Redação Pragmatismo
Compartilhar
Revolução cubana 19/Nov/2011 às 15:48
68
Comentários

Escritor Fernando Morais dá uma merecida surra em Leandro Narloch

Sem graça, Narloch foi fisgado pela própria inconsistência e por uma necessidade fantasiosa de acreditar no que quer, como quando diz que o ‘capitalismo é o que de melhor já aconteceu na história da humanidade’. (Vídeo abaixo)

Narloch Fernando Morais Cuba Fliporto

Nem as batatas cubanas ficaram de fora da mais animada e polêmica entre as mesas da 7ª Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), que reuniu, em Olinda, os jornalistas Fernando Morais, Leandro Narloch e Samarone Lima. O tema proposto era América Latina para o bem e para o mal e Cuba dominou boa parte da conversa. A segunda parte do debate ficou concentrada nos dois livros de Narloch, o Guia Politicamente Incorreto do Brasil (hoje, o quinto mais vendido no Brasil) e o Guia Politicamente Incorreto da América Latina (Leya).

Quem deu a largada foi o moderador Vandek Santiago. Ele questionou o jornalista sobre as fontes usadas na produção do livro, entre as quais estavam “as más línguas” em capítulo sobre o relacionamento de Perón, na Argentina, com jovens meninas.

Leia mais

Morais se juntou ao debate quando Narloch disse que “vários” cubanos desertaram durante os Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007. “Foram dois”, respondeu. Em outro momento, Narloch afirmou que as conquistas nas áreas econômica e de saúde não valeram a pena para Cuba, o que mereceu o deboche de Morais. “Essa fala me lembrou Nelson Rodrigues, que era um grande dramaturgo e um péssimo político, e que disse que preferia a liberdade ao pão. Pergunte a uma mãe que está enterrando o filho de cinco anos por desnutrição o que ela pensa disso“, disse Morais, que tinha acabado de citar dados da Unesco que mostram que Cuba tem o menor índice de mortalidade infantil entre os países concentrados do sul dos Estados Unidos à Patagônia.

Mais um pouco de conversa sobre liberdade e Cuba e a atenção voltou para Narloch. Fernando Morais, que não leu o livro mas acompanhou algumas entrevistas do autor, mencionou o caráter marqueteiro das obras. O autor chegou a comentar em uma dessas entrevistas que tinha começado a coleção, que terá um novo volume sobre a história do mundo, para ganhar algum dinheiro. “Estou em pânico. Passei a faculdade lendo Fernando Morais e agora estamos quebrando o pau”.

“Leandro Narloch se reconhece como uma pessoa de direita. Em um país onde Paulo Maluf se diz de centro-esquerda, alguém de 30 e poucos anos se assumir de direita é de uma honestidade política”, comentou. “Mas seus livros deveriam ter uma errata dizendo que eles se chamam Guias Politicamente Corretos porque estão remando a favor da maré e absolutamente a favor do vento que sopra na imprensa, especialmente na Revista Veja”, completou.

Samarone Lima, que trazia um dos exemplares cheios “post-it”, disse que encontrou uma série de problemas no livro, mas que o principal dizia respeito ao capítulo dedicado ao general Augusto Pinochet. “É de uma inconsistência dolorosa. Nós, jornalistas, trabalhamos com fontes. Você não pode escrever sobre Pinochet usando como fonte um livro lançado pelo governo golpista”, disse Lima, que encontrou 12 referências ao tal livro oficial no capítulo.

Enquanto Lima procurava outra passagem, Narloch, já sem graça com a repercussão que seu trabalho tinha ganhado naquele painel, brincou: “Acabou, não dá mais tempo.” Mas deu. Ainda desconfortável, perdeu o fio da meada e foi vaiado quando, mais calmo, também citou Nelson Rodrigues: “Quem não é socialista com 20 anos não tem coração. Quem é com 40 não tem cérebro.”

Foi então a vez dele contestar uma informação publicada por Morais sobre o episódio das larvas jogadas pela governo americano nas plantações de batatas em Cuba. “Use um pouco do dinheiro que você ganha com direitos autorais e vá até os Estados Unidos checar isso. Nós não vamos ficar aqui brigando pelas batatas cubanas”, finalizou Morais.

Abaixo, confira o vídeo com trechos do debate:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcel Angelo (Geleiras) Postado em 20/Nov/2011 às 13:20

    Parabens

  2. Ricardo Froes Postado em 22/Nov/2011 às 10:56

    Desde quando falar mentiras sobre Cuba debaixo de um boné do MST é dar surra? No máximo é fazer papel de palhaço.

    • RATM Postado em 09/Dec/2013 às 23:37

      Mentiras publicadas pela própria OMS? Ta sabendo legal...

