Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Homofobia 28/Feb/2012 às 02:55
29
Comentários

Intolerância: Deputado do PSDB cria projeto para 'curar gays'

Não bastasse a inconstitucionalidade do projeto, que contraria os princípios fundamentais da Constituição Federal de 1988,  a proposta vai contra todos os tratados internacionais de Direitos Humanos, que também têm como objetivo fundamental o direito à saúde, a não discriminação e a dignidade da pessoa humana

curar gays João Campos homofobiaA proposta é do deputado federal João Campos (PSDB-GO), líder da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara, e pretende permitir que a homossexualidade seja tratada como um transtorno passível de cura. Para tanto, o projeto de decreto legislativo prevê a abolição de dois artigos instituídos em 1999 pelo Conselho Federal de Psicologia que proíbem a emissão de opiniões públicas ou o tratamento da homossexualidade como um transtorno.

Na opinião de Campos, o conselho extrapolou seu poder ao “restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional”. A notícia da proposta gerou resposta contundente do deputado federal Jean Wyllys (PSol-RJ), que publicou em seu site um artigo criticando as pretensões de João Campos. “O argumento de que a homossexualidade pode ser ‘curada’ é tão absurdo como seria dizer que a heterossexualidade pode ser ‘curada’ e é usado sem qualquer tipo de embasamento teórico ou científico e sempre por fanáticos religiosos que tem com o objetivo confundir a população com suas charlatanices”, escreveu Wyllys.

Leia mais

Leia a íntegra do artigo do deputado Jean Wyllys abaixo:

A intolerância dos fundamentalistas da bancada evangélica se mostra cada vez mais ameaçadora e passível de qualquer manobra para desviar a atenção da sociedade, com novas cortinas de fumaças, dos escândalos que envolvem alguns dos seus integrantes. Desta vez é o Projeto de Decreto de Lei (PDL) do deputado João Campos (PSDB/GO), líder da Frente Parlamentar Evangélica, que busca sustar a aplicação do parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99 de 23 de Março de 1999, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual. A resolução do CFP que o deputado Campos quer derrubar por lei proíbe as mal chamadas “terapias” que prometem mudar a orientação sexual das pessoas, transformando magicamente gays em heterossexuais, como se isso fosse possível — aliás, como se isso fosse necessário.

Não bastasse a inconstitucionalidade do projeto, que contraria os princípios fundamentais da Constituição Federal de 1988 (art. 1º, proteção da dignidade da pessoa humana; art. 3º promoção do bem de todos sem discriminação ou preconceito; art. 196º, direito à saúde, entre outros), a proposta vai contra todos os tratados internacionais de Direitos Humanos, que também têm como objetivo fundamental o direito à saúde, a não discriminação e a dignidade da pessoa humana, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos, o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos, a Convenção Americana sobre Direitos Humanos e o Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, entre outros.

Com essa proposta, o deputado, por convicções puramente religiosas, se considera no direito não só de ir contra os direitos humanos de milhões de cidadãos e cidadãs brasileiras, mas também de desconstruir um ponto pacífico entre toda uma comunidade científica: nem a homossexualidade, nem a heterossexualidade, e nem a bissexualidade são doenças, e sim uma forma natural de desenvolvimento sexual. Nenhuma é melhor ou pior ou mais ou menos saudável do que as outras. São simplesmente diferentes e não há nenhuma dissidência quanto à isso. O argumento de que a homossexualidade pode ser “curada” é tão absurdo como seria dizer que a heterossexualidade pode ser “curada” e é usado sem qualquer tipo de embasamento teórico ou científico e sempre por fanáticos religiosos que tem com o objetivo confundir a população com suas charlatanices.

