Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 31/Aug/2016 às 15:42
12
Comentários

Dilma tem direitos políticos mantidos; veja como votaram os senadores

Foram 42 votos a favor da perda dos direitos políticos de Dilma e 36 votos contra, mas eram necessários 54 votos para que ela ficasse inabilitada a exercer funções públicas durante oito anos. Confiram como votaram os senadores nesta questão

dilma direitos políticos senado impeachment
Dilma mantém direitos políticos e está habilitada a exercer funções públicas

Por 42 votos a favor, 36 contra e 3 abstenções, os senadores não conseguiram com que Dilma Rousseff perdesse os direitos políticos por oito anos. Com isso, ela está habilitada a exercer qualquer função pública.

Eram necessários 54 votos para que a petista perdesse todos os direitos políticos. Antes os senadores aprovaram, por 61 votos a 20, a cassação do mandato de Dilma.

O fatiamento da punição foi proposto por parlamentares aliados de Dilma. O argumento foi aceito pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Renan Calheiros, que votou a favor do impeachment, foi contra a perda dos direitos políticos de Dilma. “No Nordeste, costumam dizer uma coisa com a qual eu não concordo: ‘além da queda, coice’”, afirmou Renan.

“Venho pedir a todos que não apliquem a inabilitação à presidente Dilma”, disse a ex-ministra de Dilma Kátia Abreu (PMDB-TO). “Pela honestidade pela idoneidade, independente de erros que alguns concordam que ela tenha cometido – eu particularmente discordo” acrescentou.

A senadora argumentou que as penas são autônomas e independentes. Kátia Abreu disse que Dilma “é uma pessoa que com certeza será convidada para dar aulas”, ou contratada por parlamentares para prestar consultoria – o que seria inviabilizado pela decisão de inabilitá-la. “A presidente Dilma precisa continuar trabalhando para poder suprir as suas necessidades”, apelou.

“Que democracia é essa que estamos construindo?”, questionou Jorge Viana (PT-AC) “não vamos cassar e impedir que ela [Dilma] siga sendo uma brasileira como nós”, defendeu o petista, com a voz embargada.

Sangue

Outros senadores lutaram pelo sangramento de Dilma até o fim. Foram os casos de Aécio Neves (PSDB), Cássio Cunha Lima (PSDB) e Aloysio Nunes (PSDB). Os três subiram à tribuna para pedir que o plenário cassasse os direitos políticos da presidente eleita.

“Nós estamos aqui aplicando a Constituição. A Constituição não pode ser reformada por uma votação aqui no Senado, a Constituição diz com toda clareza que essas penas devem ser aplicadas conjuntamente”, disse o tucano, que queria que Dilma, que hoje tem 68 anos, perdesse o direito de exercer funções públicas por 8 anos.

“O que estaremos fazendo, além de rasgar essa Constituição da qual eu fui signatário, é permitir que hoje a presidente Dilma Rousseff perca o seu cargo e amanhã ela inicie a sua campanha eleitoral país afora. É um fator de instabilidade enorme para o país”, reclamou Cássio Cunha Lima, ex-governador que teve o mandato cassado em 2009 mas disputou e elegeu-se senador em 2010 pela Paraíba.

VEJA COMO VOTARAM OS SENADORES.

“SIM”, PELA CASSAÇÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS DE DILMA ROUSSEFF

Aécio Neves
Aloysio Nunes Ferreira
Álvaro Dias
Ana Amélia
Antonio Anastasia
Ataídes Oliveira
Benedito de Lira
Cássio Cunha Lima
Ciro Nogueira
Dalirio Beber
Dário Berger
Davi Alcolumbre
Eduardo Amorim
Eduardo Lopes
Fernando Bezerra Coelho
Fernando Collor
Flexa Ribeiro
Garibaldi Alves Filho
Gladson Cameli
Ivo Cassol
Lasier Martins
José Agripino
José Aníbal
José Maranhão
José Medeiros
Lúcia Vânia
Magno Malta
Marta Suplicy
Omar Aziz
Paulo Bauer
Pedro Chaves
Reguffe
Ricardo Ferraço
Romário
Romero Jucá
Ronaldo Caiado
Sérgio Petecão
Simone Tebet
Tasso Jereissati
Waldemir Moka
Wilder Morais
Zeze Perrella

“NÃO”, PELA MANUTENÇÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS DE DILMA ROUSSEFF