      • Arprin Postado em 19/Dec/2015 às 11:29

        Mentiras fornecidas à ONU por Cuba, para serem publicadas. Não bastasse serem informações produzidas por uma ditadura - o que causa espécie - elas são profundamente distorcidas, pois em Cuba os abortos são, não apenas permitidos, mas estimulados, e não se contam como mortalidade infantil. Além disso, segundo a própria ONU , em 1958 a Cuba pré-Fidel ocupava a 13ª posição no mundo, em mortalidade infantil. Portanto, o feito de Fidel ao levá-la para a 44ª posição foi uma grande obra de retrocesso! Aliás, é curioso que a taxa de mortalidade materna em Cuba seja quase 4 vezes maior do que nos EUA. Não é o mundo capitalista que mata criancinhas, mas as mães sem pão e liberdade de Cuba não enterram seus "filhinhos de cinco anos", pelo visto, porque já estarem mortas.

    • Gilberto Oliveira Postado em 19/Sep/2014 às 01:15

      A ONU é claro que é comunista. Os dados estão na ONU querido.

    • Kleiton Postado em 05/Jun/2015 às 16:12

      Ele gosta tanto de Cuba que mora em Paris. Mas embolsa da família Castro para falar bem da Ilha há décadas.

  3. Luis Soares Postado em 22/Nov/2011 às 14:53

    Tomando como parâmetro a estranha lógica de Narloch e congêneres, você tem razão. Mas só assim.

  4. Matheus Boni Bittencourt Postado em 23/Nov/2011 às 13:49

    Esse NarlOUCO é um pilantra da pior espécie, que pariu mais uma dessas peças de propaganda cheia de mentiras, difamações, elogios de tiranos direitistas e factóides sem comprovação alguma, ao estilo do "Livro negro do comunismo", "Protocolo dos sábios de Sião", blog do Retardado Azevedo e do Onagro de Carvalho. Vermes que escrevem por dinheiro para propagandear uma ideologia anticomunista perversa, justificadora das piores atrocidades da história humana, entre elas, o nazifascismo e o imperialismo anglo-americano.

    • Fernando Soares Postado em 25/Dec/2013 às 21:50

      Tenho pena de seus pais, obviamente eles não queriam criar um filho como você. Pense melhor, ainda há tempo de fazer algo realmente útil, óbvio, que não obsta em ser esquerdista.

  5. Henrin Bueno Postado em 28/Nov/2011 às 17:54

    Cuba tira direitos políticos, liberdade, reprime todo mundo que pensa diferente, transforma líder do Governo em faraó, mas pq distribui uma ração para todos, como se fossem gados, vira a "terra prometida" dos socialistas que amam dinheiro, como este Fernando Morais.

    • Claudia L. Postado em 11/Jan/2014 às 18:53

      Perfeito.

    • Marcus Vinícius Postado em 14/Feb/2014 às 21:40

      E Cuba é tão bom que a esquerda caviar do Brasil vai pra Miami nas férias, e não para a "ilha da fantasia" de Fidel.

  6. Rafael Kafka Postado em 30/Nov/2011 às 19:31

    Acreditar em estatísticas de uma ditadura é tão ingênuo quanto esperar por papai noel no natal!

    • Dida Dias Postado em 11/Oct/2013 às 20:26

      As estatísticas são feitas por organizações internacionais, não pelos cubanos.

    • Lucas A Postado em 23/Nov/2013 às 11:51

      Acontece que as estatísticas não são fornecidas pelo governo. Assista o vídeo, garotão.

      • Normo Postado em 24/Jul/2014 às 10:27

        Burrice acreditar nisso. Quando o aborto e permitido por varias razoes, fica facil diminuir a mortalidade. Bando de imbecis.

  7. Luis Soares Postado em 30/Nov/2011 às 19:43

    Rafael, a sua observação só faria sentido se as estatísticas fossem do governo cubano.

    • Rodrigo Postado em 16/Nov/2013 às 17:56

      Luis sensacional e sensata sua observação, mas vai que a Unesco e Onu sejam comunistas né?

    • zuka Postado em 10/Dec/2013 às 13:16

      se ele fala em ditadura, a fala dele está correta.

      • Amanda Postado em 07/Feb/2014 às 12:45

        Ele disse que as estatísticas que ele aponta são de órgãos internacionais.

  8. Felipe Amorim Postado em 27/Dec/2011 às 22:20

    Os dois estão errados. Narloch é um embusteiro e nanico intelectual, cujas obras são uma coleção de factoides, meias-verdades e invenções puras e simples. Fernando Morais é excelente jornalista e escritor, mas é cegado pelo seu viés ideológico e insiste na falácia de que desnutrição infantil e autoritarismo tem alguma relação... Não tem. É possível ter liberdade e crianças alimentadas no mesmo país. Não são princípios auto-excludentes. Nem em Cuba.

