Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 20/Apr/2016 às 18:18
44
Comentários

O espanto com o impeachment brasileiro na tela da CNN

Na CNN, jornalistas falam sobre a crise política no Brasil e o impeachment de Dilma Rousseff. A mídia estrangeira vem realizando uma ampla cobertura do caso e os correspondentes internacionais não escondem seu assombro. “É a coisa mais surreal que eu vi em meu tempo como jornalista em qualquer outro lugar, cobrindo política em vários países”

mídia internacional Glen Greenwald impeachment golpe dilma corrupção
Glen Greenwald, jornalista americano (reprodução)

Jornal GGN

O jornalista Glenn Greenwald falou à CNN sobre a crise política brasileira e a tentativa (até agora bem sucedida) de políticos corruptos derrubarem uma presidente honesta e democraticamente eleita. A mídia estrangeira vem realizando uma ampla cobertura do caso e os correspondentes internacionais não escondem seu assombro. “É a coisa mais surreal que eu vi em meu tempo como jornalista em qualquer outro lugar, cobrindo política em vários países”, disse Greenwald.

A pessoa presidindo o processo de impeachment na Câmara, Eduardo Cunha, é alguém que, já se sabe, ocultou milhões de dólares em propinas. Não há nenhuma possibilidade que não envolva corrupção. Ele não tinha uma fortuna, nenhum negócio legítimo. Milhões de dólares escondidos em contas bancárias na Suíça. Ele é alguém que está presidindo a Câmara. E eles todos estão vindo à frente, um por um, todos acusados de corrupção e dizendo ‘nós devemos tirar a presidente por corrupção’. E surpreendentemente, a própria Dilma é uma das poucas pessoas que não são acusadas de receber propina”, relatou.

Há essa grande investigação, chamada Lava Jato, na qual esses jovens promotores estão colocando as pessoas na prisão. A preocupação é que a intenção de derrubar Dilma seja dizer para o país: ‘Vejam, nós nos livramos do problema de corrupção’. E eles esperam que a pressão pública vá desaparecer depois dessa catarse do impeachment, e que as investigações vão acabar e todos os políticos verdadeiramente corruptos vão estar seguros”.

SAIBA MAIS:
Jornalista Glenn Greenwald denuncia tentativa de golpe em curso no Brasil
Greenwald: Adversários mais influentes de Dilma estão envolvidos em corrupção
Câmara para todas as votações até que impeachment seja apreciado no Senado

Abaixo, o vídeo da conversa entre os dois jornalistas e uma transcrição traduzida pela equipe do Jornal GGN:

Christiane Amanpour – É a maior economia da América do Sul, é o país mais poderoso do continente. Era de se pensar que estava livre de uma história de violentos golpes militares. Mas agora a presidente eleita democraticamente do Brasil, Dilma Rousseff, diz que é vítima de um golpe político, depois que o Congresso, no domingo à noite, votou por ampla maioria a decisão de enviar um processo de impeachment contra ela para o Senado.

Os apoiadores de Dilma reagiram à votação com choque e tristeza, enquanto seus inimigos, os manifestantes antigoverno celebraram.

Mas o que ela fez? Presidiu a pior recessão em quase um século? Alegadamente usou contabilidade criativa para esconder o buraco no orçamento? Tentou esconder seu antecessor, talvez para protegê-lo de uma investigação criminal. Mas tudo isso essas são ofensas que justificam o impeachment?

Ela mesma não foi marcada, nem mesmo acusada de corrupção. E ela se recusa a renunciar.

Dilma Roussef – Aqueles que pedem minha renúncia mostram a fragilidade na sua convicção sobre o processo de impeachment, porque, sobretudo, tentam ocultar justamente esse golpe contra a democracia, e eu não compactuarei com isso. Por isso, não renuncio em hipótese alguma.

Christiane Amanpour – Então, o que está no centro desse drama político, que está causando raiva e frustração nas redes e nas ruas? O repórter investigativo ganhador do Pulitzer Glenn Greenwald mora no Brasil e está cobrindo essa crise constitucional de perto. Ele se junta a mim do Rio de Janeiro.

Bem vindo de volta ao programa, Glenn.

Glenn Greenwald – É ótimo estar com você.

Christiane Amanpour – Então, você está surpreso? Alguém realmente pensava que no último momento ela iria conseguir os votos que precisava para ficar acima desse processo de impeachment?

Glenn Greenwald – Eu não acho que o desfecho foi particularmente surpreendente. Eu acho que a margem foi razoavelmente surpreendente, apesar de que na política brasileira, como em muitos outros países, é uma questão de timing e poder. E uma vez que havia a percepção de que a votação estava definida, muitos dos indecisos no último momento mudaram para o lado pró-impeachment para estar no time vencedor. Eu acho que o que surpreendeu as pessoas foi a forma dos procedimentos na Casa. Foi muito duro, muito feio. Havia defensores do impeachment exaltando o golpe de 1964 e a ditadura militar de direita que se seguiu. Um congressista proeminente da direita, que esperam concorra à presidência, homenageou o torturador chefe do regime militar que, é claro, torturou Dilma Rousseff, a presidente, e, então, votou para impedi-la. Foi um espetáculo muito polarizado e muito feio desses procedimentos, que reflete esse sentimento mais amplo no Brasil que realmente divide o país de uma forma muito perigosa e instável.

Christiane Amanpour – Mesmo o vice-presidente, que pode ter que assumir, é acusado de todo tipo de mau comportamento e transgressão. Eu quero ler isso para você, porque é extraordinário. “Dos 594 membros do Congresso [513 deputados e 81 senadores], 352 enfrentam acusações por crimes”, de acordo com várias fontes. E, então, é claro, há todo tipo de pessoas, incluindo Eduardo Cunha, que está liderando o processo de impeachment e é acusado de corrupção; tem outro, Maluf, que está na lista da Interpol por conspiração; outro acusado de lavagem de dinheiro; outro, como você mencionou, que está implicado em todo tipo de tortura; e outros envolvidos em violações dos direitos humanos. Dilma chamou isso de golpe. O que está acontecendo?!

Glenn Greenwald – É a coisa mais extraordinária, Christiane, porque não apenas… Essencialmente toda a classe política brasileira que está tentando impedi-la está comprometida com sérias acusações de corrupção. É a coisa mais surreal que eu vi em meu tempo como jornalista em qualquer outro lugar, cobrindo política em vários países do mundo. Ontem, a pessoa presidindo o processo de impeachment na Câmara, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, ele é alguém que já se sabe que ocultou milhões de dólares em propinas. Não há nenhuma possibilidade que não envolva corrupção. Ele não tinha nenhuma fortuna, nenhum negócio legítimo. Milhões de dólares escondidos em contas bancárias na Suíça. Ele é alguém que está presidindo a Câmara. E eles todos estão vindo à frente, um por um, todos acusados de corrupção e dizendo “nós devemos tirar a presidente por corrupção”. E surpreendentemente, a própria Dilma é uma das poucas pessoas que não são acusadas de receber propina, nem de corrupção pessoal, ou qualquer comissão ilícita, para enriquecer. O que está acontecendo é muito simples. O partido dela, o Partido dos Trabalhadores (PT), ganhou quatro eleições nacionais seguidas, desde quando Lula, que era muito popular, foi eleito pela primeira vez em 2002 e reeleito em 2006. Os plutocratas do Brasil, os ricos do Brasil, sempre odiaram o PT e não estão conseguindo derrota-los nas urnas. Então, essa é sua grande chance, com a economia diminuindo, a crise se espalhando, com as pessoas realmente chateadas com o governo e com a classe política, essa é a grande chance de finalmente se livrar do PT. Eles não conseguem ganhar numa eleição e por isso estão usando meios antidemocráticos para fazer isso.

Christiane Amanpour – Você acha… Porque mesmo seus apoiadores – certamente os que estão no exterior – acreditam que quando ela tentou colocar o Lula, seu antecessor, no Ministério da Casa Civil, que esse foi um passo longe demais, que ela estava tentando protege-lo de qualquer investigação criminal, o que obviamente a ajudava de alguma maneira. Alguns dizem que ela deve renunciar. Mesmo que ela não esteja passível de um impeachment, que essas acusações não sejam suficientes para um impeachment, você acha que ela deve renunciar? Ela vai ser forçada a renunciar?

