Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 09/May/2016 às 12:52
44
Comentários

Impeachment da presidente Dilma na Câmara é anulado

A votação do impeachment na Câmara dos Deputados, que foi considerada um show de horrores pela imprensa internacional, está oficialmente anulada. A decisão é de Waldir Maranhão, presidente em exercício da Casa. Ele entendeu que ocorreram uma série de vícios e determinou uma nova votação

impeachment câmara dos deputados
Conduzida por Eduardo Cunha, votação do impeachment na Câmara foi considerada um espetáculo grotesco pelos principais veículos de imprensa do mundo

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu hoje (9) anular a votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, realizada em 17 de abril. Maranhão, que assumiu a presidência na última semana após o afastamento de Eduardo Cunha (PMDB), acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo. A decisão será publicada amanhã (10) no Diário da Câmara.

Maranhão já solicitou ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a devolução dos autos do processo. O presidente interino da Câmara determinou ainda nova sessão para votação do processo de impeachment na Casa, a contar de cinco sessões a partir de hoje (9).

O presidente interino entendeu que ocorreram uma série de vícios durante a votação do impeachment e que o resultado da votação deveria ter sido formalizado por Resolução, como dispõe o regimento interno da Câmara dos Deputados e como ocorreu no processo de impeachment do presidente Fernando Collor, de acordo com o pronunciamento público de Maranhão, feito a de pedido foi da Advocacia-geral da União, e divulgado pelo coletivo Jornalistas Livres.

“Não poderiam os partidos políticos ter fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso, deveriam votar de acordo com as suas convenções pessoais e livremente. Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado seus votos, na medida que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa contra o amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou acontecendo”.

O vice-líder do governo, Sílvio Costa (PTdoB-PE), foi o primeiro a comentar a medida e comemorou o que chamou de “decisão constitucional”, mas lembrou que agora é preciso aguardar o posicionamento do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

ABR, RBA, Jornalistas Livres

Recomendados para você

Comentários

  1. Alfredo Batista Postado em 09/May/2016 às 13:09

    Não vai ter golpe!

  2. Rozi Alves Postado em 09/May/2016 às 13:22

    Tapa na cara dos oportunitas...!!!...kkkkk

  3. JH Corvetto Postado em 09/May/2016 às 13:22

    Essa série é realmente a melhora da TV brasileira. Pena que quem paga por ela é a população que vê seu país parado enquanto o atores políticos brincam de máfia.

  4. Vitor Luiz Postado em 09/May/2016 às 13:28

    E agora, o que vem por ai? Poderiam apontar as alternativas diante dessa anulação.

  5. Guilhermo Postado em 09/May/2016 às 14:49

    Por enquanto... Mesmo que haja nova votação, o resultado, quase certamente, será o mesmo da votação anterior.

  6. Thiago Teixeira Postado em 09/May/2016 às 15:06

    TCHAU QUERIDOS!!!!!!!!!!!!

    • poliana Postado em 09/May/2016 às 17:42

      será muito difícil a dilma reverter a situação a seu favor em uma eventual nova votação, thiago. o país está um caos, infelizmente, e eu n vejo saída pra isso. até o fim de todo esse processo, com ou sem impeachment, o brasil estará estagnado!! um absurdo!!!! NÃO VEJO A HORA DE 2016 ACABAR!!!!

  7. José Ferreira Postado em 09/May/2016 às 15:25

    Agora entendi porque os petistas não atacam o Maranhão, que também foi citado no inquérito da Lava Jato. Diz a "boca pequena" que o governador do Maranhão, o Flávio Dino(ssauro), prometeu que ele seria suplente em sua chapa nas próximas eleições para o Senado e um cargo de secretário da ciência e tecnologia. Parece que foi o próprio governador que montou o texto para ele.

  8. DANIEL Postado em 09/May/2016 às 15:26

    IMPEACHMENT do crioulo doido!

  9. Maximilien Postado em 09/May/2016 às 15:33

    Chora mais! Coxinha golpista...

  10. C.Paoliello Postado em 09/May/2016 às 15:34

    Agora vai ser outra coisa pois Temer vai fazer parte do processo.

  11. Eduardo Ribeiro Postado em 09/May/2016 às 15:52

    Parabéns para aqueles que, por birrinha por terem perdido uma eleição, transformaram um país que era sério e cujas instituições eram sólidas em uma terra de ninguém, um puteiro sem dono onde não se sabe o que vai ser daqui meia hora. Obrigado a todos os envolvidos e parabens.

    • José Ferreira Postado em 09/May/2016 às 16:59

      Agradeça ao Waldir Maranhão. Ele poderia ter ficado "na dele" e deixar os procedimentos serem realizados no Senado, de acordo com o rito do STF. O ato dele será anulado em poucas horas, de tamanha ilegalidade contida nele.

