Redação Pragmatismo
Compartilhar
Juristas 04/Mar/2016 às 17:47
44
Comentários

Marco Aurélio Mello ironiza argumento de Sérgio Moro para condução coercitiva

Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) diz que ordem de Sérgio Moro contra Lula foi 'ato de força' que atropela regras. Marco Aurélio Mello fez críticas contundentes à decisão do juiz

Marco Aurélio Mello Lula Moro
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello (divulgação)

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello fez críticas contundentes à decisão do juiz Sergio Moro de conduzir coercitivamente o ex-presidente Lula para depoimento.

“Condução coercitiva? O que é isso? Eu não compreendi. Só se conduz coercitivamente, ou, como se dizia antigamente, debaixo de vara, o cidadão de resiste e não comparece para depor. E o Lula não foi intimado”, afirma ele. As informações são da coluna de Monica Bergamo na Folha de S.Paulo.

O ministro diz que “precisamos colocar os pingos nos ‘is’. Vamos consertar o Brasil. Mas não vamos atropelar. O atropelamento não conduz a coisa alguma. Só gera incerteza jurídica para todos os cidadãos. Amanhã constroem um paredão na praça dos Três Poderes.”

Mello ironiza o argumento de Moro e dos procuradores de que a medida foi tomada para assegurar a segurança de Lula.

“Será que ele [Lula] queria essa proteção? Eu acredito que na verdade esse argumento foi dado para justificar um ato de força”, segue o magistrado. “Isso implica em retrocesso, e não em avanço.”

O fato de se tratar de um ex-presidente agravaria a situação, segundo ele.

Para Mello, o juiz Moro “estabelece o critério dele, de plantão”, o que seria um risco. “Nós, magistrados, não somos legisladores, não somos justiceiros.”

VEJA TAMBÉM: Professor de Processo Penal diz que houve ilegalidade em ação contra Lula

O ministro afirma ainda: “Se pretenderem me ouvir, vão me conduzir debaixo de vara? Se quiserem te ouvir, vão fazer a mesma coisa? Conosco e com qualquer cidadão?”

Ele segue: “O chicote muda de mão. Não se avança atropelando regras básicas”.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Ricardo Postado em 04/Mar/2016 às 17:53

    Ainda há Juízes em Berlim!

  2. wilson Postado em 04/Mar/2016 às 22:33

    Se a justiça é. Moro, acaba de ser enterrada.

  3. walter Postado em 04/Mar/2016 às 23:06

    "ALGUÉM PRECISA, PEDIR AO MARCO AURÉLIO, PRIMO DO COLLOR..PARAR DE FALAR " ASNEIRAS"; O JUIZ, TOMOU UMA DECISÃO INTELIGENTE..."DESORIENTOU O FANFARRÃO"; POR ISDO NOSSA JUSTIÇA PECA; "TEM JUIZ, ATÉ QUER APARECER, MAIS QUE O RÉU "...CHEGA, PRENDAM O LULA, CHEGA DE ESPERAR, O PAÍS QUER"...

    • Quintiliano Postado em 04/Mar/2016 às 23:55

      Puxa-saco de nazista, retroage pra inquisição, palhaço!!!

      • Rodrigo Postado em 06/Mar/2016 às 17:35

        (Outro Rodrigo) Nazista vem da corruptela nazi, a partir do nome do partido apelidado de nazista: Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, NSDAP. Ou, em Português: Partido Nacional Socialista do Trabalhador Alemão.

      • Peterson Postado em 07/Mar/2016 às 15:30

        Outro Rodrigo: "incapacidade de compreender contexto em que uma palavra é usada, e entender que "socialista" não significa aí o que significa em todo lugar só porque a palavra é a mesma", vem da expressão em português "incapacidade de compreender contexto em que uma palavra é usada, e entender que "socialista" não significa aí o que significa em todo lugar só porque a palavra é a mesma"

      • Rodrigo Postado em 07/Mar/2016 às 19:54

        (Outro Rodrigo) Por que tanto incômodo, Peterson? Não vem ao caso expor o nome do partido nazista?

    • Salomon Postado em 05/Mar/2016 às 00:01

      Walter você está frustrado. A lei existe para unificar todos os ponto de vista. Deve ser cumprida, independente de ideologia. Você terá que conviver com a grande possibilidade - se Deus lhe der saúde - de ter o Lula como o seu próximo presidente.

    • Jorge camera Postado em 05/Mar/2016 às 12:04

      Bobalhão.

    • Antonio Postado em 05/Mar/2016 às 23:08

      Inteligente: violou o artigo 260 do Código de Processo Penal.

    • jorge Postado em 06/Mar/2016 às 14:46

      Teu cu

    • Cacilda Galiotto Postado em 06/Mar/2016 às 19:00

      Ele fala asneira, e o que vc fala é o certo? tamanduá analfabeto sobre lei, é vc!

    • Thiago Teixeira Postado em 07/Mar/2016 às 07:30

      O País quer????? Desde quando uma mistura de farinha, ovo, leite, peito de frango desfiado e farinha de rosca formam uma nação?

  4. sidney Postado em 04/Mar/2016 às 23:22

    Se a democracia ruir a culpa é do judiciário e nós cobraremos nas ruas e na bala. Uma guerra civil pode amadurecer...

    • Jonas Schlesinger Postado em 05/Mar/2016 às 00:04

      Vish, vai rolar bala? Mas já rola. Só você ir lá no Rio ou em qualquer periferia de cidade grande pra ver que a bala rola solta. Sem novidades.

    • Deisi Postado em 05/Mar/2016 às 17:13

      Não só do judiciário mas também da mídia golpista!

    • Rodrigo Postado em 06/Mar/2016 às 17:30

      (Outro Rodrigo) Qual bala? Disparada de qual arma? Arma registrada e com porte? Ou arma ilegal? Mas e a defesa do estatuto do desarmamento? E a crítica ao "cidadão de bem" que quer comprar arma e ter porte? Há estoque de armas ilegais? Há alguma milícia organizada?

  5. Jonas Postado em 04/Mar/2016 às 23:45

    De que adianta um ministro do STF criticar um juiz de primeira instância se ele é blindado a ponto de fazer e desfazer o que quer. Moro institucionalizou a tortura para fornecer confissões, que ele quer ouvir não se importando com a verdade, utilizando táticas medievais em pleno século XXI sem que nenhuma autoridade superior a ele se intrometa. Será que temos um novo Tomás de Torquemada???

    • quintiliano Postado em 04/Mar/2016 às 23:58

      Verdade, amigo, parece que voltou os velhos tempos da inquisição. E tem besta que aprova isto!!!

  6. João de Sousa Postado em 05/Mar/2016 às 00:19

    Isso vai acabar em guerra civil se providências não forem tomadas para coibir os abusos desse Sérgio Moro que de imparcial já mostrou que não tem nada. Isso é preocupante. No dia de hoje essa guerra civil por pouco não teve início aí haverá uma carnificina sem precedente. Pois pode apostar que muitos neste país estão preparados para defender Lula e consequentemente a Democracia com a própria vida. Não dividem disso. O momento é de preocupação. Pois se tivessem levado Lula do aeroporto para Curitiba a esta hora já haveria muita gente feriada ou até mesmo morta.

  7. ANA MARIA Postado em 05/Mar/2016 às 00:34

    POIS É ESTE JUIZ DE MEIA PATACA DE CURITIBA, PISOU EM CIMA DO STF!!!..PASSOU POR CIMA DE TODO MUNDO!....DE TABELINHA CHAMOU A TODOS DO STF DE INCOMPETENTES

  8. João Postado em 05/Mar/2016 às 03:23

    O caro Ministro não sabe o que significa condução coercitiva. A cena é triste..

    • Denisbaldo Postado em 05/Mar/2016 às 10:01

      O caro ministro é um dos mais coerentes do STF, basta você pesquisar seus julgados. Triste é o seu comentário desqualificar a inteligência de um ministro do STF.