O PDL do deputado – o mesmo da PEC n° 99 de 2011, ou a “PEC da Teocracia” que pretende que as “associações religiosas” possam “propor ação de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade de leis ou atos normativos, perante a Constituição Federal” – é, no mínimo, criminoso, e vai também contra os direitos à saúde da população, pois sabemos que essas supostas terapias de “cura gay” nada mais são do que mecanismos de tortura que produzem efeitos psíquicos e físicos altamente danosos, que vão da destruição da auto-estima de um ser humano, até o suicídio de muitos jovens – como ocorreu recentemente nos Estados Unidos, onde mais um adolescente gay, de 14 anos, tirou sua própria vida apos ter sofrido assedio homofóbico na escola.

A tragédia ocorreu no Tennessee, estado dos EUA cujo Senado votava, há um ano, um projeto de lei que proibia professores de mencionar a homossexualidade em sala de aula e logo após outro adolescente gay do Tennessee, Jacob Rogers, tirar sua própria vida. Alguns dias antes, mais dois jovens norte-americanos também se suicidaram, depois de anos de sofrimento: Jeffrey Fehr, 18, e Eric James Borges, de 19 (este último cresceu em uma família fundamentalista cristã que inclusive tentou exorcizá-lo).

Essas supostas terapias, repudiadas unanimemente pela comunidade científica internacional, constituem um grave perigo para a saúde pública. Adolescentes e jovens são obrigados, muitas vezes pela própria família, a tentar mudar o que não pode ser mudado, são pressionados para isso por estes grupos que promoven as mal chamadas “terapias de reversão da homossexualidade” e acabam com graves trastornos psíquicos ou se suicidam. Os responsáveis desses crimes deveriam ser punidos, mas o deputado Campos propõe um amparo legal para que, além de fugir da responsabilidade penal pelos seus atos, possam dizer que a lei os protege e que suas atividades criminosas são lícitas.

Nos EUA, um dos mais conhecidos grupos que dizem “curar” a homossexualidade é Exodus. Mas os “ex gays” de Exodus, mais tarde ou mais cedo, acabam sendo “ex ex gays”, porque a orientação sexual não pode ser mudada ou escolhida a vontade (sobre isso também há absoluto consenso na comunidade científica). Varios ex líderes do grupo pediram públicamente perdão por seus crimes alguns anos atrás: “Peço desculpas a aqueles que acreditaram na minha mensagem. Tenho ouvido nos últimos tempos numerosas histórias de abuso e suicídio de homens e mulheres que não puderam mudar sua orientação sexual, apesar do que Exodus e outros ministérios lhes dizeram. Uma participante que conheci caiu numa profunda depressão e preferiu saltar de uma ponte. Naquele momento, disseram-me que não era minha culpa, mas meu coração não acreditou”, declarou numa coletiva de imprensa Darlene Bogle, ex liderança da seita, junto a outros colegas que se arrependeram com ela.

Há uma preocupante confusão na sociedade, incitada por esse fundamentalismo religioso, que precisa ser esclarecida antes que a saúde física e psíquica de mais jovens seja afetada: ao contrario da religião, a orientação sexual de um indivíduo não é uma opção. Se o Estado é laico – como o é o brasileiro desde 1980 – questões de cunho moral e místico não podem ser parâmetro nem para a elaboração das normas nem para o seu controle. Valores espirituais não podem ser impostos normativamente ao conjunto da população.

Jean Wyllys, deputado federal

Recomendados para você

Comentários

  1. Antonio Kleber Mathias Netto Postado em 28/Feb/2012 às 15:23

    Só mesmo um imbecil, e do PSDB, para imaginar uma loucura dessa: Curar Gays!

  2. Abel de Deus Postado em 28/Feb/2012 às 20:07

    Ele devia curar era essa cara horrorosa dele! Além de feio é burro e incompetente... nada presta!

  3. Rosi Costa Postado em 28/Feb/2012 às 20:07

    ELE NÃO CONHECE VERDADEIRAMENTE A FORÇA DE DEUS E DE UMA MÃE...ESSA PESSOA DEVERIA RESPONDER CRIMINALMENTE POR ESSA TENATTIVA DE BARBÁRIE...SERÁ QUE A JUSTIÇA NÃO VERÁ ESSA LOUCURA???

