Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 17/Jun/2016 às 17:42
29
Comentários

Caíram as máscaras dos movimentos pró-impeachment

Enquanto a corrupção assombra o presidente interino Michel Temer, os movimentos que pediram o impeachment de Dilma Rousseff são desmascarados

impeachment mbl movimentos corrupção temer

Glenn Greewald, Intercpcet

O impeachment da presidente do Brasil democraticamente eleita, Dilma Rousseff, foi inicialmente conduzido por grandes protestos de cidadãos que demandavam seu afastamento. Embora a mídia dominante do país glorificasse incessantemente (e incitasse) estes protestos de figurino verde-e-amarelo como um movimento orgânico de cidadania, surgiram, recentemente, evidências de que os líderes dos protestosforam secretamente pagos e financiados por partidos da oposição. Ainda assim, não há dúvidas de que milhões de brasileiros participaram nas marchas que reivindicavam a saída de Dilma, afirmando que eram motivados pela indignação com a presidente e com a corrupção de seu partido.

Mas desde o início, havia inúmeras razões para duvidar desta história e perceber que estes manifestantes, na verdade, não eram (em sua maioria) opositores da corrupção, mas simplesmente dedicados a retirar do poder o partido de centro-esquerda que ganhou quatro eleições consecutivas. Como reportado pelos meios de mídia internacionais, pesquisas mostraram que os manifestantes não eram representativos da sociedade brasileira mas, ao invés disso, eram desproporcionalmente brancos e ricos: em outras palavras, as mesmas pessoas que sempre odiaram e votaram contra o PT. Como dito pelo The Guardian, sobre o maior protesto no Rio: “a multidão era predominantemente branca, de classe média e predisposta a apoiar a oposição”. Certamente, muitos dos antigos apoiadores do PT se viraram contra Dilma – com boas razões – e o próprio PT tem estado, de fato, cheio de corrupção. Mas os protestos eram majoritariamente compostos pelos mesmos grupos que sempre se opuseram ao PT.

É esse o motivo pelo qual uma foto – de uma família rica e branca num protesto anti-Dilma seguida por sua babá de fim de semana negra, vestida com o uniforme branco que muitos ricos  no Brasil fazem seus empregados usarem – se tornou viral: porque ela captura o que foram estes protestos. E enquanto esses manifestantes corretamente denunciavam os escândalos de corrupção no interior do PT – e há muitos deles – ignoravam amplamente os políticos de direita que se afogavam em escândalos muitos piores que as acusações contra Dilma.

Claramente, essas marchas não eram contra a corrupção, mas contra a democracia: conduzidas por pessoas cujas visões políticas são minoritárias e cujos políticos preferidos perdem quando as eleições determinam quem comanda o Brasil. E, como pretendido, o novo governo tenta agora impor uma agenda de austeridade e privatização que jamais seria ratificado se a população tivesse sua voz ouvida (a própria Dilma impôs medidas de austeridade depois de sua reeleição em 2014, após ter concorrido contra eles).

Depois das enormes notícias de ontem sobre o Brasil, as evidências de que estes protestos foram uma farsa são agora irrefutáveis. Um executivo do petróleo e ex-senador do partido conservador de oposição, o PSDB, Sérgio Machado, declarou em seu acordo de delação premiada que Michel Temer – presidente interino do Brasil que conspirou para remover Dilma – exigiu R$1,5 milhões em propinas para a campanha do candidato de seu partido à prefeitura de São Paulo (Temer nega a informação). Isso vem se somar a vários outros escândalos de corrupção nos quais Temer está envolvido, bem como sua inelegibilidade se candidatar a qualquer cargo (incluindo o que por ora ocupa) por 8 anos, imposta pelo TRE por conta de violações da lei sobre os gastos de campanha.

E tudo isso independentemente de como dois dos novos ministros de Temer foram forçados a renunciar depois que gravações revelaram que eles estavam conspirando para barrar a investigação na qual eram alvos, incluindo o que era seu ministro anticorrupção e outro – Romero Jucá, um de seus aliados mais próximos em Brasília – que agora foi acusado por Machado de receber milhões em subornos. Em suma, a pessoa cujas elites brasileiras – em nome da “anticorrupção” – instalaram para substituir a presidente democraticamente eleita está sufocando entre diversos e esmagadores escândalos de corrupção.

Mas os efeitos da notícia bombástica de ontem foram muito além de Temer, envolvendo inúmeros outros políticos que estiveram liderando a luta pelo impeachment contra Dilma. Talvez o mais significante seja Aécio Neves, o candidato de centro-direita do PSDB derrotado por Dilma em 2014 e quem, como Senador, é um dos líderes entre os defensores do impeachment. Machado alegou que Aécio – que também já havia estado envolvido em escândalos de corrupção – recebeu e controlou R$ 1 milhão em doações ilegais de campanha. Descrever Aécio como figura central para a visão política dos manifestantes é subestimar sua importância. Por cerca de um ano, eles popularizaram a frase “Não é minha culpa: eu votei no Aécio”; chegaram a fazer camisetas e adesivos que orgulhosamente proclamavam isso:

votei-aecio

Evidências de corrupção generalizada entre a classe política brasileira – não só no PT mas muito além dele – continuam a surgir, agora envolvendo aqueles que antidemocraticamente tomaram o poder em nome do combate a ela. Mas desde o impeachment de Dilma, o movimento de protestos desapareceu. Por alguma razão, o pessoal do “Vem Pra Rua” não está mais nas ruas exigindo o impeachment de Temer, ou a remoção de Aécio, ou a prisão de Jucá. Porque será? Para onde eles foram?

Podemos procurar, em vão, em seu website e sua página no Facebook por qualquer denúncia, ou ainda organização de protestos, voltados para a profunda e generalizada corrupção do governo “interino” ou qualquer dos inúmeros políticos que não sejam da esquerda. Eles ainda estão promovendo o que esperam que seja uma marcha massiva no dia 31 de julho, mas que é focada no impeachment de Dilma, e não no de Temer ou de qualquer líder da oposição cuja profunda corrupção já tenha sido provada. Sua suposta indignação com a corrupção parece começar – e terminar – com a Dilma e o PT.

Neste sentido, esse movimento é de fato representativo do próprio impeachment: usou a corrupção como pretexto para os fins antidemocráticos que logrou atingir. Para além de outras questões, qualquer processo que resulte no empoderamento de alguém como Michel Temer, Romero Jucá e Aécio Neves tem muitos objetivos: a luta contra a corrupção nunca foi um deles.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Igor Postado em 17/Jun/2016 às 18:36

    Ai ai... Um "eu não te disse?" ou um "era neste o ponto em que queria chegar" cairia bem agora. A mim esses movimentos nunca enganaram, e seus simpatizantes sempre me pareceram seletivos. Aqui no Paraná, há três operações em andamento contra o governo do estado, envolvendo parentes (irmão e primo) e amigos pessoais do governador (amigos de tênis, de 500 milhas), indicados diretamente por este. No entanto, não vi uma faixa, um grito, um comentário dos participantes das manifestações falando sobre a podridão no Paraná. Ai ai... Foram cãezinhos amestrados usados como massa de manobra. Parabéns, MBL, Vem pra rua e seus simpatizantes! Parabéns.

    • Ricardo Postado em 22/Jun/2016 às 12:17

      Na verdade, eles nunca enganaram ninguém: os oportunistas se deixaram enganar.

  2. Vitor Luiz Postado em 17/Jun/2016 às 19:39

    Massa de manobra.

  3. Sergio Carneiro Postado em 17/Jun/2016 às 19:48

    A edição do Pragmatismo Político tem um futuro brilhante. Se continuar a escrever nesses termos superará em muito Dan Brown.

  4. Adelvania Calazans dos Sa Postado em 17/Jun/2016 às 20:49

    Na verdade essas manifestações pró impeachment nunca foram de verdade corrupção. Tudo não passou de plano maquiavélico para derrubar um governo popular. E assim trazer de volta ao poder a direita fascista.

  5. Vinis Postado em 17/Jun/2016 às 21:10

    Ótimo texto, tudo isso só mostra como esses "protestantes de verde e amarelo" nunca lutaram contra a corrupção, isso tudo foi apenas uma desculpa, uma "máscara".

  6. Oblivion Postado em 17/Jun/2016 às 21:51

    Muito bom o texto. O Brasil deve muitos agradecimentos ao jornalista Greewald pelo importantíssimo serviço que ele vem prestando ao nosso país quando divulga as intenções imorais, ilegais e mal-cheirosas desse golpe patrocinado pela plutocracia brasileira, com destaque para os barões da nossa "grande" mídia provincial e desprovida de responsabilidade com o desenvolvimento do país. Mudando de assunto, se eu não estou enganado, o Ronaldo fenômeno é embaixador da onu na luta contra a pobreza e a fome, se eu estou certo, como pode uma pessoa com esse titulo se envolver como um dos garotos propagandas do golpe? O governo golpista que ele ajudou a colocar no poder tem como marca registrada a corrupção (parece que para participar do governo precisa ser envolvido com corrupção) e o início da destruição de pilares importantíssimos para que um país se desenvolva, educação, ciência, saúde, agricultura familiar, empresas públicas, etc... Se Ronaldo Fenômeno ainda é embaixador da onu, acho que já é um estranho no ninho.

  7. roberto Postado em 17/Jun/2016 às 22:11

    Cadê os coxinhas do Moinho de ventos e mediações da Cidade de Porto Alegre, podres, mal informados, maioria vagal de elite nojenta. Maioria do PP, PMDB,DEM, PSDB os mais corruptos, estão calados com o rabo nomeio das pernas.

  8. Salomon Postado em 17/Jun/2016 às 22:21

    Pra você ver o quão plástica é a cabeça oca dessa moçada que saiu às ruas com a camisa da CBF. Perderam todos os argumentos, se algum houvera. Mas, tal qual qualquer religião, o credo fundamentalista do antipetismo continua introjetado nos analfabetos políticos. É o mesmo antisemitismo dos nazistas. O mesmo racismo da KluKlusKan. O mesmo ódio aos homossexuais do Bolsonaro. O mesmo preconceito de classe que havia na Idade Média. Tolos.

  9. JULIO CEZAR DE OLIVEIRA Postado em 18/Jun/2016 às 08:40

    O RONALDO FENÔMENO FOI MEU ÍDOLO NO FUTEBOL,MAS DEPOIS DISSO,GAROTO PROPAGANDO DO JOGO DE AZAR(PÔKER)ENVOLVIDO COM TRAVESTÍS,E AGORA PARA FECHAR APOIANDO O GOLPE(POR CONSEGUINTE,A FOME A MISÉRIA,O PRECONCEITO E O MACHISMO) CARA CHEGOU A HORA DE PARAR.

    • Julio Postado em 18/Jun/2016 às 15:52

      Imagina o que eu penso de Lobão e Roger, que embalaram minha adolescência?

  10. Denisbaldo Postado em 18/Jun/2016 às 10:31

    Diga algo que eu nao sei.

    • Deisi Postado em 19/Jun/2016 às 19:03

      O ex coxinha não passa de um trollxinha.

      • Denisbaldo Postado em 20/Jun/2016 às 21:11

        Tomara que eles aprendam alguma coisa com isso. Será que é pedir demais?

  11. Eduardo do PT Postado em 18/Jun/2016 às 11:22

    Cara. Que vergonha eu teria agora se eu fosse um coxa...

  12. Galvão Postado em 18/Jun/2016 às 12:45

    Ou você é muito burro ou é comprado para continuar a apoiar essa enorme quadrilha golpista, você é P A T E T I C O.

  13. Galvão Postado em 18/Jun/2016 às 12:48

    Só que ela deixou o ministério público e a polícia federal investigar tudo e a todos, doa a quem doer. Já o governinho golpista que você apoia, que roubou o poder e a democracia, esta querendo terminar coma lava jato para que eles não sejam presos. Acorda MANÉ.

  14. Revoltado Postado em 18/Jun/2016 às 14:47

    As coisas só vão mudar e o povo vai ser mais levado a serio quando mudarmos o tom de nossa revolta. Sou totalmente à favor da democracia e da diplomacia, porém acho que chegou a hora de subirmos o tom. As revoltas não podem mais ser pacíficas e na minha opinião, temos que começar ateando fogo na rede Globo e na Editora Abril que são os cabeças desse golpe contra os cidadãos de bem e contra a democracia. Cortando a cabeça da serpente, o resto do corpo cai como fruta podre.

  15. Guilherme Postado em 18/Jun/2016 às 21:01

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Naro Boboooooo!!! figuraaaaaaaça..... vc por aqui....

    • Pedro Postado em 21/Jun/2016 às 05:17

      uhuuuuuu, trollar como um idiota!!! rsrsrrs, kkkkkk. O prazer de ser babaca.

  16. Jonas Schlesinger Postado em 18/Jun/2016 às 21:02

    "de uma família rica e branca num protesto anti-Dilma seguida por sua babá de fim de semana negra, vestida com o uniforme" - Explica isso moderação. Negra aqui é adjetivo para mulher ou uma metáfora para fim de semana. Ficou confuso isso aí. Se erraram, por favor, ajeitam. O texto é ótimo.

  17. Jonas Schlesinger Postado em 18/Jun/2016 às 21:02

    "de uma família rica e branca num protesto anti-Dilma seguida por sua babá de fim de semana negra, vestida com o uniforme" - Explica isso moderação. Negra aqui é adjetivo para mulher ou uma metáfora para fim de semana. Ficou confuso isso aí. Se erraram, por favor, ajeitam. O texto é ótimo.

  18. Igor Postado em 18/Jun/2016 às 21:46

    Argumente.

    • Pedro Postado em 19/Jun/2016 às 06:42

      Ih, esse ai nao argumenta nada. Eh troll barato mesmo. Vivia elogiando os "verde-amarelos" por aqui quando era moda.

    • Pedro Postado em 19/Jun/2016 às 16:01

      Provar o que? Ja mostrei varias vezes que você não fala nada com nada, fica apenas cantarolando sua própria loucura por aqui. Olha o seu comentário? "A rasteirice não tem limites. E tem gente que vai na onda...": não disse nada, não tem ponto algum. Pessoal vai na onda? A onda que você surfou com prazer quando descer a lenha apenas no PT era a moda? Cara, tu é um troll, babaca e universalmente indesejado por aqui.

    • Pedro Postado em 21/Jun/2016 às 05:12

      Pelo contrario: tudo na calma e paz comigo. Quem se da ao trabalho de trollar um site que detesta? Não sou eu: estou tranquilo. Você é um troll desesperado: você mente, dissimula e xinga. Não faz mais nada, a tal ponto que sua presença aqui é usada como arquétipo de troll. Não se preocupe com a minha saúde, esta tudo em ordem, e provavelmente muito melhor que a sua, especialmente a mental. Você é um troll idiota, pouco inteligente e jamais engraçado.

  19. C.Pimenta Postado em 19/Jun/2016 às 22:37

    O mais fanático dos tucanos pensou que estava a salvo por ser um líder do PSDB-MT, mas suas sujeiras começam a aparecer. Ainda vem muita coisa por aí sobre este energúmeno: https://andradetalis.wordpress.com/2016/06/16/crimes-praticados-por-gilmar-mendes/

  20. Pedro Accioli Postado em 20/Jun/2016 às 09:31

    Nunca tive duvidas quanto a isso, se estas marchas fossem para reivindicar o fim da corrupção, fora temer, melhorias para o país, e convocação de novas eleições, estes organizadores das manifestações não deveriam ter parado de fazer!

  21. Robson Postado em 21/Jun/2016 às 09:04

    Assinem essa petição para a Casa Branca não reconhecer o governo ilegitimo de Temer, precisamos de 100 mil assinatura e ja temos 10 mil assinaturas. https://petitions.whitehouse.gov/petition/us-government-should-publicly-recognize-coup-brazil-and-reject-interim-illegitimate-government