      • João Postado em 05/Mar/2016 às 20:52

        Denisbaldo. Também o acho um dos mais coerentes. Por isso é triste que ele não saiba o que é condução coercitiva. Não estou desqualificando o ministro.

  9. Esmeraldo Cabreira Postado em 05/Mar/2016 às 10:06

    OUTRO QUE É RESPONSÁVEL PELA "LIBERTINAGEM DA SUPREMA CORTE DO PARANÁ"! É ASSIM MESMO!! O STF FOI O PRIMEIRO TRIBUNAL A JULGAR SEM EVIDÊNCIAS - PURO NAZISMO. AGORA, SR. MARCO AURÉLIO, LIBERÔ GERAL!!!! AÍ O NAZI-JUIZ SERGIO MORO "INVENTOU" UMA NOVA FIGURA JURÍDICA... E FICA EJACULANDO INFORMAÇLÕES PARA A IMPRENSA NAZIZTÓIDE DA GLOBO-MOSSACK. E VOCÊ, SR. MINISTRO VEM AQUI DAR MORAL DE CUECAS. AGORA VAMOS NOS UNIR AINDA MAIS E RECOMEÇAR A LUTA!! LULA 2018. Esmeraldo Cabreira. Mestre e Doutor em Ciências UFRGS. ULBRA-RS.

  10. Leandro Baraldi Postado em 05/Mar/2016 às 11:15

    "Agência estatal emprega ex-funcionários de campanha de Dilma com salários de até R$ 39 mil", desrespeitando a Constituição. Isso esse ministro não criticou. Por que será?

    • Denisbaldo Postado em 05/Mar/2016 às 17:04

      Isso foi a pauta do assunto? Existem provas materiais sobre o caso que você citou? Você sabe para que serve o cérebro? Ele também não comentou os outros 350 mil casos de corrupção envolvendo a oposição.

    • mary Postado em 05/Mar/2016 às 23:42

      Você procurou saber a veracidade desta notícia ? Ou faz igual a globo ouve falar e repassá ?

  11. Silvio pinheiro Postado em 05/Mar/2016 às 14:49

    O tiro saio pela culatra , se a intenção do juiz da imprensa vira lata era humilhar ou enfraquecer o lula ,felizmente não aconteceu ,pior com a falta de postura deste juiz do PSDB só fez fortalecer o lula , pois o lula não baixa a cabeça para ninguém, principalmente para uma oposição burra.

  12. Eduardo Postado em 06/Mar/2016 às 01:09

    LULA O MITO, O GLORIOSO, DE NOVO NOS BRAÇOS DO POVO EM 2018!!!!!!!!! DEUS SERÁ SEU ESCUDO E NOSSO PROTETOR.

  13. Rodrigo Postado em 06/Mar/2016 às 17:17

    (Outro Rodrigo) Aí você lê a petição do HC de Lula e ele mesmo afirma que marcar depoimento será prejudicial, pois causará tumulto e comoção (HC para evitar oitiva no caso Bancoop). Aí ele se nega a depor várias e várias vezes (ano passado a PF passou mais de sete meses tentando intimá-lo. Há recusa e há argumento dele próprio dizendo que marcar depoimento seria danoso... E, pior, foram 117 conduções coercitivas, contando com Lula, mas apenas a dele gera tanto imbróglio? Vou concordar com todos e, sim, quero investigações contra "trensalão", "merendagate", "helipóptero", pagamento de pensão via empresas, favorecimento BNDES e muito mais - na mesma linha do impeachment de Dilma, quanto a alguns dos fatos, há a possibilidade de fazer o mesmo quanto a Alckmin, caso reconheça-se que a conduta é sempre indevida. Agora quantos vão concordar que Lula pode ser investigado e que, dentre tantas outras acusações, (já que levantei o assunto tráfico) o filho de criação de Maduro ser preso com um "jatinho do pó" é algo que merece a maior atenção, assim como os Perrela? Que é estranho um ex-Presidente se gabar de ter saído com (salvo engano) 8 ou11 conteiners do Palácio do Planalto, desconhecendo (para se dizer pouco) a Resolução nº 03, 23 de novembro de 2000 da Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República e Código de Conduta da Alta Administração Federal e Comissão de Ética Pública (art. 2º, inciso V, do Decreto de 26 de maio de 1999)? Desse jeito, com o "só eu que não posso?", restará na mente de muitos a plena certeza de que ele e outros não se candidataram a uma eleição, mas sim a uma "fila da corrupção", em que cada um e seu grupo quer a própria vez.

    • Onda Vermelha Postado em 07/Mar/2016 às 13:37

      Rodrigo(Outro Rodrigo) basta um único fato para desmontar TODO o seu palavreado tentando resumir a questão a um mero imbróglio, como se o Lula quisesse se colocar acima da lei. Pois bem! Foi o próprio juiz Sérgio Fernando Moro que AFIRMOU em despacho que o Lula NÃO HAVIA SIDO INTIMADO PREVIAMENTE. E ele ainda buscou "justificar" (pausa para rir!) a "condução coercitiva" alegando que isso era para a "proteção" do próprio Lula. No que os advogados do Lula ironizaram rebatendo que desconhecem qualquer procuração dada nesse sentido pelo cliente deles(o Lula) ao juiz (e aos integrantes da "força tarefa") para tomarem tal iniciativa. Portanto, caiu por terra seu argumento aqui. Por favor, não insista nisso. Você é inteligente, ficaria feio! O Lula não se negou a depor quando intimado coisíssima nenhuma, e (quase) todos no meio jurídico são unânimes em reconhecer isso. Segundo ele mesmo disse durante o pronunciamento sexta-feira, somente ESTE ANO ele depôs três vezes quando intimado. Outra coisa! Ao afirmarem, publicamente, que já foram realizadas 117 conduções coercitivas, a "força tarefa" PODE ter escancarado uma ilegalidade flagrante, que por sua vez PODE por em risco TODA a Lava-Jato, e os depoimentos colhidos a partir deste expediente. Principalmente, se confirmado que não foram precedidos de prévia recusa injustificada do intimado. Captou? Basta que o TRF, STJ ou STF, seja chamado a se pronunciar. Não preciso lembrar que outras "Operações da PF" caíram por muito menos, segundo alguns juristas. Já adianto que acho pouquíssimo provável que isso aconteça, dado o "clima estabelecido" de intimidação, supressão de garantias fundamentais e "justiçamentos", mas que é possível é. E nem me venha com o "mantra" atual de que quase todas as decisões do Moro tendo sido mantidas nas instâncias superiores. Até porque "tudo que é sólido desmancha no ar!". Lembro, por último, ainda que o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari, que agora se encontra preso, passou pelo mesmo constrangimento ainda no ano passado, e a "grita foi geral", mas a Lava-Jato seguiu seu curso, até agora, com uma narrativa absolutamente avassaladora da tal "força tarefa", mesmo sobre inúmeras manifestações contrárias de juristas e advogados de que vinham sendo violadas as prerrogativas dos investigados, como também dos próprios advogados como o acesso integral ao objeto daquilo que estavam sendo acusados seus clientes. Essa é a "verdade" verdadeira que 24 fase da operação Lava-Jato acabou revelando ironicamente ao distinto público...ao ser nomeada pela PF. Ok?

      • Rodrigo Postado em 07/Mar/2016 às 20:16

        (Outro Rodrigo) Prezado(a) Onda (és onda ou legião?), quantos HCs e pedidos para não depor, mesmo? Quem disse que falamos do mesmo HC? Quantas vezes Lula reiteradamente disse que não iria depor? Por auantos meses a PF tentou intimá-lo ano passado? Sete? Bastava convidar, né? Anran... Qual a "etimologia" da palavra "justiçamento", mesmo? Assassinatos promovidos pela guerrilha, durante a ditadura militar? E quantas decisões da "Lava-Jato" foram reformadas e quantas confirmadas pelo TRF, STJ e STF mesmo? E qual Vaccari? O ex-presidente da Bancoop, cooperativa que le sou milhares de famílias e construiu prédio de luxo à beira mar? No qual Lula foi fotografado no triplex com os principais cabeças de empreiteira? Bom, mantenho assim a forte impressão de que Lula, assim como ele próprio falou do companheiro Sarney, acharia que não deve ser tratado como cidadão comum. Bem como que, após 116 conduções, só a do ídolo é que causou indignação. P.S.: viu que o jurista Renato Brasileiro pediu retificação ao blog, alegando não ter dito o que foi publicado? Que não tinha lido o despacho? P.S.2: leu o despacho? Que só haveria condução coercitiva caso ele se negasse a depor? Ele se negou ou não? Disse que só sairia de casa algemado ou não?

      • Onda Vermelha Postado em 08/Mar/2016 às 01:35

        Rodrigo (Outro Rodrigo) te garanto que você já esteve melhor. Você pode fazer melhor que isso. Me parece meio radicalizado, mas devem ser esses tempo de discussões mais acaloradas, mas vamos lá até porque sou psicanalista...Primeiro é preciso não confundir diferentes investigações (Lava-Jato, Zelotes, etc) que quase simultaneamente investigam Lula e/ou seu(s) filho(s). Na Operação Zelotes, Lula e um de seus filhos foram chamados a depor para esclarecer a compra de MP's. Esse operação, inicialmente, investigava fraudes bilionárias em julgamentos do CARF, mas subitamente mudou de direção e voltou-se para Lula. Já o MP-SP na pessoa do Cássio Conserino investiga o Triplex do Guarujá, e me parece também o sítio em Atibaia, intimou o Lula uma vez que não compareceu amparado por uma decisão do CNJ, portanto apenas exerceu um direito de todo e qualquer cidadão. Portanto, não foi uma recusa "injustificada". Ressalte-se que o CNJ acatou, parcialmente, o pedido de Lula e reconheceu que NÃO havia sido atendido o "princípio do promotor natural", mas, pasmem, manteve o Conserino no caso. O Conserino foi aquele que deu uma entrevista para a Veja dizendo que o Lula era "culpado" de ocultar patrimônio antes mesmo de interrogá-lo, e da própria da instauração do procedimento investigativo. Aliás, na intimação do Conserino também constava a tal "condução coercitiva", que o mesmo reconheceu, posteriormente, ser um "erro" não proposital (pausa para gargalhar!), mas o Lula requereu um HC junto ao TJ-SP, como era de seu direito e foi atendido. Por último, Lula depôs por três horas na sexta-feira pela Lava-Jato. E pelo o que deixou transparecer respondeu, novamente as mesmas perguntas envolvendo todos os temas anteriores. Não houve na Lava-Jato qualquer intimação prévia do Lula para depor. Fato! Ninguém nega isso, nem o juiz Moro. Só você! Por quê? Não sei. Portanto, não cabia "condução coercitiva". Foi um abuso de autoridade e ILEGAL! E não vale essa "Olha Lula estou, gentilmente, lhe intimando agora as 06:00 da manhã para depor, mas se não vier vou levá-lo debaixo de vara. Ok?". Piada! Você só pode estar de brincadeira! O Caso Bancoop já foi objeto de investigação, e o Vaccari teve seus sigilos fiscal e bancário quebrados, e foi inocentado pela justiça. Pelo pouco que sei do caso os responsáveis pelos desvios foram três ex-diretores que morreram num acidente de carro. Aqui cabe um esclarecimento importante. A OAS somente assumiu a construção do Edifício Solaris(que antes se chamava Mar Catábrico,acho que é isso) de Guarujá em 2009, após a Bancoop firmar um TAC(Termo de Ajustamento de Conduta) celebrado junto ao próprio MP-SP. Acho que outros empreendimentos da Bancoop foram repassados a outras construtoras seguindo o mesmo procedimento. Detalhe: ainda existem cooperados em situação pendente, mas pelo que li grande parte tá teve sua situação resolvida. Lula e Marisa eram cotistas da Bancoop e horaram suas parcelas até 2009, e assim como muitos cooperados decidiram interromper tais pagamentos porque os valores pela OAS eram superiores ao planejamento inicial, mas mantiveram o crédito pelas parcelas já pagas. Como cotistas tinham o direito a um imóvel no empreendimento, mas não exerceram esse direito quando determinado. Posteriormente, foi oferecido pela OAS outro imóvel, o tal Triplex para o qual NÃO havia interessados. Lula, Marisa e filhos visitaram o imóvel com o Léo Pinheiro da OAS. A Globo exibiu no JN a foto desta visita. Dona Marisa e um dos filhos ainda retornaram outra vez ao empreendimento. Certamente, tinham tomado a decisão de compra e o imóvel estava sendo reformado com a inclusão de um elevador privativo pela OAS para atendê-los, segundo eles, posteriormente pagariam pela substancial diferença de valores. Inclusive os corretores sabiam disso e anunciavam os imóveis restantes para a clientela como algo positivo. Afinal, era o prédio que teria sua segurança reforçada porque era onde moraria um ex-presidente, o Lula. Foi quando vieram ainda em 2015 as primeiras reportagens escandalizando/criminalizando a futura aquisição relacionando a Operação Lava-Jato. Julgaram que perderiam a privacidade, e abriram mão de adquirir um imóvel que ainda não lhes pertencia de fato, nem de direito, mas sim a OAS, que obviamente agora o venderá facilmente mais valorizado. Simples assim. Qual o crime? Nenhum! Se você souber apontar, por favor, vá aos investigadores. Eles estão ávidos por essa informação. Aqui "justiçamento" também pode ser visto por alguns como "assassinato de reputação", não necessariamente física. Acho que você agora entende porque a empreguei...Como disse antes a "condução coercitiva" sem prévia recusa injustificada, assim como as longas prisões para "extrair delações premiadas" são as "novidades" do Juiz Moro e da Lava-Jato, e já tinha causado polêmica quando empregada com o Vaccari, mas você não espera que a Rede Globo iria repercutir isso. Não é mesmo? Valeu!

