Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 02/Aug/2016 às 12:25
16
Comentários

Médico que debochou da simplicidade de paciente pede desculpas

Médico que fez piada com 'peleumonia' pede desculpas e visita paciente: "Errei, me arrependi e me sinto mal". Guilherme Capel, que foi demitido, chegou a rir na cara do paciente ao ouvir a pronúncia errada de palavras e depois publicou um deboche nas redes sociais

médico demitido peleumonia deboche
Médico demitida deboche foi até a casa de paciente pedir desculpas

A foto em que o médico Guilherme Capel aparece com um receituário com os dizeres “Não existe peleumonia e nem raôxis” foi feita na última quarta-feira (27) e acabou viralizando nas redes — o que resultou em uma grande revolta.

O registro foi feito depois de atender o mecânico José Mauro de Oliveira Lima, de 42 anos, que estudou até o segundo ano do ensino fundamental.

O enteado de José Mauro, Claudemir Thomaz Maciel da Silva, também estava na consulta e disse que o médico chegou a rir quando o mecânico disse “peleumonia”.

“Na hora, não desconfiamos que ele iria debochar depois na internet”, disse, acrescentado que o padrasto ainda não sabe que virou motivo de deboche do médico. “Meu padrasto não sabe falar direito porque não teve estudo.”

Neste domingo (31), Guilherme decidiu voltar atrás, assumiu o erro e pediu desculpas ao paciente pessoalmente. “Eu errei, me arrependi e me sinto mal com isto. Este pedido de desculpas vai a todos os brasileiros que se ofenderam com a brincadeira da “peleumonia”. Sr. José Mauro hoje tornou-se meu amigo”, escreveu o médico Guilherme Capel, ao publicar a foto em que aparece abraçado a José Mauro de Oliveira Lima.

O reencontro dos dois aconteceu na tarde deste domingo (31), na casa do mecânico.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. angelo Postado em 02/Aug/2016 às 13:39

    "me engana que eu gosto"

  2. Tomás Barbosa Postado em 02/Aug/2016 às 14:10

    "Todos os brasileiros que se ofenderam com a brincadeira da peleumonia"... A escolha de palavras já demonstra que não só ele não sente culpa nenhuma, como se acha injustiçado. Jovem, não foi "brincadeira". Foi "deboche e escárnio" . Assuma o que fez e aí suas desculpas contarão.

  3. pedro Postado em 02/Aug/2016 às 14:58

    Linda atitude garoto,foi o mimimo que voce poderia ter feito, o maximo voce sabe esta dentro do seu Ser, com certeza agindo assim voce será um grande Medico, meus parabens.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 02/Aug/2016 às 15:20

    Moleque safado. Achou que ia se consagrar e ganhar mil curtidas no Face esculhambando pobre, aí viu que ia se arrebentar inteiro, tomou uma pisa da diretoria do hospital e se viu forçado a abraçar pobre pela primeira vez na vida, cheio de nojo, usando-o pra passar um pano na própria imagem. A sorte dele é que o brasileiro, trabalhador humilde, é BOM. Homens e mulheres bons, cidadãos de bem que foram semi-alfabetizados num sistema sucateado pelas décadas de ditadura, que tiveram que priorizar o trabalho pra sustentar a família ao invés de um estudo formal, e que, por serem cidadãos de bem DE VERDADE, jamais fariam o que é certo: quebrar o nariz desse filho da puta, arrastar a face branca desse infeliz no asfalto e postar a foto dele limpando o sangue e as escoriações com o mesmo papel que ele escreveu "peleumonia" e "raoxis". Depois disso, aí sim, esse playboy de merda teria o direito de sair na mesma foto que um trabalhador brasileiro.

    • José Ferreira Postado em 03/Aug/2016 às 09:52

      Calma, Eduardinho. Isso aí é falta de sexo. O casamento gay está liberado.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 03/Aug/2016 às 11:04

        Zé Istoriador Ferreira sempre se incomodando, chorando e sangrando rios quando o oprimido se levanta e/ou quando o opressor se arrebenta...calma, cara...o justiçamento ainda nem começou.

      • José Ferreira Postado em 03/Aug/2016 às 14:01

        Hehehe... Que discursinho mais mequetrefe. Você pensa que fazer o que vocês chamam de "revolução" é coisa que se faz em uma tarde, a acabar antes do jantar. Sossege, homem.

      • Marcos Vinicius Postado em 03/Aug/2016 às 14:32

        Se deita na BR!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 03/Aug/2016 às 15:03

        Em que momento dei a entender que revolução "é coisa que se faz em uma tarde, a acabar antes do jantar"? Fumou que material sintético ilegal pra delirar a esse ponto? Qualquer estudante de história pé-de-rato TEM QUE SABER que revolução não é um "evento", REVOLUÇÃO É UM PROCESSO. Estou apenas transmitindo informações, relatando fatos: não há UMA vez que você não sangre, babe, espume e enfie dois cactos no cu toda vez que o oprimido se levanta e/ou quando o opressor se arrebenta.

  5. Wanderley Medeiros Postado em 02/Aug/2016 às 15:31

    Se esse médico fosse oriundo da parte mais carente da sociedade brasileira, não teria debochado do paciente. Deve ser nascido em núcleo elitizado e sempre conviveu dentro de casa com a pronuncia do português correto além de outros idiomas. Mas foi homem para reconhecer o erro e poder ver com os próprios olhos o que é a desigualdade no nosso país.

  6. Roberto Postado em 02/Aug/2016 às 15:38

    Foi uma brincadeira equivocada, mas a postura dele nos pedidos de desculpas que fez foi mais que digna. Ah se todos que os brasileiros fossem assim, seríamos de primeiro mundo, pois todos saberíamos a hora que erramos e saberíamos crescer...

  7. Deisi Postado em 02/Aug/2016 às 15:43

    Me impressiona essa classe de "medicus" do Brasil, humanidade não existe, muito boa a postura do hospital, demissão justíssima.

  8. Mecânico Postado em 02/Aug/2016 às 16:13

    Arrependimento de CU é rola!!! Ficou remendado demais esse arrependimento mequetrefe! Babaca não perde a oportunidade de levar uma trolha do CRM...

  9. Isaac Postado em 02/Aug/2016 às 20:39

    Playboy FDP! Se teve a oportunidade de estudar pra ser médico (bancado pelos pais, obviamente, não por esforço próprio), mas não soube aproveitar direito, pois tem um diploma sem humanidade e simplicidade, que são mais importantes.

  10. José Ferreira Postado em 03/Aug/2016 às 09:51

    Ele não identificou o paciente quando fez essa postagem. Se o enteado do "ofendido" não tivesse falado nada, o próprio "ofendido" nem iria saber de nada. O problema é um dos Zé Povinho do grupo dele, provavelmente por conta de desavenças pessoais com o médico, resolveu colocar em público. E ele se esforçou para virar médico, deixem de ser invejosos.

  11. Jessica Postado em 03/Aug/2016 às 15:42

    Acho que ficou muito pior agora. Anteriormente ele expôs uma palavra errônea, agora ele esta expondo uma pessoa. Não havia a necessidade dele tirar foto e compartilhar. Se quer pedir desculpas peça em silêncio, não há a necessidade de compartilhamentos, ou se mesmo assim quer compartilhar, não exponha a pessoa que você zombou. Ta na cara que isso é para se aparecer mais ainda, e comover muita gente. Agora a vitima é mais vitima do que antes.