Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 16/Feb/2011 às 11:23
2
Comentários

Rede Globo esconde esquema de corrupção do PSDB

rede globo corrupção psdb alstom

Altamiro Borges

O Portal R7 foi o primeiro a retomar as denúncias de corrupção envolvendo as multinacionais Alstom e Siemens e os governos de São Paulo e do Distrito Federal. Na sequência, a TV Record, pertencente ao mesmo grupo, amplificou o escândalo no seu principal telejornal.

Outros veículos também repercutiram o caso. Já a TV Globo até agora não abriu o bico – será de tucano? Será que as denúncias não são importantes ou a família Marinho continua com a sua linha editorial de esconder as sujeiras demotucanas?

Segundo o Portal R7, o caso é dos mais escabrosos – justificando a cobertura jornalística de qualquer veículo minimamente ético e imparcial. A reportagem encontrou agora uma testemunha-chave, que detalhou as maracutaias das multinacionais para vencer licitações das obras do Metrô paulistano, da Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos (CPTM) e do Metrô de Brasília, ainda no governo do demo José Roberto Arruda. Ele garante que tudo foi feito irregularmente, mediante pagamento de propinas.

Reuniões em casas noturnas de São Paulo

A testemunha F, conforme relato do R7, acompanhou de perto as negociatas e denuncia que houve superfaturamento de 30% no contrato com a Siemens, em São Paulo. A multinacional alemã repassava a grana à empresa MGE Transportes, responsável pela manutenção de dez trens. O repasse destinava-se exclusivamente ao pagamento de propina. Na realidade, não havia a prestação dos serviços previstos, que constavam apenas como fachada para viabilizar contabilmente os pagamentos, acusa a fonte.

Já no que se refere ao contrato da linha 5 do Metrô de São Paulo, a testemunha afirma que a Alstom influenciou “decisivamente” o edital de licitação para obter vantagens sobre os concorrentes e garantir o controle sobre o processo. “As reuniões para tratar de assuntos que não poderiam constar em atas eram feitas em casas noturnas como o Bahamas”, denuncia. Nos documentos sob investigação, ele aponta os nomes de diretores de áreas comerciais, de engenharia e de obras que comandariam as operações.

Bilhões para subornar “autoridades”

“Um desses diretores ficou encarregado de guardar a sete chaves o documento que estabelecia as regras do jogo. Isto é, o documento que estabelecia o objeto de fornecimento e os preços a serem praticados por cada empresa na licitação. A Alstom, naturalmente, ficou com a maior e a melhor parte do contrato. A Procint e a Constech devolviam parte da comissão para a diretoria da Alstom”, afirma a testemunha ao Portal R7.

Todas as denúncias já foram encaminhadas, com farta documentação, ao Ministério Público de São Paulo. O caso das propinas pagas pelas duas multinacionais também está sendo investigado na Europa. Alstom e Siemens são acusadas de subornar políticos da Europa, África, Ásia e América do Sul. Somente a Siemens desembolsou US$ 2 bilhões em corrupção na fase recente, conforme denúncia de um tribunal de Munique. Reinhard Siekaczek, ex-diretor da empresa, garante que esquema envolveu o Brasil.

Demos e tucanos com insônia

No caso da Alstom, a Justiça da Suíça calcula que ao menos US$ 430 milhões foram utilizados no suborno de políticos, inclusive do Brasil – aonde é acusada de pagar US$ 6,8 milhões em propina para receber um contrato de US$ 45 milhões do Metrô de São Paulo. A forte suspeita de que a maior parte desta grana foi utilizada nas campanhas eleitorais de candidatos do PSDB e do DEM – o que tem deixado os demos e os tucanos com insônia.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rede Sul Garagens Postado em 14/Aug/2011 às 23:30

    Se eu disser que estas notícias sobre a podridão envolvendo o PSDB e seus asseclas, principalmente com relação ao "tão polido e correto" FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, são novidades para mim, estaria dizendo uma faraônica mentira.

    Primeiro que, quem criou o REAL foi o então Ministro da Fazenda RUBENS RICUPERO, que foi fritado em pouca banha naquela famosa entrevista (onde os microfones ficaram abertos "inadvertidamente") com um repórter de quem ? REDE GLOBO. Pura jogada política visando alçar o Sr. Fernando Henrique àquele cargo, lançar o Plano Real, para que posteriormente pudesse concorrer a presidência da república. Encontrem este economista (Rubens Ricupero) e entrevistem-no, talvez ele tenha algumas pérolas p/contribuir.

    Onde está aquele jornalista bahiano que escreveu um livro desnudando as ações "mafiosas" do todo poderoso ACM ? Foi casualidade ele sumir alguns meses após o lançamento do referido livro ? Ou será q ele teve o mesmo destino de tantos outros "amigos" do coronel ACM ?

    É claro q nos dois governos de LULA teve muita corrupção, o que aliás, não é nenhuma novidade em se tratando de Brasil ou qualquer País do planeta, seja no regime político que for! Ditadura, Democracia, Parlamentarismo, Monarquia ou sei lá mais o que. Não sejamos hipócritas e admitamos, o ser humano, infelizmente, tem a corrupção correndo no seu sangue. Por dinheiro, é capaz de qualquer atrocidade. Mas, voltando ao assunto, no governo FHC e anteriores, teve tanto quanto ou mais, e arrisco dizer q teve "muuuuuito" mais; contudo, não havia o interesse dos donos da mídia em jogar merda no ventilador.

    As vezes eu penso q para acabar ou pelo menos minimizar estas feridas purulentas, deveria haver uma lei parecida com as q existem em alguns países do mundo árabe, onde, se tu roubares uma vez, perdes um dedo, se roubares a segunda vez, perdes a mão e na terceira não tem perdão, é paredão de fuzilamento, enforcamento ou decaptação. Aqui no Brasil, só na classe política, teríamos uma quantidade infindável de decepados, decaptados, enforcados e fuzilados.

    Existem muitas pessoas que dizem ser a política um verdadeiro "caldeirão de merda", mas, não concordo; a política é linda e necessária, porém, quem a faz é q transforma-a numa merda.

  2. LEIA SILAS Literatura Contemporânea Postado em 17/Aug/2011 às 10:56

    Samparaguai? Corrupção generalizada... impunidade generalizada, a midia tucana amoral e a justiça blindando a tucanalha. E toma crimes da ASLOM, DENARC, CDHU, Detran, Roubo-Anel, privatizações-roubos (privatarias_ made in Pinóquio de Chuchu da OPUS DEI e Rede Globo como aliada da impunidade... em sp professor ganha trinta por cento a menos do que professor do Piaui. Já pensou? Corre até na midia a Dieta Alckmin, Dê aulas no estado de São Paulo, emagreça e morra de fome... Samparaguai é aqui...