    • fabio Postado em 07/Jan/2014 às 00:14

      Mas em que momento ele diz que é impossivel ter as duas coisas? O que ele fez foi dizer que em caso de só haver essas duas opçoes o menos pior é o pão

  9. Tiago Tobias Postado em 28/Dec/2011 às 14:32

    Cuba não é o paraíso, meu caros. Mas, pra quem não sabe, toda a população tem armas em casa, como meio de defender incursões contra-revolucionárias. Já que toda a população tem armas, pq diabos ela não derruba esse governo "perverso" do Fidel? Cuba tem quantas bases militares espalhadas pelo mundo? Quantos países Cuba invadiu? Eu nunca vi na imprensa uma repressão do governo cubano ao seu povo, como as que ocorrem aqui no Brasil. Nunca vi repressão pra cima de professores, de estudantes, com cães, balas de borracha, bombas de gás. Ah, Cuba é horrível, lá o cidadão não pode trocar seu carro...oh, é um atentado contra a liberdade humana. Prefiro não ter carro do que passar a vida inteira ignorantão, assistindo TV e sambando, como em nosso país, exemplo de democracia e felicidade, rsrs. Deve ser muito mais gostoso viver num país onde a educação se iguala a educação européia, a saúde é exemplo e modelo para o mundo e ser tido como um dos povos mais cultos do continente. Mas cada um tem suas prioridades, não? Então, vá jogar seu futebolzinho e engolir seu Sarneyzinho...

    • Lùcio Sátiro Postado em 08/Nov/2013 às 00:05

      "Eu nunca vi na imprensa uma repressão do governo cubano ao seu povo, como as que ocorrem aqui no Brasil. Nunca vi repressão pra cima de professores, de estudantes, com cães, balas de borracha, bombas de gás" ...cara, que merda de argumentos fajutos são esses ? Já morou em Cuba ? Já viu a miséria que aquela merda é ? Já viu as mulheres se prostituindo por uma carteira de cigarros ? É fácil você viver num país livre e usar essa liberdade que não tem em Cuba pra vir aui falar merda, não é ? Só em você coadunar com regime ditatorial, já não merece respeito de ninguém aqui, seu moleque.Aliás, por que não está morando no seu paraíso ainda ? o que será que te prende a aqui ? Seriam as facilidades que a Democracia e a economia de mercado te proporcionam ? Por exemplo, usar da internet, que foi criada nos anos 80 pelo país que invade as terras alheias ? Ah vai te catar, rapaz, não sabe nem o que é capitalismo e fica falando merda.

    • Lucio Sátiro Postado em 08/Nov/2013 às 00:22

      Eu sei que todo comunista/socialista morre de medo da verdade, é por isso que a primeira coisa que fazem quando estão no poder é perseguir e calar ou intimidar a Imprensa. Eles não suportam enfrentar pessoas inteligentes mas mesmo assim, vou deixar esse presente aqui para os imbecis: O Livro Negro do Comunismo, o livro que a Esquerda odeia. Nele, se verá todo o horror e todos os crimes hediondos contra a humanidade que a Esquerda perpetrou cruelmente no mundo. http://www.pampalivre.info/livro_negro_comunismo.htm Outubro de 1917: o golpe de estado bolchevique significou bem mais do que a queda do czarismo e a subida ao poder de um grupo de políticos idealistas. A revolução liderada por Lenin tornou-se o ícone que representaria o começo de uma nova era para a humanidade, anunciando uma sociedade mais justa e um homem mais consciente de sua relação com seu semelhante. Novembro de 1989: a queda do Muro de Berlim e a conseqüente abertura dos arquivos dos países comunistas apareceram para o mundo como a derrocada final do sonho comunista. O LIVRO NEGRO DO COMUNISMO traz a público o saldo estarrecedor de mais de sete décadas de história de regimes comunistas: massacres em larga escala, deportações de populações inteiras para regiões sem a mínima condição de sobrevivência, expurgos assassinos liquidando o menor esboço de oposição, fome e miséria provocadas que dizimaram indistintamente milhões de pessoas, enfim, a aniquilação de homens, mulheres, crianças, soldados, camponeses, religiosos, presos políticos e todos aqueles que, pelas mais diversas razões, se encontraram no caminho de implantação do que, paradoxalmente, nascera como promessa de redenção e esperança. Os autores, historiadores que permanecem ou estiveram ligados à esquerda, não hesitam em usar a palavra genocídio, pois foram cerca de 100 milhões de mortos! Esse número assustador ultrapassa amplamente, por exemplo, o número de vítimas do nazismo e até mesmo o das duas guerras mundiais somadas. Genocídio, holocausto, portanto, confirmado pelos vários relatos de sobreviventes e, principalmente, pelas revelações dos arquivos hoje acessíveis. O terror ? o Terror Vermelho ? foi o principal instrumento utilizado por comunistas tanto para a tomada do poder quanto para a sua manutenção, e também por grupos de oposição que jamais chegaram ao governo. Os fatos demonstram: o terrorismo de oposição e o terrorismo de Estado, com freqüência praticados contra o seu próprio povo, são as grandes características do comunismo no século XX.

    • felipe Postado em 27/Dec/2013 às 08:28

      Simples, peça pra trocar de lugar com algum cidadão cubano e se mude para lá, garanto que vai ter voluntários de sobra...kkkkk, e é lógico que depois dos números abaixo nem precisa reprimir mais nada, eu mesmo não seria maluco de me rebelar e esperar o fuzilamento... Fuzilados: 5.621. Assassinados extrajudicialmente: 1.163. Presos políticos mortos no cárcere por maus tratos, falta de assistência médica ou causas naturais: 1.081. Guerrilheiros anticastristas mortos em combate: 1.258. Soldados cubanos mortos em missões no exterior: 14.160. Mortos ou desaparecidos em tentativas de fuga do país: 77.824. Civis mortos em ataques químicos em Mavinga, Angola: 5.000. Guerrilheiros da Unita mortos em combate contra tropas cubanas: 9.380. Total: 115.127 (não inclui mortes causadas por atividades subversivas no exterior).

    • Denis Silva Postado em 06/Mar/2014 às 09:39

      Então, meu caro Tobias, se és Cubano, fique em Cuba; senão, vá pra lá.

    • Márcio Postado em 02/May/2014 às 15:15

      Esse é o grande problema... as pessoas preferem tudo pela metade, ou trocam direitos importantes por comida. É a "lei do chicote"... E se fosse boa, não precisaria matar, proibir, censurar, etc, etc, etc...

  10. Marco Felipe Castello Postado em 29/Dec/2011 às 13:20

    Cada família (ou seja, crupo de pessoas) pode comprar um litro de leite a cada quinze dias em Cuba. Carros de 1980 custam mais de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). O salário mínimo é de R$ 17,00 (dezessete reais) por mês, quase na linha da miséria. Parafraseando um leitor que escreveu abaixo: "Acreditar em estatísticas de uma ditadura é esperar por papai noel no natal". Há sites em Cuba que driblam a blindagem do governo à informação utilizados para que os parentes dos cubanos que moram em outros países mandem dinheiro para que possam SOBREVIVER em Cuba. É isso

    • dino Postado em 11/Dec/2013 às 14:30

      prove!

  11. Luis Soares Postado em 29/Dec/2011 às 13:56

    Marco Felipe parece ter assistido atentamente ao Jornal Nacional especial de fim de ano em homenagem à Cuba, e levou a cabo tudo o que foi colocado, como faz a maioria da população brasileira, sem preocupar-se em confrontar nenhuma informação ou estatística. Esqueceu de atentar, no entanto, que as informações anteriormente mencionadas no conteúdo dessa postagem não são originárias do governo cubano. Mas de organizações internacionais, como a ONU (tão louvada pela Rede Globo e pelos EUA).

    Mesmo que assim não fosse, nada me faz pensar haver menos credibilidade em informações lançadas por Cuba do que informações colocadas no hiper isento Jornal Nacional.

  12. viniciencia Postado em 29/Dec/2011 às 17:07

    Estudei com Leandro e era um cara legal. Inclusive ficou do meu lado qdo briguei com um idiota na sala de aula que dizia que os mendigos deveriam prestar serviços obrigatórios à sociedade pra compensar os custos de estarem nas ruas(!). Jornalista de ciência, premiado pelo IAS, Leandro mudou. Ou simplesmente decidiu assumir seu lado mais polêmico. Mas, pelo que me lembro, o que ele quer mesmo é ser um Diogo Mainardi, com um projeto de irritar as pessoas inteligentes e ganhar dinheiro com isso. E ele está conseguindo, pq realmente rema a favor da maré, sobretudo depois de ter trabalhado na Veja. Triste é ver tanta gente comprando seus livros e o levando a sério. Leandro, meu caro, vc deveria simplesmente voltar ao projeto de ter uma bela loja de vinhos. Lembra disso?

  13. Emerson Palmieri Postado em 29/Dec/2011 às 23:13

    Marco Felipe, os preços cubanos são bem diferentes daqui. Um salário de R$ 17,00 lá da para sustentar uma família.

    • Marcus Vinícius Postado em 14/Feb/2014 às 21:43

      Dá, por isso os médicos vão dirigir táxis para conseguir dinheiro com turistas para comprar comida, já que lá tem duas moedas, uma para o povo e outra para os turistas.

  14. Tarciso Junior Postado em 06/Jan/2012 às 11:47

    Como qu equeria ver esses adoradores de Cuba se mudando pra viver lá... .ah como eu queria...

  15. Leo Postado em 23/Jan/2012 às 23:55

    É engraçado, todos os pseudo-intelectuais que defendem Cuba como o paraíso moral da humanidade não moram lá, e sim em coberturas no Leblon e afins...aquilo é depressivo, olha quanta gente vive querendo vazar de lá...hipócritas.

  16. Gregory Garuzzi Postado em 27/Jan/2012 às 15:17

    É uma questão complicada já que 70% da população apoia o governo de Fidel...Se as pessoas estivesem insatisfeitas, já teria ocorrido uma guerra civil. Será que 70% do Brasil apoia o atual governo? A sorte de Cuba é que lá não tem petróleo ou jazidas de diamantes, se não ela já teria recebido uma "ajuda humanitária" dos EUA, Inglaterra e França.

    • felipe Postado em 27/Dec/2013 às 08:30

      Com esses números eu também acharia uma situação complicada "não apoiar" o governo de Fidel... Fuzilados: 5.621. Assassinados extrajudicialmente: 1.163. Presos políticos mortos no cárcere por maus tratos, falta de assistência médica ou causas naturais: 1.081. Guerrilheiros anticastristas mortos em combate: 1.258. Soldados cubanos mortos em missões no exterior: 14.160. Mortos ou desaparecidos em tentativas de fuga do país: 77.824. Civis mortos em ataques químicos em Mavinga, Angola: 5.000. Guerrilheiros da Unita mortos em combate contra tropas cubanas: 9.380. Total: 115.127 (não inclui mortes causadas por atividades subversivas no exterior).

      • Alexandre Postado em 20/Jun/2014 às 10:19

        70% de apoio???? Isso se chama MEDO. As mortes e os encarceramentos são comuns para aqueles que são contra o governo. Quando me mostrarem um... apenas um indivíduo fugindo a nado da Flórida para Cuba, enfrentando tubarões, fadiga, tempestades repentinas e outros riscos mortais, então passarei a dar alguma atenção a essa ditadura.

    • André Postado em 11/May/2014 às 11:06

      " É uma questão complicada já que 70% da população apoia o governo de Fidel " Assim como Sadam Hussein tinha cem porcento dos votos em "eleições livres" no Iraque. Pesquisa de opinião vindo de uma Ditadura,seja ela de Direita,Esquerda,Teocrática não vale.

  17. rafael Postado em 08/Mar/2012 às 01:25

    o TIAGO TOBIAS acima disse tudo.

  18. Renato Postado em 03/Apr/2012 às 15:42

    CORRIGINDO: Sou professor de História e não entendo como ainda hoje se discute uma forma de governo única em detrimento de outra. Cuba não é um paraíso e o Brasil ou os EUA menos ainda mas ambos os locais possuem vantagens e desvantagens. Acreditar numa verdade absoluta, seja de valorização ou não de determinado govErno é mais atrasado do que posar de crítico sendo de direita e usar boné do mst em mesa redonda de evento literário às 14h da tarde.Contradição (e não absoluto) é uma das boas definições do ser e da História.

  19. Nayara Postado em 09/Apr/2012 às 19:54

    Narloch só acredita no que quer, vê nas evidências só o que lhe interessa e interpreta os fatos sem nenhum método consistente. Só fala bobagem.

  20. Capitalista com orgulho Postado em 14/Jun/2012 às 03:01

    Fernando Morais é só mais um esquerdista que não merece ser levado a sério. Fala tanto em liberdade, mas defende uma ditadura.Usa dados não confiáveis para falar que Cuba "acabou" com a desnutrição, mas omite o fato de que lá a comida é racionada, a agricultura é improdutiva (graças as expropriações feitas por Fidel) e o país tem de importar a maior parte do que consome (o que derruba a falácia de que o que faz mal à Cuba é o embargo americano). Fora outro fato que a esquerda omite.Os tais "avanços" que Fidel "conseguiu" já existiam na época do Fulgencio. A esquerda também adora falar que Cuba consegue "resistir" ao império, mas a verdade é que Cuba é um país que fora sustentado por décadas pela antiga URSS (vendendo açúcar com preços maiores dos que os de mercado) e hoje é sustentado pelo petróleo venezuelano e impostos brasileiros. Outra mentira (que eu citei uma parte) é sobre o embargo econômico americano.Os defensores da ditadura (entre eles o próprio fm) gostam de dizer que só há problemas em Cuba por causa do embargo econômico dos EUA. Na realidade o tal embargo só proíbe que empresas americanas façam comércio com Cuba (mesmo as empresas americanas sediadas em outros países).Logo, qualquer empresa (ou país) do resto do mundo pode investir no "paraíso" socialista (como fez o governo do Canadá -país capitalista- com o aeroporto de Cuba e como está fazendo o Brasil -capitalista também- com o Porto de Mariel). Chega a ser estranho.Comunas como Morais e Fidel adoram criticar o capitalismo e o mercado, mas vivem dependendo de ambos.Onde é que foi para a frase de efeito “de cada um segundo suas capacidades, a cada um segundo suas necessidades”? O que o sr. Morais não diz é que o "terrível" império americano é o MAIOR FORNECEDOR DE ALIMENTOS PARA CUBA.Só para a esquerda não dizer que eu vi isso baseado no JN (como se isso fosse algum demérito -seria se eu usasse uma Carta capital da vida-) vou mostrar de onde eu tirei a informação: "Isso significa que os Estados Unidos, a despeito do enfrentamento que mantém com Cuba, é um dos principais fornecedores de alimentos para a ilha. " Eles colocam como um "dos principais", mas na verdade é o principal. Fora o fato de muitas famílias cubanas terem auxílio financeiro de parentes cubanos que imigraram para os EUA (eu já vi muitos cubanos irem de balseros para os EUA, mas nunca um americano -ou qualquer outro- ir à Cuba usando isso).