Acir Gurgacz
Angela Portela
Antonio Carlos Valadares
Armando Monteiro
Cidinho Santos
Cristovam Buarque
Edison Lobão
Eduardo Braga
Elmano Férrer
Fátima Bezerra
Gleisi Hoffmann
Hélio José
Humberto Costa
Jader Barbalho
João Alberto Souza
João Capiberibe
Jorge Viana
José Pimentel
Kátia Abreu
Lídice da Mata
Lindbergh Farias
Otto Alencar
Paulo Paim
Paulo Rocha
Raimundo Lira
Randolfe Rodrigues
Regina Sousa
Renan Calheiros
Roberto Muniz
Roberto Requião
Roberto Rocha
Rose de Freitas
Telmário Mota
Vanessa Grazziotin
Vicentinho Alves
Wellington Fagundes

ABSTENÇÃO
Eunício Oliveira
Maria do Carmo Alves
Valdir Raupp

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Lucas Postado em 31/Aug/2016 às 16:03

    poderiam botar as siglas dos partidos na matéria

    • Isabel Cristina Postado em 31/Aug/2016 às 19:42

      http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/08/como-votaram-os-senadores-na-sessao-historica-que-cassou-o-mandato-de-dilma.html

    • Rodrigo Postado em 01/Sep/2016 às 13:00

      Isso. É mais: o Estado que pertencem.

  2. Eduardo Ribeiro Postado em 31/Aug/2016 às 17:58

    """Dilminha, querida...olha só...nós já conseguimos o que queriamos e não tem necessidade de nenhuma outra punição....sabemos que pegamos pesado com você, mas a gente só queria mesmo era te tirar, ainda que sem crime....não era nada pessoal, viu...fica de boas"""

    • Débora Postado em 01/Sep/2016 às 09:13

      Triste foi assistir a um senador após a votação dizer que votou pelo afastamento, mesmo sabendo que não tinha crime de responsabilidade, porque a presidenta Dilma não tinha mais condições de governar... se isso não é golpe, é o que?

    • poliana Postado em 03/Sep/2016 às 20:38

      Exato, eduardo. tudo teatrinho armado. O q queriam mesmo era tirá-la do poder...o resto foi um prêmio de consolação. Só n ver quem n quer!

  3. Salomon Postado em 31/Aug/2016 às 19:33

    Digam o que quiserem, mas a Dilma inaugurou um novo jeito de fazer política. Ela não faz aliança com corruptos, não se deixa corromper, não aceita chantagem, tem ideologia e não se incomoda com o que dizer sobre ela. Só tem que escolher melhor seus assessores. Espero que faça escola.

    • luis Postado em 31/Aug/2016 às 22:47

      "Não faz aliança com corruptos" e o vice dela era o Temer, entre as ministras delas tínhamos Kátia Abreu...

  4. Oblivion Postado em 31/Aug/2016 às 23:37

    Ratos imundos, se acham que isso diminui o crime que fizeram estão muito enganados. São tão desprezíveis que não se tocaram que se realmente havia um crime de responsabilidade os direitos também deveriam ser cassados. Porém, do mais canalha, o viciado, aos mais covardes, todos sabem que não houve crime de responsabilidade. E se esses desgraçados, assim como a grande mídia e stf pensam que a história passará impune. Jamais! Já se sentem constrangidos internacionalmente pois transformaram essa nação na republica de bananas da vez.

  5. Marcos Vinicius Postado em 01/Sep/2016 às 12:00

    Agora a coxinhada tá de mimimi pelo fato de a Dilma não ter perdido direitos políticos por oito anos, e agora estão alegando que "não seguiram a Constituição". Hipócritas!

  6. Preto Velho Postado em 02/Sep/2016 às 07:30

    Sinceridade, achei isto esquisito, pra dizer o mínimo. Abre precedentes para pedirem a mesma coisa pro Eduardo Cunha e para qualquer outro político que passe por processo. Um prêmio de consolação que revelou o oportunismo do político brasileiro.

