Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 19/Oct/2016 às 11:48
0
Comentários

Mulher sofre assédio sexual em programa de TV ao vivo

Programa da TV francesa foi palco de um caso evidente de assédio sexual. Ao vivo, apresentador beijou os seios de uma convidada sem o seu consentimento. Incidente teve repercussão extremamente negativa e até ministra se pronunciou

mulher abuso tv francesa ao vivo
Convidada tem seio beijado em programa da TV francesa

MdeMulher

Na última quinta-feira (13), o programa francês “Touche Pas A Mon Poste” foi palco de um caso evidente (e absurdo) de assédio sexual, quando um dos apresentadores, Jean-Michel Maire, beijou os seios de uma convidada sem o seu consentimento (vídeo abaixo).

A equipe estava passando por um desafio nada convencional: apresentar o programa ao vivo durante 35 horas consecutivas. Uma das “brincadeiras” preparadas para esta maratona envolvia a simulação do roubo das jóias de Kim Kardashian, que aconteceu este mês, em Paris.

Soraya Riffy, uma dançarina profissional, foi convidada para representar a celebridade norte-americana no quadro.

Depois de a convidada ser devidamente “resgatada” da cena do crime, o apresentador Cyril Hanouna pede que ela aceite um “beijinho de longa duração” de seu ~herói~, Jean-Michel — recebendo um “não” como resposta. Soraya, no entanto, acaba sendo beijada nos seios.

O incidente teve repercussão extremamente negativa no Twitter. A Ministra da Família, da Infância e dos Direitos da Mulher no país, Laurence Rossignol, não deixou passar o ocorrido:

“Mesmo em um programa de humor, quando uma mulher diz ‘não’, é não. Já denunciei esta agressão sexual ao CSA [Conselho Superior do Audiovisual] #TPMP”, escreveu.

Diante disso, a própria Soraya tem procurado se manifestar. Se, na sexta-feira passada, ela defendia Jean-Michel em suas redes sociais – “ele é um homem muito respeitoso e não merece punição, apesar de suas pulsões masculinas” -, depois de compartilhar vários artigos sobre o assunto ela disse, no domingo (16), que seu retorno ao programa é indispensável para que compartilhe com o público seus ressentimentos e opiniões.

VEJA TAMBÉM: Em programa ao vivo, apresentadora sofre assédio e abandona o palco

O coletivo francês Osez le Féminisme! também comentou o episódio. Confira:

“Osez le Féminisme! expõe sua raiva profunda, ao ver que uma agressão [o roubo de Kim Kardashian] virou um jogo em um programa de TV – e que, além disso, esse jogo tenha levado ao que deve ser qualificado como agressão sexual. O artigo 222-22 do código penal define agressão sexual da seguinte maneira: ‘constitui uma agressão sexual toda tentativa sexual executada com violência, constrangimento, ameaça ou surpresa’. Beijar uma mulher nos seios de ‘surpresa’, sendo que esta mulher recusou várias vezes este beijo, é uma agressão sexual. A transmissão ao vivo desta agressão só aumenta a humilhação pela qual esta mulher passa”.

VÍDEO:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários