Redação Pragmatismo
Compartilhar
Michel Temer 05/Jul/2016 às 17:43
9
Comentários

Meritocracia? Temer nomeia filho de Paulinho da Força para assumir o Incra

Articulador do impeachment, Paulinho da Força emplaca filho na presidência do Incra em São Paulo. Servidores protestaram contra a nomeação de Alexandre Pereira da Silva, que não tem nenhuma experiência na área

paulinho da força incra meritocracia
Paulinho da Força cumprimenta Michel Temer. O deputado conseguiu emplacar seu filho na superintendência do Incra em SP

O deputado estadual em São Paulo Alexandre Pereira da Silva (Solidariedade) foi nomeado nesta segunda-feira pelo governo do presidente interino Michel Temer para assumir a superintendência regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Estado. A nomeação foi publicada na edição desta segunda-feira do “Diário Oficial da União”.

Filho do deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, Alexandre também é secretário-geral do diretório paulista de seu partido e tem atuação na área sindical e trabalhista.

Apesar de não ser ligado diretamente à área da agricultura, o site institucional da legenda também informa que Alexandre já foi produtor de pimentões em estufas num sítio da família em Jundiaí.

Protestos

Servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na capital paulista realizaram um ato hoje (5) contra a nomeação de Alexandre Pereira da Silva para superintendente regional em São Paulo.

Sônia da Silva Rodrigues, diretora do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal no Estado de São Paulo (Sindisef), disse que o os trabalhadores votaram em uma lista de funcionários mais capacitados para ocupar o cargo de superintendente.

“Não temos nada contra a pessoa do Alexandre Pereira. Se ele tivesse experiência na área da reforma agrária, na questão fundiária do estado, não teríamos nada a dizer. A gente acredita que existem outras pessoas na sociedade aptas a fazer a gestão das políticas públicas voltadas à questão agrária”, disse.

Além da lista tríplice, os servidores reivindicam o respeito a uma plataforma mínima de gestão elaborada por eles. “O aparelhamento é muito comum aqui, e não importa o partido. Todo partido faz loteamento político na máquina pública. A falta de experiência de outras superintendências levou a contratos não executados da melhor maneira possível para atender o bem público”, disse.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. José Ferreira Postado em 05/Jul/2016 às 22:31

    Por isso é que temos que fortalecer os concursos e a meritocracia. Assim cenas como essas serão mais raras.

    • poliana Postado em 06/Jul/2016 às 14:20

      oi???????? agora vc defende os concursos públicos? não é vc e seus amigos da direita q vivem dizendo q o estado está inchado e vivem metendo o pau no funcionalismo público???

      • José Ferreira Postado em 07/Jul/2016 às 11:01

        Eu sou servidor. Sempre defendi os concursos.

  2. John Jahnes Postado em 06/Jul/2016 às 00:04

    MERITOCRACIA PARA BANDIDOS É MOSTRAR QUEM ROUBA MAIS EM MENOR TEMPO. PAULINHO É ESPECIALISTA EM ROUBAR GRANBA PÚBLICA. SEUY FILHO DEVE TER MÉRITOS NESSE ÁRDUO TRA\BALHO QUE O PAI LHE ENSINOU TÃO BEM E COM COM MUITO BONS EXEMPLOS. QUEM NÃO SE LEMBRA DO PAULINHO DO FAT? PARA TEMER, QUANTO MAIS ESPECIALIZADO É O BANDIDO MAIOR É O CARGO.OFERECIDO.

  3. Alan Kevedo Postado em 06/Jul/2016 às 01:12

    COM O APOIO DAS "FOCAS AMESTRADAS BRASILEIRAS" AGORA SERÃO DISTRIBUÍDAS AS SESMARIAS. OH, DOR !!! ---Fa-lo-emos com prazer !!!

  4. Pedro Postado em 06/Jul/2016 às 05:37

    Meritocracia faz sentido para preencher cargos, não para organizar uma sociedade.

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 06/Jul/2016 às 10:50

    E as panelas seguem silenciosas..

    • Edison Carleti Postado em 06/Jul/2016 às 13:03

      E os "patos amarelos" não fazem mais quá-quá na Paulista.

  6. Cypher Postado em 06/Jul/2016 às 13:45

    Por isso que vão ter cada vez menos concursos, não para enxugar os gastos, mas para distribuir cargos!!! E a terceirização??? Só pra mim e pra você, e pra todo mundo que cantou junto "Fora Dilma"! Parabéns aos envolvidos!!!