  21. Fabio Tavares Postado em 20/Jun/2012 às 22:07

    Esse Narloch é um verdadeiro imbecil. O "politicamente incorreto" virou um escudo "cool descolado" pra qualquer cretino sair vomitando apoio ao status quo, racismo e boçalidade

  22. Carlos Postado em 17/Aug/2012 às 07:33

    @Capitalista com orgulho A moda dos anticomunistas agora é dizer que "Cuba já ia bem antes de Fidel", engraçado que jamais citaram qualquer estatística da ONU para confirmar esse seu conto de fadas. Ia tão bem que somente cerca de 30% de sua população sabia ler! Ninguém aqui fala do governo de Fidel inventando dados, os dados sobre seu governo são das Nações Unidas, até mesmo o CIA World Factbook pode confirmar informações positivas. A CIA agora também é comunista? Não sabia!

  23. Capitalista com orgulho Postado em 10/Sep/2012 às 01:59

    @Carlos Carlos, os prórprios dados da ONU mostram que na época do Fulgêncio já existia uma educação de qualidade.Procure como era. A ONU mostra também como era e como ficou o PIB per Capita cubano. Vale lembrar que Cuba NUNCA participou de um exame do PISA (que verifica a educação mais profundamente). Procure por "Falácias acadêmicas, 6: o mito da Revolução Cubana" do doutor Paulo Roberto de Almeida que você verá como ele desmonta mentira por mentira que Cuba (e seus idólatras) inventaram para justificar uma ditadura improdutiva.

  24. Antonio Couto Postado em 18/Sep/2012 às 17:56

    Capitalista, Cuba não participou do PISA mas participou do Segundo Estudo Comparativo onde foram ministradas provas de leitura, matemática e ciências a uns 3000 alunos da cada país da América Latina e do Caribe. Nesse estudo os alunos cubanos ficaram beeeem na frente dos demais. Numa nota máxima de 400 os cubanos ficaram mais ou menos com médias de 350, enquanto que o segundo grupo, formado por Brasil, Argentina e Chile, ficou com médias de aproximadamente 270, 290. Será que Fidel mandou anões fazerem as provas no lugar das crianças? Tanto que o Dr Martin Carnoy, professor da Universidade de Stanford, escreveu o livro "A vantagem acadêmica de Cuba - Por que seus alunos vão melhor na escola". Para isso ele FOI A CUBA, ao Chile e ao Brasil, filmou aulas nesses três países, e analisou os dados do estudo que citei anteriormente. Vejamos alguns trechos do liro: "[...] estamos convencidos de que as crianças cubanas, na média, estão expostas a um ensino melhor e a maiores expectativas de quanta matemática podem aprender do que as crianças brasileiras e chilenas. Parte dessa diferença é, sem dúvida, resultado da melhor saúde e alimentação do aluno médio cubano da terceira série." "Na essência, a educação cubana oferece à maioria dos alunos uma educação básica que somente crianças da classe média alta recebem em outros países da América Latina" "Cuba é um país de renda baixa a édia, quando se mede o consumo de bens materiais pelas famílias cubanas. Nesses termos o chileno médio e o brasileiro médio do sul do país saem-se melhor do que o cubano médio. No entanto os cubanos consomem mais saúde pública e educação pública do que os grupos de renda mais alta do Brasil e do Chile. A pobreza existe em Cuba, mas mesmo os muito pobres têm acesso a comida, moradia, saúde pública e educação." Recentemente a UNESCO reconheceu cuba como sendo o ÚNICO país da AL livre da desnutrição infantil severa. Cuba erradicou o analfabetismo há mais de 50 anos. Em toda a América somente o Canadá tem uma mortalidade infantil semelhante a Cuba. (6 para cada 1000 nascidos vivos) Cuba tem, mesmo gastando bem menos recursos, indicadores de saúde semelhantes aos de países desenvolvidos. Pegue o conceito de eficiência e veja o que esse fato representa. Agora só resta você conseguir mostrar que tem mais meios de verificar a verdade do que todos os órgão como ONU, UNICEF, UNESCO, Banco Mundial, OMS, etc. Todos esses órgãos vêm há décadas colocando dados nos seus relatórios que são totalmente contrários ao que você e os reacionários de plantão apregoam. Será que eles não têm acesso à sua fonte de informação tão confiável? Acho isso bem pouco provável.

  25. Hubert Dandie Marshalleck Postado em 29/Oct/2012 às 17:25

    Eu sou cubano moro e trabalho emcuba, agora to no brasil por racoes de trabalho. Em umos de meus viagem viu em o aeroporto de POA os livros de Narloch, fique sorprendido de tanta bobagem,como poden usar papel para isso, senti pena e vergonha de quienes le isso e acreditam. Es uam forma de ganhar dinheiro como os escritores cubanos que fazen novelas sobre sexo, droga, asesinatos en havana e ganhan permiso en Italia, espanha, rsrsrsrsrs. Peero bem elespreisan dinheiro e falar coisas que aunque som certas estan presente se qualquier pais. Deverian escrivir sobre homes e mulheres qeu fazen crecer um pais a troco só de 17 reales mensuales o menos. Sobre homes qeu como humanso cometen errores pero fizeron uma obra gigantesca. Por que sim estam fragil noso sisteam odiado por todos se mantene. Meu pae e mae viveron a epoca de Batista que educacao havia em cuba, quien fala isso por deus, capaz!!!!!! Hai muito sblogeros lamendo botas por dolares, o euros sirven porqu escriven falacias que ninguem acredita. Otros moran fora de cuba porque nao temcoraje de vivr la e queren a sua patria tanto que scan fora sus olhos, que hipocritas. Ei nao tenho carro, nemcasa, nem dinheiro pero quero a meu pasi e defendo ele, porque es o meu. Ninguem maltrata minha patria, Jose marti escrivio:: " el amor madre a la patria no es el amor ridiculo a la tierra ni a la hierba que pisdan nuestras plantas, es el odioinvencible a quien la ataca, es el rencor eterno a quien la oprime" VIVA CUBA

  26. Maria Rita Postado em 08/Jan/2013 às 00:41

    De fato, os cubanos tornaram-se Humanos de outra qualidade... Acima as palavras com muito "sotaque" do Hubert que está de PARABÉNS, demonstram claramente isso. Por isso, pela doutrina, pela ideologia que não favorece o capitalismo, Cuba é tão perseguida. E não fosse o boicote, quanto Cuba não estaria materialmente melhor! E sorte dos cubanos que as "ações humanitárias" da ONU só ocorram onde há petróleo...ou no caminho para lá.

  27. Guilherme Ayres Postado em 30/May/2013 às 20:55

    O socialismo é uma doença incurável, para esses doentes," contra fatos há argumentos sim" ,todas as histórias com H de falencias sistemáticas de nações que se iludiram com essa falácia de fazer caridade com dinheiro alheio, de tirar de quem trabalha para dar para quem não trabalha, de querer igualar os seres humanos como se fossem animais da mesma espécie... Os livros de Leandro Narlock, em especial da América Latina é uma verdadeira e providencial VACINA, tome-a antes que adoeça. O comunismo acabou no mundo, mas os comunistas/socialistas não.

  28. André Postado em 02/Jul/2013 às 08:37

    Os dados divulgados pelos "órgãos internacionais" sobre Cuba, são todos eles originados do próprio governo cubano, pois o governo de lá não permite que institutos internacionais entrem em território cubano para colher dados e entrevistar a população. Isso é fato. Não dá para confiar em informações que vem de ditaduras.

  29. Rodrigo Postado em 08/Jul/2013 às 13:51

    Um cara que veste o boné do MST, não tem moral para discutir com ninguém. Porque ele não doa seu apartamento latifundiário para o MST e vai morar em um kitnet ?

  30. Andrea Drea Postado em 29/Jul/2013 às 09:18

    Fernando Morais deu uma surra sim, neste demente, que escreveu um livreco mentiroso. Fernando Morais fez muito bem em usar um boné com o simbolo do MST , e a direita se morde . Este Narlock não tem vergonha de se assumir como de direita arg!! Ele com 30 e poucos anos ( com cara de mais de 40) dizer que é direita significa que não tem dicernimento.

  31. Jorge Postado em 02/Aug/2013 às 20:44

    Fernando Morais falou BOBAGEM sobre Nelson Rodrigues, que soube muito o bem o que é passar fome em sua vida, como relata Ruy Castro muito bem no seu "Anjo Pornográfico".

  32. Fernando Olazabal Postado em 10/Aug/2013 às 01:31

    sr. Narloch le recomiendo que antes de escribir sobre el tema MALVINAS se informe de manera responsable de este asunto del que aparentente desconoce .Sino de forma alguna hubira comparado MALVINAS con CUBA . A no ser claro que su intension sea desinformar al lector o hacer lobby para la posicion britanica. Las islas malvinas son territorio argentino usurpado ya que en 1833 era ocupado y administrado por argentinos hasta la invsion sakona Despues fue recuperado por los argentinos duramte 72 dias en 1982 Hoy son nuevamente ocupadas por una fuerza militar britanica.Pero no hay duda que el territorio es argentino .Ademas de cometer uma gran injusticia en sus escritos sobre este tema y otros con respecto a la ARGENTINA .Da para ver el profundo desprecio que usted siente por mi pais y por nuestra historia .Para decirle finalmente ARGENTINA no dejo de ser un gran pais a pesar de las dificultades y defectos que tenemos siempre lo sera como ve siguen naciendo argentinos y argentinas que son influyentes en la historia de la humanidad es solo el senhor se informar. sin mas lo saludo atentamente.

  33. Fernando Olazabal Postado em 10/Aug/2013 às 01:45

    sr. Narloch le sugiero se informe sobre el tema malvinas del cual peca de un total desconcimiento tambien sus escritos sobre Argentina en general son de un profundo resemtimiento .Argentina es atacada por grandes intereses transnacionales lo que no permite su total despegue . Mas sigue siendo una gran nacion y siempre lo sera .Antes de hablar de Argentina conozca su historia .