  4. Luiz Fernando Barberá Postado em 28/Feb/2012 às 21:26

    Habitual mostra de opressão e inconstitucionalidade, típico de um verdadeiro espelho da sociedade ignorante e preconceituosa que partilha o solo brasileiro conosco. Desde que soube que a intolerância esteve subindo ao seu auge no ano passado, sempre desconfiei que era, em grande parte, de cunho "religioso". Agora, esse Deus no qual esses monstros dizem acreditar é no mínimo, questionável. Será ele o mesmo Deus que achávamos que eles idealizavam?

  5. Stephane Serra Postado em 29/Feb/2012 às 14:22

    Ignorante, acéfalo, imbecil, idiota e o pior de tudo..... RACISTA!!!!!!

  6. Thiago Gomes Pureza Postado em 29/Feb/2012 às 18:02

    VAMO NA CAMPANHA CONTRA ESSE HOMOFÓBICO !!!! NOS PAGAMOS O SALARIO "GORDO" PRA ELE FASER ISSO? Bem acho que esse vereador deveria curar a si mesmo . Vejo como uma pessoa que tem um cancer e vive em busca formas de pesquisar a cura de suas mazelas, onde ja se viu tratamento contra gays? Uma pesssoa púbica e principalmente se esta ali pra defender os intereces coletivos da comunidade devia usa com mais medidas suas opnioes pessoais e usar a camara pra assuntos de bem coletivo ñ pra satifaçao propria , porque nao um projeto pra curar os dependentes quimicos que estao como zumbis pela cidade. Acho que um "noiado" fere literalmente mais a socidade que algum que resolveu sair do armario . GAYS PELO MENOS NÃO TEM O CUSTUME DE ROUBAR OU MATAR PRA SUSTENTAR O "VICIO" DE DAR O CÚ ( desculpem a expressao) Acho que esse vereador deve ser o primeiro a buscar o tratamento mas pra seu preconceito e sua intolerancia as diferenças!!! UMA VAIA BEM GRANDE PRA ESSE HOMOFOBICO !!!!! : Thiago Gomes Pureza

  7. Osvaldo de Souza Postado em 01/Mar/2012 às 18:31

    Só pra complementar: se homosexualidade é normal, o que explica o comportamento extremamente promíscuo dos homossexuais, com centenas ou até milhares de parceiros por ano?

  8. Gustavo Postado em 02/Mar/2012 às 01:42

    Osvaldo de Souza 1º antes de falar isso você deve dar a fonte de onde vc viu esses dados, ou você tirou de trás da orelha 2º então quer dizer que homossexual promiscuo é anormal e um hétero promiscuo é normal? 3º e não importa quantos parceiros sexuais as pessoas têm/tiveram você não tem NADA a ver com isso 4º anormal é esse tipo de pensamento seu, cuide mais da sua vida

  9. Rhayah Postado em 02/Mar/2012 às 01:44

    o mesmo q explica o comportamento promiscuo heterossexual passa um dia no carnaval da bahia ou rio ou qualquer outro,vá a um baile funk e vc verá como promiscuidade não é algo exclusivo dos homossexuais. Vá pesquisar por exemplo dos homens famosos que ficam com 3 4 mulheres num final de semana ou de um cantor q disse já ter transado com 5 mil mulheres. Antes de falar algo observe as pessoas e verá q a promiscuidade é coisa de gente burra e independe de ser hetero ou homo.

  10. Mari Postado em 02/Mar/2012 às 02:23

    Faltou um pra curar feiúra!

  11. Vinicius Postado em 02/Mar/2012 às 07:44

    É mais fácil encontrar a cura para o preconeito, isso sim. Que merda, como o colega disse ali em cima: 'Nós pagamos o salário exageradamente gordo pra ele fazer isso ?" Eu já não aguento mais ver essas coisas mirabolantes que acontecem aqui no Brasil..

  12. Rafael Postado em 02/Mar/2012 às 10:57

    Osvaldo de Souza Os heteros não tem um comportamento promiscuo ou com vários parceiros como vc disse? Em que mundo vc vive? Já ouviu falar nas estatísticas de gravidez na adolescência? Ou no carnaval?? Ou mesmo na vida de muitas pessoas supostamente religiosas e que tem varias parceiras. Esse deputado poderia usar o dinheiro que a gente paga pra ele pra trabalhar, mostrar serviço melhorando a educação, saúde, empregos, etc. Problemas no Brasil não faltam! Já passou da hora de parar de gastar o dinheiro público com esses projetos de merda que visam apenas promover o preconceito. Não é de hoje que a religião é usada para perseguir pessoas, seja lá pelo motivo que for: negros, "bruxas", gays, prostitutas.. etc. Ler algumas partes da bíblia e ignorar as outras é mto bom pra se favorecer! Lembra daquela parte: "Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei...", ela é bem mais interessante! Lembrem dela antes de promover perseguição.

  13. daniel carneiro Postado em 02/Mar/2012 às 17:56

    Oswaldo a promiscuidade nao esta relacionada a orientacao sexual da pessoa, e sim ao carater, tem a ver com principios...existem muitos heteros com comportamentos deploraveis...acredito que vc nao saiba nada do assunto, entao fique quieto...

  14. Robert Postado em 02/Mar/2012 às 22:37

    QUe tal legalizamos a CURA PARA O MAL-CARATISMO POLÍTICO? seria uma boa, não é?

  15. Camilo Maineri Postado em 05/Mar/2012 às 12:15

    Pessoas!! Eu sou heterosexual, mas não tenho tipo de conceito sobre as pessoas e minha sincera opinião sobre o assunto. Conceituar uma pessoas ou uma classe de pessoas por gostarem de pessoas do mesmo sexo como GAYS, já é uma forma de preconceito. Eu tenho amigos homosexuais, os padrinhos da minha filha também são e trabalho com barman numa boate gls. E já vejo como preconceito classificar o gosto das pessoas como gays por gostarem de alguém do mesmo sexo, nós temos assuntos que merecem muito mais a atenção do nossos pseudo-políticos do que com este tipo de assunto, que já deveria estar há muito tempo superado. Assuntos tais como: - Saúde - Educação - Combate a corrupção Além de outros que não preciso comentar!! Devemos acordar para a nova realidade brasileira, e não continuar sonhando com um futuro melhor!!!

  16. LUMA Postado em 05/Mar/2012 às 15:01

    Para acabar de vez com essas palhaçadas é só pegar esses ditos"extremos heteros" e força-los a ser homossessuais, daí sentirão na pele o que fazem com seres humanos que ja tentaram de tudo paraagradar a familia, a sociedade,e a si mesmos ja se torturaram de todas as formas tentando mudar e "curar-se", porém tudo em vão, será que vamos começar achar lindo o suícidio? Ou vamos achar normal o suicido como ja acontece no japão? Esses religiosos que se julgam tão fervorosos porque eles não fazem uma oração para que eles orem e sejam curados de suas ignorancias?... Um país cheios de corruptos, que encobrem o caos da saúde, educação e dignidade humana e ficam querendo mostrar serviço onde menos se precisa, pois os homossessuais são inteligentes, cheios de talentos maravilhosos, são humanos, sensíveis, e só estão tentando ser feliz.... E FELICIDADE É O QUE TODO SER HUMANO QUER ALCANÇAR E PARA ISSO NÃO É PRECISO CAUSAR INFELICIDADE DE NINGUEM... PENSEM E SE OLHEM NO ESPELHO ...POLITICOS DO BRASIL!!!!

