Redação Pragmatismo
Desigualdade Social 06/Mar/2017 às 14:16 COMENTÁRIOS

Vídeo revela menino sendo arrastado sem roupas por seguranças do Habib's

Vídeo desmente a versão do Habib's e de seus funcionários e revela que a família de João Victor e a testemunha Sílvia Helena tinham razão. O menino de 13 anos foi alcançado por seguranças e aparece nas imagens arrastado como um objeto, sem roupas e desfalecido

Imagens de uma câmera de segurança (assista abaixo) que foram divulgadas neste fim de semana revelam que João Victor Souza de Carvalho, de 13 anos, foi perseguido, alcançado e arrastado por funcionários do Habib’s e atirado ao chão.

O vídeo revela que os familiares do menino e a testemunha Sílvia Helena — desprezada pela PM por ser catadora de recicláveis — falaram a verdade. Relembre todas as versões do caso aqui.

Silvia Helena Troti, 59, afirmou na quarta-feira à polícia ter visto João Victor ser agredido por “um homem forte, gordo, moreno com uniforme do Habib’s” e desmaiar em seguida. Segundo o relato, o homem segurou o garoto pela gola da camisa e deu um soco na cabeça dele.

Ela também contou que presenciou um outro funcionário do Habib’s “alto e magro” puxar o adolescente pelos braços junto com o primeiro agressor e, juntos, seguiram de volta para o Habib’s. O menino desmaiou durante o trajeto e, segundo ela, espumava pela boca.

“Essas imagens reforçam o depoimento da testemunha. É um indício de que funcionários do Habib’s podem ter praticado agressões que desencadearam a morte da criança”, afirma Ariel de Castro Alves, que é membro do Condepe (Conselho Estadual de Defesa da Pessoa Humana).

Após a divulgação das imagens, o Habib’s anunciou o afastamento de dois funcionários investigados pela polícia por agredir João Victor.

Os policiais já não têm mais dúvidas de que João Victor foi agredido e de que a versão apresentada por um gerente e um supervisor da unidade do Habib’s são mentirosas.

VÍDEOS:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários