Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 16/Jun/2016 às 14:58
4
Comentários

Após ser alvo de delação, Michel Temer cancela pronunciamento à nação

Com receio de manifestações contrárias, Michel Temer é aconselhado a cancelar o pronunciamento que faria nesta sexta-feira, em rede nacional para todo o Brasil. O presidente interino foi citado na delação premiada de Sérgio Machado como receptor de recursos ilícitos

Michel Temer delação Sérgio Machado
Michel Temer disse que delação de Sérgio Machado é mentirosa (Fotos Públicas)

A divulgação do conteúdo da delação premiada de Sérgio Machado (ex-PSDB e PMDB) já atrapalha os planos do presidente interino. Michel Temer foi aconselhado a cancelar o pronunciamento à nação em cadeia de televisão e rádio, previsto para esta sexta-feira, com receio de manifestações contrárias.

Temer classificou a delação do ex-presidente da Transpetro como “manifestação irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa”. O conteúdo da delação premiada de Machado foi liberado ontem pelo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, ministro Teori Zavascki.

“Nós não vamos tolerar afirmações dessa natureza e quero revelar, quero dizer, que quando surgirem fatos dessa natureza eu virei a público para contestá-las em benefício da harmonia do nosso país”, disse Temer.

A aparição de Temer na Lava Jato veio a público após o vazamento dos áudios gravados pelo ex-presidente da subsidiária da Petrobras com lideranças do PMDB, que estavam mantidos em sigilo sob a guarda do Supremo. Durante conversa com o ex-presidente José Sarney, Machado disse que “ajudou” na campanha eleitoral de Chalita.

“O Michel… eu contribuí para o Michel. Não quero nem que o senhor comente com o Renan. Contribuí com o Michel para a candidatura do menino. Falei com ele até em lugar inapropriado, na base aérea”, relata Sérgio Machado. O termo “menino” é utilizado como referência a Chalita.

Em nota divulgada ontem (15), Temer disse que “mantinha relacionamento apenas formal, sem nenhuma proximidade” com Sérgio Machado. Afirmou também que “é absolutamente inverídica a versão de que teria solicitado recursos ilícitos ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado”.

Mídia internacional

No exterior, a denúncia contra Michel Temer também repercutiu. Matéria publicada nesta quinta-feira (16) no The Wall Street Journal conta que ex-senador Sérgio Machado, que participa de um acordo de delação premiada referente à Operação Lava Jato, disse na quarta-feira (15) que Michel Temer recebeu R$ 1.5 milhão em propina durante a campanha eleitoral de Gabriel Chalita para a prefeitura de São Paulo, em 2012.

Segundo a reportagem do WSJ, a propina veio junto com o financiamento de campanha oferecido pela empreiteira Queiroz Galvão.

No texto, o jornal norte-americano fala que Temer teria se encontrado com Machado em Brasília para dizer que Chalita estava com problemas financeiros. O repasse aconteceu logo em seguida. Não há na planilha oficial da prestação de contas de Chalita nenhuma referência à Queiroz Galvão.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Leonardo Araújo Postado em 16/Jun/2016 às 15:43

    Uma coisa é certa: não se ouviriam o bater de panelas nas sacadas dos apartamentos.

  2. Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2016 às 15:50

    Presidente Zero Voto tá com medinho de panelaço? Isso é um homenzinho mesmo. Tá se pelando de medo de algo que definitivamente não aconteceria. Elite branca não vai sair na varanda-gourmet pra bater panela contra ele. Afinal, ele não é do PT. Pode fazer pronunciamento lá, de boas. Se ele tem medinho de panelaço dos TROUXAS da elite que vestem amarelo para apoia-lo, o que ele faria se tivesse um estádio inteiro declaradamente contra ele? 62 mil brancos endinheirados mandando-o tomar no cu, para o mundo ver, como Dilma enfrentou dignamente 2 anos atrás. Ia fazer o que? Borrar o terno importado? Deitar no chão em posição fetal? Mandar a belissima esposa abrir a Copa do Mundo no lugar dele? Golpista covarde, sem voto e sem culhões.

    • poliana Postado em 16/Jun/2016 às 23:39

      é um covarde, eduardo. um fracassado! temer, definitivamente, n nasceu pra política. com um mês de interinidade já nos deu provas suficientes q n tem a menor condição de exercera presidência da república. apenas um lacaio de interesses (de) "superiores".

  3. Deisi Postado em 16/Jun/2016 às 16:26

    O traidor conspirador merece tudo isso é mais um pouco, não pode sair na rua, cancela pronunciamento, deveria mesmo pedir para sair.