Redação Pragmatismo
Compartilhar
Exploração Trabalhador 04/Aug/2016 às 12:49
5
Comentários

Os depoimentos mais chocantes do #EuEmpregadaDoméstica

Os 10 relatos mais marcantes do #EuEmpregadaDoméstica são um soco no estômago e suscitam reflexões, debates, incômodos. São almas sendo lavadas, ainda que tardiamente

camapanha #EuEmpregadaDoméstica depoimentos humilhações racismo
Joyce Fernandes / Preta-Rara realizadora da campanha #EuEmpregadaDoméstica (Imagem: Pragmatismo Político)

Kika Castro, Blog

Primeiro, eis um breve raio X do trabalho doméstico no Brasil:

— 92% dos empregados domésticos são mulheres;
— 14% das brasileiras ocupadas no Brasil trabalham como domésticas;
— Elas são 5,9 milhões de mulheres;
— Salário médio das domésticas é de R$ 700 (lembrando que, desde janeiro deste ano, o salário mínimo nacional é de R$ 880);
— Mais de 70% não têm carteira assinada;
— As negras têm situação ainda pior que as brancas (salário mais baixo e menos carteira assinada)

Vendo esses números, dá para concluir que, quantitativamente, a situação das empregadas domésticas é péssima. São muitas mulheres que ganham mal e trabalham informalmente.

Apesar de elas terem conquistado vários direitos trabalhistas importantes, qualitativamente, continuam sendo tratadas como escravas modernas, ao menos em muitos lares.

É aí que eu queria chegar. Se você senta pra conversar com qualquer doméstica, ouve histórias de arrepiar os cabelinhos da nuca. Imagine ler dezenas de relatos, de várias trabalhadoras diferentes, compilados de uma vez só?

Foi o que fez a rapper e professora Preta-Rara, ex-doméstica, ao divulgar com muita habilidade, por meio do Facebook, os relatos de várias domésticas, ex-domésticas, filhos de domésticas. Tudo sob o guarda-chuva da hashtag #EuEmpregadaDoméstica, que também já repercutiu no Twitter.

Ela conta como teve a ideia de fazer essa divulgação:

depoimentos empregada domésticas relatos campanha redes sociais

Repare que a página foi criada no dia 19 de julho, ou seja, há exatamente uma semana. E, enquanto escrevo este post (noite de segunda-feira), a página criada por Preta-Rara já está com mais de 100 mil seguidores. Em apenas quatro dias de existência, ela já tinha recebido mais de 5.000 relatos.

O que explica tamanho sucesso? Depoimentos como estes abaixo, que selecionei para o blog. São um soco no estômago e suscitam reflexões, debates, INCÔMODOS. São almas sendo lavadas, ainda que tardiamente:


Humilhação é a palavra que resume todos esses depoimentos.

Pra não dizer que todos os patrões são imprestáveis, teve também um ou outro relato com final feliz. Pincei meu favorito:

Por um mundo com mais Reginas para cada Joyce!

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 05/Aug/2016 às 12:24

    Cada os coxinhas que dizem que não existe racismo ou perseguição contra a classe operária assalariada?

  2. Nelo de Carvalho Postado em 05/Aug/2016 às 17:29

    Mas em pleno Século XXI ou mesmo no Século XX muitas brasileiras ainda aceitam um emprego na condição de escrava, mesmo nas grandes metrópole brasileira? A que se deve esse fenômeno, será que nisso só existe colonialismo e escravidão que não foi superada, ou existe algo no Brasileiro que lhe transforma em cidadão submisso que não consegue ou não sabe se rebelar. Pelo que tenho visto ao londo desses dois último anos, as manifestação que levaram ao golpe e transformaram no PT no "partido mais corrupto", há algo que leva querer que no Brasil existe uma cultura de submissão e resignação. É como se os oprimidos e os escravizados desse país não nascessem para a luta, muitos deles condenados a eterna covardia. Custa acreditar que no caso brasileiro a culpa seja só do colonialismo e da escravidão. Há algo de pior nessa nação, que em pleno Século XXI milhões de brasileiros ainda sejam escravizados.