  17. Nikola Postado em 09/Mar/2012 às 20:24

    COm terrorista só terrorismo tem efeito... Basta, pois, espalhar e fazer forte campanha para ele 'sair do armário', ou seja, afirmar que se trata de um enrustido etc... VAi ver que é mesmo né

  18. Adriana Postado em 19/Mar/2012 às 21:18

    Senhor! è melhor enxergar do que ser cega! O deputado, vá se CURAR primeiro. Depois se o senhor se curar das coisas feias que anda fazendo e falando, posso até achar menos ridiculo. fanfarrão!

  19. Wanderson Nunes Da Silva Postado em 22/Mar/2012 às 01:57

    Continua esta terrível e ridícula palhaçada, projetos de lei pra curar gays.Primeiro curar o que ? Algum gay é doente ? Eu posso falar claramente porque já fui vítima desta história horrível foram 10 anos envolto acreditando que eu era doente e necessitava de cura ou libertação o que eu encontrei foi vários evangélicos bem mais doentes que eu, não existe cura, não era doente, agora o que pode acontecer é renúncias de desejos e isto qualquer um homo ou hétero pode se submeter, convoco este imbecil a renunciar seus impulsos sexuais e sofrer os danos psicológicos que isto nos traz.Pior é que existe tantas coisas ou projetos de leis mais sérias a serem votadas e estes tais cheios de dogmas religiosos ficam brincando de Deputados.Vão trabalhar nós pagamos vossos altos salários e benefícios pra trabalharem para o povo, falta-nos segurança, educação de qualidade, saúde pública e outros e vocês ficam querendo mudar a sexualidade alheia, quem não estiver satisfeito com sua orientação sexual que procure renunciar a mesma.Doença eu vou lhe dizer o que é doença, doentes são os evangélicos que querem moralizar o Brasil usando nossa sexualidade e a bíblia como escudo, doenças é pastor roubando dízimos para comprar jatinho de milhões, fazendas e afins.Doenças são vários pastores brigando na mídia pra ver quem arrecada mais membros em suas igrejas para assim manter seus altos padrões de vida.Doença da alma, má índole, ta na hora de tomarem vergonha na cara e nos deixar em paz.Eu já fui evangélico 10 anos, pastor inclusive e cai nesta lábia de conversa fiada de achar que tbém necessitava de cura, o que eu encontrei depois foram vários evangélicos de má índole e bem mais doentes .Parem de misturar Constituição Federal de um Estado Democrático de Direito e Laico em dogmas religiosos, vocês devem trabalhar para o povo e não para um coletivo.Quem quiser saber como funciona esta aberração de cura me pergunte tenho muito que falar, inclusive do que se passa por de traz das tribunas evangélicas.Volto a dizer nós necessitamos de SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, EDUCAÇÃO E DE POLÍTICOS TRABALHANDO...QUERO LANÇAR UM PROJETO DE LEI PARA QUE DEPUTADOS QUE NÃO FAÇAM, NÃO APROVEM E MUITO MENOS TRABALHEM PELO POVO PERCAM SEU SALÁRIO MENSAL ...QUE TAL ESTE PROJETO ?

  20. Cido Postado em 25/Mar/2012 às 18:47

    Mais um que deveria sentir o peso da lei e ver o sol nascer quadrado... Acredito que tenha prositelismo religioso por trás disso... E se eleprecisar de um médico que seja homossexual? Vai morrer ao invés de ser atendido? Quanta loucura vivemos hoje...

  21. Tiago Postado em 05/Apr/2012 às 17:35

    Concordo e dou todo meu apoio a ele...

