Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 03/Jun/2016 às 16:22
10
Comentários

O comercial que quebra todos os tabus sobre menstruação

'Nenhum sangue vai nos parar'. Comercial de absorventes destrói qualquer tabu sobre menstruação

comercial publicidade mulher menstruação tabu
Comercial da marca Libresse (reprodução)

Ana Júlia Gennari, HuffPost Brasil

A marca de absorventes Libresse fez um comercial britânico incrível que quebra com os modelos comuns de propagandas de higiene íntima feminina, cheios de requintes de fragilidade e tons pastéis.

O vídeo, chamado Blood (Sangue) mostra mulheres praticando diversos esportes e danças — como skate, bike, boxe, futebol americano, corrida, alpinismo, surf e ballet — e se ferindo em decorrência deles, com destaque para o sangue de seus machucados.

Tem até uma mulher cavalheira, montada num cavalo e com uma espada!

O cenário é majoritariamente escuro e as mulheres são retratadas de forma real, suadas e sem aquela feminilidade superficial e forçada comum em outros comerciais de absorventes.

Depois de mostrá-las olhando para o sangue em seus machucados, aparece a frase: “Nenhum sangue vai nos parar”. E o vídeo segue com elas prosseguindo com o que estavam fazendo, com toda garra e força.

A frase é inteligente já que faz menção tanto ao tabu da prática de exercícios no período menstrual, como também ao estigma ruim, de descontrole, que é colocado em cima de mulheres que estão menstruadas.

A campanha publicitária foi criada pela agência britânica AMV BBDO e a direção foi feita por dois brasileiros Jones + Tino, da produtora Stink — que tem outros comerciais que buscam quebrar padrões, como o Awake da nova coleção da C&A, lançado também neste ano no Brasil.

Por mais comerciais realmente empoderadores como este!

Leia também:
A resposta de uma mulher vítima de piada sobre menstruação no supermercado
Instagram censura foto de jovem menstruada

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Postado em 04/Jun/2016 às 05:28

    Onde tentou-se minimizar as dificuldades que o ciclo menstrual podem impor as mulheres? Você trabalha com saúde feminina ou sofre de enxaquecas incapacitantes relacionadas ao ciclo menstrual? Onde minimizou-se essas questões? Troll.

    • Pedro Postado em 05/Jun/2016 às 04:23

      O que sua resposta tem a ver com o que foi dito na minha mensagem? Cara, se você não tem nada que faça sentido para dizer, não diga nada. E pobre da sua esposa, casar com tamanho babaca. Eh uma vida jogada fora.

    • Pedro Postado em 06/Jun/2016 às 03:57

      Você tem noção do quão ridículos seus comentário são? Você é realmente tao ignorante assim? Esse tipo de comentário te desqualifica para qualquer discussão cara: não tem a menor graça.

    • Pedro Postado em 06/Jun/2016 às 19:00

      Eu nao sou obrigado a ignorar as idiotices que você escreve por aqui. Quem esta disponibilizando péssimo conteúdo na internet é você. Qualquer um pode contextualizar e expor os absurdos que você comete. Eh problema seu. Recapitulando: você fez um comentário errado sobre o texto, foi questionado e fugiu do tema. Isso é atroz, principalmente tratando-se de um tema que você não conhece e não lhe concerne.

    • Pedro Postado em 07/Jun/2016 às 04:30

      Nao cara. Nao tem essa de "be happy" não: o que isso tem a ver? Você falou bobagem, não conhece o assunto, e ao invés de assumir seus erros foge e solta um "be happy" descompromissado, seu ultimo recurso de ofensa? Isso é ridiculo, faça o mínimo e retrate-se. Assuma que o texto jamais minimizou as questões as quais você se referiu. Tente por uma vez ater-se ao tema, assumir seus erros ao invés de sempre xingar, partir para o lado pessoal (que você sequer conhece) ser fiel aos fatos e ao que foi escrito. Assuma seus erros, dialogue de forma correta. Seja uma voz discordante, mas correta.

    • Pedro Postado em 09/Jun/2016 às 17:11

      Hahah, então você nao possui dialogo interno. Você não "debate" com ninguém por aqui. Eh trollagem pura, xingamentos e ofensas. E para que fique claro, o fanático aqui é você. Quem xinga? Quem foge do assunto em causa própria? Quem visa apenas tumultuar? Você, você e você. Não quer debater comigo porque sabe que perde, sabe que não tem capacidade intelectual nem formação para aguentar uma linha de conversa baseada em evidência. Esta exposto e destruído. Voltando ao assunto: onde na matéria minimiza-se o problema sério que o ciclo menstrual pode impor as mulheres? Toma vergonha na cara e aprenda a pedir desculpas ou se retratar, ou some daqui troll.

  2. Sergio Carneiro Postado em 05/Jun/2016 às 05:45

    E os outros sintomas da menstruação como: enjoos, seios sensíveis, dores de cabeça, cólicas e ... Vão fazer outro comercial. Esse comercial é tão real e verdadeiro como quanto um cédula de R$ 2,75.

  3. Lann Postado em 05/Jun/2016 às 07:43

    To na TPM e to virada no capeta desde ontem, de tao estressada que meu saco de boxe ta cansado de aguentar meus socos já. Aliás ganhei esse saco do meu marido pq eu dava era soco na parede mesmo. Tem mulher frágil e tem mulher mais forte, decidida e guerreira que muito marmanjo criado a leite com pera por ai. A única diferença real é a força física, mas a tpm existe, e as dores nas costas e etc tbm.

  4. nadja rocha Postado em 05/Jun/2016 às 13:21

    O que é cômico é ler os comentários dos homens sobre menstruação, um conhecimento profundo..kkk é o mesmo que uma mulher tentar explicar a ejaculação precoce

    • Pedro Postado em 06/Jun/2016 às 03:58

      Pois é....complicado isso. Muito babaca por aqui.