Educação

Você passaria na entrevista para estudar na Universidade de Oxford? Confira

Share
Imagem: reprodução

Estudar Fora

A Universidade de Oxford é uma das instituições de ensino superior mais prestigiadas do mundo. E se você é uma das pessoas que se pergunta como entrar lá, saiba que o processo inclui uma entrevista com um oficial de admissões. A entrevista pode parece intimidante, mas é apenas uma maneira de o oficial conhecer melhor o candidato.

Esse processo é uma das etapas que mais costuma amedrontar os candidatos a cursos de graduação no exterior. Com o objetivo de tornar o seu processo mais transparente e “acalmar” os participantes, a universidade divulgou algumas das questões feitas em anos anteriores.

Divulgou também explicações sobre o que os examinadores estão, de fato, tentando descobrir. As informações são da BBC Brasil. Veja a seguir:

1. Biologia:

Se você tivesse que escolher entre salvar florestas tropicais ou barreiras de corais, qual você salvaria? — Owen Lewis, do Brasenose College

Espera-se que o candidato seja capaz de usar seus conhecimentos gerais e senso comum para formular uma resposta. A pergunta não requer conhecimentos detalhados. O estudante pode, talvez, ser indagado sobre a importância da biodiversidade e das espécies raras. E sobre recursos de interesse humano — como combustível, alimento, ecoturismo e remédios — que provêm das florestas e recifes de corais, ou dependem deles.

Finalmente, é preciso considerar o impacto da mudança climática, erosão do solo, poluição, extração da madeira, combustíveis renováveis, pesca predatória etc. “A resposta final não interessa”, diz Owen Lewis, do Brasenose College. “Ambos, floresta e recifes, precisam ser administrados de maneira sustentável para que se encontre um equilíbrio entre as necessidades do homem e a necessidade de conservação”.

2. Engenharia

Como você projetaria uma barragem de gravidade para represar água? — Byron Byrne, departamento de engenharia

Primeiro, o candidato deve determinar as forças agindo sobre a barragem, antes de considerar a estabilidade da parede quando submetida à ação dessas forças. Os candidatos provavelmente reconhecerão que a água pode empurrar a barragem. Então, espera-se que eles construam expressões matemáticas simples para prever quando isso ocorreria. Alguns talvez discutam possíveis falhas por deslize, questões de desenho estrutural e os efeitos de infiltrações de água na barreira, por exemplo.

O candidato não terá estudado todos esses assuntos na escola, então será orientado para que se avalie quão rapidamente as novas ideias são absorvidas. Nesse ponto, a entrevista também investiga a habilidade do candidato de aplicar física e matemática a novas situações e pode testar seu interesse e entusiasmo pelo campo da engenharia.

3. Ciência dos Materiais

Quão quente precisa estar o ar dentro de um balão para que ele seja capaz de erguer um elefante? — Steve Roberts, St Edmund Hall

O examinador diz que nas vezes em que perguntou isso em entrevistas, nenhum candidato conseguiu chegar à resposta no tempo reservado (dez minutos). “Mas não esperávamos que eles conseguissem,” explica. “Usamos esse tipo de pergunta para tentar descobrir como os candidatos pensam sobre problemas, e como se comportariam em uma aula dirigida”, explica Roberts.

Roberts diz que esclarece isso aos candidatos antes mesmo de fazer perguntas desse tipo. Ele diz que o que está tentando avaliar é quão rapidamente o estudante consegue chegar ao cerne do problema. Por exemplo, quais são os princípios elementares de física em jogo aqui? Que conceitos e equações seriam úteis? De que maneira o candidato responde a sugestões e pistas? Como ele aborda conceitos básicos e identifica as questões mais importantes? Afinal, como funciona um balão de ar quente? Que outros mecanismos funcionam da mesma forma? Qual é o tamanho típico de um balão e quanto pesa em média um elefante? E o peso do próprio balão?

Finalmente, Roberts que saber como o candidato “usa rudimentos de matemática para ter uma noção rápida da resposta provável, usando aproximações sensatas quando trabalha com fórmulas e tendo em mente as unidades”.

4. Música

Se você pudesse inventar um novo instrumento musical, que tipo de som ele faria? — Dan Grimley, Merton College

O examinador diz que, na entrevista, está interessado em respostas que revelem a maneira como o estudante usa sua imaginação de forma crítica.

Que tipos de sons instrumentos e vozes produzem hoje? Como esses sons poderiam ser desenvolvidos de forma criativa? Há novas maneiras de se produzir sons (meios digitais) que transformaram o modo como ouvimos ou entendemos sons hoje em dia? Será que o conceito de “instrumento” tornou-se obsoleto? É possível imaginarmos formas mais simbióticas, mais híbridas, de gerar e de vivenciar sons musicais?

“A pergunta não se limita, de forma alguma, à música erudita”, diz Grimley. “Respostas que envolvam toda uma gama de estilos e gostos musicais, produzidos e consumidos nos lugares mais diversos, seriam bem-vindas”.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook