Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 08/Jul/2016 às 16:13
33
Comentários

Já deu bom dia para o faxineiro hoje? – O texto que viralizou nas redes sociais

Texto viral publicado por publicitário tinha como objetivo inicial falar do nascimento do seu filho, mas acabou indo além e apontando a dignidade de quem sobreviveu a uma vida dura e recusa-se a aceitar o discurso da meritocracia que esconde a difícil realidade de milhões que nascem com pouca oportunidade

faxineiro bom dia texto felipe silva

por Felipe Silva*

Hoje nasce meu filho.

Mas antes de vocês conhecerem o Murilo. Precisam me conhecer.

Então vou contar um pedacinho da minha história adulta. Só um pedacinho pra não tomar muito seu tempo.

Ano: 2001.

Chuva de balas do auge da guerra CV x ADA.

Eu, 17 para 18 anos. Preto, favelado, pobre. Raivoso feito um cão magro de rua. Teimoso, teimoso e teimoso.

Segundo grau completo em escola pública com um ano de antecedência, mas claro, nunca passaria num vestibular pra faculdade pública.

Sem dinheiro, sem emprego.

Duas saídas: escolha fácil, o tráfico de drogas! Direto, rápido, poder batendo na porta. Dinheiro sobrando pra esbanjar. Tava ali, era só querer.

Ou escolha difícil: projeto social do Governo do Estado para jovens de comunidades carentes. Ser Aux. de Serviços Gerais. Literalmente: faxineiro de órgão público.

Escolha difícil: virei faxineiro do hospital da Polícia Militar.

Enfermaria A. Varria, limpava e lavava todo o corredor, banheiros e todos os apts. No refeitório, só era permitido almoçar por último. Não iam misturar os faxineiros com os enfermeiros, médicos e policiais, né?

Sabe o que acontecia? Nunca sobrava carnes. A gente tinha que comer ovo, todos os dias. Ovo frito.

Quer ouvir uma coisa triste? Eu achava que estava bom. Que era suficiente. Era o que eu merecia. Tinha um salário.

Consegui comprar um tênis legal. Ajudava minha mãe nas contas de casa. Estava ótimo.

Aí… a polícia invadiu minha casa.

Seja inocente, trabalhador, honesto. Foda-se.

A regra quem faz não é você. Sua mãe no chão, seu sobrinho no chão, tiro de fuzil na sua porta.

De novo, escolha fácil: tráfico, vingança, chapa quente, guerra contras aqueles filhos da puta.

Escolha difícil: conseguir um trabalho, ganhar mais e sair do morro.

Claro, escolha difícil: fui juntar dinheiro pra entrar na faculdade. Mãe foi fazer mais e mais plantões pra ajudar a pagar.

Comprei um guia do estudante, li tudo. Teimoso, quis fazer Publicidade.

Me disseram: pobre publicitário? Hahahaha…

Quis ser redator. Me dei conta: aos 22, só tinha lido 3 livros em toda a vida. Hahahahah.

6 meses de faculdade. Não consigo mais pagar.

Escolha fácil: desiste moleque.

Escolhe difícil: desiste moleque.

Ok, sem escolhas.

Mas não dizem que sempre tem escolha?

Dizem… hahahahahahah…

Sou teimoso, se é o que eles querem eu não faço.

Bora ser preto, suspeito na rua, dura da polícia toda semana, segurança de loja mandando abrir a mochila, porta de banco travando.

Mas vão se fuder que vou vencer honesto.

Meritocracia é a puta que pariu.

Oportunidade pra todos é a puta que pariu.

Não existe, chapa, tudo utopia.

Mas pobre não tem nada a perder. “Se você não tem saída, vença!” Foi o que eu fiz.

Fim do primeiro ato.

2016.

Eu, 33 anos. Preto, casa de dois andares, carro. Viagem pra NY. Redator de uma das maiores agências de publicidade do mundo. Leão em Cannes. Em print. Categoria foda. Mais de 200 livros lidos. Tatuaram uma frase minha na pele.

O publicitário Felipe Silva
O publicitário Felipe Silva

Projeto humano com mais de 1500 kits mensais para moradores de rua. Construí uma casa pra minha mãe.

E hoje, vejo nas timelines que só se entra no crime porque quer.

Que a oportunidade está aí. Que é só querer.

Que é só se esforçar. Que meritocracia funciona.

Que bolsa família faz o pobre não trabalhar.

Que ajuda do governo deixa pobre mal acostumado.

Que a polícia tem que invadir a favela e dar tiro.

Com toda serenidade e conhecimento que aprendi ao longo desse tempo, lhes digo: vão tomar no meio dos seus cu!

EU SOU O CARA DA FAXINA, rapaz.

Esse aí que tirou seu lixo hoje.

E esse país só vai melhorar quando você achar certo que que eu divida a mesa do trabalho com você. Que eu frequente o mesmo shopping, faça a mesma viagem, tenha o mesmo carro que você, vá a mesma faculdade que seu filho.

Quando você me der bom dia de verdade e não automático. E agradecer que eu limpei seu café derramado no chão. E ver que eu tenho nome.

Que eu sou gente.

Que eu tenho sonhos.

Que eu fiz escolhas difíceis pra caralho pra ser um faxineiro.

Que eu não quero comer ovo, porra.

Que eu não quero ser parado na rua porque sou preto.

Ser olhado feio porque sou pobre.

Antes de falar de preto, de pobre de favelado. Saibam: todos esses sou eu.

E te digo: viver no morro é uma merda. Ser pobre é uma bosta.

Por que escrevi tudo isso?

Porque hoje nasce o meu filho.

E, afinal, não era justo vocês conhecerem meu filho, se a maioria nem conhece direito o Felipe.

Mas hoje vocês vão poder saber porque eu vou olhar nos olhos dele com a certeza de que não arredei o pé da honestidade.

Não fiz concessões. Não dei um passo atrás. Não falsifiquei 1 porra de carteirinha de estudante sequer.

E fiz tudo isso só pra ele saber que é possível.

Só pra poder contar pra ele que é foda pra caralho, mas é possível.

E tudo isso feito só com motivos.

E que hoje, ele vai me dar uma razão.

*Felipe Silva é publicitário

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Leonardo Araújo Postado em 08/Jul/2016 às 17:56

    Valeu, meu irmão, você é um sobrevivente! Atenção coxinhas, será que esse conceito de meritocracia faz sentido numa sociedade que, por puro preconceito, está sempre de portas fechadas?

    • Jeferson Monteiro Postado em 08/Jul/2016 às 18:54

      Me pergunto o mesmo Leonardo...

  2. Deisi Postado em 08/Jul/2016 às 18:37

    Sem palavras, simplesmente fenomenal! Chorei chorei.

    • poliana Postado em 08/Jul/2016 às 20:44

      eu tb, deise. li o depoimento desse moço no início dessa semana, salvo engano. lindo demais!! emocionante a história de vida desse cara.

    • Carlos Augusto Normann Postado em 11/Jul/2016 às 16:04

      também me emocionei com a saga desse guerreiro. Felipão, tu me representas!!! Muita felicidade, pra ti e pra tua família, nesse momento tão lindo quanto importante! Segue em frente, irmão!!

  3. Salomon Postado em 08/Jul/2016 às 19:37

    O cara foi direto no ponto: preconceito do caralho. Os meritocratas acham que suaram a camisa pra conseguir as coisas. Casa, comida, roupa, colégio caro. Nunca andaram de ônibus. Papai paga a facul. Papai dá mesada. Papai consegue o estágio. Papai arruma o emprego. E se não conseguir trabalho, fico em casa de boa, até herdar tudo. Se quiser casar, os coroas compram o meu apê. Meu apê, que suei pra pagar. Meu vestiba, seis anos de cursinho, que suei pra passar. Meu emprego que suei pra conseguir. Meu filho vai ser como eu, um preconceituoso-fascista-boçal, mas não sei disso, e tô pouco me lixando. Bora pra passeata, filho, tirar esses petistas corruptos que ajudam pobre. Com meus impostos, não! Dilma, vai tomar no c...fala filho, Dilma, vai tomar no c...Essa, a nossa classe média.

    • Elias Postado em 09/Jul/2016 às 13:52

      Pura verdade! Muito bom seu comentário!!

    • Luis carlos Postado em 09/Jul/2016 às 13:58

      Boa...

  4. Arnaldo Postado em 08/Jul/2016 às 21:37

    Meritocracia na desigualdade? O Felipe "matou a pau" é a puta que o pariu!!

  5. Francismar Postado em 09/Jul/2016 às 00:48

    Parabéns Felipe.

  6. José Flamarion Pelúcio Si Postado em 09/Jul/2016 às 04:08

    Felipe, do caralho o teu texto, bom demais. Porém, prestatenção numa coisa: as pessoas não nascem todas com o mesmo dna que tens. Teu próprio filho talvez não seja tão forte quanto tu. Por isso, meu Irmão, é preciso tratar desigualmente os desiguais, saca? Talvez teu filhote venha a precisar de mais apoio e menos preconceito. Pensa nisso, e não concilia tanto com o sistema, Cara. Fraterno abraço.

  7. Pedro Postado em 09/Jul/2016 às 06:33

    genial. Meritocracia nao existe no Brasil, muito bom que as exceções saiam e o digam.

  8. Eduardo Ribeiro Postado em 09/Jul/2016 às 08:12

    Coxinhas, trouxinhas, paneleiros, liberalóides e fascistinhas ficaram incomodados e não gostaram desse texto. Ficaram desconfortáveis em ver a maior mentira do Brasil - "meritocracia" - levar tanta patada e ser currada tão violentamente.

    • Trajano Postado em 09/Jul/2016 às 23:54

      Olá Dudu! Quanto tempo! Neoliberalismo é ideologia falida com um Estados Unidos com um rombo de mais de 15 trilhões de dívida - equiparável ao seu PIB - e que promove o aumento da desigualdade social. A classe média brasileira adora endeusar o seu próprio veneno. Em tempo: o uso do termo "meritocracia" no Brasil me parece apenas um eufemismo para a eugenia. Experimente conversar com alguém que defende isso, bastando perguntar: ok, mas se uma pessoa possuir mais condições financeiras desde o berço, como o filho do temer ficha-suja que aos sete anos já possui uma fortuna em seu nome de 7 milhões de reais, obviamente que ele terá mais condições. A resposta geralmente vem em forma de herança genética ou algo que se esforça para não dizer. Experimenta. "Meritocracia" pela classe média tem cheiro de discurso eugenia para validar um sistema de castas que obedeça à manutenção da desigualdade social. O que acha? Um abraço!

    • Trajano Postado em 10/Jul/2016 às 00:10

      Em um contexto político, sabe o que eu acho mais interessante no discurso sobre a meritocracia? O filho do ex-presidente Lula recebe uma quantidade interminável de comentários de ódio por sua condição socioeconômica. Por outro lado, o filho do Fernandinho, ou o filho da Miriam Dutra (!), recebeu apartamento ao lado da faculdade onde estuda lá na Espanha, além das famosas mesadas que viraram alvo de investigação judicial aqui no Brasil; a filha do Alckmin aparece nos Estados Unidos fazendo figuração em foto de uma celebridade local de lá e “viraliza na web”. A família do Serra nem se fala. Do Aécio então... Ele mesmo, né? rs! Cadê indignação pelos pimpolhos ricos por serem filhos/netos/sobrinhos/alguma coisa de políticos? A meritocracia parece só funcionar para a classe média quando o termo serve para reafirmar a sua identidade e convicções políticas. Ou seja: meritocracia e pacto de mediocridade correspondem a uma mesma coisa, são sinônimos. Coxinha/trouxinha parecem ter dado um golpe até na ideologia por trás do termo... Enfim, como bem disse o Felipe e resume com propriedade e honestidade intelectual o assunto, meritocracia é a puta que pariu! Um abraço!

      • poliana Postado em 10/Jul/2016 às 15:16

        Oi, trajano! Como é bom vê-lo de volta ao pp! Amo os seus posicionamentos! Sempre brilhantes! Um abraço.

      • Trajano Postado em 10/Jul/2016 às 18:48

        Poliana!!!! Como você está? Obrigado pela gentileza! Adoro o que você escreve e não existe ódio de troll tardio carente que seja suficiente para abalar seus valores, seu amor e convicções políticas. Um abraço!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 10/Jul/2016 às 20:44

        Grande Trajano..um dos gabaritadores do PP, um monstro. Não pode ficar ausente muito tempo.

      • Trajano Postado em 10/Jul/2016 às 22:50

        Fala Eduardo! Tive alguns problemas pessoais e acabei ficando meio em off por aqui, ao menos nos comentários. Mas o pessoal do PP é muito bacana, vários debates muito bons, sempre uma coisa nova, fora que a moderação é bastante atuante! Muito bom conversar com vocês novamente! Ando bastante lá por aquelas bandas do Brasil 247, mas aquilo lá parece faroeste, terra de Marlboro mesmo. Tiro, porrada e bomba. Acredita que a maria/julio/césar/souza etc. também frequentava lá? E sabe o que foi descoberto? Se trata de um grupo, não uma pessoa apenas, que postava usando o mesmo fake. Muita baixaria, meu amigo. E lá isso é corriqueiro: grupos virtuais atacam em bando se passando por um ou então um se passando por vários. Até golpe nos comentários eles querem dar. Muitos cargos comissionados, assessores políticos, neoliberais funcionários públicos sem ter o que fazer, freelancers fracassados pagos por empresas de marketing virtual além, claro, de coxinha/trouxinha macartista e sua desenvoltura política medieval. Se por um lado lá é muito mais tenso do que aqui, pelo menos dá pra entender como funcionam certas coisas na internet já que a indignação artificial dos coxinhas/trouxinhas já não enganam ninguém. Um abraço!

  9. pedro Postado em 09/Jul/2016 às 10:19

    Felipe Silva, primeiro parabens pelo nascimento do seu filho,e para voce tambem pela sua luta sua garra e principalmente pela sua Honestidade voce é um exemplo para muitos e vamos acabar com esses preconceito idiotas, voce é um Ser Humano maravilhoso, que muitos sigam seus exemplos, valeu Garoto.

  10. Xavante Postado em 09/Jul/2016 às 12:03

    Ninguém escreve um texto pra dizer que é corrupto, né? Dizem que virtude é só desconhecimento. De toda forma, que bom que o fato de ter subido socialmente nao fez vc, Felipe, achar que todo mundo vai conseguir, o mundo do trabalho nao tem espaço pra todos. Mas, de boa, todo mundo dá uma escorregadinha, por isso acho um saco quem banca de honesto. Ninguém é totalmente honesto !

  11. Ivone Garcia Postado em 09/Jul/2016 às 16:24

    Cara, tomara que o seu texto alcance pessoas suficientes pra darmos um passo, pequeno que seja, na direção de uma sociedade mais justa e humanizada. Somos todos iguais porque as necessárias diferenças não podem ser referencial pra fazer sobressair apenas alguns escolhidos. Somos todos parte de um universo impecavelmente desenhado, maravilhoso e com uma lógica que não nos permite o desequilíbrio do desamor e do preconceito. Valentia e a tomada de consciência de toda a grandeza da energia que recebemos desse planeta é o que precisamos para ocuparmos, cada um de nós, o lugar que nos cabe nesse latifúndio. Exemplo de humano que admiro demais, parabéns e obrigada por contar aqui a sua bela história.

  12. Marcos Postado em 09/Jul/2016 às 14:27

    Ah, amigo... Vai se fuder. ;)

  13. Pedro Postado em 09/Jul/2016 às 15:14

    Vestibular publico pode ser fácil sim senhor. Basta ser um pouco acima da média e ir a um bom colégio, que é moleza. Você conseguiu passar em algum? Chegou a cursar ensino superior, ou é apenas um troll mesmo? Mais importante, você ja precisou fazer algumas dessas escolhas para saber se são ou não fáceis? Você acha que as pessoas caem no crime, para matar e morrer porque estão cheias de oportunidades na mesa? Faz um favor para todos nos e emigre: va viver nos EUA, na Suíça, some do Brasil, porque desse pais você não entende nada. Boa sorte para dominar um outro idioma...é apenas questão de ESCOLHA!!!!

  14. Mauro Postado em 10/Jul/2016 às 13:11

    OPORTUNIDADE 1: "Segundo grau completo em escola pública com um ano de antecedência, mas claro, nunca passaria num vestibular pra faculdade pública" - VESTIBULAR PÚBLICO NÃO É FÁCIL PRA NINGUÉM. É verdade, mas é impossível para a maioria que não tem ensino decente, OPORTUNIDADE 2: "projeto social do Governo do Estado para jovens de comunidades carentes. Ser Aux. de Serviços Gerais" - COMEÇAR É DIFÍCIL PRA TODOS. Mentira, para quem tem padrinho não é! OPORTUNIDADE 3: "fui juntar dinheiro pra entrar na faculdade...Teimoso, quis fazer Publicidade". PAGAR FACULDADE DE PUBLICIDADE EM INSTITUIÇÃO PRIVADA É CARO PRA TODOS. Mentira, caro e barato é um conceito relativo. R$ 2000,00 é muuuuuuuito barato para o Neymar, e caro para quem ganha salário mínimo. Só entra pro crime QUEM QUER SIM!!!! Ele é exemplo vivo disso. O texto dele é o registro escrito disso. Bem didático...

  15. Pedro Postado em 09/Jul/2016 às 15:11

    A sociedade nao é um teorema criatura. Existem exceções, e estas devem se pronunciar sobre essa farsa. Troll idiota e desocupado.

  16. Pedro Postado em 10/Jul/2016 às 15:51

    Você cursou qual universidade publica? Elas andam tao ruins assim para produzirem troll como você apos tanto investimento??

  17. Pedro Postado em 11/Jul/2016 às 15:42

    Cara, nao. Fala para a gente qual dificílimo vestibular você ultrapassou. Sabemos que você é um troll imbecil: é mais interessante saber em qual universidade nosso troll se formou. Qual dificílimo vestibular ele superou. E nossa, como você é engraçado hein!?! Estou aqui rolando de rir....babaca. Ja te falei, vaza: vai pros EUA, vai pro primeiro mundo, você não entendeu como o Brasil funciona e não tem nada a oferecer.

  18. Pedro Postado em 12/Jul/2016 às 02:41

    Pois eu posso dizer o mesmo: eu ja falei minha formação acadêmica e profissão por aqui. Va procurar. Eu não estou trocando, o imbecil que abaixa o nível da discussão e transforma a seção de comentário em esgoto é VOCÊ cretino. Eu não quero te contratar: mas te convido a emigrar: va embora do Brasil, você não gosta do pais, porque insistir em assuntos brasileiros? Vai embora, vira gringo. Imbecil: vamos deixar uma coisa clara. Você NAO TEM PONTOS DE VISTA. Em caixa alta fica clara para sua mente imbecil de troll? E agora você vai me taxar de "newbie", LOL. Você por acaso sabe quando eu comecei a frequentar? E qual a lógica por traz do tempo de freqüência na qualidade do conteúdo trazido pelo comentador? Você pode ser o primeiro a comentar, continua sendo um troll idiota. Taxar-me de novato é ridiculo: você pode estar sendo abjeto ha mil anos, continua sendo abjeto. Mas responda: qual dificílimo vestibular você ultrapassou (nossa, que sucesso hein!!!!) e onde você obteve seu diploma de ensino superior? Eu estou me lixando se alguém ja sabe aqui ou acolá: você é um troll abjeto, não traz idéias, apenas ofensas e desrespeito, e se algum outro usuário sabe de onde você vem, para onde quer ir, pouco importa. Essas considerações suas apenas cristalizam sua burrice: o que uma coisa tem a ver com a outra? Qualquer pessoa pode chegar aqui hoje e ver "ah, esse é o troll imbecil desocupado do site....como sempre". Babaca: vaza! Vai pros EUA, eu te ajudo. Escrevo uma carta de recomendação para você ir a uma universidade la. Eis uma dica da diferença entre nos.

  19. Pedro Postado em 12/Jul/2016 às 10:38

    Nao, eu nao me contradisse em absolutamente nada. Se você não entende o Brasil, não gosta do pais, porque mora nele? Não tem condições de ir embora? Eu te ajudo: sério. De resto, tudo no lugar no meu comentário inicial. Contradiçoes enxergadas por uma criatura como você não são contradições. E você não deveria deixar de comentar: deveria comentar de forma civilizada e com o mínimo de dignidade. Sua liberdade de expressão é sagrada, assim como a minha de apontar para os seus absurdos. Mas conta para nos: qual dificílimo vestibular você ultrapassou? Em qual universidade se formou? Compartilhe essa historia de vida conosco, assim como o rapaz da reportagem. Ficar apenas no vazio, grunhindo idiotices não traz nada. Diverte-se o ovo: quem esta rindo alto sou eu. Enxergue-se babaca, olha a forma burra e tacanha que você se expõe. Troll babaca. Emigre: tem internet la fora.

  20. Pedro Postado em 12/Jul/2016 às 15:46

    muito odio no coraçao criatura? Isso faz mal. Porque você não pratica um esporte, lê um livro ao invés de trollar. Estranho permitirem a veiculaçao de links aqui: isso é perigoso. Mas realmente, você é um caso típico de ódio+burrice.

  21. Pedro Postado em 13/Jul/2016 às 11:31

    Realmente, sem mais. Vive papagaiando bobagens por aqui, motivado por ódio e temperado com burrice e quem te corrige é que tem ódio? Haha, não é assim caro troll, sua presença aqui é odio+burrice. Sem mais é com isso. Aguenta não responder ou o instinto de troll exige que dê a ultima palavra?

  22. Pedro Postado em 14/Jul/2016 às 13:26

    correções fundamentais das mentiras e não-argumentos que você escreve por aqui. O troll do site é você pessoa. Conte-nos: qual dificílimo vestibular ultrapassastes, e em qual universidade obteve sua formação superior, para ao mesmo tempo ser um troll abjeto?