Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 06/Jul/2016 às 17:33
3
Comentários

Papa aceita renúncia de arcebispo da Paraíba que acobertou pedofilia

Papa Francisco aceita renúncia de dom Aldo Pagotto, arcebispo da Paraíba cúmplice de pedofilia e que acobertou padres que molestavam crianças. Militante político, Pagotto costumava ir às ruas pedir o impeachment de Dilma e se posicionar contra "a roubalheira, a falcatrua e a corrupção"

dom aldo pagotto pedofilia impeachment
Cúmplice de padres pedófilos, dom Aldo Pagotto costumava frequentar manifestações ‘contra a corrupção’ e a favor do impeachment

O Vaticano informou nesta quarta-feira (6) que o papa Francisco aceitou a renúncia do arcebispo da Paraíba, que é acusado de acobertar padres pedófilos de sua diocese.

Francisco acolheu a abdicação de dom Aldo di Cillo Pagotto, de 66 anos, citando uma determinação da lei eclesiástica da Igreja Católica segundo a qual os bispos têm obrigação de se demitir se estiverem doentes ou se houver uma “causa grave”.

Em circunstâncias normais, ele teria continuado na função até completar 75 anos.

No ano passado, a igreja tirou de Pagotto o poder de ordenar padres, enquanto as acusações contra ele eram investigadas.

Ao aceitar a renúncia de Dom Aldo, Papa Francisco nomeou Dom Genival Saraiva de França, bispo emérito de Palmares (PE), como Administrador Apostólico da Arquidiocese até que um novo arcebispo seja escolhido.

Em março do ano passado, dom Aldo Pagotto participou de ato a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff em João Pessoa (PB), e disse que protestava contra “a roubalheira, a falcatrua e a corrupção”.

Em uma carta publicada no site da diocese, Pagotto se defendeu:

“Acolhi padres e seminaristas com a intenção de lhes oferecer novas oportunidades na vida. Mais tarde alguns se tornaram suspeitos de terem cometido faltas graves… cometi erros por confiar demais, com misericórdia ingênua.”

dom aldo impeachment pedofilia
Dom Aldo Pagotto em outra manifestação pró-impeachment

com Reuters

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Salomon Postado em 06/Jul/2016 às 19:18

    Proibido, o instinto natural do coito acaba achando uma brecha: ou o padre se torna pedófilo ou se acaba na mão. E será que a 'misericórdia ingênua' desse religioso também se aplica ao Cunha e seus abençoados?

    • Rita Candeu Postado em 07/Jul/2016 às 12:51

      essa relação não é verdadeira homens casados são tbm pedófilos - abusam até dos próprios filhos

  2. João Paulo Postado em 07/Jul/2016 às 01:39

    Estupradores, assassinos, corruptos, sonegadores, estelionatários, as manifestações coxa-trouxinhas amontoam de tudo. A grande notícia será o dia em que estamparem a seguinte manchete: "Pessoa honesta participa de passeata pró-golpe!"