  22. JOBIM DAS oLIVEIRAS Postado em 17/May/2012 às 22:09

    TODO MUNDO TEM DIREITO A UM TRATAMENTO, AI SE NÃO DER CERTO... AI EU NÃO SEI O QUE FAZER

  23. Henrique Postado em 18/May/2012 às 00:27

    Este é o verdadeiro político imbecil politicamente incorreto: - ataca líderes LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trânsgeneros) e defende homofóbicos sob o pretexto de salvaguardar a liberdade de expressão. - ataca a política de cotas baseado na idéia que propaga de que não existe racismo no Brasil. Além disso, ações afirmativas seriam “privilégios” que não condizem com uma sociedade em que há “oportunidades iguais para todos”. - defende as posições da Igreja Católica contra a legalização do aborto e ignora as denúncias de pedofilia entre o clero. - adora chamar socialistas de “anacrônicos” e os guerrilheiros que lutaram contra a ditadura de “terroristas”, mas apoia golpes de Estado “constitucionais”. Um torturado? “Apenas um idiota que se deixou apanhar.” - sua principal característica é confundir inteligência com escrever e falar corretamente o português. - e ainda é do Partido Sabotador Desmanchista Brasileiro

  24. Henrique Postado em 18/May/2012 às 00:34

    Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo. Bertold Brecht ... É lamentável o lamentável político.

  25. Osvaldo de Oliveira Postado em 16/Oct/2012 às 17:08

    Todos os que me atacaram deveriam estudar um pouco o assunto e descobrir pesquisam indicam que numero de parceiros sexuais de um homossexual na vida é dezenas a centenas de vezes superior a um hete, em médio. Deem uma googleada sobre isso e vejam os estudos. Homossexualidade é doença não só pela promiscuidade, mas por várias outras razões.

  26. Tatiana Postado em 28/Nov/2012 às 13:30

    Osvaldo, por favor, envie as pesquisas que mostram esses números e exemplifique pq homossexualidade é uma doença. Fiquei curiosa sobre o embasamento que dá para tanto preconceito. Mas não tem né? Porque preconceito não tem embasamento, não tem conhecimento, não tem nada. Preconceito é isso mesmo, um PRÉ CONCEITO. É você achar que sabe sobre alguma coisa mas nunca ter procurado ler sobre isso, é deixar a sua ignorância guiar seus pensamentos e não tentar ser um ser humano melhor. Você tem uma idéia estereotipada sobre como os homossexuais são e isso basta para você. Homossexualidade não é doença para ser curada, mas o preconceito e a ignorância são e a cura para eles é a educação, a cultura, a tolerância e o amor ao próximo. Mas como você é um homem dado às "ciências", segue http://www1.folha.uol.com.br/fsp/especial/fj2102201012.htm

  27. Roberto Ruiz Postado em 07/Feb/2013 às 13:34

    o ilustre deputado deveria fazer um projeto de lei para que os deputados e senadores que roubassem o dinheiro do povo tivessem as mãos cortadas , como é costume em alguns paises . Aí teriamos um Congresso Nacional só de manetas.

  28. ROGERIO Postado em 28/May/2013 às 21:06

    Da mesma forma que alguém por livre espontânea vontade pode procurar um medico atrás de uma cura, ou de um dentista, ou de um psicológico., o que tem demais um gay procurar ajuda para deixar de ser. E um absurdo sem tamanho, este ativistas gay a exemplo deste deputado querer impedir de todas as formas um homossexual procurar uma orientação. Intolerantes e ditadores são esses, que privam o seus próprios colegas que querem sair deste estado. Cada um decido o que quer da sua vida, poder ser gay ou deixar de ser, ninguém pode impedir. Agora quererem impedir psicólogos de reorientar uma pessoa que queira deixar de ser gay é uma tremenda imbecilidade, para ser gay pode e deixar de ser não pode. Tenha paciência, isso é uma vergonha.

  29. SUELI Postado em 29/May/2013 às 08:04

    com tanta coisa importante para se preocuparem.. como por exemplo um jovem de 15 anos que precisa trabalhar e é proibido pela lei . deixem cada qual ter seu amor da maneira que quiserem isso não é da conta de ninguém bando de hipócritas..