do PSDB, por manter uma política tão lucrativa e conveniente para si próprio e seus amigos. Parabéns à laia de ratos da política daquele estado que vem roubando o povo livremente há quase 500 anos.

    • Andresa Postado em 07/Jul/2014 às 01:48

      Quem está matando estes negros são pessoas brancas? Não, são outros negros. Negros matando negros, e botar cota para negros nas universidades resolve no quê, se muitos destes assassinos são menores que sequer frequentam a escola?

  3. LUCAS ROVER Postado em 27/Oct/2012 às 03:48

    Corrupção está no sangue do brasileiro: criminosos portugueses deportados para a selva !

  4. Eugenio Postado em 23/Jul/2014 às 00:04

    O que ocorre é que a maioria dos marginais que estavam no sudeste são constituidos ou são descendnetes de nordestinos. Portanto é natural que eles busquem sua terra natal, uma vez que foram espulsos e impossibilitados de ter boa vida no estado dos outros.