Glenn Greenwald – Eu não acho que ela vai ser forçada a renunciar. Ela deixou muito claro que não vai. Essa é uma mulher que foi presa como uma subversiva durante uma ditadura, ela foi torturada, ela é muito forte e espirituosa. Ela passou por muita coisa em sua vida. E vamos lembrar que a eleição no Brasil foi há apenas 18 meses. Foi no final de 2014. Ela ganhou aquela eleição com 54 milhões de votos. É verdade que ela é impopular, ela cometeu muitos erros. Aquele esforço para trazer Lula para o governo foi uma tentativa de sobrevivência, uma tática de sobrevivência de última hora para trazer alguém com muito carisma e muita habilidade política, que ela não tem. Lula entrar no governo para tentar salvá-la não foi bem visto. Mas ao mesmo tempo, você não pode – se você quer ter uma democracia madura e estável – remover um líder eleito democraticamente, que acabou de ganhar uma grande eleição 18 meses mais cedo, porque ele é impopular, ou porque ele não está gerenciando bem a economia. Essa é uma receita para coisas muito perigosas quando você começa a mexer com as mecânicas da democracia, especialmente em um país como o Brasil, que tem uma democracia muito frágil e muito jovem. Eles saíram de uma ditadura apenas em 1985 e é muito perturbador vê-los brincando com a democracia dessa maneira.

Christiane Amanpour – Nós falamos sobre como todo o sistema é cheio de escândalos políticos e corrupção. E você também admitiu que o partido é profundamente corrupto e envolvido em todo tipo de infração criminal, mesmo que a Dilma não seja. Então, eu me pergunto: qual é a saída? Especificamente à luz do que esse professor da Universidade de São Paulo disse ao New York Times sobre o que está acontecendo agora. “Estão colocando uma bala de grosso calibre na democracia brasileira”, ele disse. “De agora em diante, em qualquer momento que nós tivermos um presidente impopular, vai haver pressão para começar um processo de impeachment”.

Glenn Greenwald – Certo. É interessante porque eu entrevistei o ex-presidente Lula na semana passada em São Paulo. E ele admitiu algumas coisas para mim naquela entrevista. Primeiro, é verdade que o seu partido, o PT, que também é o partido de Dilma, tem um problema muito sério de corrupção, assim como a maioria dos outros partidos. E segundo, há essa grande investigação, chamada Lava Jato, na qual esses jovens promotores muito aguerridos têm uma independência institucional e estão colocando as pessoas na prisão. As pessoas mais ricas do Brasil, as mais poderosas politicamente. A solução é deixar essa investigação se desdobrar e as pessoas que são culpadas serem presas. A preocupação é que a intenção de derrubar Dilma seja dizer para o país: “Vejam, nós nos livramos do problema de corrupção”. A pressão da mídia, a pressão pública, eles esperam que vá desaparecer depois dessa catarse do impeachment, e que as investigações vão acabar e todos os políticos verdadeiramente corruptos vão estar seguros. A solução, para responder sua pergunta, é deixar essa investigação se desdobrar, pegar todos que são corruptos em todos os partidos de oposição e no PT, que não é pouca gente, e submetê-los ao rigor da lei, responsabiliza-los e prendê-los. E isso deveria acontecer antes do impeachment de Dilma.

Christiane Amanpour – Uma história incrível. Glenn Greenwald, obrigado por se juntar a nós do Rio de Janeiro esta noite.

Glenn Greenwald – Foi ótimo estar com você. Obrigado por me receber.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Postado em 20/Apr/2016 às 19:34

    Até Fox News chamou de golpe. Queridos, se Fox News chama o processo de vocês de golpe....é porque é pior que golpe. A coisa esta escancarada, melhor o pessoal assumir a verdade, que não quer nada progressista no Estado que fica menos vergonhoso.

    • beto Postado em 21/Apr/2016 às 13:49

      Hahahaha Fox News e CNN juntas dizendo que é golpe, infelizmente temos a Globo aqui pra deixa o cidadão "bem-informado"

    • Thiago Lopes Postado em 21/Apr/2016 às 20:41

      Agora os burros, vulgo coxinhas, vão falar que a CNN é esquerdopata. É bem o nível intelectual dessa raça, que, diga-se de passagem, está bem representada na câmara.