    • Jean Postado em 09/May/2016 às 18:13

      Pode citar os nomes...Aecio e Cia...e ainda vao causar problemas maiores.

    • João Carlos Postado em 09/May/2016 às 18:54

      Eduardo Ribeiro, a qual país você se refere? Pelos seus comentários, acredito que você vive em outro país que não o Brasil

      • Eduardo Ribeiro Postado em 09/May/2016 às 21:36

        E vc le meus comentarios, porra? Falou que sou prolixo, que escrevi mais de 2 linhas, que nao tem meme pra ilustrar. Falo do meu pais. Brasil, menino. A partir das eleições de 2014, apos a tetra-derrota (a rigor octa-derrota ), se estender a lona o Brasil vira circo, se fechar vira hospício e se botar umas luzes vermelhas vira puteiro. Não vai sobrar uma instituição que não esteja completamente desmoralizada ao final desse processo, que se iniciou assim que Dilma foi anunciada bi-presidenta.

      • João Carlos Postado em 10/May/2016 às 01:33

        hahaah, Eduardo, o pior é que eu não consigo ficar irritado com você. Isso que já não tenho mais paciência com petista fanático. Mas existe algo em vc que não me permite ignorá-lo. Uma esperança de que em algum momento chegaremos a um consenso. Por incrível que possa parecer para vc, não sou nenhum extremista de direita, nem ignoro todas as ideias de esquerda. Aliás, acho uma besteira esse negócio de esquerda-direita! Apoio o Bolsonaro em algumas ideias, ao mesmo tempo que considero ideias do Lula. Para sua curiosidade, um dia vc me chamou, em linhas gerais, de filho de papai, almofadinha, tanto do que vc me chamou, mas era algo semelhante a isso. Saiba que eu fiz Prouni, sou moreno ou pardo ou preto (negro e moreno) - são tantas designações que eu nem sei em qual eu me encaixo -, de família humilde (meu pai sequer terminou o ensino médio e minha mãe era nordestina de roça). Com o tempo te direi mais sobre mim. Doravante vc se tornou meu "bestfriend "do pp, ainda que seja unilateral essa consideração. Aguardo a próxima reportagem para nossas réplicas, tréplicas etc.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 10/May/2016 às 10:19

        Menino JC...se vai ser meu miguxo, comece aprendendo que 1- não sou petista; 2- que no forum do PP não dá pra colocar memes, então você TERÁ QUE ler; e 3- negar a polarização esquerda-direita te coloca NECESSARIAMENTE na direita. No mais, eu sou amigo de geral. Até de Narinho Anagrama eu sou amigo, como você pode comprovar.

    • Pedro Postado em 10/May/2016 às 06:39

      Eduardo, o pais era sério? Um pais que, diante de traços de ameaça de desvio a esquerda executa um golpe militar com completo apoio de suas classes médias e mídia é sério? Esse pais onde se executa um processo parlamentar politico, usando uma tecnicalidade financeira, amplamente difundida nas administrações do pais, para se livrar da presidente eleita pelo voto direto é sério? O chilique do Maranhao é arquetipico da representação politica brasileira. Apenas ele sabe o que o motivou ao ato circense, que, apenas foi a cereja no bolo de palhaçadas que a casa legislativa nos apresentou no dia da votação, e que é arremessado nas nossas caras. Que seu rabo é preso ao de Cunha, que não vai aliviar para Temer e sua turma é uma possibilidade. Que Flavio Dino tenha feito o impossível para leva-lo ao lado anti-impeachment também é possível: ambos combinados, dentro a da cabeça do Maranhao, pensando em seu interesse pessoal, é muito provável. O importante é: em momento algum existem politicos ou grupos politicos interessados no bem da nação. Atua-se absolutamente em interesse próprio de curto prazo. Nunca foi "sério": a constituição parece séria, mas pode ser usada como roteiro de peça de circo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 10/May/2016 às 10:46

