Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 16/Apr/2016 às 12:30
6
Comentários

Sociólogo recusa convite do Estadão: “Não escrevo para jornal golpista”

Laymert Garcia dos Santos, sociólogo da Unicamp, foi convidado pelo Estadão para enviar até domingo um texto que seria publicado em edição sobre “o atual andar da carruagem” no Brasil. Sua resposta foi objetiva

sociólogo Laymert Garcia dos Santos golpe
O sociólogo Laymert Garcia dos Santos (reprodução)

O sociólogo Laymert Garcia dos Santos recusou convite para escrever um artigo para o jornal O Estado de S.Paulo, que prepara edição para a segunda-feira, já esperando que a Câmara dos Deputados aprove o impeachment da presidenta Dilma Rousseff no domingo (17).

Por meio da Universidade de Campinas, o sociólogo recebeu e-mail do diário propondo o envio de um texto que seria publicado no contexto de “um material sobre o atual andar da carruagem” no país.

“Agradeço seu convite, mas não leio e muito menos escrevo para um jornal golpista, como é O Estado de S.Paulo”, respondeu.

A pauta do jornal pergunta: “O que significa a derrubada da presidente tanto para o cenário político (como um todo) como para o PT?”.

Abaixo, a troca de e-mails na íntegra:

“Olá.

O jornal prepara um material sobre o atual andar da carruagem. Caso o processo avance em direção ao Senado, e parece que é o que vai ocorrer, pergunto se o senhor faria um artigo de 1.800 caracteres sobre tal contexto. O que significa a derrubada da presidente tanto para o cenário político (como um todo) como para o PT?

Seria para uma edição especial de segunda-feira, com prazo de entrega no domingo meio-dia.
O que acha?
Cordialmente,
Alexandra Martins
Jornal O Estado de S. Paulo”

Resposta de Laymert Garcia dos Santos:

“Prezada Alexandra,

Agradeço seu convite, mas não leio e muito menos escrevo para um jornal golpista, como é O Estado de S. Paulo.

Contando com a sua compreensão,

Atenciosamente,

Laymert Garcia dos Santos”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Galvão Postado em 16/Apr/2016 às 17:58

    Carater e opinião não da para ser comprado ou vendido, tem de ser mantido, faz parte da índole da pessoa.

  2. Phelipe Postado em 16/Apr/2016 às 23:35

    A questão não fechar as portas é se tocar e começar a fazer JORNALISMOS, num dá p entender não né? Não tem problema vcs são assim.mesmo, só entendem o que lhes convêm!

  3. Eduardo Postado em 16/Apr/2016 às 23:56

    HOMEM..... Esse é pra exemplo de muitos cagões da mídia, que fazem o que o patrão quer para manter seus empregos, só esquecem que onde há miséria ela atinge a todos.... e seus patrões querem miséria para o país.... e seus empregados paus mandados são os instrumentos para isto.

  4. Eduardo Postado em 16/Apr/2016 às 23:56

    pelo menos não terá entre suas sujeiras a palavras de quem teve coragem de dizer não....

  5. Ronaldo Postado em 17/Apr/2016 às 00:01

    Nem o jornal golpista fechará as portas, nem o sociólogo perderá o sono por ter vendido sua consciência. Por maior que seja sua surpresa, ainda existe quem preze a legalidade e a democracia apesar dos oportunistas e interessados no próprio umbigo.

  6. Deisi Postado em 17/Apr/2016 às 09:04

    É só convidar o FHC, caráter e deiscência, é para poucos, o jornalista está de parabéns.