Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 22/Sep/2011 às 13:51
1
Comentário

Geraldo Alckmin transfere centenas de PMs da periferia para bairro nobre

Alckmin retirou 160 Policias Militares de regiões necessitadas e os colocou no Morumbi

Após pressão de moradores do Morumbi, área nobre da zona oeste de São Paulo, o governo estadual remanejou ao menos 160 policiais militares que trabalhavam em vários pontos da capital para patrulhar o bairro.

O policiamento foi reforçado, inclusive, com PMs que atuam em áreas da periferia, com índices de criminalidade acima da do Morumbi. Segundo o Comando-Geral da PM, não há prejuízo nas regiões que cederam policiais para o Morumbi.Policiais do Rocam (ronda com motos) e da Força Tática, espécie de grupo especial da PM dos 19º, 28º e 48º batalhões, todos na periferia da zona leste, reforçaram o policiamento na área.

Leia mais:
Justiça condena governo do PSDB a pagar R$ 54 mil por promover racismo nas escolas
Kassab expulsa artistas de rua da av. paulista. Para jurista, proibição é ato nazista
Vídeo: Truculência da PM de SP contra trabalhadores na estação de Itaquera

De acordo com a polícia, o remanejamento foi provocado por conta do aumento da criminalidade na região e não há prazo para os policiais retornarem aos seus postos.Cerca de 2.000 moradores da região fizeram, em agosto, um protesto contra a violência. A manifestação ocorreu perto do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo.

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, entre janeiro e julho, 11 pessoas foram mortas na região do Morumbi. A área é atendida pelo 34º e 89º DPs.Só no 44º DP, em Guaianazes (zona leste), uma das delegacias cobertas pelo 28º batalhão, foram nove assassinatos no mesmo período.

Leia também:
Polícia de SP mata dois por dia e ninguém é preso em 3 meses
Página da ROTA elogia golpe de 1964 e recebe duras críticas de ministra

Em toda a cidade, foram 603 assassinatos de janeiro a julho deste ano.

_

Comentários

  1. Marcelo Sousa (O Doido) Postado em 22/Sep/2011 às 14:17

    Enquanto o povo ficar só reclamando com a bundinha no sofá isso vai tornar a se repetir dia após dia. Povão, sigam o exemplo dos europeus e botem pra quebrar!!! País de merda onde só quem tem poder aquisitivo consegue as coisas... O povo é igual cavalo, se deixa domar pois não sabe a força que tem...

O e-mail não será publicado.