Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Mídia desonesta 30/Dec/2011 às 18:29
6
Comentários

Ser a 6ª economia do mundo só faria sentido num Brasil de FHC

Qualquer mérito alcançado pelo governo é no mínimo olvidado pela imprensa. Apenas porque não aceitam Dilma, como não aceitavam o governo Lula

Brasil Reino Unido

Brasil Reino Unido

Ainda nas primeiras horas de ontem, 26, soube do extraordinário fato. O meu país, cujas desigualdades sociais vêm se reduzindo “como nunca antes”, cujo crescimento se mantém a despeito das maiores crises econômicas mundiais desde 1929, que reduziu a miséria a níveis “nunca antes vistos” (e que pretende exterminá-la), que inseriu milhões de pobres na classe média, que elegeu presidente, por duas vezes, um ex-operário que não gosta de ler (mas que sabe ler a alma e as necessidades de seu povo, como poucos), e que fez uma mulher o seu sucessor (ambos maciçamente aprovados pelo eleitorado), que vem apresentando, nos últimos 09 anos, os melhores índices econômicos e sociais da nossa história, e que resgatou a auto-estima da imensa maioria do povo brasileiro havia ultrapassado o Reino Unido e se tornado a 6ª maior economia mundial.

Leia também

Mas descobri que isto pouco importava, graças ao jornal de fim de noite de maior audiência da TV brasileira, que tudo fez para desmerecer a conquista. O Brasil continuava com um PIB “per capita” muito inferior ao do Reino Unido (nossas desigualdades e mazelas são assaz superiores) e o fenômeno se deveu mais à queda daquele do que à ascensão deste, inclusive, afirmou, como assim assinalado por todos os jornais britânicos. Toda a matéria fora preparada para desconstruir o valor da conquista brasileira. Não havia do que orgulhar-se.

Nauseado, fui aos jornais britânicos. Nem precisei traduzir o que li. Aqui mesmo, a própria GAZETA DE ALAGOAS/FolhaPress de hoje, reportando-se exatamente aos jornais de lá, informava que “esta mudança de posições entre Brasil e Reino Unido faz parte de uma tendência mundial. ‘(…) estamos vendo que países que promovem commodities vitais — comida e energia, por exemplo — (…) estão gradualmente subindo na ‘tabela do campeonato econômico’”. E arrematou: “(…) o Brasil, cuja imagem está mais frequentemente associada ao ‘futebol e às favelas sujas e pobres’ está se tornando rapidamente uma das locomotivas da economia global’”. Quer dizer: sempre haverá razões que explicam conquistas. Explicam, não desmerecem. Nem os jornais britânicos desmereceram a nossa.

Leia mais

A verdade é que o jornalão esteve escancaradamente imbuído, com sua reportagem, em desconstruir o mérito do país nessa conquista. Aliás, qualquer mérito é no mínimo olvidado por ele(s). Apenas porque não apóia o governo Dilma, como não apoiava o governo Lula. Esquecido de que TV é uma concessão. E isto não é exercício de liberdade de expressão.

Texto de (*) André Falcão, colaborador de Pragmatismo Político

*André Falcão é advogado, escritor e editor do Blog do André Falcão. Escreve coluna quinzenal em Pragmatismo Político.

Recomendados para você

Comentários

  1. Fernando Postado em 02/Jan/2012 às 10:48

    Concordo que foram as duas coisas. O Brasil está crescendo, muito! E o Reino Unido decrescendo com a crise. São dois fatores, e não apenas um.

  2. João Rodrigues Postado em 02/Jan/2012 às 15:13

    Vergonha de nosso jornalismo. Folha e Veja, midias impressas façam o que quiserem. Mas com o meu dinheiro, quero um jornalismo decente assim como quero uma educação e saúde decentes de meus governantes de onde moro.

  3. Mako Postado em 02/Jan/2012 às 15:42

    Você é tão burro que parece não saber ler assim como seu ex presidente. Melhor ir ler a alma dos outros porque de texto você não entende nada.

    O jornal nada mais nada menos desmereceu sim nossa economia. Veja o trecho que você mesmo destacou: "...países que promovem commodities vitais — comida e energia, por exemplo — (...) estão gradualmente subindo..."

    Ou seja, agricultura, rebanhos, mineradoras e petrolíferas são os responsáveis pelo crescimento do Brasil. Isso é economia de país subdesenvolvido que exporta matéria prima e importa bens de alto valor agregado.

    Não sei onde você vê como isso pode ser bom. Afinal são os bilionários ficando cada vez mais bilionários. Enquanto o Brasil continua largado na mesma e com a sua renda per capita extremamente baixa sem distribuição de riquezas.

    Seja realista. Abra o seu olho.

  4. Nathalia Martins Postado em 03/Jan/2012 às 10:37

    Lindo André! Não entendo como o brasileiro não consegue enxergar os avanços do próprio País! Não precisamos de muito, basta analisar toda a história política do Brasil para ver que estamos em fase de absoluto crescimento, tanto econômico quanto político.

    Agricultura não é coisa de País subdesenvolvido. É a máquina que gira a humanidade desde que o mundo é mundo. O Brasil não só produz tecnologia com a exporta, como qualquer país que esteja dentro da locomotiva globalizada que temos hoje.

    Temos muito a crescer, afinal somos um País extremamente jovem em comparação à Europa. Porém, o governo vigente está fazendo justamento o mais necessário para o desenvolvimento interno: Distribuindo renda e como o André disse, devolvendo a auto-estima ao nosso povo.

  5. Douglas Postado em 03/Jan/2012 às 11:43

    Concordo plenamento com o Mako. Atribuir o "crescimento" do país ao ex ou autual governo é no minimo ingenuo, pra não dizer outra coisa .
    Cara o Reino Unido tem menos da metade da população q tem tem o Brasil, e só agora depois de contantes quedas ficou atrás do Brasil . Diminiu a pobreza ?? cara em mundo vc vive ? Muito pelo contrario ...
    Cara o Pt foi o principal resposavel pelo maior escandalo de corrupção da historia do nosso país, o mensalão, e o lula teve a cara de pau de dizer q não sabia. Ou é muito burro o maior metiroso ( isso vc escolhoe ) E q inclusive o crime vai prescrever no fim do ano caso não seja junlgado logo . 6° posição pffff ... Só siginifica q o governo vai ter mais desculpa
    para inserir mais juros absurdos ( sabia q em varios segmentos nós pagamos mais q no mundo todo, apesar de sermos os produtores e exportadores ?)
    Com um país tão grande, populoso e multicultural, como vastas riquezas naturais nos prosperariamos de uma forma ou de outra, ve se entende isso, a diferença é q atualmente quem realmente desfruta da prosperidade do pais são os mais ricos, isso é tão cliche, mas é mais pura e cristalina verdade .
    Ve se acorda meu querido e para de usar esse espaço para vomitar asneiras .

  6. Lima Postado em 24/Aug/2012 às 20:41

    Síndrome de vira-latas detectado!