  3. Nelo de Carvalho Postado em 05/Aug/2016 às 17:38

    Mas em pleno Século XXI ou mesmo no Século XX muitas brasileiras ainda aceitam um emprego na condição de escrava, mesmo nas grandes metrópole brasileira? A que se deve esse fenômeno, será que nisso só existe colonialismo e escravidão que não foi superada, ou existe algo no Brasileiro que lhe transforma em cidadão submisso que não consegue ou não sabe se rebelar. Pelo que tenho visto ao londo desses dois último anos, as manifestação que levaram ao golpe e transformaram no PT no "partido mais corrupto", há algo que leva querer que no Brasil existe uma cultura de submissão e resignação. É como se os oprimidos e os escravizados desse país não nascessem para a luta, muitos deles condenados a eterna covardia. Custa acreditar que no caso brasileiro a culpa seja só do colonialismo e da escravidão. Há algo de pior nessa nação, que em pleno Século XXI milhões de brasileiros ainda sejam escravizados. Não será porque o Brasil historicamente foi tido como uma nação de covarde, em que o pobre na pior das situações, como um capitão do mato, sempre aplaudiu quem lhe explora. Isso foi fácil de ver na marcha dos coxinhas. Afinal, muitos que apoiaram a derrubada de Dilma e a caída do PT são pobres miseráveis e os ditos classe médias que nem a "media" chegam. São pessoas que a essas horas muitos deles não conseguem nem pagar o condomínio, correm o risco de perder o apartamento ou casa porque as prestações do mesmo estão atrasadas. E por aí vai.

  4. Nelo de Carvalho Postado em 05/Aug/2016 às 17:51

    OS 500 ANOS DE COLONIALISMO JÁ PASSARAM, AGORA O QUE RESTA COMO HERANÇA É A SUBMISSÃO DOS POBRES, A COVARDIA DESTES, A FALTA DE LIDERANÇAS QUE SAIBAM ENTENDER SEUS PAPEIS NA HISTÓRIA. O Brasil precisaria mais do que tem, em vez de um PT e um Lula, que acredita que pode se sentar numa mesa e almoçar com a burguesia que quer a sua prisão e morte. Mas em pleno Século XXI ou mesmo no Século XX muitas brasileiras ainda aceitam um emprego na condição de escrava, mesmo nas grandes metrópole brasileira? A que se deve esse fenômeno, será que nisso só existe colonialismo e escravidão que não foi superada, ou existe algo no Brasileiro que lhe transforma em cidadão submisso que não consegue ou não sabe se rebelar. Pelo que tenho visto ao londo desses dois último anos, as manifestação que levaram ao golpe e transformaram no PT no "partido mais corrupto", há algo que leva querer que no Brasil existe uma cultura de submissão e resignação. É como se os oprimidos e os escravizados desse país não nascessem para a luta, muitos deles condenados a eterna covardia. Custa acreditar que no caso brasileiro a culpa seja só do colonialismo e da escravidão. Há algo de pior nessa nação, que em pleno Século XXI milhões de brasileiros ainda sejam escravizados. Não será porque o Brasil historicamente foi tido como uma nação de covarde, em que o pobre na pior das situações, como um capitão do mato, sempre aplaudiu quem lhe explora. Isso foi fácil de ver na marcha dos coxinhas. Afinal, muitos que apoiaram a derrubada de Dilma e a caída do PT são pobres miseráveis e os ditos classe médias que nem a "media" chegam. São pessoas que a essas horas muitos deles não conseguem nem pagar o condomínio, correm o risco de perder o apartamento ou casa porque as prestações do mesmo estão atrasadas. E por aí vai. A submissão do brasileiro, pobre e oprimido, é o resultado que se tem também quando se tem um povo limitado a receber informação de uma mídia Golpista, o famigerado PIG. Nelo de Carvalho

  5. Vilmar Calisto da silva Postado em 08/Aug/2016 às 18:53

    Falam tanto do PT como se o PT fosse o único partido corrupto, vamos nos unir pessoal! E tirar este governo interino do poder que chegou aí poder de base do golpe vamos conviver uma nova eleição até o fim do ano! Nosso país nas mãos destes Carcará vai voltar a ser o que era no passado, pura miséria estão saqueando nosso país, estão vendendo nosssas empresas públicas, estão vendendo nossas Fonte de riquessas minerais e valor de banana, pra maquear o rombo na da economia e eles aparentar ter resolvido o problema daeconomia e da inflação, é assim ganhar popularidade a curto prazo afim de continuar no poder.estes ladrões só trabalham em Benefício próprio, acorda meu povo põe a cabeça pra pensar, é caem na real estamos sendo governados por ladrões conservadores ,racistas, machistas, homofobicos, preconceituosos, nós temos o poder de tirar estes pestes do nosso caminho é nos livrarmos deles e assim o país passa a crecer juntamente com toda a sua população uniformemente sem distinção de raça cor grupos étnicos ou quem que seja, acorda Brasil...📖📖✊✊✊✊✊✊