Redação Pragmatismo
Eleições 2022 04/Dez/2020 às 13:57 COMENTÁRIOS
Eleições 2022

Bolsonaro lidera as intenções de voto para 2022, revela pesquisa Exame/Idea

Publicado em 04 Dez, 2020 às 13h57

Nova pesquisa Exame/Idea para a eleição de 2022 mostra Jair Bolsonaro em primeiro lugar na disputa pela Presidência da República. Veja os números e os cenários projetados

bolsonaro eleições 2022 pesquisa
(Imagem: Reprodução/Redes Sociais)

Uma pesquisa de opinião do projeto Exame/Ideia, divulgada nesta sexta-feira (4), mostra que Jair Bolsonaro (sem partido) é o favorito para vencer o primeiro turno da eleição presidencial em 2022.

Bolsonaro lidera a corrida presidencial com 28% das intenções de voto na pesquisa estimulada, quando uma lista de possíveis candidatos é apresentada ao entrevistado. Lula (PT) aparece com 16%; Sergio Moro, com 10%; Ciro Gomes (PDT), 7%; Luciano Huck e João Doria (PSDB), 4%.

O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 30 de novembro a 3 de dezembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Intenção de voto 2022, estimulada:

Jair Bolsonaro — 28%
Luiz Inácio Lula da Silva — 16%
Sergio Moro — 10%
Ciro Gomes — 7%
Luciano Huck — 4%
João Doria — 4%

Segundo turno

Em uma simulação de segundo turno, quem teria mais chances de rivalizar com Bolsonaro seria Ciro Gomes, que aparece com 36% e Bolsonaro com 37% das intenções de voto, o que, pela margem de erro, representa um empate técnico. Ciro vence Bolsonaro entre os mais jovens (43% a 34%) e na região Nordeste (46% a 30%).

Luciano Huck também é outro candidato que se mostra competitivo em um segundo turno. O apresentador aparece com 32% das intenções de voto e o presidente com 36%, também tecnicamente empatados pela margem de erro.

Na simulação entre Bolsonaro e Lula, o atual presidente é preferido por 37% enquanto que o petista é citado por 32% dos entrevistados.

Já em um eventual segundo turno contra Moro, Bolsonaro teria, segundo a pesquisa, 44% dos votos, contra 29% do ex-ministro.

Rejeição

Questionados em qual candidato não votariam de jeito nenhum, 43% responderam que não votariam no presidente Jair Bolsonaro, e 44% não votariam em Lula. No quesito rejeição, ainda aparecem João Doria (25%), Luciano Huck (23%), Marina Silva (20%), Ciro Gomes (17%) e Sergio Moro (16%).

Aprovação do governo

A desaprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro subiu ao mesmo patamar de outubro e está em 38%. É a primeira vez em dois meses que avaliação negativa supera a aprovação, que está em 35%. Aqueles que consideram o governo regular somam 25%.

A queda da aprovação e o aumento da desaprovação coincidem com o fim do auxílio emergencial, programado para dezembro. Com o crescimento do Produto Interno Bruno (PIB) de 7,7% no último trimestre, o governo não trabalha com a possibilidade de uma nova prorrogação do benefício social.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

COMENTÁRIOS