Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Democratização Comunicação 19/Jul/2012 às 00:33
32
Comentários

Marcelo Tas reclama de 'guerrilheiros petistas virtuais' e faz guerrilha no Facebook

Seria digno de reconhecimento se Marcelo Tas, ao invés servir-se do humor como um para-raios bastante conveniente para realizar críticas levianas, assumisse as suas verdadeiras posições e ideias políticas: o que defende e quem defende, ao invés do que abomina

marcelo tas facebook

Facebook de Marcelo Tas. Imagem: Pragmatismo Político

Pragmatismo Politico

Marcelo Tas, apresentador do humorístico CQC, da TV Bandeirantes, publicou em sua página pessoal da rede social Facebook, para os seus mais de 1 milhão de seguidores, uma mensagem que gerou controvérsia. Disse ele: “O PT treina ‘guerrilheiros’ para patrulhar Redes Sociais nas eleições 2012. O treinamento é numa sala de bate papo do orkut?

Não é possível afirmar com absoluta certeza os motivos que estimularam Tas a escrever tal questionamento, mas sabe-se que, apesar de atualmente encabeçar um programa de humor na televisão aberta brasileira, a mensagem do apresentador não teve propósito humorístico.

Leia mais

Primeiro é preciso esclarecer que o Facebook é uma rede social que permite ao usuário fazer ou desfazer amizade com quem quer que seja, e do mesmo modo é fornecida a opção de curtir ou, simplesmente, ignorar uma página. Isso, por si só, desfaz a tese do patrulhamento, à medida que ninguém é ou está forçado a aceitar nenhum tipo de imposição. Tas confunde militância com patrulha: usuário nenhum, não filiado ou filiado a qualquer agremiação partidária está impedido de discutir ou fazer campanha política na internet, desde que não infrinja a legislação eleitoral vigente.

Mas não deixa de ser curioso que Marcelo Tas, um sujeito que se autoproclama como um dos comunicadores pioneiros em web no Brasil, esteja incomodado com a liberdade oferecida pelas novas mídias. Marcelo Tas, o apresentador de um programa que constantemente reclama do cerceamento da liberdade contra os seus repórteres – sobretudo em matérias realizadas no Congresso Nacional, em Brasília –, é o mesmo que agora esperneia contra a liberdade de manifestação num ambiente livre como é a internet.

marcelo tas PT

Apresentador do CQC, Marcelo Tas. Imagem: Arquivo

Centenas de pessoas reponderam democraticamente a manifestação pública de Marcelo Tas, com divergências e convergências. A maioria dos que convergiram preferiram utilizar tons de deboche vazio e de ódio, o que não surpreende porque reflete fielmente as limitações de pessoas inspiradas na ‘ótica CQC de enxergar e tratar a política‘, isto é, a perigosa ideia de restringir as discussões políticas ao modo do ‘odeio política‘ ou ‘político bom é político preso‘.

Mas, felizmente, a futilidade não foi fruto exclusivo da polêmica. O sociólogo Sérgio Amadeu, talvez a figura que melhor representa o Software Livre no Brasil atualmente, reconhecido também por sua incessante luta pela inclusão digital como ferramenta crucial para a democratização da comunicação, respeitosamente deixou o seguinte comentário:

Sérgio Amadeu. Grande Tas, faça humor, não faça a guerra. Você como defensor só da direita festiva está ficando meio sem graça. De vez em quando seria bom tirar uma da cara dos vampiros tucanos, não acha? Quem tem tropa de choque formada é a turma da direita brava, Reinaldo Azevedo e os trolls… Volte para a turma dos meio intelectuais, meio de esquerda. Beleza.

Sérgio Amadeu, que conhece Tas pessoalmente, obviamente sabe que a intenção deste, no âmbito da política, não é e nem será fazer humor, mas provocar a guerra com a vestimenta disfarçada de humor.

Ao contrário do que possa parecer, é bastante saudável que os seres humanos manifestem as suas posições políticas abertamente. Marcelo Tas, registre-se, foi louvado pela juventude do DEM no Encontro Nacional deste partido em um passado não muito distante ocorrido em Blumenau/SC. Lá, utilizou de sua língua ferina para falar mal de Lula, do PT e congêneres.

Chamou atenção outra resposta ao comentário de Tas:

Rui André Souza. Quando vejo muitos reclamando de que propaganda política era pra ser proibida ou incomoda aqui no facebook, me pergunto se realmente entendem a política. Acho fundamental e, acima de tudo, democrático se falar de política aqui no face. Qualquer ferramenta pode servir de meio para se propagar a política. Pois, afinal, respiramos política. E o que acontece quando não estamos interessados em política? Simples: viramos o Brasil.

O posicionamento transparente, portanto, é um dos pre-requisitos indispensáveis para se abordar a política de maneira salutar. Seria mais corajoso, honesto e digno de reconhecimento se Tas, ao invés de usar o humor como um pára-raios bastante conveniente para realizar qualquer tipo de crítica, assumisse as suas verdadeiras posições e ideias políticas: o que defende e quem defende, em vez do que abomina.

O alerta contra os que estufam o peito e erguem a cabeça para propagandear moralismo, como ficou claro no caso do recém-cassado ex-senador Demóstenes Torres, precisa e deve ser crescente.

Recomendados para você

Comentários

  1. Daniel de Souza Postado em 19/Jul/2012 às 01:12

    O Tas esta concorrendo na categoria careca calhorda do ano, já está na frente do DEMOstenes.

  2. Luciana Postado em 19/Jul/2012 às 06:26

    é que a militância de direita, da qual ele participa, é feia, irrelevante e mal humorada. Não leva ninguém pra frente, ao contrário da militância de esquerda. Ademais, os que falam que "político bom é político preso" ou que política devia ser proibido nas redes sociais são os mesmos que no dia da eleição enchem o carro de cerveja e descem para o litoral porque têm preguiça de participar do processo político. São os que, diante de uma manifestação de estudantes que para uma avenida, ficam com o controle remoto na mão, sentados no sofá, reclamando que aquela turma tinha mesmo era que estar reclamando contra a corrupção.

  3. Henrique Postado em 19/Jul/2012 às 10:55

    Este é o verdadeiro analfabeto político. O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo. Bertold Brecht E um sujeito desses ainda usa concessão pública.

  4. Luiz Fernando Postado em 19/Jul/2012 às 12:42

    Parece que, infelizmente, não há como acordar Marcelo Tas, para que ele perceba que o CQC é um programa humorístico, não um programa de incentivo à guerra política. Mal ele sabe que estes "guerrilheiros petistas" são aqueles que, através da Internet, nos deram sabedoria e informação necessárias para impedir o Brasil de voltar a cair em um golpe nas eleições de 2010. Não costumo chamar de tucano aquele que fala mal do PT. Mas trata-se de um sujeito que crucifica o PT com o maior fervor possível. Daí, não há como enxergar nele um tucano, saudosista dos tempos em que nosso País era apenas mais um escravo de sexo genérico do Tio Sam, atolado em (um poço de areia movediça de) dívidas externas.

  5. Luiz Fernando Postado em 19/Jul/2012 às 12:46

    Quero dizer, crucifica o PT com o maior fervor possível, mas tem medo de dizer de quem ele está a favor, o que e quem defende.

  6. Roberto Locatelli Postado em 19/Jul/2012 às 13:04

    Marcelo Tas já perdeu a graça faz uns 20 anos. Seu programa só continua no ar porque ele destila ódio contra o PT.

  7. Marcel Postado em 19/Jul/2012 às 14:28

    Se ele odiasse tanto assi m o PT não teria convidado o Lula várias vezes p ir ao CQC...Mas como o Lula tem teto de vidro, não teve caráter para ir dar satisfação as pessoas para qual ele trabalhou..afinal..ele era nosso funcionário

  8. Marcel Postado em 19/Jul/2012 às 14:31

    E não é mentira..realmente tem um monte de militante recebedo dinheiro público pra falr bem do PT...Cada um tem sua opinião e o direito de expressa-la..mas receber dinheiro de impostos para defender ideologia..isso não é liberdade...

    • Roberto Postado em 27/Dec/2013 às 15:31

      Acho engraçado essa frase... "tem um monte de militante recebendo dinheiro público pra falar bem do PT". Até parece que precisa disso!! Me diga apenas UM que você conheça!

  9. Marcel Postado em 19/Jul/2012 às 14:34

    agora vcs que parecem ser os POLITICAMENTE CORRETOS...não aguentam uma piadinha. vcs soh veem o q os atingem neh...Quanta " imparcialidade" O Cqc tbm quer ir ao senado, mas vcs nao veem isso tbm.

  10. Cuidado com a dona mídia Postado em 20/Jul/2012 às 00:46

    Eu já penso o seguinte... Se há militantes que recebem dinheiro para falar bem deste ou daquele partido, isto é normal. Faz parte da política. E se o fazem, é mesmo salutar, conforme demonstra o texto. Agora, se atores sociais fazem uso da mídia - que deveria ser imparcial e isenta de viés político, direta ou indiretamente - para demonstrar posicionamentos, a coisa já muda de figura. É um golpe baixo manipular a opinião pública por meio do carisma e aparência de atores sociais para imputar às massas, que o status quo de um governo deva ser criticado para que simplesmente, coloque-se outro. Ou seja, como saber se ator televisivo x ou ator televisivo y não esteja a trabalhar para partido a ou partido b? A melhor maneira de maquear a opinião pública contra a vontade dela própria, é imputando mentalidades e pontos de vista onde ela não pensa por si. Mas simplesmente, aceita "de mão beijada" o que é-lhes dito. É a parte onde Tas deveria mesmo responder ao questionamento "para quem você trabalha?".

  11. Cuidado com a dona mídia Postado em 20/Jul/2012 às 00:53

    Errata: *maquiar

  12. joao salomon Postado em 20/Jul/2012 às 09:35

    nada de se estranhar vindo de um partido onde seus fundadores eram terroristas e gurrilheiros

  13. Henrique Postado em 20/Jul/2012 às 11:57

    Será que estão falando do aloisio nunes/PSDB que disse que "o último assalto a gente nunca esquece"?