  2. Rafa Postado em 20/Apr/2016 às 20:33

    Eu vi agora na globo no JN que a dilma quer ir para New York só para mentor que é vítima de golpe e defamar a vontade da população brasileira. Golpista é essa ex presidanta.

    • poliana Postado em 20/Apr/2016 às 21:36

      "defamar"? oi?????

    • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Apr/2016 às 23:40

      """"New York""""....esses braZileiros só me dão orgulho.....

    • Pedro Postado em 21/Apr/2016 às 04:36

      defamar em New York. Yes we can't!

      • poliana Postado em 21/Apr/2016 às 17:11

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!! melhor comentário aki!! valeu, pedro!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Paula Postado em 21/Apr/2016 às 10:04

      Uma pessoa que mantém seu discurso pautado em globo, JN não merece nem ser rebatido...

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Apr/2016 às 10:08

      Eu que que se dane se vocês coxinhas vão gostar ou não do discurso. Qualquer pessoa tem o direito de se defender.

    • Salomon Postado em 21/Apr/2016 às 10:12

      "Ei vi agora na globo (sic) no JN". Esses coxinhas têm a cabeça feita pela Globo e aprenderam a falar e a escrever com o Jornal Nacional"

      • Jonas Schlesinger Postado em 21/Apr/2016 às 14:27

        vc já parou pra pensar q ele n tem tv a cabo? N julgue-o.

    • Thiago Lopes Postado em 21/Apr/2016 às 20:45

      Seus cômicos representantes da câmara já dEfamaram o Brasil de maneira suficiente, Rafa. E eu quero fazer uma campanha aqui no PP: vamos doar livros para a coxinhalha que aqui comenta - urgente livros de gramática, redação e sobretudo História.

  3. sandro Postado em 20/Apr/2016 às 21:13

    Kkkk,alienados assíduos espectadores de groubo e veja,esperar o quê????

    • Deisi Postado em 20/Apr/2016 às 22:40

      Os assiduos telespectadores do JN, não só são alienados, são de má fé.

  4. leonardo Postado em 20/Apr/2016 às 23:24

    Midia imperialista.

    • Deisi Postado em 21/Apr/2016 às 07:15

      Golpe, um atentado a democracia, os coxinhas, merecem a dupla, Temer e Cunha.

    • Denisbaldo Postado em 22/Apr/2016 às 11:11

      BolsoNarinho está tentando de todas as maneiras justificar as cagadas de seus coxinhas. Ninguém votou em Temer, nem a família dele faria isso.

  5. Thiago Teixeira Postado em 21/Apr/2016 às 10:09

    Talvez a Amanpour tenha recebido pão com mortadela do Lula...

    • Deisi Postado em 22/Apr/2016 às 17:39

      Não diabinho, não votei no Temer, aliás há pelo menos 2 anos deixei de responder seus posts. Mas com sua provocacao, vamos lá, não votei no traidor, conspirador e golpista, estava em Bumenau, inclusive ia votar em trânsito, mas meu esposo passou por um transplante, e.no primeiro turno estava no hospital, no segundo turno, estava em recuperação e também não tive como votar. Inclusive até hoje não justifiquei, preciso urgentemente legalizar minha situação, para eleições de outubro. Espero muito, não votar só para prefeito, mas também para presidente, depois do golpe, eleições diretas já.

    • Deisi Postado em 22/Apr/2016 às 18:22

      Denisbaldo, os coxinhas insistem que quem.votou na Dilma, votou no Temer, eu não concordo, porque se a chapa fosse temer/ Dilma, jamais votaria, Aliás o PMDB, nunca ganhou eleição direta para presidente, mas sempre ficou nas "tetas". O azar da Dilma foi ter escolhido o Temer como vice, o Lula foi muito mais feliz, José Alencar era homem, muito diferente do rato traidor. Depois do golpe, eleições diretas já, Só quem tem votos tem legitimidade para governar. Viva a democracia.

    • Jonas Schlesinger Postado em 23/Apr/2016 às 22:37

      Não gosto de coxinha porque é uma bomba calórica, também detesto mortadela Então prefiro o presunto do meu peru Ceará, a qualidade é ótima. Hummmmm delícia. Vocês lamberão os beiços. Experimente já, presunto do meu peru Ceará, a qualidade vai te surpreender. E tem gente aqui no PP doida pra experimentar. Nem digo viu.

  6. Stella Postado em 21/Apr/2016 às 12:43

    Por isso q William Bonner comparou os telespectadores do JN com Homer Simpson. Ele sabe com quem está lidando rsrsrsrsr.

  7. João Ribett Postado em 21/Apr/2016 às 12:58

    kkkkkkk. É hilário ler os comentários constrangidos dos coxinhas imbecilizados pela Globo, depois daquela aberração promovida pelos deputados no domingo! Ora, eles foram apoiados pelos coxinhas que exigiam através de mensagens, telefonemas e pessoalmente que eles votasse pelo impeachment. Eles só não esperavam que fosse aquele circo de horrores. Ora, coxinhas, vocês os elegeram, vocês votaram neles, vocês os escolheram. Eles refletem a capacidade intelectual de vocês! Eles são vocês!

    • Leonardo Postado em 22/Apr/2016 às 00:34

      A maioria foi eleita com o apoio do governo na eleição passada.

    • Ricardo Postado em 23/Apr/2016 às 10:19

      Cara, que argumento fraquinho. Se as pessoas analisassem dessa forma simplista, ninguém votaria em chapa, mas em candidatura de partido único. É lógico que as pessoas ponderam e acabam votando APESAR de um ou outro integrante. O fato de ter votado na chapa não permite inferir que o eleitor admita traição na chapa. Justamente porque votaram na chapa inteira é que querem esta composição: Dilma presidente e Temer vice, e não Temer/Cunha. Por trás do teu argumento há a tentativa de se legitimar pelo consenso, como quem diz "a pessoa consentiu em ser traída". Acho equivocado primeiro porque não pode presumir isso; segundo, não me parece o tipo de coisa que se convalesce com o mero consenso.

  8. Antonio Postado em 22/Apr/2016 às 07:31

    PP aqui tem a versao do video legendado: https://www.facebook.com/midiaNINJA/videos/635602286597920/?pnref=story Vale a pena ressaltar que a midia internacional tem mais respaldo pq nao faz conluio com empresarios brasileiros e, portanto tem mais liberdade pra usar o bom-senso. A questao eh que ta cada vez mais feio pra rede golpista de televisao

  9. Deisi Postado em 22/Apr/2016 às 21:02

    Os coxinhas dizem que todos que votaram na Dilma votou no Temer, pois bem, depois do golpe, e da punhalada pela costas do canalha traidor, vou me atentar em saber quem é o vice. No Brasil tem uma cultura que você é nada, não deveria ser assim, porque se acontecer algo com o presidente é o vice que assume. Me lembro que quando o serra foi candidato, seu vice era Índio da costa, ele escondeu o máximo que pode. Os coxinhas insistem que o Temer representa os eleitores da Dilma, o coxinhas eleitores do Aécio, são responsáveis pela eleição do Cunha o vice. A ratazana é a cara dos coxinhas!

    • Deisi Postado em 23/Apr/2016 às 07:18

      Não aplaudo alianças diabinho, principalmente com PMDB, mas você é todos coxinhas alucinafos estão aplaudindo de pé a dupla Temer e Cunha. Está envergonhado? Não adianta eles são sua cara, quando votei Dilma e Temer, foi ela para presidente ele vice. Você sim está feliz com seus representantes, o que vale é derrubat a Dilma. Parei por aqui, não vou responder mais nenhum post seu coxinha diaba. Aliás a coxinha maconheira era .muito mais simpática. Seja feliz com seu novo presidente e vice.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Apr/2016 às 21:10

      Naro está sendo convenientemente simplista. Não é o fato de Temer assumir com a queda de Dilma que é golpe. O golpe vem de antes de Temer assumir. Ele assumir depois do golpe instalado é natural, pois ele é o vice. O golpe está em outro estágio, anterior. Temer assumir é o fechamento legal de um processo golpista. Essa conversa é do mesmo naipe daquele truismo besta que usavam ate um mes atras, """impeachment não é golpe pois está na constituição """. A resposta de agora é a mesma resposta de antes : ninguém está falando isso. Vocês construíram outro espantalho feioso e estão batendo nele dia após dia. Mas não passa disso aí : um espantalho, uma falácia, uma mentira.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 25/Apr/2016 às 11:22

      Vocês estão é querendo tirar o corpo fora depois da bobagem feita. Daqui um mês, quando Dilma se despede do mandato, vocês terão que assumir a parcela de responsabilidade de vocês. Rapaziada arquiteta impeachment descaradamente um dia depois do fechamento das urnas, imobiliza a presidenta e impede que ela governe, arma uma quizumba oposição-judiciário-mídia contra ela, atira pra tudo que é lado pra achar alguma coisa que "justifique" o impeachment, não acham nada mas armam a lona e levantam o circo assim mesmo, pra votar um impeachment-palhaçada sem crime de responsabilidade, e agora que naturalmente o vice vai assumir depois de tudo, aí vocês enxergam a bobagem que fizeram e querem tirar o corpo fora? """ainn não é golpe, e voces que votaram em Temer, tudo culpa de vcs"""....não senhor. 1- É golpe. Não tem crime de responsabilidade. 2- Eu TIVE que votar em Temer, porque votei em Dilma para Presidenta. E não votaria em Temer se ele fosse o titular e Dilma a vice. Já vocês DESEJARAM tirar a Dilma num processo golpista CIENTES de que quem assumiria seria o Temer. De modo que esse filho que vai nascer daqui uns 25/30 dias também é de vocês. Vão ter que engolir junto conosco e lamentar por ter DESEJADO ardentemente 2 anos e meio de Temer/Cunha após o afastamento sem crime, via golpe, de uma presidenta eleita legitimamente.

  10. C.Paoliello Postado em 22/Apr/2016 às 21:07

    PGR diz que há mais 6 investigações contra CUnha em andamento, mas para o STF ele é um santo a ser canonizado pelo Vaticano: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2016/04/22/janot-diz-que-cunha-e-alvo-de-mais-seis-investigacoes-na-pgr/

  11. C.Paoliello Postado em 22/Apr/2016 às 21:32

    Greenwald denuncia a grande farsa por trás do golpe: http://www.vermelho.org.br/noticia/279740-1

  12. Guilhermo Postado em 23/Apr/2016 às 11:31

    A Revolução francesa também foi um golpe. A Rev. Cubana que vcs tanto admiram também foi um golpe. O mesmo vale para a Rev. Russa e etc. ^^

    • Jonas Schlesinger Postado em 23/Apr/2016 às 22:58

      Tá pronto pra levar um touch down do enganado e do Eduardo Ribeiro? ^_^

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Apr/2016 às 20:58

        Eu e enganado? Me sinto honrado. Vem pro "Bonde dos Inimputáveis " tambem, Jonas...

      • Jonas Schlesinger Postado em 24/Apr/2016 às 23:24

        Não, prefiro ficar na minha. Só vendo as mitagens, trolagens, tretas envolvendo vocês. Sou um espectador. Aqui é melhor que a Globo. PS: Naro Solbo, será que essa criatura também tem rabo na vida real? Ou só na foto da coxinha mesmo?

  13. Guilhermo Postado em 24/Apr/2016 às 10:06

    Pode crer que sim. Só falei a verdade. kkk

    • Jonas Schlesinger Postado em 24/Apr/2016 às 23:25

      Todo viado é verdadeiro XD

  14. Sérgio Carneiro Postado em 24/Apr/2016 às 20:17

    Claro que é um golpe. Um golpe duro na corrupção, um golpe duro na formação de quadrilhas, um golpe na imoralidade administrativa. Só espero que seja um golpe fatal e final

    • Jonas Schlesinger Postado em 24/Apr/2016 às 23:21

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk deu um praçality agora, puta que pariu

    • Eduardo Ribeiro Postado em 25/Apr/2016 às 10:33

      Golpe final nada. Estamos apenas no começo. Vocês vão bater panela e impichar geral que eu sei. Temer, Cunha, a tucanada toda...nenhum desses vai ter paz....não é isso aí? Eu levo muita fé em vocês.

  15. Guilhermo Postado em 25/Apr/2016 às 10:27

    Jonas está com o bumbum muito guloso por estes dias! Quem vai encarar aquela moça arretada?

    • Jonas Schlesinger Postado em 25/Apr/2016 às 14:19

      Guilhermo você não é assim e nunca foi. No fundo admira o Jean Wyllys. Seu departamento é outro. Você é o Uke da rapaziada aqui. Das ist nett