Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 07/Oct/2016 às 14:52
0
Comentários

Marcelo Odebrecht pode pegar 4 anos de prisão após acordo com a Lava Jato

Como parte das negociações da delação premiada, Lava Jato pede 4 anos de prisão para Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht. Desses quatro anos, um e quatro meses seriam abatidos por já terem sido cumpridos

prisão marcelo odebrecht lava jato
Marcelo Bahia Odebrecht (reprodução)

Como parte das negociações da delação premiada, os investigadores da Operação Lava Jato apresentaram uma proposta para que Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, cumpra pena de quatro anos de prisão em regime fechado por conta de sua atuação no esquema de desvio de verbas na Petrobras.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, a Procuradoria-Geral da República (PGR)  entregou um envelope fechado com a pena aos advogados de Odebrecht na última segunda (3).

“Desses quatro anos, um e quatro meses seriam abatidos por já terem sido cumpridos pelo executivo, preso desde junho de 2015 em Curitiba.

A defesa de Odebrecht, porém, vai tentar reduzir a punição, alegando que é muito rígida diante do conteúdo apresentando pelo empresário em seu roteiro para fechar a delação premiada.

Além de Marcelo Odebrecht, outros executivos da empreiteira receberam propostas de pena em troca de colaboração. A empresa tenta aprovar acordo de delação para mais de 50 executivos do grupo, entre eles, o ex-presidente.

Uma multa bilionária também está sendo negociada. O valor deve ser bem superior aos fechados em acordo com a Andrade Gutierrez, de R$ 1 bilhão, e a Camargo Corrêa, de R$ 700 milhões.”

Leia também:
Odebrecht já recebia propina na década de 1980, revela documento
Marcelo Odebrecht é condenado a 19 anos de prisão por lavagem e corrupção
‘Paladinos da ética’ estão no listão da Odebrecht
Por que a Globo tentou abafar a “superplanilha” da Odebrecht?

Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários