Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 03/Jun/2016 às 15:12
11
Comentários

Michel Temer cria mais de 14 mil novos cargos com o apoio da Câmara

Em meio à crise, na calada da noite e com o aval de Michel Temer, Câmara cria 14.419 novos cargos federais, quase quatro vezes o número de cargos comissionados que o presidente interino prometeu cortar este ano. Medida contraria discurso de enxugamento do poder público

michel temer cargos novos
Contradição: Temer promete cortes para equilibrar as contas públicas, mas aprova ampliação de gastos e cargos

Junto com os reajustes para 16 categorias de servidores públicos dos três poderes da República, aprovados ontem ontem (2) na Câmara dos Deputados, os parlamentares deram sinal verde para o governo interino de Michel Temer criar 14.419 novos cargos federais.

A iniciativa vai na contramão do discurso que antecedeu e preparou o terreno para o processo que afastou a presidente Dilma Rousseff.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, a criação dos novos cargos foi inserida no projeto de lei que concedeu aumento aos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Dos 14 mil cargos criados, a Folha especifica que 4.732 são de técnicos administrativos em educação. Outros 516 postos são para de analista (sem especificar a área) para o Comando do Exército. Se aprovada pelo Senado, os novos cargos deverão ser preenchidos por meio de concurso.

Sem considerar o custo para os cofres públicos dos novos cargos, o pacote de reajustes aprovado pela Câmara, visando a angariar apoio político ao governo interino trará impacto no Orçamento de ao menos R$ 58 bilhões até 2019.

Contradição

A criação de quase 14,5 mil postos corresponde a quase quatro vezes mais cargos federais que Michel Temer prometeu cortar assim que assumiu a presidência de forma interina.

Em maio, ele havia pedido ao então ministro do Planejamento, Romero Jucá, o corte de 4.000 cargos de comissões e outras formas de contratação sem concurso, como forma de diminuir os gastos públicos.

“Cortes corresponderão ao dobro do que governo anterior disse que faria e não cumpriu”, afirmou Jucá, na época, antes de deixar o cargo.

O projeto que prevê a criação das vagas ainda passará pelo Senado. O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), disse que o Senado irá revisar a pauta bomba aprovada pelos parlamentares que criou mais de 14 mil cargos federais.

Recomendados para você

Comentários

  1. Deisi Postado em 03/Jun/2016 às 16:42

    Esse é o preço do golpe!

  2. sandro Postado em 03/Jun/2016 às 18:23

    Os trouxinhas dormiram aplaudindo e soltando rojões com o corte de 4000 cargos e agora acordam com essa notícia,vão dizer oque agora????

  3. Denisbaldo Postado em 03/Jun/2016 às 18:30

    Olha o "estado minimo" ai gente! E depois eh a esquerda aue aparelha o Estado.

  4. Maria do RJ Postado em 04/Jun/2016 às 01:28

    Eles não tem um pingo de vergonha na cara, são falsos, são perniciosos, são a escória da humanidade! Foi uma quadrilha que se apoderou do nosso país, ávida por sugar a alma, a consciência do povo brasileiro!

  5. Maurício de Souza Matos Postado em 04/Jun/2016 às 11:12

    O Temer quando fala que não vai fazer é porque ele vai fazer.Quando ele fala que vai fazer é porque não vai fazer. Ele não tem pulso. É Maria vai com as outras. Faz o que seus aliados exigem, principalmente o Eduardo Cunha.

  6. Thiago Lopes Postado em 04/Jun/2016 às 19:52

    É como dizem por aí: começaram coxinhas, passaram a trouxinhas, agora são escondidinhos.

  7. André Lameira Postado em 04/Jun/2016 às 23:49

    Parece que Temer está seguindo os passos de Jânio Quadros, quando este foi presidente: na tentativa de agradar a gregos e troianos, desagradou a todos. Que este sujeito está arruinando a si mesmo e a seus acólitos, já é fato. O problema é que ha uma grande probabilidade destes senhores arruinarem o país.

  8. Pedro Accioli Postado em 06/Jun/2016 às 09:02

    Aí coxinhas? Não queriam estado mínino? Menos impostos? menos gastos públicos? Cadê as panelas? Bando de idiotas e mal carater!

  9. Thiago Teixeira Postado em 06/Jun/2016 às 12:31

    Escondidinhos, Ninjas, baralho de mágico, quero saber as vossas opiniões? Cadê a austeridade, o governo estadista?

  10. Priscila Postado em 09/Jun/2016 às 02:38

    Até agora esperando as panelas baterem e................ NADA?!?!? A indignigação segue, firmemente, seletiva.

  11. Gilson Leite de Moura Postado em 22/Sep/2016 às 12:21

    Os ratos não avisam. Agem na calada da noite. Rato é rato. Não explica nada até porque é rato. Os coxinhas só vão perceber quando os ratos tiverem roído a economia o salário, a aposentadoria, a saúde e a educação no nosso país.