        O que eu digo é que o país vinha numa pegada séria de anos recentes pra cá. Até uns anos atrás o ambiente era de um país sério, que caminhava com as próprias pernas, sabia o que tava fazendo, tinha firmeza, tinha instituições de fato sólidas. O que aconteceu assim que as urnas se fecharam em 2014 transformou o país num puteiro sem dono. Legislativo, Judiciário, MP, PF, saem todos desmoralizados desse episódio. Eu estou enxergando um país ingovernável por meses daqui em diante. Essa manobra do Maranhão é só a cereja no bolo. Pega essa zona de ontem: uma coisa é saber se a decisão do Maranhão era correta ou não. O que eu entendo é que até que revogassem ou anulassem o ato dele, ele produz efeitos jurídicos. Aí tu tem o Calheiros. Foi devidamente notificado. Decidiu ignorar solenemente (!!!!!!!!!) e seguir o jogo. Porra...desde quando cabe ao Calheiros analisar o mérito do ato do Maranhão? Cade mesa/plenario da Camara? Cade STF? Foda-se tudo, Calheiros fingiu que não viu e seguiu o rito como se nada tivesse acontecido. Canetada de ninguem tá valendo mais nada. Eu nem sei como está a situação agora. Parece que o Maranhão levou uma prensa e revogou a decisão no final da noite de ontem. Se isso não é circo, o que é? Capaz de rolar a votação final na quarta e no meio da sessão, pinta lá um oficial de justiça com um mandado para suspender a porra toda. Nem quero entrar de novo na questão da condução coercitiva de Lula, nos grampos ilegais, ninguem provou ainda que a grampeada numa das conversas não era a própria Presidenta (!!!!!). Tudo errado, e o jogo seguindo. Isso é um circo, e a ação do Maranhão foi apenas sintoma desse estado de coisas. Um futebol de várzea, sem regra, sem juiz. E você há de convir que o Brasil não tinha essa "efervescência" até que decidiram que o resultado das urnas não valeu e que valeria tudo e tudo e tudo pra reverte-lo.

      • João Carlos Postado em 10/May/2016 às 11:26

        EduRib, hehe. Para começarmos com um bom dia, segue um artigo imparcial e jurídico, sem os fanatismos de esquerda-direita: www.dizerodireito.com.br/2016/05/decisao-do-presidente-interino-da.html?m=1

      • Eduardo Ribeiro Postado em 10/May/2016 às 15:09

        JC...eu acho que não ficou claro. Eu não comemorei o que o Maranhão fez. Pelo contrário.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 10/May/2016 às 15:22

        Narinho Anagrama sangrando com um elogio pontual ao PT - S04E29

  12. João Batista Postado em 09/May/2016 às 16:52

    Prefiro a instabilidade de um governo com Dilma à estável destruição do país com Temer & Cia!

    • Eduardo do PT Postado em 09/May/2016 às 21:57

      Ótima réplica João. #naovaitergolpe

  13. Deisi Postado em 09/May/2016 às 16:54

    Algumas pessoas estão achando que a decisão do Maranhão, tem a pata do Cunha,tem muito mais coisas é só aguardar. O Temer traiu a Dilma, depois traiu o Cunha, a ratazana não perdoa. O STF deixou ele lá, para conduzir o golpe, depois p afastou, seus parceiros como PSDB, demo, pps, Temer e a canalhada toda abandonou o herói dos coxinhas fascistas. Ele declarou que nao iria para o abismo sozinho. Se por um acaso voltar para câmara, tenho minhas dúvidas, se o STF não irá aceitar o recurso da direita golpista. Mas se voltar a ser analisado novamente pela cambada de canalhas, não seria só a Dilma que seria afastada,as o Temer também. Com o Cunha nos bastidores depois de ser abandonado, será que o resultado seria o mesmo?

  14. Júlio Postado em 09/May/2016 às 17:00

    16h50 agora.... Consultando um site não mto confiável li que o presidente do senado seguirá com o processo de impedimento normalmente? Confere?

  15. Guilhermo Postado em 09/May/2016 às 17:17

    Ih, parece que o presidente do senado discordou do moço da câmara... Agora no próximo capítulo da novela, o STF vai mostrar as caras.

  16. Carol Postado em 09/May/2016 às 17:37

    Anulação do Impeachment da presidente Dilma na Câmara é anulado. Que bagunça virou nossa política que sempre foi mesmo uma bagunça.

  17. Ricardo Postado em 09/May/2016 às 17:42

    As instituições já eram, o Direito já era: agora é só a força bruta. E isso é perigoso. Mais perigoso que tirar a Dilma ou deixá-la lá.

  18. João Paulo Postado em 09/May/2016 às 18:17

    Os "coxinha" pira, pira Se é para quebrar o país, então, deixem quebrar totalmente para ver se algo de útil ressurge dos estilhaços. E que a crise se estenda até 2018, o povo saia da sua posição omissa e os coxinhas sofram com o empobrecimento e desemprego.

  19. Jonas Schlesinger Postado em 09/May/2016 às 18:22

    Renan Calheiros vai prosseguir com o impeachment e o STF dificilmente anulará. Por isso o quadro político do Brasil não mudará em nada.

    • Ricardo Postado em 09/May/2016 às 19:03

      E com que cara vamos olhar nossos pares na comunidade internacional com um processo de impeachment (o de maior gravidade no Presidencialismo) todo torto, com várias nulidades alegadas e NENHUM saneamento?! Por que essa pressa toda?! Por que se negam a anular uma votação presidida por um bandido como o Cunha e votar de novo, desse vez com ALGUMA legitimidade?! O Waldir Maranhão está, na verdade, salvando o impeachment de vcs, e não o contrário - porque ele pretende nova votação em cinco sessões. É ser muito cu de arrasto mesmo.

      • Jonas Schlesinger Postado em 09/May/2016 às 22:07

        Então peça esclarecimentos ao STF que não afastou o Cunha antes da primeira votação na câmara. Que devia ter aceito vários pedidos de nulidades. Por que será só agora vai aceitar? O Maranhão fez isso por causa de interesses escusos, não porque ele defende a democracia ou a constituição. Quem paga mais, sairá beneficiado. E ele vai pagando o pato com essa atitude.

      • Jonas Schlesinger Postado em 10/May/2016 às 14:26

        Viu. Não muda nada. Vida que se segue.

  20. Pedro Postado em 09/May/2016 às 18:42

    Eh muito provável que o Maranhao tenha agido em interesse próprio. Em um ouvido, o governador do estado dele prometendo apoio para a eleição dele ao Senado, e no outro, o Cunha se sentindo traído querendo melar a farra do Temer e do Calheiros. O Maranhao simplesmente uniu o util ao agradável e tomou uma decisão pensando em si próprio. Aceito outras explicações melhores.

  21. Márcio Ferreira Postado em 09/May/2016 às 19:20

    Vergonha mundial... A última coisa que esse presidente em exercício se interessa é no "devido processo legal". Sabe que não tem apoio de ninguém e já há movimentação para tirá-lo do cargo. Logo, o único jeito de se segurar é embaçando ainda mais essa suruba e segurando a Dilma para ganhar tempo e conseguir alguma sustentação. O ex-presidente, bandido demais até para os padrões elásticos do STF para se manter no cargo, também está curtindo essa pedalada no impeachment. Previu lá atrás que seria derrubado se Dilma fosse primeiro e agora viu que vai para a cadeia por ter perdido poder e influência rápido demais com a queda da Dilma. Ou seja, ele acha é boa essa agonia ao país. Agora vem o presidente do senado, do alto de seus 12 inquéritos, o ser mais medonho desse trem fantasma, fingir que quer agilizar o impeachment quando, na verdade, quer é avacalhar ainda mais, estender a orgia, bagunçar o que nunca teve ordem nenhuma, criar fatos que alonguem esse processo vagabundo, conduzido por vagabundos num congresso vagabundo para derrubar um governo vagabundo.

  22. julia Postado em 09/May/2016 às 19:50

    House of cards e Games of thrones deve ter inspirado os nobres deputados, seguem algumas hipóteses: 1- Colocar Temer e Dilma no mesmo saco de gatos e reenviar o "impiti" dos dois numa lapada só; 2- Cai os dois; 2 - Novas eleições? 3 - Enquanto isso, o "Mr. Maranhão" assume a presidência com a quedas dois e comando para dividir o "bolo" volta para as mãos dos "amigos" Cunha e adjacências; 4- Talvez o mundo se acabe primeiro e a gente não consiga assistir o final do seriado...

  23. Sérgio Carneiro Postado em 09/May/2016 às 20:25

    Qual o próximo passo? FIFA anulará jogo do Brasil com a Alemanha? Eduardo Cardoso (AGU) irá pedir a anulação da Proclamação de República, alegando que Deodoro da Fonseca deu um golpe militar e assumiu o poder?

  24. Phelipe Postado em 09/May/2016 às 23:09

    Por que as pessoas pró impeachment tem esse costume de discutir assunto usando sempre de ofensas verbais? Não são todos, mas quando há ofensa, é certo que é alguém pró impeachment..... Ridículo....

  25. Carol Postado em 10/May/2016 às 07:44

    Desculpa, mas uma vez fui dizer algo contra o governo aqui nesse site e percebi que os "contra golpe" defendem o respeito só até a hora que da vontade de xingar. Na verdade acho que o problema ta nos extremos dos dois lados.

    • felipe Postado em 10/May/2016 às 11:12

      Acontece direto aqui, comentários recheados de ódio e palavões, pessoas mais interessadas em causar confusão e se mostrar do que discutir com bons argumentos.

  26. Thiago Teixeira Postado em 10/May/2016 às 08:48

    Perderam? Quem perde nas urnas são vocês, num processo de Golpe não há derrotados, há golpistas.

    • Deisi Postado em 10/May/2016 às 13:10

      Thiago, em poucas palavras disse tudo!