Redação Pragmatismo
Direita 10/Mar/2017 às 13:13
0
Comentários

Jair Bolsonaro é esculachado por estudantes do Mackenzie

Acompanhado de um assessor, Jair Bolsonaro visitou o Mackenzie em pleno Dia Internacional da Mulher e foi escrachado por estudantes da instituição de ensino. O deputado precisou ir embora antes do previsto

bolsonaro esculachado mulheres machista fascista não passarão mackenzie
(Imagem: Pragmatismo Político)

Jornalistas Livres

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), autor de declarações bizarras que jogam Direitos Humanos no lixo e ferem movimentos sociais, negros, mulheres, pobres e todas as minorais, esteve na tarde desta quarta (8), dia internacional da mulher, na Faculdade Presbiteriana Mackenzie, Campus Higienópolis, para, segundo funcionários, participar de uma reunião com responsáveis pelos prédios novos no local.

Houve manifestações de repúdio ao parlamentar durante sua saída do local. Pudera! Afinal, alguém que profere frases absurdas desde sempre, não pode ser recebido de outra maneira em espaços onde esse tipo de postura tem que ser inaceitável.

Jair Bolsonaro já chegou a dizer que seus filhos não namorariam gays, porque foram bem educados e não tiveram pais ausentes e, respondendo a uma pergunta da cantora e apresentadora Preta Gil, afirmou que seus filhos não namorariam uma negra, pois ele é contra essa “promiscuidade”. O deputado também disse que torturaria seu filho se o encontrasse fumando maconha.

Estudantes do Mackenzie, protestaram com coros de MACHISTA e FASCISTA contra Bolsonaro. Ele estava acompanhado de seu assessor e foi embora por volta das 14h30.

É um absurdo um cara que fere os Direitos Humanos e fala que mulher não é estuprada porque não merece e outros absurdos de natureza racista e facista, comparecer em um ambiente acadêmico que deveria repudiar todas essas ações dele.” declarou Julia Reis, estudante de jornalismo Mackenzie que estava no local durante a visita.

Relembre algumas frases de Bolsonaro:

1.O erro da ditadura foi torturar e não matar.” (Jair Bolsonaro, em discussão com manifestantes)

2.Pinochet devia ter matado mais gente.” (Bolsonaro sobre a ditadura chilena de Augusto Pinochet. Disponível na revista Veja, edição 1575, de 2 de Dezembro de 1998 – Página 39)

3.Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.” (Jair Bolsonaro em entrevista sobre homossexualidade na revista Playboy)

4.Não te estupro porque você não merece.” (Jair Messias Bolsonaro, para a deputada federal Maria do Rosário)

5.Eu não corro esse risco, meus filhos foram muito bem educados” (Bolsonaro para Preta Gil, sobre o que faria se seus filhos se relacionassem com uma mulher negra ou com homossexuais)

6.A PM devia ter matado 1.000 e não 111 presos.” (Bolsonaro, sobre o Massacre do Carandiru)

7.Não vou combater nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando na rua, vou bater.” (Afirmação de Jair Bolsonaro após caçoar de FHC sobre este segurar uma bandeira com as cores do arco-íris)

8.Você é uma idiota. Você é uma analfabeta. Está censurada!”. (Declaração irritada de Jair Bolsonaro ao ser entrevistado pela repórter Manuela Borges, da Rede TV. A jornalista decidiu processar o deputado após os ataques)

9.Parlamentar não deve andar de ônibus”. (Declaração publicada pelo jornal O Dia em 2013)

10.Mulher deve ganhar salário menor porque engravida” (Bolsonaro justificou a frase: “quando ela voltar [da licença-maternidade], vai ter mais um mês de férias, ou seja, trabalhou cinco meses em um ano”)

Assista ao vídeo:

Leia também:
Recurso de Bolsonaro é negado no STF e deputado vira réu
Bolsonaro só existe como opção visível por causa da Globo
Afinal, o que Eduardo, filho de Bolsonaro, fazia de tão grave?
Perícia diz que vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é montagem
Bolsonaro fala fino e pede ‘humildemente’ que STF não o condene
#ForaBolsonaro atinge ‘trending topics’ mundial no Twitter
Patrimônio de Jair Bolsonaro tem evolução que chama a atenção

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários