Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 16/Jun/2016 às 17:05
4
Comentários

Grupo vendia “bebês brancos e saudáveis” em esquema ligado a tráfico humano

Rede criminosa alocada no Tocantins e em São Paulo arregimentava famílias interessadas em adotar crianças de origem europeia. Principal chamariz do grupo era a propaganda de venda de “bebês brancos com aparência saudável”

tráfico bebês crianças brancas

Revista Fórum

Está sob investigação, em Palmas (TO), uma rede que intermediava a adoção de crianças de origem estrangeira na internet.

Para a Polícia Federal, que deflagrou a operação “Fontana de Trevi” nesta quinta-feira (16), o esquema estaria ligado ao tráfico internacional de crianças.

Foram efetivados, nesta manhã, cinco mandados de busca e apreensão e seis foram levados em condução coercitiva.

De acordo com a delegada Janaína Gadelha, que concedeu entrevista coletiva sobre a operação, as investigações começaram com a apuração de atividade da associação criminosa na internet através de um site – que já foi retirado do ar – e pelas redes sociais.

A rede criminosa se posicionava como instituição sem fins lucrativos, que atuava na intermediação da adoção de crianças de origem estrangeira, oriundas de países que ainda não ratificaram a convenção de Haia de 1993, como determina a legislação nacional. Esses países são Rússia, Quirguistão e Líbano.

“Ela arregimentava famílias interessadas em adotar uma criança de origem europeia basicamente. Isso era o que se apresentava no site. As pessoas interessadas pagavam uma taxa para ter acesso aos dados da associação e ali começavam os trâmites no intuito de adotar”, explicou a delegada, que informou ainda que o principal chamariz do site era a propaganda de venda de “bebês brancos com aparência saudável”.

A operação desta quinta-feira faz parte de uma investigação ainda maior, que cumpriu mandados de busca e apreensão também em Ourinhos, no interior de São Paulo

De acordo com a PF, o nome da operação faz alusão à lenda que envolve a Fonte dos desejos em Roma, na Itália, em que se sugere que os desejos daqueles que nela jogassem uma moeda se realizariam.

Na investigação em curso, a instituição se dispunha a realizar o sonho da adoção daquelas famílias que a ela entregasse valores, como uma “fonte dos desejos”.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. João Paulo Postado em 16/Jun/2016 às 21:35

    O fato de buscarem crianças "padrão europeu" e de forma ilegal já descredencia esses casais vagabundos de adotar. E castração neles.

    • eu daqui Postado em 29/Jun/2016 às 12:39

      Deixa de ser nazista, padrão fracasso. Que importa o fenotipo de uma criança se essa criança foi simplesmente sequestrada e traficada? Há valores mais profundos e caros do que raça nesta vida, seu sem vida. E depois o padrão europeu é que é racista.

  2. DANIEL Postado em 17/Jun/2016 às 10:05

    são as adoções de mercado, tipo exportação!

  3. Lann Postado em 28/Jun/2016 às 19:41

    Ai tem tanta criança abandonada e tem que comprar uma por ai tipo tocando o ------ pros pais dela e provavelmente foi roubada da familia. por isso que Deus não deu o dom da maternidade pra essas "mães" ai. Não respeitam a dor de outras mães. Humanidade ta doente.