  34. Heraldo Fernandes Postado em 23/Aug/2013 às 23:20

    A liberdade no Brasil é financeira. Se tem, você é livre, você vai, você faz. Se não tem, você está preso, você não vai, você não faz. Isto vale para tudo, comprar uma casa, carro, estudar, viajar, passear, ir a um restaurante, frequentar um clube, fazer um lazer, etc.

  35. Jéssica Postado em 09/Sep/2013 às 23:02

    É simples, quem preferir pão à liberdade, que vá para Cuba. Ninguem obriga a ficar aqui. Pede pra sair! ... E sai.

  36. Rodrigo Postado em 20/Sep/2013 às 13:05

    E não desiste: há hoje mais uma bobagem sem nenhum fundamento publicada na FSP, que, aliás, concede um espaço absurdo para que canalhas direitistas desfilem suas diatribes. Não li mais do que uma página do primeiro livro, é muito mal feito, sem pesquisa alguma, como o artigo de hoje, completamente absurdo de qualquer ponto de vista que se analise. Surra bem dada, mas ainda insuficiente.

  37. Felipe Valadares Postado em 26/Sep/2013 às 22:35

    Só do cara usar um boné do MST(movimento dos vagabundos) ele já perde toda a credibilidade!!

  38. Eduardo Ayala Postado em 02/Feb/2014 às 10:43

    Amigo Narloch, tive o prazer de ler todos os seus livros, eles são magníficos e educam bastante, abrem a mente e desmistificam as baboseiras da esquerda bolorenta. continue nessa empreitada para higienizar a prática política em nosso país e, assim, liquidar de vez com mensaleiros e invejosos como Morais que defende a ditadura mais safada que já vi de perto em varias ocasiões.

  39. Marcus Postado em 08/Apr/2014 às 11:16

    Vamos parar com essa discussão idiota! proponho o seguinte: vamos todos morar em Cuba! Depois de algum tempo, voltemos a discutir sobre isso. Quem concorda?

  40. Djijo Postado em 07/May/2014 às 16:20

    Não sei se adianta comentar tão longe da edição da matéria, mas eu li até o final o livro dele sobre o Guia do Politicamente Incorreto e só no final percebi o viés do escritor para a banda podre, da direita. No livro internacionalmente conhecido, com título no Brasil "quem pagou a conta", escritores e jornalistas recebem para escrever de acordo com os desejos do Tio Sam/CIA, sendo que até a filósofa Hannah Arendt estava ou está na conta da agência. Mas para não dizer que tudo foi um desperdício de tempo, pelo menos a leitura, até Jango, me fez pensar sobre o que nos conta da história. Tudo é manipulável. Depois ficou mais nas opiniões do escritor mostrando o viés ideológico ao invés de deixar os fatos narrados contar a história por si mesmos, e deixar a nós a interpretação.

  41. Roberto Caldeira Soares Postado em 06/Jun/2014 às 09:26

    Narloch deveria ser lido em todas as escolas de ensino médio e até mesmo em qualquer curso de Humanas já que, assim como Olavo de Carvalho, desmascara toda a falsidade, hipocrisia e perversidade dos esquerdistas-comunistas-marxistas. Fernando Morais é só mais da Esquerda Caviar, da Esquerda Daslu, que passa a vida inteira execrando o capitalismo sem deixar, um só dia de suas vidas, de aproveitarem todas as benesses, vantagens e conforto material que o capitalismo oferece. Tire de sua casa tudo que os EUA e outros grandes países europeus inventaram: luz elétrica, aparelhos de som, telefone, geladeira, carro popular, este computador em que você está lendo...sua casa vira uma choupana do início do século 19...E os países comunistas, qual o bem que eles trouxeram ao mundo a não ser as mais sanguinárias e desumanas ditaduras do século 20 e 21 ? A maior invenção dos comunistas é o Arquipélago Gulag, presente não só na Rússia bolchevique e atual, mas também na China, Coreia do Norte, Vietnam, China e, é claro, Cuba. Só pra terminar, se o paraíso cubano é tão bom assim, por que os médicos cubanos estão proibidos de dar entrevistas? Lula, Dillma, o PT e seus milhares de Fernandos Morais espalhados pela imprensa estão conseguindo, pouco a pouco, instalar o Arquipélago Gulag aqui no Brasil.

  42. CARLOS Postado em 13/Jun/2014 às 02:41

    Roberto Caldeira Soares, lava tua BOCA PODRE antes de FALAR MAL dos COMUNISTAS , FASCISTA sem NOÇÃO!!

  43. Dinha Postado em 31/Oct/2014 às 23:45

    É por isso que historiador tem problemas com livros de história feito por jornalistas.

  44. Nicolau Postado em 22/Apr/2015 às 17:41

    Comunista rico com boné comunista dos vagabundos do MST, puxando o saco do decrepito ditador Fidel Castro! E mandar esse burguês socialista pra Cuba!