Redação Pragmatismo
Economia 15/Mar/2017 às 09:39
0
Comentários

Manifestação em SP contra a Reforma da Previdência terá presença de Lula

Várias cidades do Brasil realizam manifestações nesta quarta-feira (15) contra a reforma da Previdência proposta pelo atual governo. Em SP, ato ocorre na avenida paulista, às 16h, e terá participação de Lula. Confira o local do protesto em sua cidade

Lula reforma da previdência av paulista
Lula estará na av. paulista para ato contra a reforma da Previdência nesta quarta-feira (Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula)

Nesta quarta-feira (15) várias cidades do Brasil aderiram ao Dia Nacional de Mobilização e Paralisação contra a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer.

Em São Paulo, o ato terá participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, às 16h, na avenida paulista, em frente ao MASP.

Um dos principais pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que define a reforma da Previdência, é que seja estabelecida idade mínima de 65 anos, eliminando a concessão do benefício por tempo de serviço.

O valor da aposentadoria, de acordo com o projeto, passará a ser calculado levando-se em conta 51% das maiores contribuições com 1% adicionais a cada ano de contribuição. Na prática, isso faz com que seja necessário trabalhar formalmente por 49 anos para se obter o benefício integral.

Os trabalhadores também ressaltaram que o argumento do governo Temer sobre o déficit na previdência é falacioso, já que desconsidera que o orçamento da Seguridade Social contempla previdência, assistência social e saúde, e não apenas o pagamento benefícios previdenciários.

Outro ponto é que há muitas desonerações aplicadas pelo governo federal que reduzem o montante arrecadado pela previdência, além de dívidas de sonegação da ordem de R$ 487 bilhões que o governo Temer não propõe cobrar.

Para o coordenador da Frente Povo Sem Medo e secretário-geral da Intersindical, Edson Carneiro, o que o governo Temer propõe não é uma reforma.

“O que eles querem é liquidar os direitos para ampliar o lucro dos empresários. Querem transformar a previdência em um produto privado, comercializado pelos bancos. Vão deixar a população mais vulnerável, sem apoio nenhum. Indígenas, trabalhadores rurais, quilombolas e muitos moradores das periferias não vão ter condições de bancar uma previdência privada”, afirmou.

Confira, abaixo, os locais e horários dos atos em várias cidades brasileiras:

São Paulo

16h – Avenida Paulista – Masp

– Paralisação das agências bancárias
– 14h – Assembleia da Apeoesp, na Praça da República, com caminhada até o Masp
– 14h – Assembleia Simpeem, em frente à Prefeitura de São Paulo, com caminhada até o Masp
– Paralisação do quarteirão da Saúde, no Metrô Clínicas, com caminhada até o Masp
– Paralisação dos estudantes e professores de direito da Faculdade São Francisco com caminhada até o Masp
– Arrastão dos Blocos sairá da Praça Roosevelt até o Masp

Bahia (Salvador)
7h – Manifestação no Iguatemi
15h – Ato unificado com passeata no Campo Grande

Brasília

9h – Ato público Catedral – Esplanada dos Ministérios

Ceará (Fortaleza)
8h – Passeata no centro da cidade com concentração na Praça da Bandeira

Espírito Santo (Vitória)
7h – concentração na Praça de Goiabeiras com caminhada até o Aeroporto

Goiás (Goiânia)
9h – concentração na Praça Deodoro com caminhada e ato em frente ao prédio da Previdência, no Parque Bom Menino

Minas Gerais (Belo Horizonte)
10h – Ato na Praça da Estação

Pará (Belém)
9h – Ato público na Praça da República

Paralisação dos correios, bancários e acampamento no aeroporto de Belém

Paraíba (João Pessoa)
16h – Ato em frente ao escritório do Ministério da Previdência com passeata pelo centro

Paraná (Curitiba)
9h – Ato público na Praça Tiradentes
Paralisação da educação, servidores federais e municipais de Curitiba

Pernambuco (Recife)
9h – Ato político na praça Oswaldo Cruz

Piauí (Teresina)
9h –  Ato público em frente à Assembleia  e audiência pública sobre a reforma da Previdência

Rio de Janeiro
16h – Ato unificado na Candelária

Rio Grande do Norte (Natal)
14h – Ato público na Praça Gentil Ferreira

Rio Grande do Sul (Porto Alegre)
18h – Esquina democrática

Rondônia (Porto Velho)
9h – Ato e passeata com concentração na Praça Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Fechamento das principais agências do INSS

Roraima (Bela Vista)
8h – Ato público na Praça do Centro Cívico

Santa Catarina (Florianópolis)
16h – Ato público na Praça Miramar

Sergipe (Aracaju)
14h – Praça General Valadão

Tocantins (Palmas)
8h – Ato público com concentração na Rotatória do Colégio São Francisco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários