Redação Pragmatismo
Compartilhar
Michel Temer 29/Jul/2016 às 16:07
7
Comentários

O que leva alguém a usar seu filho de 7 anos para se autopromover?

Foi assunto na semana. Michel Temer usou seu filho de apenas 7 anos para realizar uma operação de marketing rasteiro. Presidente interino convocou a imprensa para registrar a única vez em que foi buscar Michelzinho na escola. E a imprensa obedeceu

temer filho escola

Kiko Nogueira, DCM

A biografia de Michel Temer acaba de cruzar com a de Fernando Henrique Cardoso em mais um aspecto lamentável — e não me refiro à vocação golpista.

No mês passado, numa entrevista à Al Jazeera, FHC evocou o filho Tomás para provar ao jornalista Mehdi Hasan que era um cidadão de bem.

“Essa senhora [Mírian Dutra] tem um filho. Ela diz que é meu”, disse ele. “O DNA provou que não é. De qualquer jeito, eu gosto do cara. Eu banquei sua educação o tempo todo com meu dinheiro, usando o Banco Central. Eu mandei dinheiro para o cara.”

O rapaz surgiu na discussão por obra e graça do velho, que se amparou nele como uma tábua de salvação moral.

Na terça, 26, o interino, tentando ver se conseguia transmitir uma imagem de normalidade, provavelmente preocupado com o resultado trágico das pesquisas, resolveu expor estupidamente o filho Michel, de 7 anos.

Temer mandou seus assessores — e eles obedeceram — avisarem a imprensa que estaria na escola dele com a mulher, Marcela.

Um dos golpes mais baixos no manual da busca pela popularidade. E a imprensa amiga obedeceu e cobriu e mostrou.

Era o primeiro dia de aulas do pequeno Michel. Ele saiu antes dos colegas para encontrar os pais e todos poderem posar para as câmeras. De longe, Temer acenava para os fotógrafos enquanto orientava o caçula sobre como proceder diante dos paparazzi de casa.

Alguém lhe questionou se ele passaria a fazer aquilo todos os dias. Temer, solerte, respondeu: “Só hoje! Só hoje!”. O sujeito estava representando um papel que não vai mais se repetir. Michel Jr. deve estar achando que o pai fez aquilo numa boa, por puro amor e consideração, e que repetiria o gesto.

No tumulto, uma mãe gritou para os profissionais da mídia: “Vai ser todo dia essa palhaçada?”. “Vão atrás dos corruptos, ele é só uma criança”, falou outra. Elas seriam, depois, informadas que o Planalto havia convocado a galera e que podiam ficar tranquilas. O tempo de ir atrás dos corruptos passou.

Que tipo de homem coloca sua criança de 7 anos como peça de um plano de marketing mequetrefe? Quem ele pensa que engana? Alguém pensou no moleque ou está combinado que ele serve apenas para enfeitar o museu de cera de Michel, assim como mamãe?

E por que a imprensa compareceu em peso a essa encenação meia boca?

Numa entrevista com Dilma, eu quis saber se ela esperava que o vice decorativo a fosse trair e se o confrontou quando a conspiração ficou clara. Dilma disse que o interpelou e que não achava que ele fosse capaz de fazer o que fez “por um motivo não mencionável”.

A cada demonstração da elasticidade do caráter de Temer, esse motivo não mencionável cresce e fica mais misterioso e feio.

VÍDEO:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. gustavo0 Postado em 29/Jul/2016 às 16:40

    Autopromoção barata, vulgarmente corroborada por parte da mídia, que não só aqui, mas de forma global, tem estreitadas as suas relações com membros de governo e detentores de poder de qualquer ordem.

  2. Salomon Postado em 29/Jul/2016 às 19:00

    Um aleijado moral. O que há pior que um ser humano que chega à idade avançada sem sabedoria e sem dignidade?

  3. João Paulo Postado em 29/Jul/2016 às 20:33

    Esse moleque nem deve ser filho dele. É a continuação da novela brasileira "O corno da amante".

  4. Rosendo Postado em 29/Jul/2016 às 21:50

    motivo não mencionável ???

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 29/Jul/2016 às 23:02

    Resp.: A certeza de que é ilegítimo, imoral e sem carisma. Porque sabe que é o Presidente Zero Votos. E sabe que a noção de que ele é um golpista usurpador se espalha feito "morro de fogo acima" mesmo contando com apoio e proteção de mídia, plutocracia e judiciário.

  6. enganado Postado em 30/Jul/2016 às 15:04

    Será que a RATAZANA está imitando alguém da gangue do Al Capone? Ou será que vai vender alguma coisa para os PERRELLAS, amiguinho do AÓPIO? Tá difícil dizer o que este vagabundo foi fazer neste educandário, ou será mesmo que era só levar o menino de 2 milhões de DÓLARES e/ou então foi conseguir alguma coisa escusa, coisa que este ORDINÁRIO sabe fazer muito bem. Canalha!

  7. João Carlos Correia Postado em 01/Aug/2016 às 13:06

    Mas, que família: o vampiro do Alto de Pinheiros, a vampira bela, recatada e do lar; e o vampirinho aposentado aos 7 anos de idade (apesar disso, é o único inocente nessa vampirada toda)...