Redação Pragmatismo
Compartilhar
Cuba 11/Nov/2011 às 10:33
21
Comentários

E agora, como explicar as críticas incoerentes a Cuba?

Confira como a realidade de Cuba é bem diferente da que desejam seus críticos, que se guiam pela ideologia, e não pelos fatos

REGIME CUBANO

Ignorando fatos concretos, os críticos de Cuba alardeiam que a ilha vive na miséria. Mas o país tem elevado Índice de Desenvolvimento Humano e excelentes indicadores sociais.

Cuba é um país inviável, no qual a população vive na miséria e passa fome. As cidades cubanas estão caindo aos pedaços, está tudo sucateado. Enfim, tudo em Cuba é ruim e o país é o mais claro exemplo do fracasso do socialismo.

Essa é a imagem de Cuba passada aos brasileiros por jornalistas, articulistas e curiosos que se baseiam em suas convicções ideológicas – principalmente –, em fontes internas e externas contrárias ao governo cubano e ao sistema socialista (sempre ouvidas) e em rápidas e superficiais viagens ao país.

Mas então é preciso que esses analistas, que gostam tanto de números, expliquem como é que Cuba está em 51º lugar, entre 187 países, no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da ONU. E como pode ser considerada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) uma nação de “desenvolvimento humano elevado”.

Ignorando fatos concretos, os críticos de Cuba alardeiam que a ilha vive na miséria. Mas o país tem elevado Índice de Desenvolvimento Humano e excelentes indicadores sociais.
Cuba é um país inviável, no qual a população vive na miséria e passa fome. As cidades cubanas estão caindo aos pedaços, está tudo sucateado. Enfim, tudo em Cuba é ruim e o país é o mais claro exemplo do fracasso do socialismo.
Essa é a imagem de Cuba passada aos brasileiros por jornalistas, articulistas e curiosos que se baseiam em suas convicções ideológicas – principalmente –, em fontes internas e externas contrárias ao governo cubano e ao sistema socialista (sempre ouvidas) e em rápidas e superficiais viagens ao país.

Leia mais:
Médicos cubanos no Haiti deixam o mundo envergonhado
Últimos momentos e execução de um homem que nunca morreu: Che Guevara

Mas então é preciso que esses analistas, que gostam tanto de números, expliquem como é que Cuba está em 51º lugar, entre 187 países, no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da ONU. E como pode ser considerada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) uma nação de “desenvolvimento humano elevado”.
Não é muito coerente que os cubanos vivam na miséria e esfomeados, como se diz, e o país tenha elevado Índice de Desenvolvimento Humano, obtido a partir de indicadores nas áreas de saúde, educação e renda. E esteja entre os 51 países com o maior índice, dos 187.

O mais alto IDH é o da Noruega (0,943), seguido de Austrália, Holanda, Estados Unidos e Nova Zelândia. O primeiro grupo, de 47 países com “desenvolvimento humano muito elevado” termina com Argentina, Croácia e Barbados, esse com índice 0,793. O da Argentina é 0,797. Nesse grupo, só tem outro país latino-americano, o Chile, em 44º lugar com 0,805.

Entre os primeiros países de “desenvolvimento elevado”, estão o Uruguai (em 48º com 0,783) e Cuba, em 51º e índice de 0,776. Nesse grupo de 46 nações estão mais os seguintes latino-americanos: México (57º), Panamá (58º), Costa Rica (69º), Venezuela (73º), Peru (80º), Equador (83º), Brasil (84º) e Colômbia (87º). Os demais estão entre os que têm médio desenvolvimento humano, com exceção do Haiti, que tem baixo IDH.

O que coloca Cuba em 51º lugar e no segundo grupo é o baixo rendimento bruto per capita de sua população, que, ao contrário do que pensam ou querem que pensemos os analistas neoliberais, não significa necessariamente uma qualidade de vida muito menor. Em Cuba a renda é mesmo muito baixa, quase a metade da brasileira, mas com pouca diferença entre o mais baixo e o mais alto rendimento. Há um sistema de subsídios — que está sendo revisto, mas com compensações — à alimentação, ao transporte e à cultura, e a saúde e a educação são gratuitas em todos os níveis, do curativo à quimioterapia, da creche ao doutorado.

O “IDH de não rendimento” de Cuba (ou seja, o IDH sem o indicador de renda) é de 0,904, o que coloca o país em 25º lugar, ultrapassando 26 países que tem o IDH maior por causa da renda. O maior IDH de não rendimento é o da Austrália (0,975), seguido de Nova Zelândia, Noruega, Coreia do Sul, Holanda e Canadá. Os Estados Unidos estão em 13º lugar (0,931). Cuba está na frente, dentre outros, do Reino Unido, da Grécia, de Portugal, de Israel e dos riquíssimos Emirados Árabes Unidos, Brunei e Qatar, sendo que esse último que tem rendimento bruto per capita 20 vezes maior do que a de Cuba.

Os números do PNUD mostram que não há muita diferença entre os indicadores sociais dos países com mais alto IDH e os de Cuba. Ou seja, o baixo rendimento per capita tem baixa influência sobre a educação e a saúde dos cubanos.

Basta comparar alguns índices:

País Esperança de vida Anos de escolaridade Escolaridade esperada
Noruega 81,1 12,6 17,3
Austrália 81,9 12,0 18,0
Holanda 80,7 11,6 16,8
EUA 78,5 12,4 16,0
N.Zelândia 80,7 12,5 18,0
Canadá 81,2 12,1 16,0
Cuba 79,1 9,9 17,5

A título de curiosidade, uma comparação entre Argentina, Uruguai, Venezuela e Brasil:

Argentina 75,9 9,3 15,8
Uruguai 77,0 8,5 15,5
Venezuela 74,4 7,6 14,2
Brasil 73,5 7,2 13,8

Um indicador bem revelador é o índice de mortalidade infantil da Organização Mundial de Saúde, com base em crianças de menos de um ano de idade mortas entre mil. Dos países citados — os de melhor IDH, de alta renda e alguns sul-americanos –, a classificação é a seguinte:

Noruega: 2,8
Holanda: 3,6
Austrália: 4,1
Coreia do Sul: 4,2
Cuba: 4,6
Nova Zelândia: 4,8
Canadá: 5,2
Brunei: 5,8
Emirados Árabes Unidos: 6,1
Estados Unidos: 6,5
Qatar: 6,7
Chile: 7,7
Uruguai: 9,2
Argentina: 12,3
Venezuela: 13,7
Brasil: 17,3.

Pode-se gostar ou não gostar do sistema social que vigora em Cuba há 52 anos, pode-se considerar que Raúl e Fidel Castro fazem as coisas certas ou as coisas erradas. Cuba tem enormes problemas econômicos, sociais e políticos e há muita coisa que precisa e pode ser mudada. A população tem enormes carências, reconhecidas pelo governo cubano. Mas não há o caos que se pinta e a fome que se alardeia, nem é o país à falência que desejam seus críticos que se guiam pela ideologia, e não pelos fatos.

Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Fábio Mata Postado em 11/Nov/2011 às 23:44

    Campeão, Cuba Socialista é tão ruim quanto o Brasil Capitalista. O problema não está no sistema em si, mas na gestão. Essa baboseira de socialismo, capitalismo, comunismo... não levam a lugar nenhum. Enquanto os melhores gestores (técnicos) estiverem nas empresas privadas e os bandidos na Política, tanto Cuba, quanto o Brasil terão uma boa parcela da população na miséria.

    Fábio Mata.

  2. Luis Soares Postado em 12/Nov/2011 às 11:52

    O amigo não deveria ter levado tão a sério o que os professores do curso de Administração disseram em sala de aula. Limitar as ações políticas em países desiguais à tecnicismos, se não for de uma ingenuidade irrisória, é obra daqueles que fantasiam propositalmente a realidade.

  3. Tânia Veiga Postado em 14/Nov/2011 às 14:27

    Técnicos podem ser ótimos para definir o que é mais eficiente para pôr em prática determinada ação, ou obra. Mas decidir que obra/ação deve ser feita, só a política. Como será feita, só a política. Quem essa obra/ação vai priorizar, a política. O homem é um ser político e em sociedade somente ela pode ajudar a chegarmos a um acordo. A tecnocracia é a mais estreita das visões. E quem ensina que os "ismos" não existem mais, ou que são todos iguais, que a política é uma bobagem, e que todo político é corrupto, portanto devemos eliminá-los, tem segundas intenções. Desconfie!

  4. D. Avila Postado em 31/Dec/2011 às 13:58

    Mas o que há de tão espetacular nesses números que justifiquem um período tão grande de repressão política e estadismo por parte da elite política em Cuba? Sejamos mais cautelosos ao analisar o contexto sócio-econômico de um país, visto que números dizem, muitas vezes, apenas aquilo que desejamos que venham a expressar. Deixem suas paixões de lado e façam um análise crua da realidade, a dualidade capitalismo(mal)/ comunismo(bom) apesar de sedutora está eivada de falhas.

  5. Roberto d Avila Postado em 03/Jan/2012 às 18:36

    Qualquer sistema imposto pela força, por ditadores, por medo, é um sistema ruim e indefensável. Cuba é um exemplo gritante disso. Fidel é um demônio que tiraniza os cubanos há décadas, prendendo cidadãos que discordam de suas ideias. Cuba não tem liberdade. Cuba não tem voz. Cuba merece mais do que tem hoje e poderia muito mais caso fosse livre.

  6. Little Ed Postado em 05/Jan/2012 às 16:41

    O que tem de papagaio repetindo imbecilidades é brincadeira... Merecem participar das reuniões com as dondocas dos Jardins...

  7. Victor Bruno Postado em 05/Dec/2012 às 01:00

    Todo idiota liberalista alienado e cego repete esse discurso do Fabio. Lamentável.

  8. Charles Postado em 05/Dec/2012 às 23:59

    Então Sr. Roberto d Avila, vossa senhoria deveria parar de vir comentar aqui e ir estudar mais história e ver como se deu o desenvolvimento humano, sobre quais condições se deu o estabelecimento das organizações sociais até hoje existentes, principalmente o capitalismo, já que ele "foi posto com flores e doces para todos"....

  9. Zé Paulo Postado em 15/Dec/2012 às 09:01

    Eu acho que vou me mudar agora para Cuba! Melhor, vou propor a um cubano que troque de lugar comigo. Não deve ser difícil encontrar um cubano que queira deixar a paradisíaca ilha caribenha.

  10. Lito Postado em 19/Feb/2013 às 03:44

    Se vc é preto e pobre faça isso pois com certeza a sua vida e a de seus filhos será muito melhor. Mas provavelmente vc ñ é preto e muito menos pobre...

  11. Mauricio de Freitas Postado em 26/Feb/2013 às 18:28

    Acredito que Cuba sofre um enorme boicote pelo Tio Sam. O sonho americano so 'e possível na America uma vez que consomem mais que o resto do planeta inteiro. US vende muito bem a ideia do capitalismo e liberdade, mas nas entre linhas ferra com um monte de gente. Porem, para que os cubanos nao caiam nesta ilusão de " liberdade e democracia" ( o que convenhamos nao existe nem na America e muito menos no Brasil) 'e vital que os meios de comunicação sejam bloqueados. Veja o estrago que a Globo faz em nossa nação, por exemplo. Acredito que Cuba tem muito mais chance de alcançar uma sociedade mais justa que o Brasil.

  12. H. Back™ Postado em 11/May/2013 às 14:11

    Se os EUA se importam tanto com a ilha caribenha (Cuba) é porque o sistema tem importância sim. Se não fosse assim, Cuba não sofreria tantos embargos do tio sam.

  13. Jairo N. Dias Postado em 01/Jun/2013 às 11:16

    Se Cuba não fosse tão boicotada pelos EUA, com certeza, estaria em muito melhor situação. Eu acho que é hora do Brasil ignorar esses boicotes, bloqueios e sanções e começar a exportar massivamente para Cuba, principalmente remédios que não podem ser produzidos lá (Mas que podem ser feitos aqui). E aqueles que quiserem ser médicos e não tem dinheiro, Cuba é a única alternativa para estudar medicina sem precisar vender a casa. E que esses brasileiros tragam o modelo cubano para cá, focado mais na prevenção. Os críticos de Cuba falam que lá os salários são miseráveis. Mas qual é o custo de vida em Cuba? O que você pode fazer com R$ 1200 no Brasil, você não consegue com U$ 2400 nos "States", porque lá a escola é particular, a saúde é particular, a casa nunca é tua, mas da imobiliária, e ai de você se não pagar as hipotecas! O mundo não gira ao redor do dinheiro, e Cuba sabe disso.

    • isaque Postado em 31/Dec/2014 às 03:22

      Cara acorda e Cuba vai pagar o Brasil como?Os caras não produzem nada, não tem industrias.Aqui nos USA com 2 mil tu vive uma vida muito boa que não chega nem aos sonhos de um Cubano, embora a saude não seja totalmente de graça a varias maneiras de pedir auxilio ao governo.E casas aqui..são baratissimas se comparadas ao Brasil.

  14. Neto Postado em 04/Jul/2013 às 16:20

    De que adiante ter tudo grátis se pra ser atendido em um sistema público eu tenho que levar "presentinhos" para os servidores públicos ? Igual a concursado efetivo no brasil... não faz o que deveria.

  15. Luiz Carlos Bueno Postado em 05/Sep/2013 às 23:10

    Se cuba é toda essa maravilha nos diversos índices, e o comunismo é o regime ideal, por quê tantos cubanos se atiraram ao mar, para alcançar a terra das oportunidades, correndo risco de serem devorados pelos tubarões? E por quê o comunismo não prosperou, e a china sabiamente abriu as portas para o capitalismo? Se cuba é o país justo e ideal, mudem todos os comunista prá lá! Boa viagem sem volta!

    • Claudio Takase Postado em 01/Nov/2014 às 12:55

      E os brasileiros aos milhares cruzando as fronteiras do mexico?

  16. Marco Monte Postado em 23/Jul/2014 às 19:10

    Isso é uma religião. Prefiro ter a qualidade de vida e liberdade de poder falar, de ir e vir e não ter minha vida controloda pelo Estado (ao menos não ostensivamente), poder escolher meus líderes, como se tem na Europa ocidental, na Austrália. Esse elogio à essa política ditatorial não faz sentido. Faz para seus líderes, ditadores, que certamente levam uma vida privilegiada dentro de uma sociedade oprimida

  17. Nicolau Postado em 01/Nov/2014 às 19:31

    O PERVERSO EXPLORADOS COMUNISTA QUE ESCREVEU ESSA MENTIRA SATÂNICA COMUNISTA, ESQUECEU DE DIZER QUE NOS PAÍSES "CAPITALISTAS", O SALÁRIO MÍNIMO É DE 2000 MIL DÓLARES, E NO FAVELÃO SOCIALISTA CUBA E DE 17 DÓLARES POR MÊS! OS CUBANOS QUEREM TAMBÉM SALÁRIO "CAPITALISTA" DE 2000 MIL DÓLARES AO MÊS, SEU CANALHA COMUNISTA!

  18. Nicolau Postado em 28/Sep/2015 às 22:12

    Frente a Noruega e outros países que o comunista fez comparações aí acima, Cuba é uma merda! O articulista comunista milionário, não diz porque só os cubanos fogem e nenhum vagabundo comunista da América Latina não vai pra Cuba, mas sim, todos vão se enfiando no "capitalismo" americano para "sofrer" como imbecis masoquistas!

  19. marcus Postado em 29/Apr/2016 às 08:46

    Um grande discurso, mas esqueceu de falar em LIBERDADE. Muitas das informações não são veridicas, o povo não é feliz, tive provas disso pois conversei com uma pessoa do programa mais médicos, que devia voltar para Cuba, desabafando que gostou muito do Brasil, e não queria voltar, sua filha não pode vir com ela, se não fosse ela não voltaria.