Redação Pragmatismo
Compartilhar
Michel Temer 05/Jul/2016 às 18:34
12
Comentários

Conselheiro de Michel Temer sugere que Dilma cometa suicídio

Jornalista, professor titular da USP e guru político de Michel Temer sugere a morte de Dilma Rousseff, por acidente ou suicídio, e recebe apoio e críticas na internet. Diante da polêmica, Gaudêncio Torquato, assessor de Temer há 30 anos, tentou se defender

temer torquato morte dilma
Guru político de Michel Temer sugere a morte de Dilma Rousseff

O jornalista, professor titular da USP, consultor de comunicação e assessor político de Michel Temer há mais de 30 anos, Gaudêncio Torquato, foi criticado no Twitter uma publicação que pode ser interpretada como uma sugestão de suicídio à presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Ao lembrar que agosto pode ser o mês de conclusão do processo de impeachment de Dilma no Senado, Torquato escreveu:

“Quem foi que deu um tiro no peito em 24 de agosto de 1954? O pais do pobres, Getúlio Vargas. E quem morreu em acidente em 22 de agosto de 1976? JK.” E continuou: “Esse mês de agosto é muito anotado na história política do Brasil. Viu, Dilma?”

O comentário motivou respostas que incitam violência contra a presidente eleita, como esta:

dilma1

Outro escreveu a Torquato: “O povo deseja demais destruir e extirpar todos os PTistas do poder de forma definitiva mesmo. (comidinha de piranhas). Se a vaca [Dilma] não for expulsa para o RS definitivamente, alguns populares deverão esquartejá-la em breve.”

Indignado, um usuário respondeu ao jornalista: “Meu deus, o que é isso? Que nível é esse? Você está sugerindo que a presidente deve morrer ou se matar? Perdeu a noção?” Toquarto rebateu, ironicamente: “A dedução é sua! No máximo, vejo impeachment! Sem exageros, cara pálida.” E foi retrucado: “Não vi impeachment nos seus exemplos. Só morte. Faz bobagem e depois fica pagando de desentendido, né? Agora já foi, sabidão.”

Ao perceber a polêmica em torno de sua publicação, Torquato se defendeu: “Lembrei que agosto é mês aziago na história brasileira! Apenas isso! Dizer que defendo morte de presidente é mesmo coisa de petista radical”, disparou. “Lembrar fatos ocorridos em agosto é ler a história! E dizer que por volta de 25 [de agosto] decide-se impeachment de quem arrombou o Brasil!”, complementou.

Depois, voltou a usar a expressão “veneno de ratazana” contra petistas “radicais”. Dessa vez, respondendo a críticas por ter postado sobre investigação contra “os presentes recebidos” por Lula e Dilma.

O papel de Torquato

Segundo informação da Folha, Torquato é quem tem dado orientação a Temer sobre o que fazer com seu governo interino desde que o impeachment passou a ser provável. Foi ele quem sugeriu que o peemedebista deixe claro que não pretende ser candidato a presidente em 2018 – mesmo que essa seja sua pretensão, caso não tenha mais problemas com a Justiça Eleitoral.

Ainda de acordo com a Folha, Torquato costuma, em encontros semanais, “analisar e traçar cenários políticos” para Temer. Ele disse, em entrevista, que Temer quer ser visto como o “presidente de transição que organizou o país para a grande mudança”.

Foi Torquato também quem apontou que Temer largaria como presidente interino formando um “ministério de notáveis” – coisa que não deu muito certo, como se pôde ver após a constatação de que 30% do primeiro escalão é alvo da Lava Jato.

A escolha de Henrique Meirelles para a Fazenda no lugar de José Serra também passou pela avaliação de Torquato, que aconselhou Temer a não nomear para a pasta alguém que pudesse usá-la de trampolim para 2018, sob pena de criar conflito entre a base aliada.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. André Nelson Postado em 06/Jul/2016 às 09:33

    Eu pensava que pra ser professor da USP era mais difícil.

    • Pedro Postado em 06/Jul/2016 às 11:21

      ih, la entra muita tranqueira.

  2. Cecilia Postado em 06/Jul/2016 às 10:27

    Ele devia dar esse conselho ao TEMER ,CUNHA e a ele próprio. Sem dúvida um doente digno de camisa de força e choque.

    • Elizabeth Brito Correia Postado em 06/Jul/2016 às 12:46

      Esse porco esqueceu da Lei do Retorno.

  3. Paula Postado em 06/Jul/2016 às 11:04

    É sempre a mesma coisa, fala asneira, incita o ódio e depois se faz de rogado. E a esquerda que é radical. A esquerda que mata um negro gay na UFRJ, a esquerda que agride e quebra costelas de um mulher, a esquerda que sugere um suicídio ou assassinato da presidente Dilma. Típico dessa direita facista, covarde e deprimente.

    • eu daqui Postado em 06/Jul/2016 às 12:59

      Mas essa recente fúria da direita é o bumerangue voltando, fofinha. E não fui eu quem atirou apesar de ser + esquerda do que isso aí que vc cham de "esquerda".

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 06/Jul/2016 às 15:58

    Mais um tanga frouxa da direita desdizendo o que disse. A expectativa era de fazer sucesso incitando o ódio irracional contra uma presidenta eleita e com isso ganhar cem mil likes: ""agora eu si consagro...huehue"". Quando a casa caiu e geral condenou a boçalidade do ser em questão, aí o indigente ficou todo borrado e veio a desculpinha padrão: ""ainnn eu fui mal compreendido, estão distorcendo minhas palavras, eu não disse isso, são vocês que estão concluindo coisas...ainnn"". Não tem UM vagabundo da direita que honre as calças que veste. Nem unzinho, um mísero homem que tenha culhão e sustente a boçalidade que falou.

  5. pedro Postado em 06/Jul/2016 às 20:11

    Até hoje a morte de GV e JK é um mistério,esse Galdencio é igual o Marco A Villa,só conhecem hestoria e não a verdadeira Historia, Ah seus idiotas vão estudar.

  6. Ana Maria Postado em 07/Jul/2016 às 00:39

    Classe média é o bicho mais besta mesmo. Sonha em ser elite, mas esta a despreza e usa contra os mais pobres. E o que a classe média faz? Odeia os mais pobres. É o suprassumo da alienação. Mas terá o que merece. Quer programa de governo elitista? Vai ter! Terá todos os direitos arrancados para enriquecer ainda mais os banqueiros e mega-empresários... mas é tão burra, tão burra, que é capaz de achar que os culpados são os pobres e o PT. Bando de otários.

  7. Ana Maria Postado em 07/Jul/2016 às 00:48

    Pois é, né? Se preto ficasse quieto na senzala ou na favela, não teria o branco racista lhe atacando. Mas, não! Fica querendo ter os mesmos direitos que os não negros. E essas mulheres, que ficam querendo ter as mesmas oportunidades e direitos que os homens? Se ficassem no seu lugar não teria machismo. Mas nããããooo... E esses gays que querem ter os mesmos direitos que os héteros? Depois um machão espanca e mata um gay... onde já se viu, direitos e oportunidades é só para homens, brancos, médios e ricos... Depois eles recebem cacetada, aí ficam falando que os culpados são os que sempre tiveram sua vidinha tranquila... se preto ficasse na sua, não teria racismo, se mulher ficasse na sua, não teria machismo, se gay ficasse na sua, não teria homofobia... se governo petista não quisesse oferecer oportunidades para os excluídos, não seria odiado por setores da classe média e pelos ricos, atacado e retirado do poder por meio de um golpe... lei do retorno, nééééé

  8. Flora Beliski Postado em 10/Jul/2016 às 03:00

    Imaginem se esse lixo não foce professor , Tudo que vem de Temer e lixo , canalha vc quem vai tentar suicídio bagaço

  9. Rose Postado em 20/Jul/2016 às 13:13

    Cada vez mais eu me envergonho destes tipo de gente. Ser alguém na USP era sinônimo de orgulho, hoje, qualquer imbecíl pseudo-intelectual se acha no direito de escrever bobagens. Tá na hora da Dilma começar a cobrar estes idiotas na justiça.