  7. Arnaldo Ribeiro ou Israel Postado em 05/Sep/2016 às 17:30

    IMPEACHMENTDE DILMA ROUSSEF Depois de nove meses de penosa gestação indesejada, eis que vimos o renascer da esperança por dias melhores , graças a Providência Divina: E na verdade, O Grande Arquiteto do Universo é o Autor desse livramento, embora o parto haja ocorrido num decantado hospício babilônico, onde a inconsequência conseguiu fechar um processo político-jurídico com chave de ouro, impondo a inadmissível substituição de dispositivo constitucional, por queda de burro sem coice, preservando os direitos políticos da Presidenta caçada: Esse fato seria Cômico, se não fosse trágico; (RM.4.3) POIS QUE DIZ A ESCRITURA? (IS.59.16) O SENHOR VIU ISSO, E DESAPROVOU O NÃO HAVER JUIZO; (LE.28.7) PORQUE A CORRUPÇÃO E A MORTE ESTÃO A CAIR SOBRE AQUELES QUE QUEBRANTAM OS MANDAMENTOS DO SENHOR: (OS.4.2) O QUE SÓ PREVALECE É PERJURAR, MENTIR, MATAR, FURTAR, E ADULTERAR, E HÁ ARROMBAMENTOS E HOMICÍDIOS SÔBRE HOMICÚDIOS; (RM.10.30) PORQUANTO DESCONHECENDO A JUSTIÇA DE DEUS, E PROCURANDO ESTABELECER A SUA PRÓPRIA, NÃO SE SUJEITARAM A QUE VEM DE DEUS: (IS.46) .LEMBRAI-VOS DISTO E TENDE ÂNIMO, TOMAI-O A SERIO Ó PREVARICADORES; (MT.5.20) PORQUE VOS DIGO, QUE SE A VOSSA JUSTIÇA NÃO EXCEDER EM MUITO A DOS ESCRIBAS E FARISEUS, JAMAIS ENTRAREIS NO REINO DOS CÉUS: SITUAÇÃO AUAL E O FUTURO DO BRASIL oi companheiros, diante desse cenário politico tão perturbador eu fico muito preocupada com o futuro desse país. queria saber o que vocês pensam sobre como um pequeno grupo de pessoas mau intencionadas pode prejudicar um país de milhões e como que a espiritualidade pode permitir isso tudo. me consolem por favor porque estou mesmo desanimada com medo do futuro. um abraço a todos. Oi, Sabrina, prazer em te receber no Fórum. Parabéns por abordar o assunto sem citar nomes e instituições; Sabe, toda crise tem seu lado bom, mesmo que meio amarguinho. Enquanto a gente fica sabendo dos escândalos de mentira, traição e roubo, também pode se perguntar: – E eu? Até que ponto sou verdadeiro, fiel e incapaz de roubar? Muita coisa que parece sem importância pode ser roubo e traição. Quantas vezes a gente não roubou confiança dos outros? E a boa-fé? – Ah!, aquilo foi só uma mentirinha boba. Pode ser, mas mentira é uma forma de traição e roubo. ________________________________________ Potencialmente, o Brasil é um dos países mais ricos do planeta. Rico, ingênuo e generoso. Desde séculos, a terra brasileira foi espoliada e despojada de riquezas minerais, vegetais, animais e riquezas do coração. Sim, quantas vezes comunidades nativas ou brasileiras tiveram sua esperança levada embora? Na Europa, as guerras e misérias contínuas tiraram a alegria e a confiança dos povos. Somente as novas gerações conseguiram se livrar um pouco do pessimismo de seus pais e avós. Já o Brasil sempre foi por caminhos mais leves. A humanidade brasileira não se abate, mesmo nas crises inevitáveis. Pra não te deixar sem algo esperançoso, eis alguma coisa boa já prevista pro Brasil. Dom Bosco: Foi um expoente da Igreja no Século 19. Tinha sonhos proféticos. Uma vez, preocupado em construir uma sede na América do Sul, ele dormiu e sonhou. Era a noite de 30 de agosto de 1883. Sonhou que viajava num trem pela lombada da Cordilheira dos Andes, desde o Norte ao Sul. Olha o que ele escreveu: "Eu enxergava nas vísceras das montanhas e nas profundezas da planície. Tinha, sob os olhos, as riquezas incomparáveis dessas regiões, as quais, um dia, serão descobertas. Eu via numerosos minérios de metais preciosos, jazidas inesgotáveis de carvão de pedra, de depósitos de petróleo tão abundantes, como jamais se acharam noutros lugares. Mas não era tudo. Entre os graus 15 e 20, existia um seio de terra bastante largo e longo, que partia de um ponto onde se formava um lago. E então uma voz me disse, repetidamente: – Quando vierem escavar os minerais ocultos no meio destes montes, surgirá aqui a Terra da Promissão, fluente de leite e mel. Será uma riqueza inconcebível.” Nos anos 50, o Presidente Kubitschek parecia fã da famosa previsão de Dom Bosco. Tanto que fez construir um lago bem no meio do tal "seio de terra largo e longo" (Planalto Central Brasileiro). Seria o lago do Paranoá, em Brasília. Engraçado é que Brasília fica bem no começo da tal faixa de D. Bosco, entre as latitudes 15º e 20º Sul. Emmanuel e Humberto de Campos (Chico Xavier): Também deixaram previsões muito boas sobre o Brasil. Ramatis (Hercílio Maes): Avisou que o Brasil conquistaria seu equilíbrio econômico e financeiro, já previsto pelo Alto. Que também seria tipo um líder moral da humanidade, em parte graças à simpatia que seu povo tem pelo Espiritismo. Ramatis (América Paolielo): Escreveu o livro Brasil, terra de promissão. Prevê a atuação decisiva do povo brasileiro nos momentos difíceis de transformação do planeta. Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/off-topic/o-futuro-do-brasil-52211/#ixzz4IqoyXtcW