Redação Pragmatismo
Compartilhar
Educação 01/Jul/2016 às 14:59
16
Comentários

Paulo Freire tem página na Wikipedia alterada por órgão do governo Temer

Órgão do governo interino do presidente Michel Temer altera página do educador Paulo Freire na Wikipedia: “Doutrinação marxista”. Presidente do Instituto Paulo Freire lamentou a ação

paulo freire wikipedia governo temer

Artigo que traz a biografia do educador Paulo Freire na Wikipedia foi alterado na tarde de ontem (28) com informações que atribuem a ele a origem da “doutrinação marxista” nas escolas e universidades.

Grupo que monitora as alterações feitas em páginas da Wikipedia identificou que as mudanças partiram de uma rede do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro — Governo Federal).

No verbete editado, consta que Freire participou da última grande reforma da legislação educacional que resultou em um ensino “atrasado, doutrinário e fraco”.

Em nota, o Serpro, empresa de tecnologia da informação do governo federal, disse que a alteração não partiu de suas instalações, mas de um órgão público federal que não pode ter o nome divulgado por questões contratuais.

O Serpro administra a rede que provê acesso à internet tanto em instalações do próprio órgão como em instituições públicas em todo o país.

“A alteração realizada não partiu das instalações do Serpro, mas, sim, de um órgão público, cujo acesso à internet é administrado pela empresa. Entretanto, o Serpro não está autorizado, por questões contratuais, a divulgar informações de acesso de seus clientes à rede”, diz o comunicado.

paulo freire wikipedia temer

Os parágrafos inseridos no artigo foram retirados de um texto publicado no site do Instituto Liberal com o título “Paulo Freire e o Assassinato do Conhecimento”. O texto é assinado por um integrante da rede Estudantes Pela Liberdade e do Movimento Universidade Livre.

“Aí está uma das origens da nossa já conhecida doutrinação marxista nas escolas e universidades, que em vez de formar cidadãos e profissionais para o crescimento do país, forma soldados dispostos a defender com unhas e dentes o marxismo no meio acadêmico”, diz o trecho de um dos parágrafos inseridos no artigo.

Obra

A principal obra do educador pernambucano Paulo Freire, “Pedagogia do Oprimido” (1968), é a terceira mais citada mundialmente em trabalhos da área de humanas, segundo um levantamento realizado no Google Scholar, ferramenta de pesquisa dedicada à literatura acadêmica. O pedagogo também é referência nacional nas pesquisas da área.

Para o diretor pedagógico do Instituto Paulo Freire (IPF), Paulo Roberto Padilha, esse tipo de ação é uma tentativa de doutrinar leitores que não conhecem a história do educador.

“O que está publicado é um absurdo, uma aberração política e pedagógica, não corresponde à verdade. O que ele [Paulo Freire] queria é uma educação que libertasse a pessoa, para que se tornasse uma pessoa crítica, capaz de questionar qualquer doutrinação”, afirma.

Padilha destaca que os trechos inseridos na Wikipedia serão questionados nacional e internacionalmente pela comunidade de estudiosos da obra de Paulo Freire. Realizado a cada dois anos, o Fórum Paulo Freire que reúne estudiosos interessados em discutir a obra do autor terá sua 10ª edição neste ano em Santiago (Chile), onde Freire escreveu e publicou Pedagogia do Oprimido durante o exílio.

Proibido pelos militares durante a ditadura no Brasil (1964-1985), o livro só viria a ser publicado em território nacional em 1974.

“A gente vê inventada nesse tipo de ação a mesma lógica do golpe militar, querendo desfigurar e descaracterizar a palavra do Paulo Freire. Estaremos no Chile discutindo uma educação libertadora que não se restringe a um ou outro teórico, mas dialoga com os diferentes, contra o retrocesso”, reforçou Padilha.

Outro trecho do texto inserido no artigo da Wikipedia fala sobre a participação de Freire no processo que originou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, durante a reforma educacional feita em 1996, no governo de Fernando Henrique Cardoso.

VEJA TAMBÉM: Paulo Freire é o único brasileiro com um livro entre os 100 mais pedidos dos EUA

Segundo o coordenador pedagógico do instituto, a LDB, da forma como foi aprovada, não contemplou a visão de Freire. “Paulo Freire inspirou muitos educadores que tiveram papel importante na LDB, mas de última hora a lei foi desconfigurada. Ele o fez com a expectativa de uma outra perspectiva”, afirma.

EBC

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. José Ferreira Postado em 01/Jul/2016 às 15:44

    “O que está publicado é um absurdo, uma aberração política e pedagógica, não corresponde à verdade..." Aberração é a ideia de que algumas doutrinações são boas e outras são ruins. Ele não questionava os lugares em que havia a doutrinação comunista, mas questionava as demais correntes político-econômicas. Doutrinação é sempre ruim. Entretanto, ele está bem quentinho no lugar que ele está agora, sentado no colo do Capiroto.

    • Keanu Postado em 01/Jul/2016 às 17:37

      José Ferreira, vc está assistindo muitos filmes do Alexandre Frota... Pelo visto gosta da doutrinação dele...

      • José Ferreira Postado em 01/Jul/2016 às 22:52

        O Alexandre Frota é apenas um "peão" que mandou mensagens. O projeto "Escola Sem Partido" foi feito por pessoas sérias.

      • enganado Postado em 02/Jul/2016 às 11:42

        Esse Ferreirax, gosta do Alexandre Foda, Reinaldo Azevedo, Regina Duarte, Suzana Vieira, Temer, general que persegue o LULA;DILMA e deixa o AOPIO; Aloysio 300 Mil, ... roubarem e ainda o çERRA entregar de bandeja a CHEVRON. Alias, isso pode! Agora o MST, LULA, DILMA, estes sim estão acabando com BRASIL. Revoltante!

    • Jefferson Postado em 01/Jul/2016 às 18:30

      Ô cérebro pequeno, vai estudar, seu babaca retardado.

    • Moacir Postado em 02/Jul/2016 às 10:42

      Ele questionava todo tipo de doutrinação. Dizia que consciência não é um continente a ser preenchido por um conteúdo. Consciência é sempre consciência do mundo. E Capiroto (doutrinação) é falsa consciência

    • Eduardo Ribeiro Postado em 02/Jul/2016 às 18:10

      Vocês ainda vão e dão cabimento. ..é o Istoriador, irmãos. Sabe nada de Paulo Freire e nada de nada de Marx. Nem sei dizer em qual ele é mais LEIGO. Peçam pra ele dissertar sobre essa LENDA URBANA chamada "doutrinação marxista", pra mostrar com exemplos claros como funciona, explicar o passo a passo desse processo, e façam ele passar vergonha....ou chamem de burro/safado logo pra ganhar tempo.

      • Vinis Postado em 04/Jul/2016 às 15:16

        Ele provavelmente vai dar um ctrl c ctrl v num "artigo" desses institutos liberais.

  2. Alan Kevedo Postado em 01/Jul/2016 às 16:04

    SE O SEU OBJETIVO É VER SEUS FILHOS NA UNIVERSIDADE SAIBA QUE BÍBLIAS NÃO AJUDAM NADA, MAS PAULO FREIRE, SALVA.

    • Jefferson Postado em 01/Jul/2016 às 18:28

      Sem desmerecer a biblia, mas seu comentário arrasou. Parabéns.

  3. Leonardo Araújo Postado em 01/Jul/2016 às 17:14

    É a ação estatal formalizando o retorno às trevas medievais.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 01/Jul/2016 às 17:20

    """não pode ter o nome divulgado por questões contratuais""". Tá certo. O bacana é que Paulo Freire entra naquela categoria frequentada pelos debilóides da direita brasileira, """nunca li nem a orelha de 1 livro desse cara, mas me mandaram odia-lo..então eu obedeci e to odiando ele""". Somente o próprio Marx é tão "odiado por osmose" e "odiado porque me ordenaram odiar" quanto Paulo Freire. Mas...nossos problemas acabaram e o futuro tá garantido: o "Plano Educacional Alexandre Frota" tá aí pra elevar nossa educação a níveis noruegueses..

  5. Deisi Postado em 01/Jul/2016 às 17:32

    O método Paulo Freire e tão maravilhoso, que um padre de Blumenau, compartilhou uma experiência que teve em uma favela em São Paulo, todos analfabetos, usando o método em seis meses todos foram alfabetizados.

  6. Salomon Postado em 01/Jul/2016 às 18:51

    As pessoas arranham a superfície quando falam em educação. Paulo Freire foi a pedra angular sobre a qual se assentou o espírito crítico brasileiro. Como faltam conhecimentos básicos aos seus detratores, se limitam a dizer que é comunista. Ora, o outro Freyre, o Gilberto, foi um extremista de direita, e mesmo por isso não há quem se disponha a alterar sua biografia.

  7. Roberto Pedroso Postado em 03/Jul/2016 às 12:56

    Quem critica paulo Freire não conhece e nem sabe nada sobre educação,agora gostaria que aqueles que acusam a educação publica Brasileira de doutrinação de esquerda que apresentem provas de tal acusação,por acaso estas pessoas estudam ou tem filhos estudando em escolas publicas? nem sequer sabem do que estão falando.....

  8. Roberto Pedroso Postado em 03/Jul/2016 às 12:58

    Como bem disseram acima Paulo Freire salva.