      • Rodrigo Postado em 08/Mar/2016 às 12:27

        (Outro ROdrigo) Como és psicanalista, sabe que a emissão de diagnósticos imprecisos, sem contato com quem sequer é seu paciente (nem quer sê-lo), pode causar um problema ético muito grande, não? Assim, eu é que posso garantir que você não tinha estado tão ruim assim, partindo para um etiquetamento sofrível. E, quanto ao mais, para não me alongar demais, vejo que você concorda que Lula negou-se a depor - houve expressa negativa e seus argumentos não foram, ao final, acatados (teve todos seus argumentos contrários a depoimentos refutados). Houve, mais, tentativa de intimá-lo por mais de sete meses (em que pese tenha residência fixa e local fixo de trabalho, não se fazia encontrar...). Ainda, que ele não se negou a depor, então não teve condução coercitiva. E, quanto ao Edifício Solaris, claro que tudo é uma grande coincidência, eu só lamentando por milhares de famílias que jogaram no lixo (ou nos bolsos ou cueca de alguém) o sofrido dinheiro juntado por toda uma vida, que visava realizar o sonho da moradia familiar... Tudo aconteceu por acaso e fico feliz com sua contribuição para a formação de meu convencimento. Milhares perderam casas, mas alguns puderam ter cotas de triplex. Ficou tudo esclarecido. Ao final, fico ainda feliz que você ainda consiga gargalhar, frente a uma situação tal que vivemos. Eu já não consigo e fico é extremamente preocupado com os enfrentamentos e com, num momento de claro vácuo de poder, figuras como Bolsonaro sejam alçadas ao Governo. P.S.: Globo? Oi? Você é fiel telespectador? Se for, só posso lamentar... E reitero a fala de Lula que, quiçá, ele acha devida também quanto a si: '"Não li a reportagem do presidente Sarney, mas penso que ele tem história no Brasil suficiente para que não seja tratado como se fosse uma pessoa comum", disse Lula.'. P.S.2: esqueci de um detalhe... Justiçamento não eram só assassinatos promovidos pela guerrilha, durante a ditadura militar, mas o eram, sim, contra os próprios militantes, em fuzilamentos sumários e procedimentos acusatórios arbitrários e sem direito à defesa (só havia direito ao "paredón").

      • Onda Vermelha Postado em 08/Mar/2016 às 16:06

        Rodrigo (Outro Rodrigo) faltou um "não" sou psicanalista. Assim verá que ficará coerente a frase. Não tem jeito mesmo, você já se convenceu. Fazer o quê? Agora, o Lula não foi "intimado", apenas "convidado" a falar sobre uma denúncia do Marcos Valério, que deseja agora, na verdade desde o final de 2012, fazer delação premiada afirmando adivinhe o quê: "Que Lula sabia do Mensalão". Simples assim! O grande prêmio! Pelo visto, ele não apresentou qualquer prova além de sua "saliva" e o Lula não foi indiciado. Como cidadão, o Lula se predispôs a depor e a colaborar com a justiça, mas não queria que aquilo se transformasse no "circo" como o que vimos na sexta-feira. Agora, ficou claro que ele tinha razão! E assim foi feito, e poucos ficaram sabendo. Repito, ele foi "convidado", não "intimado". São institutos diferentes com repercussões diferentes. E em outro processo, o Mensalão. Não foi na Lava-Jato, não senhor! Reitero o que disse: Não houve na Lava-Jato qualquer intimação prévia do Lula para depor. Fato! Quanto ao Edifício Solaris não houve "grande coincidência" alguma. Com a "chancela" do TAC do MP-SP, para a construção de um edifício foi designada a "construtora", a OAS, não foi designado um "frigorífico", o Friboi. (até porque neste caso, alguém diria que o beneficiário seria o filho do Lula que como "todos" sabemos é o "legítimo dono desta empresa". Ops! Não é? Mas juro que vi isso na Internet. Hehehe!). E aí? Qual o crime cometido por Lula e Dona Marisa que desejavam adquirir um Triplex no Guarujá? Sabe apontar? As autoridades estão a sua colaboração. Detalhe: Todos os valores pagos por Dona Marisa estão retratados na evolução patrimonial e nas declarações de renda do casal que tem, neste momento, um crédito a receber da Bancoop, assim como outros cooperados. E essa informação é de conhecimento do MPF, da PF e da JF-PR(Moro), além da mídia porque isso foi obviamente "vazado". Ok? Sim, sou um "espectador" da Globo, não um Homer Simpson, tal como definiu o Bonner, mas crítico, muito crítico, e um tanto quanto "infiel"! reconheço...Não lamente, eu me viro buscando o contraponto nos "blog sujos". Fui!

      • Rodrigo Postado em 09/Mar/2016 às 10:23

        (Outro Rodrigo) Então não sei o que é mais grave: se ser psicanalista e emitir diagnósticos não presenciais e à revelia de quem não o deseja, ou não o ser e "habilitar-se" a impor "diagnósticos" à revelia. Assim, em minha posição sendo a de sempre e, quiçá, o interlocutor valorando um "Schopenhauer" na manga, atenhamo-nos aos argumentos. Lula acha que homem público não merece ser tratado como pessoa comum; teve todos seus argumentos para não depor retirados; buscou recursos para não depor; mais de sete meses levou a PF para conseguir intimá-lo em 2015; não foi conduzido coercitivamente (a princípio até quis "lacrar", dizendo que só sairia algemado, mas o advogado o chamou à razão); a cooperativa habitacional que lesou milhares de famílias, cujo presidente está preso e construiu prédio finalizado por empreiteiras seriamente implicadas na lava-Jato (justamente esse), tinha triplex com cotas justamente compradas pela família de Lula (e há acusações em apuração no sentido de que a família de Lula seria beneficiária de reforma, este fotografado no triplex com "cabeças" das empreiteiras, estas que reformaram e mobiliaram em milhares de reais esse triplex - às famílias que tudo perderam, a sarjeta?); fora as grandes coincidências do sítio (já as sabermos e aguardemos explicações e decisão); alegar ter problemas por sair com oito a onze contêineres (!!!) da residência oficial (eram presentes de Lula, indivíduo, ou da Presidência da República? Por fato parecido, FHC e demais também sofrem investigação), sendo que há apuração quanto a empreiteiras pagarem pelo milionário armazenamento; morar em cobertura de amigo, sendo que a cobertura vizinha seria sua; e, hoje, o Sr. Mais Honesto estaria para ser agraciado com foro privilegiado. Ante tudo isso, pois, e muito mais, posso concordar contigo que realmente seja gigantesca coincidência, tal qual aqueles alinhamentos de astros a ocorrer uma vez a cada milhares ou milhões de anos (o mesmo quanto às gigantescas e quase inacreditáveis coincidências que ocorrem com homens públicos outros, como FHC, Aécio, Alckmin e mesmo Jean, que se vê patrocinado pela armamentista CBC em Israel) - demos o benefício da dúvida. Eles todos merecem, pois não podem ser tratados como "pessoas comuns", não? P.S.: não se incomode com minha pergunta sobre ser telespectador da Globo, pois estranho seria se não fosse, bastando ver que milhões ainda dão audiência quase plena à "Vênus platinada"; até acho coerente a programação, especialmente noticiário dela, com determinados telespectadores (talvez não o seu caso, como você mesmo já disse).

