Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Direita 04/Apr/2012 às 16:29
3
Comentários

Discussão sobre extinção do DEM volta a ganhar força entre os próprios filiados

A desmoralização do DEM já afeta as articulações para as eleições municipais. Até José Serra, antigo e fiel aliado, resiste à ideia de ter um vice da legenda na sua chapa.

demóstenes ético falso moralistaSaiu na coluna Painel de Vera Magalhães, na Folha de S. Paulo:

Ninguém vai tocar no assunto até a eleição, porque não é mais possível mudar de partido. Mas a cúpula do DEM já admite que, após outubro, voltará com força a tese da fusão ou da extinção da legenda, abatida por mais um escândalo de repercussão nacional.

A denúncia de que Demóstenes Torres, o falso moralista, pertence à quadrilha de Carlinhos Cachoeira, abateu de vez o ânimo do DEM. Para piorar, agora surgem indícios da ligação de Agripino Maia, presidente nacional do DEM, com a gangue que fraudou a inspeção veicular no Rio Grande do Norte. Parece que não há mais retorno: o DEM ruma para o inferno – se o Diabo deixar.

Marcha batida para o inferno

A notícia da “fusão ou extinção” não causa surpresa. Ela já vem sendo ventilada há tempos, em função do definhamento da sigla. A prisão do ex-governador José Roberto Arruda, o “vice-careca” de Serra, acelerou o funeral. Em 2010, o partido da direita nativa perdeu ainda mais espaço no cenário político. Elegeu 46 deputados federais, menos da metade do que fez no reinado de FHC.

Leia mais

Logo na sequência, vários partidários abandonaram o navio à deriva, liderados por outra estrela da sigla, o prefeito Gilberto Kassab. O DEM perdeu 17 deputados federais, o governador de Santa Catarina e a senadora ruralista Kátia Abreu, além de vários deputados estaduais, prefeitos e vereadores. Seu cacife político hoje está bastante reduzido. Há quem fuja do DEM como o diabo da cruz!

Demóstenes e Agripino no palanque

A desmoralização do DEM já afeta as articulações para as eleições municipais. Até José Serra, antigo e fiel aliado, resiste à ideia de ter um vice do DEM na sua chapa. Na Bahia, os tucanos também reagem à proposta de apoiar ACM Neto. Apesar dos esforços da cúpula do PSDB, as negociações entre os dois partidos azedaram nos últimos dias. E o medo de ter Demóstenes e Agripino no palanque ou na TV?

Diante deste cenário infernal, muitos demos já se preparam para desembarcar da legenda. Tudo é feito nos bastidores para não prejudicar as disputas de outubro próximo. A tendência maior é da fusão com o PSDB e o PPS, outras duas legendas que também estão em crise. Desse jeito, só vai sobrar mesmo a mídia para fazer o papel de partido da direita no Brasil.

Altamiro Borges. Grifos de Pragmatismo Politico

Recomendados para você

Comentários

  1. JOÃO SZABO Postado em 05/Apr/2012 às 07:51

    É uma pena que esta idéia não seja introduzida no PT. Imagine se o DEM, só causa de um simples corrupto, pretende se auto extinguir, imagine o PT, o partido mais corrupto que a política brasileira já produziu em toda a nossa história. E o PT, tal qual o DEM, antes de tomar o poder, era um poço de ética. O Lula dizia que todas as eleições eram estelionatos eleitorais, e, no entanto, bastou meia dúzia de anos, no poder, para que o PT realizasse o governo mais corrupto em toda a história do Brasil. E o Lula, estúpido, sempre falava da “herança maldita”, no entanto não só continuou, como ampliou o que o governo anterior à sua posse fez. O Palocci continuou a política econômica do Malam, com a diferença que, por ser do PT, se corrompeu, sem que o PT, como fez o DEM, tomasse qualquer medida contra o mesmo. E no governo (se é que podemos dar este nome à gestão) da Dilma, a mesma embora tenha recebido um governo (idem), e uma gestão corrupta, nem sequer pode falar em herança maldita, pois ela é do PT, e tem que continuar com a produção do Caixa 2, que o Lula dizia não haver qualquer problema pois todos praticavam. Portanto, para o PT, praticar o Caixa 2, é normal. Até hoje o Lula não explicou como seu filho ficou milionário da noite para o dia, embora cada brasileiro sério desta país tenha idéia como foi. Não esqueçamos que pagamos cerca de 50% do que recebemos num ano, e isto para sustentar a corrupção desenfreada e descontrolada que ocorre no governo do PT, sem que nada volte, como saúde, educação e segurança, salvo para o Lula e a Dilma, que usam o erário para se tratar no Sírio Libanês, e o povão morre nas filas do SUS. Então se existe um partido que tem que ser extirpado da política nacional é o PT, e não o DEM, pois o que o Demóstenes fez, perto do mensalão, apenas para citar um pequeno exemplo, é apenas uma traquinagem de criança desobediente.

  2. Arthur Medina Postado em 20/Apr/2012 às 07:56

    Desculpa companheiro mas a dinâmica da corrupção não começou agora acdinamica começa na ditadura e do procurar os corruptores um estado bandido tem por trás corruptores não do corruptos e esses corruptores são empresas privadas so que avorimiciidade entre crime organizado, políticos do executivo, do judiciário como no caso dA fAmilia Demostenes do ministério publico é caso serio. Pena que parte do PT tenha de misturado a isso e tem que ir para cadeia. Foi nogoverno do PT que esses erros apareceram pois a gente seria lá como deve haver no DEM só que o Dem propõe estado mínimo e estado mínimo nao tem política de segurança inteligente e sim repressiva. Desculpe mas o mensalão vai ser julgado. e no governo do PT qual foi o julgamento de corrupção em qualquer outro governo

  3. leandro rabbit Postado em 24/May/2012 às 19:37

    "o PT, o partido mais corrupto que a política brasileira já produziu em toda a nossa história". Hahahahhahaha. Onde foi que esse cara viveu nos últimos 500 anos???? rs.