Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 14/Jun/2016 às 18:06
4
Comentários

PGR pede investigação contra Romário por suspeita de caixa 2

A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal para investigar se Romário (PSB-RJ) recebeu caixa dois de campanha na eleição de 2014; a suspeita é de que o senador tenha recebido valores não declarados da Odebrecht

pgr processo romário senador investigação
Romário de Souza Faria, senador pelo PSB/RJ (reprodução)

A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal para investigar o senador Romário (PSB-RJ) pela suspeita de receber caixa dois de campanha na eleição de 2014. A suspeita é que a Odebrecht deu R$ 100 mil ao senador.

Registrada no STF como a petição 6.052, a investigação sigilosa ainda é inicial e caberá aos aos procuradores levantar provas se de fato houve pagamentos ao senador. Ele nega.

O indício surgiu a partir de mensagens de celular trocadas entre Marcelo Odebrecht e seu subordinado Benedicto Barbosa da Silva Júnior, logo após a eleição de 2014. As conversas foram apreendidas pela Polícia Federal na fase da Operação Lava Jato que prendeu Marcelo Odebrecht.

Na petição levada ao Supremo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que a conversa entre os dois empresários é um indício da “prática habitual e sistemática de pagamento de propina”.

Apesar de o diálogo citar R$ 100 mil para Romário, oficialmente não houve doações para o candidato, o que levantou à suspeita de caixa dois. A investigação, contudo, ainda está nos primeiros passos para tentar descobrir se efetivamente foi pago o montante tratado nas conversas.

O caso de Romário foi tipificado como dois crimes a ser investigados: corrupção e lavagem de dinheiro. O pedido de Janot foi encaminhado ao ministro Teori Zavascki relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

Por meio de sua assessoria, Romário negou as suspeitas e disse que nem sequer houve tratativas com a empreiteiras.

Leia mais aqui.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Postado em 14/Jun/2016 às 20:20

    não recebeu nada, não pode, ele é inocente..... eu heim, data venia eu tô ficando é meio lezo.....não sobra ninguém... só leio isto...

  2. Thiago Teixeira Postado em 14/Jun/2016 às 21:34

    100 mil? Tenha paciência. Misteriosamente depois do ex-jogador divulgar sinais de mudança de voto contra o Golpe aparece esse procurador cassando pelo em ovo?

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 15/Jun/2016 às 11:45

    É um aviso a todos que eventualmente pensem em mudar de voto e sinalizem pela volta de Dilma: abram o olho, parem de faniquito e mantenham seu voto de condenação, é uma ordem. Apenas sigam com o jogo. Mudanças de direção não serão perdoadas. Essa gente amanheceu um dia em outubro de 2014 e, no meio de um cafezinho, decidiu que queria derrubar uma Presidenta da República eleita, e foram lá e derrubaram, por qualquer coisa, ou por nada (como queiram). Já provaram que tem poder, que fazem o que querem. Romario que quiete o facho ou será esmagado.

  4. Edson do Nordeste Postado em 15/Jun/2016 às 13:12

    QUEM NÃO VOTAR A FAVOR DO TCHAU QUERIDA, VAI SOFRER NAS MÃOS DOS GOLPISTAS! VOTAR CONTRA O GOLPE É CRIME! (disse o USA, PIG, PGR, MPF , MORO, PF É stf)