Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 21/Jun/2016 às 14:51
8
Comentários

Mãe é xingada de 'prostituta nojenta' por amamentar seu bebê

Mulher amamenta e é xingada de ‘prostituta’ e ‘nojenta’ por homem em loja. Agressor chega a dizer que está sendo desrespeitado

mãe xingada amamentação público shopping prostituta
Jessie Maher e sua filha Zinnia (reprodução)

Uma mãe amamentava seu bebê na área de alimentação de uma loja quando foi surpreendida com a reação extrema de um homem: “Você não pode fazer isso em outro lugar?”, perguntou.

Jessie Maher respondeu que estava amamentando seu filho e que tinha o direito de estar ali, mas ele se irritou ainda mais e aumentou o tom de voz, enquanto se aproximava da mesa dela.

Foi necessário que funcionários do estabelecimento e outros clientes interviessem para impedir que a discussão ganhasse contornos ainda mais dramáticos.

Jessie relata, em um post no Facebook, que num dado momento da briga o homem a xingou de prostituta e disse que era nojenta. Foi aí que a mãe, então, passou a filmar a cena.

Logo nas primeiras imagens, é possível ouvir o momento em que ele discute com uma outra mulher, que tenta explicar que ela está amamentando. O homem pergunta, então: “Em público?”. A discussão esquenta, e ele começa a se comportar de maneira agressiva também com os demais presentes no estabelecimento, chegando a ofender também alguns deles.

Esse homem está ficando louco”, diz a mãe, que continua amamentando o neném, dormindo alheio à confusão em seu colo. Enquanto isso, o homem, incomodado, circula de um lado para o outro, e chega a dizer que está sendo desrespeitado. “Então não olhe”, diz uma mulher que defende a mãe, enquanto dois seguranças da loja formam uma barreira entre a mulher agredida e o homem.

A confusão – o vídeo tem dois minutos e meio – só termina quando o homem, coagido, decide deixar o local. A mãe, que revela estar tremendo, chora e agradece a ajuda das pessoas.

Leia também:
Vai ter amamentação em público, sim!
Seis erros do discurso que afirma que “amamentar é coisa de pobre”
Amamentação está ligada a QI e formação profissional, diz pesquisa

Extra

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. DANIEL Postado em 21/Jun/2016 às 16:27

    com certeza esse animal, participou das manifestações fora Dilma!

    • Leonardo Postado em 21/Jun/2016 às 22:24

      Com certeza ele veio ao Brasil participar das manifestações.

  2. Luiz Postado em 21/Jun/2016 às 18:18

    Freud explica.

  3. Leonardo Postado em 21/Jun/2016 às 22:25

    Com certeza ele veio ao Brasil participar das manifestações.

  4. Priscila Postado em 22/Jun/2016 às 01:26

    Ainda bem que outras pessoas defenderam a mãe desse maluco! Que cena ridícula.

  5. Luciano Postado em 22/Jun/2016 às 03:40

    A grande verdade é que ele só queria arrumar confusão, se a mulher não estivesse amamentando ele iria arrumar briga por outro motivo, ele só fez isso porque ela estava sozinha, se ela estivesse acompanhada com o marido dela ele iria passar bem longe dela.

  6. Luiz Postado em 22/Jun/2016 às 11:59

    Eu entendo. Esse ser desprezível deve ter sido alimentado por uma matilha de cadelas. Não há como entender a 'ofensa' que um peito causa ao ser exposto para alimentar. Sou da década de 60 e nunca ouvi tamanha estupidez sobre amamentar uma criança. Mulheres amamentavam em qualquer lugar e a qualquer hora. Isso é evoluir? Lamentável!

  7. Neto Postado em 22/Jun/2016 às 22:01

    Eu a defenderia e daria uma porrada na cara do verme.