Redação Pragmatismo
Compartilhar
Michel Temer 14/May/2016 às 01:10
25
Comentários

PMDB emplaca 3º presidente sem nunca ter vencido uma eleição

Sem jamais ter vencido uma eleição, PMDB emplacar 3º presidente em 30 anos. Curiosidade chamou a atenção da imprensa internacional. Matéria da BBC aponta que dezenas de políticos do partido estão envolvidos em casos de desvio de dinheiro e outras ilegalidades

pmdb sarney temer itamar
Sarney, Itamar e Temer

A versão em espanhol da emissora britânica BBC publicou nesta quinta-feira (12/05) uma matéria na qual se refere ao presidente em exercício Michel Temer como o “terceiro presidente de um partido que nunca ganhou as eleições no Brasil”.

“Em 1985, José Sarney se tornou presidente após a morte do mandatário eleito, Tancredo Neves. Em 1992, Itamar Franco substituiu Fernando Collor de Mello, que renunciou após um processo de impeachment”, pontua a matéria, acrescentando que desde 1994 o PMDB, partido de Temer, não lança um candidato presidencial, ocasião em que Orestes Quércia disputou as eleições e não chegou a 5% dos votos.

“Nos últimos anos, dezenas de legisladores e ministros do PMDB foram investigados por casos de desvio de dinheiro e outras ilegalidades. Vários foram processados ou renunciaram a seus cargos”, diz a matéria.

Michel Temer e o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), são citados pela BBC como acusados de envolvimento em esquemas de corrupção.

A BBC destaca que, apesar de não ter conseguido eleger um presidente, o PMDB “sempre foi poderoso a nível regional e legislativo” e é o partido com o maior número de filiados do país, cerca de 2,3 milhões, 765 mil a mais que o PT.
“No Brasil, existe a seguinte a piada para se referir ao partido: ‘Não sabemos quem vai ganhar a eleição, mas sabemos que o PMDB estará no governo’”, diz a matéria.

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. sandro Postado em 14/May/2016 às 07:13

    É mais fácil o camelo entrar pelo buraco da agulha.

  2. enganado Postado em 14/May/2016 às 09:31

    Colocar a foto do HONRADÍSSIMO Presidente Itamar Franco no centro da foto destes dois Crápulas é uma sacanagem da grossa. ___“” braZil, –– slogan –– ____”””””ÓDIO e RETROCESSO”””” ___“” braZil, Pátria de INJUSTIÇAS, Viciados em COCAÍNA e LADRÕES ”” ___“” Golpe é na gRoubo ””__ .

  3. Deisi Postado em 15/May/2016 às 11:33

    É o terceiro presidente sem votos, mas é o primeiro que chegou a presidência através de um golpe, não passa de um conspirador e traidor. Quando Tancredo morreu, o Sarney assumiu, apesar que foi muito estranho a causa a morte dele na época. Quando o Collor sofreu impeachment, com ajuda da Globo, o vice Itamar Franco teve uma postura muito digna é respeitosa, se afastou, não deu uma entrevista, ficou recluso, até ser notificado para assumir a presidência. Já o Temer, traiu e conpirou sem nenhum constrangimento, divulgou nomes para o ministérios, escreveu o discurso de posse, nao saiu dos olofotes da midia golpista, um golpista sem pudor algum. É o terceiro sem votos, mas o primeiro sem votos que só chegou a presidência através de golpe.

    • Pedro Accioli Postado em 17/May/2016 às 09:19

      Concordo, porque no caso do Sarney, ele assumiu no lugar do Tancredo porque este ficou gravemente doente e morreu, No caso do Itamar Franco, o Collor sofreu impeachment justo: com provas e toda imprensa mundial e os juristas foram unanimes em considerar impeachment, e o Itamar ficou na dele, em momento algum ficou conspirando para derrubar o Collor, diferente do Temer que conspirou e traiu para derrubar a Dilma e não havia provas para derrubar a presidenta com um impeachment!

  4. Eduardo Postado em 15/May/2016 às 15:45

    é, e querem chamar isto de democracia..... tirando Itamar Franco que substituiu a Collor que meteu os pés pelas mãos os outros dois ah.... a história mostrará.

  5. Eduardo Postado em 15/May/2016 às 15:45

    é, e querem chamar isto de democracia..... tirando Itamar Franco que substituiu a Collor que meteu os pés pelas mãos os outros dois ah.... a história mostrará.....

  6. Eduardo Postado em 15/May/2016 às 15:45

    é, e querem chamar isto de democracia..... tirando Itamar Franco que substituiu a Collor que meteu os pés pelas mãos os outros dois ah.... a história mostrará.....

  7. Eduardo Postado em 15/May/2016 às 15:45

    é, e querem chamar isto de democracia..... tirando Itamar Franco que substituiu a Collor que meteu os pés pelas mãos os outros dois ah.... a história mostrará.....

  8. Rodrigo Postado em 15/May/2016 às 20:56

    (Outro Rodrigo) Mas foi eleito. Foi escolhido pelo PT/Dilma para compor a CHAPA vencedora. Foi devidamente eleita a chapa Dilma/Temer com 54 milhões de votos, nos termos da lei a chapa sendo ua e una e indivisível: não há registro de vice sem candidato ao caso principal, nem de candidato ao caso principal sem vice. Tenha-se, pois, a dicção da norma: "Art. 91. O registro de candidatos a presidente e vice-presidente, governador e vice-governador, ou prefeito e vice-prefeito, far-se-á sempre em chapa única e indivisível, ainda que resulte a indicação de aliança de partidos." (LEI Nº 4.737, DE 15 DE JULHO DE 1965 - Código Eleitoral). Depois de 13 anos reclamar isso ou aquilo do PMDB, que não sabia, apenas atrai o brocardo jurídico: a ninguém é dado se beneficiar da própria torpeza ("Nemo auditur propriam turpitudinem allegans").

    • poliana Postado em 15/May/2016 às 22:06

      exato...ele foi eleito junto com dilma pra ser O VICE PRESIDENTE, (outro) rodrigo. por favor, n me venha com esse discurso desonesto dos golpistas! apenas pense na hipótese contrária: temer candidato a presidente com dilma na chapa como vice. vc acha q temer seria eleito?! páre com isso! votamos em dilma! nosso sistema eleitoral, como vc disse, nos faz votar num candidato e automaticamente o vice é considerado, mas é eleito como tal, COMO VICE! em nenhum momento os 54 milhões de brasileiros elegeram michel temer como presidente e sim DILMA ROUSSEF! por favor, vc é um cara extremamente sensato q sempre respeitei aki. ouvir de vs esse discurso hipócrita e desonesto me dói na alma!

      • Thiago Teixeira Postado em 16/May/2016 às 08:26

        Nem perca tempo Poli, esse é o novo discurso dos coxinhas, é nacional esse papinho de que quem votou no Temer foram nós da esquerda. Até no Fantástico, de ontem, a Globo colocou o microfone na boca do presidente golpista para ele reforça o novo discurso fácil da semana.

      • Deisi Postado em 16/May/2016 às 10:15

        Não perca tempo Poliana, ele é exatamente assim, faz tipo o tempo todo, só que de vez em quando cai em contradição. Não passa de um coxinha que quer desgrudar do Temer e do Cunha. Não adianta, eles lutaram por isso, seu presidente é o Temer. Votaram no Aécio e todo PSDB, demo, pps, que ajudaram o Temer a ser presidente, não os eleitores da Dilma. Foram os 367 deputados e 52 senadores, que levaram Temer ao poder, com .participação efetiva dos coxinhas marchadeiros, paneleiros, e golpistas. São muito cara de pau , inclusive o moço aí, defende todas as bandeiras de um governo de direita, privatizações, entreguismo, terceirizações, corte das cotas etc.

      • felipe Postado em 16/May/2016 às 10:30

        Acho o povo que votou na Dilma não sabia que podia acontecer algo com ela e que ele podia assumir ne??? Agora o vídeo da vez e o da Dilma rasgando elogios ao Temer e dizendo que ele seria uma pessoa prepara para substitui-la a altura e levantava o braço dele e o povo saudando essa palhaçada.... petista tem memoria curta.

      • poliana Postado em 16/May/2016 às 13:33

        felipe, o temer tb disse que "o impeachment é inimaginável, criaria uma crise institucional. não há base política nem jurídica para tal". e aí, o q vc acha???

      • Rodrigo Postado em 16/May/2016 às 13:34

        (Outro Rodrigo) Ele foi escolhido, dentre outros motivos, para a composição da chapa, também em razão de assim a chapa buscada pelo PT ter maior tempo na TV, maior apoio no Congresso e facilidades outras, Poliana - novo brocardo: "quem aufere o bônus, deve suportar o ônus" (Ubi emolumentum, ibi et onus esse debet). Quem, pois, escolhe o PMDB e Temer, quer mais tempo de TV e facilidades, depois não pode dizer "oh, fui enganado!". Já quanto ao meu discurso, não há desonestidade alguma, Poliana - veja que sempre prezo pelo respeito para contigo e exijo sempre o mesmo. A própria Sen. Gleisi Hoffman lembra que governadores outros também pedalaram, ao que foi instada a pedir o impeachment do paranaense, sendo-lhe franqueada mesmo acesso à petição da Adv. Janaína como modelo - Gleisi reconhece que cabe, mas não pede apenas para não declarar que o de Dilma é devido. Então, como sempre digo, o negócio é voltar sempre ao meu ponto inicial: a cobrança, em vez da eterna justificativa. A escolha de Temer-PMDB não foi automática, sendo um processo que consumiu até meses e ninguém reclamou, ninguém tomou nenhuma providência junto ao diretório, limitando-se a aceitar. E, quem aceita por ver o bônus, deve sempre lembrar-se de que pode haver pesado ônus. Por fim, voltando à chapa, a sua existência e implicações é o que me leva a ser favorável à cassação da chapa Dilma-Temer pois, quanto às acusações das irregularidades na eleição, o que atinge o candidato ao cargo principal também atinge ao candidato a vice - os 54 milhões de brasileiros, pois, elegeram a chapa Dilma-Temer (veja os vídeos da campanha e declarações de Dilma, ela sempre tendo deixado isso bem claro).

      • poliana Postado em 16/May/2016 às 13:34

        o eduardo cunha num passado não tão distante tb disse q o impeachment n era a saída, q isso tornaria o brasil uma republiqueta de bananas...e aí, o q vc acha??? ah tá...é a gente q n tem memória. tá "sertinho" vc...

      • poliana Postado em 16/May/2016 às 13:36

        ahhhhhhhh...e a sua diva maior, a sua deusa, tb apoiou AÉCIO NEVES nas eleições 2014!!! isso sem mencionar quem ela representava e tinha por trás de sua campanha!! mas rapaz, realmente a política é algo cativante né? uma caixinha de surpresas!!!!!!

      • Rodrigo Postado em 16/May/2016 às 13:42

        (Outro Rodrigo) Deisi, você é incrível. Não aguentou uma discussão entre nós, entendeu errado um elogio meu à trajetória de vida de seu filho e dedicação do mesmo (colega meu de profissão) e pediu que, então, em razão de peculiaridades de sua saúde eu me abstivesse de discutir contigo. Eu cumpri com a palavra, mas a Sra. jamais o fez. Sempre que possível, insistiu em comentar, fazer menções a mim, demonstrando não ter capacidade de, novamente, cumprir com o "trato", com a palavra dada. Já que não cumpriu com sua palavra, que ao menos cumpra com o dever de urbanidade e tenha respeito mínimo, elegendo argumentos em uma discussão, mas vazias pechas (o bom e velho: não aumente o tom de voz, mas melhore seus argumentos).E, apenas para desmontar de vez sua fala vazia, eu não votei na última eleição por não estar em meu domicílio eleitoral. Mais, meu primeiro voto foi em Lula-2002, com toda aquela esperança que venceria o medo. E não tenho a menor pretensão de votar em Aécio. Para uma pessoa com tanta experiência de vida como a Sra., a mera imposição de pechas e prejulgamentos é apenas lamentável. Ou cumpra com sua palavra ou melhore seus argumentos. P.S.: como já disse aqui, se eventualmente a Sra. se vê como uma mortadela, um pastel de vento ou ainda um enroladinho, não é por isso que seu interlocutor terá de negar a própria e inalienável e irrenunciável condição de cidadão, vendo-se assim como uma coxinha ou quitute outro qualquer.

      • Rodrigo Postado em 16/May/2016 às 13:47

        (Outro Rodrigo) Thiago, quem perde tempo é quem quer negar o óbvio e a letra da lei. PT quis PMDB por facilidades de tempo de tv e rádio na campanha e congresso (base alidada), mas agora quer negar que havia uma chapa e ela foi votada. Contudo, quer criticar Temer? Vamos lá, como te disse no comentário sobre a composição do ministério. É seu poder-dever de cidadão criticar, a única coisa que pode ocorrer é você ouvir: "mas aonde estavam essas tuas críticas nestes treze anos"? Quem não criticava, quem apenas justificava, quem dizia que "o meu pode porque o outro fez", quem dizia que "agora é a nossa vez", também tem o direito de reclamar agora (seja qual for o seu caso, ou não seja nenhum desses casos). Vamos lá, vamos em frente. É agora que veremos quem se incomodava apenas com a corrupção do PT, quem se incomoda com a corrupção e quem não se incomoda apenas com a corrupção do PT.

      • Rodrigo Postado em 16/May/2016 às 15:46

        (Outro Rodrigo) Felipe, em seu livro de Direito Constitucional, Temer ensina: “Aquele que exerce função política responde pelos seus atos. É responsável perante o povo, porque o agente público está cuidando das res pública. A responsabilidade é corolário do regime republicano”. Há ainda a redação do art. 178 do Código Eleitoral, a dizer: "O voto dado ao candidato a Presidente da República entender-se-á dado também ao candidato a vice-presidente, assim como o dado aos candidatos a governador, senador, deputado federal nos territórios, prefeito e juiz de paz entender-se-á dado ao respectivo vice ou suplente." E, Poliana... Eduardo Cunha já é conhecido desde os tempos da Telerj, em nomeação de Collor... Todos em Brasília já o conheciam muito bem.

    • felipe Postado em 17/May/2016 às 09:59

      Quando a Marina fica de um lado é ruim quando fica neutra é ruim, a grande verdade é que até agora a única com coerência em tudo o que aconteceu eu como ele sempre apoiei novas eleições pois campanha com dinheiro roubado devia ser anulada. Rodrigo, petista tem memoria curta e acha que só ele tem razão, chega a ser ridículo quando acontece algo do tipo Mercadante tentando atrapalhar as investigações e nenhuma alma viva para fazer uma crítica, infelizmente o petista tem bandidos partidários de estimação, eles aceitam a corrupção, crimes e tudo mais sem reclamação, quando é do outro lado mostram sua indignação e sua suposta preocupação.

      • Rodrigo Postado em 17/May/2016 às 15:23

        (Outro Rodrigo) Felipe, eu continuo retornando a princípios tais como: autocrítica; assunção do poder-dever de cobrança; visão pessoal como cidadão, assim como do próximo, mas não como salgadinhos ou integrantes de "lados". Entender que um governante, partido e ou ideologia são impassíveis de erro e ou crítica é algo extremamente danoso. Aproxima-se mais de ideais messiânicos, como se pessoas ou instituições da política pudessem ser relacionadas a entidades onipotentes e perfeitas. Ao fim, este é o momento de descobrir quem é intolerante apenas com a corrupção do PT, quem não é intolerante apenas com a corrupção do PT e quem é intolerante com a corrupção.

  9. Deisi Postado em 16/May/2016 às 12:03

    Thiago, coxinhas apoiadores do golpe, são tão canalhas, acostumados a culpar o PT de tudo que acontece. Até o golpe que derrubou a Dilma querem colocar nas costas do eleitores do PT. Eles jamais irão admitir, mas no fundo eles sabem que a culpa é deles, que desde que perderam em 2014, não fazem outra coisa para derrubar a presidente eleita. Agora, depois que o Temer assumiu, nomeou seu ministério, caiu a ficha dos coxinhas, então querem culpar nos eleitores da Dilma, a merda que ajudaram a fazer. É muita cafagestada, lutaram tanto agora aguentem. As coisas não estão muito boas para o presidente dos coxinhas, ontem o panelaço veio das varandas gourmet, os mesmos que gritavam fora Dilma, hoje batem panelas e gritam fora Temer. Estou vibrando, golpista traidor, merece provar do próprio veneno, coxinhas não adianta chorar, agora vocês têm o presidente que merecem, o ministérios que merecem, governo de direita. Não sou rica, mas estou rindo a toa, Kkkkkkkkkkllkk.

  10. Deisi Postado em 16/May/2016 às 12:39

    Nem os coxinhas por mais que se enforssem, acreditam que os eleitores da Dilma são os mesmo do vice, eles sabem que não é assim que funciona. Discursinho de otário, conversa pra boi dormir.

  11. Deisi Postado em 16/May/2016 às 15:30

    Coxinhas sejam honestos consigo mesmos, para os eleitores da Dilma, o Temer era vice, quem conduziu ele a presidência foram vocês, atraves de um golpe.