  14. Luiz Settineri - SAROBA Postado em 21/Jul/2012 às 01:11

    GUERRILHEIROS [email protected] agradecem a propaganda e de entemão avisam que não irão pagar por ela! kkkkkkkkkkk Saroba

  15. Evandro J Graton Postado em 21/Jul/2012 às 18:48

    Como dito no inicio do texto, difícil saber o que levou Tas a soltar esse comentário. Agora o que mais me espanta é não constar neste texto o fato que patrulhamento pode diferir de militância no sentido de munir os markteiros e a inteligência de campanha de informações coletadas nas redes online para direcionar e maquear as campanhas. Algo como, descobrir o que agrada as pessoas e esquecer o que se pretende de fato fazer se for eleito. Esse patrulhamento não pode ser confundido com militância, ele faz um desserviço politico. Militante deve sim defender e propagar os principios de seu partido e os projetos de seus candidatos, mas o dificil é saber quando um candidato tá interessado em ter projeto ou quando quer só enrolar os eleitores para atingir o poder. Mas enfim, esta deve ser uma opinião que não agrada aos patrulheiros...certo?

  16. Paulo Felippe Postado em 22/Jul/2012 às 12:54

    É uma pena que o Marcelo Tas, uma pessoa e profissional que julgava até a presente data como um dos mais criativos e inovadores profissionais da mídia. Em um comentário tão torpe e reacionário como este. Acho que por mais que ele seja inteligente, esta sua postura remota que seu interior é ditatorial e reacionário. Tanto o Facebook como outras mídias sociais estão aí, livres e desimpedidas para serem usadas, dentro da legalidade e impessoalidade. As leis eleitorais estão aí para regular os usuários das redes. Isto é meramente pura democracia, tanto faz o PT, Democratas, psd ou outro partidos pequenos, grandes ou nanicos; todos tem o direito de expressar suas idéias e estratégias através desta rede de uso ilimitado e democrático. Acho que sair por aí rotulando partidos é um grande desrespeito ao cidadão comum é "pura baixaria!!!"

  17. Luciano Postado em 22/Jul/2012 às 13:07

    é verdade. se o PT quisesse formar uma tropa de choque virtual, o partido promoveria encontro com blogueiros. ... oh wait

  18. Ariane Postado em 24/Jul/2012 às 17:01

    Eu discuto política faz mto tempo, muito antes de existir redes sociais. Estou aberta a troca de argumentos mas palanque e propaganda politica na minha timeline eu não quero mesmo. Cancelo assinatura e bloqueio amigos que insistem em servir de palanque. É democracia, um tem direito de se expressar, propagar, propagandear quem ele quiser, eu tenho o direito de não seguir.

  19. Hermes Postado em 24/Jul/2012 às 18:34

    Será que ele pensa que somos burros ou alienados a fim de defender o PSDB? Não ganho nada para defender os melhores presidenciáveis do Brasil: Lula e Dilma, e por merecimento o partido deles, o PT! Jamais poderia defender o partido da Privataria Tucana.

  20. Hcgazu Postado em 25/Jul/2012 às 00:18

    Marcelo Tas volta pro Castelo Rá-Tim-Bum...

  21. C.C.C Postado em 25/Jul/2012 às 03:34

    PT é o pior partido do Brasil, guerrilheiros se escondem nesse partido, conquista o povo humilde com esmolas como o bolsa familia e fora seus escândalos do mensalão...

  22. Grampola Postado em 25/Jul/2012 às 10:42

    "Não a nada mais fascista que um burguês assutado."

    • MARIA Postado em 31/Mar/2014 às 23:29

      O FATO É BEM QUE VOCÊ QUERIA SER BURGUÊS !!!!

  23. Ronaldo Postado em 25/Jul/2012 às 13:54

    A imparcialidade passou longe... Tomara que o escritor do artigo tenha buscado justamente isto: apenas escrever um artigo, e não uma reportagem."

    • Moderação Postado em 25/Jul/2012 às 14:23

      Ronaldo, a moderação fica à disposição para que você envie exemplos do que seria um artigo imparcial.

  24. Fatima medeiros Postado em 30/Jul/2012 às 01:21

    Marcelo tas vc reclamar de militancia politca e mais que engracado, seja ser ridiculo !

  25. Osmar T POA Postado em 08/Aug/2012 às 00:45

    Nada de surpreendente vindo da Band SP. Tas é candidato a uma vaga na VEJA, pois vai perder o emprego, visto seu programa não ter graça, nem ele. O que é uma pena, pois na Agentina têm espirito crítico.

  26. rafael Postado em 14/Aug/2012 às 14:16

    sera que ele nunca teve orkut? kkkk

  27. Helio Hanel Postado em 28/Oct/2012 às 20:43

    Tas é do bem, mas do bem sem vergonha. Dá pena!

  28. jair Postado em 12/Jun/2013 às 23:04

    Esse cara ai o Marcelo Tas, caiu muito no meu conceito, eu achava que o mesmo era bem mais inteligente, como parece ser, mas já vi que não é,sinto muito Marcelo para mim o CQC agora perdeu a graça, com certeza não vou assistir mais.