Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 16/Apr/2016 às 11:29
4
Comentários

Pepe Mujica chama golpistas brasileiros de 'irresponsáveis'

Pepe Mujica afirma que a tentativa de golpe para derrubar Dilma é um jogo irresponsável que paralisa não somente o Brasil, mas todos os países vizinhos. Ex-presidente uruguaio revelou ainda que “há interesses muito grandes para evitar que Lula siga sua carreira política”

Mujica Dilma golpe e impeachment
José Mujica e Dilma Rousseff (divulgação)

O ex-presidente do Uruguai José Mujica classificou o processo de impeachment que corre na Câmara dos Deputados contra a presidente Dilma Rousseff como “jogo irresponsável” em um vídeo publicado nesta sexta-feira (15) pelo Palácio do Planalto. A crise no país, diz Mujica, tem paralisado o Brasil e as nações vizinhas.

Segundo o uruguaio, as pessoas que pedem o afastamento da presidenta não perceberam o problema a que estão expondo o Brasil e toda a América Latina. “Que estejam conscientes do mal em que está metido o Brasil e das consequências não só para o Brasil, mas para todos os latino-americanos”, afirmou. “Parecem que não se dão contam de esse é um jogo, um jogo irresponsável que paralisa o Brasil e paralisa todos os vizinhos, porque o Brasil é muito importante no continente.”

Na madrugada desta sexta-feira (15), o Supremo Tribunal Federal rejeitou as ações da Advocacia-Geral da União e do deputado federal Paulo Teixeira (PT) e manteve a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara dos Deputados para este domingo (17). As ações pediam a anulação do parecer do relator da Comissão de Impeachment, Jovair Arantes (PDT) e, como consequência, a suspensão do processo contra Dilma.

‘Interesses escusos’

Ainda neste mês, em entrevista à revista La Garganta Poderosa, Mujica ressalta que “há interesses muito grandes para evitar que Lula siga sua carreira política. Estão querendo destruir o Brasil e seu setor produtivo. Temos que ser solidários e evitar que venha abaixo sua democracia”.

Mujica também mostrou solidariedade com Lula e com os brasileiros. “Estamos enfrentando uma direita irracional, fascistóide, que só quer acumular mais e mais poder, que não quer repartir nada, nem que seja só um pouquinho do que tem”, disse.

com informações de Revista Fórum e Folhapress

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Postado em 16/Apr/2016 às 14:43

    Escrevendo a introdução das suas memórias Rodrigo?

  2. Antonio Palhares Postado em 16/Apr/2016 às 15:08

    Você deve ser partidário do cunha. Parabéns.

  3. Alan Kevedo Postado em 16/Apr/2016 às 17:01

    Também pudera, o PMDB e o PSDB só têm minhoca e lesma. Como, então, enfrentar o Jararaca, nas urnas? Assim não dá, assim não pode.

  4. Vinicius Postado em 17/Apr/2016 às 00:07

    Essa manobra golpista vem de gente que não consegue chegar a presidência pela DEMOCRACIA. Aécio neves, por exemplo, em linhas gerais só consegue atrair votos por modismo de elites e classe média. Marina Silva é só de momento também.Temer mal consegue chegar a 3 % dos votos. Porém dois exemplos que mais me chamam a atenção são do Cristovam Buarque e Marta Suplicy, construíram praticamente toda suas carreiras políticas pelo PT depois cuspiram no prato que comeram. Cristovam se elege senador mesmo pelo PDT ,com votos de eleitores do PT e da esquerda , depois muda para o PPS querendo ser presidente e defende o impeachment com argumentos clichês de direita, acho que ele tem que cair na real porque quem é ele comparado ao Lula? No máximo talvez consiga "roubar" uns votos da Marina e chegue a 1 % dos votos. Marta Suplicy também movida pela inveja começa a defender coisas completamente diferentes do que pensavam seus eleitores. Só sei que a carreira política dos dois estão com dias contados , pois não é se comportando como invejosos que se tem apoio popular. *Outro Vinicius