Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Ditadura Militar 30/Mar/2012 às 19:52
3
Comentários

Jovens protestam contra celebração do golpe de 1964 e sofrem repressão da PM

Militares comemoram golpe de 1964 e manifestantes protestam. Confira a seguir vídeos da manifestação que acabou em pancadaria

protesto golpe 1964 ditadura

Manifestantes queimam cartaz do torturador Brilhante Ustra

A manifestação que era prevista para ser pacífica no Centro do Rio, na tarde desta quinta-feira (29), acabou em pancadaria e com a detenção de duas pessoas.

O ato, contra evento que relembrava no Clube Militar o Golpe de 1964, aconteceu na Avenida Rio Branco.

Militares foram abordados ao entrar e sair do clube e eram chamados de “torturadores” pelos manifestantes. Muitos saíram por uma porta lateral para não passar pelo ato.

A PM montou um cordão de isolamento da saída do clube até uma das entradas d a Estação Cinelândia do Metrô.

“Não se trata de revanchismo mas apenas de esclarecimentos que não podem ser apagados na história da política brasileira”, afirma o aviso do protesto na internet, que defende a Comissão da Verdade, criada para investigar os crimes ocorridos durante o regime militar.

Leia mais

Abaixo, vídeos de Carlos Latuff:

Vídeo do Conexão Jornalismo

Recomendados para você

Comentários

  1. Igo Roddiger Postado em 31/Mar/2012 às 12:03

    Será que essa juventude vermelha se atreveria ir em frente aos consulados e embaixadas do Irã, China, Cuba, Koreia do Norte, protestar contra as Ditaduras de nivel Teocrático e Comunista. Onde lá possui uma tortura mais sofisticada que foi implantada aqui na época da Ditadura Militar? Pois em Cuba há prisioneiros Políticos e isso é fato! No Irã os Direitos dos Homossexuais não se te e ainda possui perseguição a minorias religiosas. China tem a questão do Tibet que ela invadiu e matou e continua matando, Coreia do Norte uma pobreza jamais vista que nem por imagem de satélite se ver um linha de luz eletrica nesse pais. E agora essas juventudes de partidos hipócritas vem coibir a liberdade de expressão de um grupo que por poucos anos livrou o Brasil de se tornar uma Cuba Sul-Americana?

  2. Luca Souza Postado em 02/Apr/2012 às 15:25

    O cara é tão filho da puta, mas tão filho da puta que ainda da sorrisinho, veeelho, como pode uma coisa dessas?

  3. Carlos Dcas Postado em 06/Apr/2012 às 19:55

    Estamos numa democracia seus garotos mimados e irresponsáveis. Pensem: esses velhinhos que sofreram violência nada tem a ver com aludidos torturadores. Só porque são militares. São servidores honrados de estado. O Exército fez muito pelo Brasil. E vocês o que fazem? Para defender uma ideologia que causou milhares de mortes no mundo tudo pode? O muro de Berlim caiu há muito tempo. Acordem!