      • Onda Vermelha Postado em 09/Mar/2016 às 14:22

        Rodrigo(Outro Rodrigo) não se vitimize. Não fiz diagnóstico algum. Apenas fiz uma observação de quem acompanha a debate aqui PP, e penso sim que você se "radicalizou". Frequentemente buscava emitir juízos com algum, digamos, "equilíbrio". Ou ficava "em cima do muro" mesmo, rsrs. Essa "era" a sua característica aqui. Só isso. Mas agora esse "Outro Rodrigo" parece até o "Rodrigo" que profere argumentos sem sequer refletir sobre as razões do outro. Se você mudou, paciência! É um direito seu e não cabe de minha parte qualquer patrulhamento. Só farei (e faço) o contraponto contestando aquilo que julgo ser incorreto. Não vou me alongar. Já argumentei o suficiente neste tópico de forma objetiva, e certamente você já deve ter observado que, entre outras ilegalidades que começam a vir a tona da 24 fase da LJ, a repercussão da "condução coercitiva" do Lula está sendo contestada por amplas parcelas da comunidade jurídica, muitas insuspeitas de serem taxadas "petistas" ou "petralha". Porém, registro que acho uma pena que pessoas bem informadas ponham o "ódio" a um determinado personagem(ou grupamento político) acima de suas convicções nos direitos fundamentais previstos em nossa CF que a todos nos protegem. No futuro não poderão alegar que não foram alertados para o arbítrio tais condutas. Cada um será senhor de sua própria consciência. Valeu debate civilizado!

      • Rodrigo Postado em 09/Mar/2016 às 17:16

        (Outro Rodrigo) Se não tens argumentos e basta-lhe o etiquetamento, atacando o interlocutor como nas lições de Schopenhauer, fazer o quê? Expus argumentos e você quis enfrentar o interlocutor, esquivando-se e descambando mesmo para a imposição de ódio, que é prontamente refutado. Bom, desejo que Lula, FHC, Aécio e outros, em franco enfrentamento de denúncias diversas, apresentem razões de fato e de direito em suas defesas, mas não "razões de sentimento". Isso sob pena de serem condenados por falta de impugnação (ressalvado o princípio da busca da verdade real, nas hipóteses de ações penais). Assim, que nós e eles primemos, com certeza, pelo debate civilizado. P.S.: estava até lembrando de você, na época do programa eleitoral, sempre esmiuçando as falas e o que era apresentado.

  14. Charles Postado em 06/Mar/2016 às 17:49

    Marco Aurélio em seu ataque ao juiz Moro apenas está sendo grato à Dilma pela nomeação de sua filha como desembargadora no TRT. http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/133760/Dilma-nomeia-filha-de-Marco-Aur%C3%A9lio-desembargadora.htm

    • robério batista campos Postado em 18/Apr/2016 às 14:38

      LENDO OS COMENTARIOS ACIMA CHEGO A DUAS CONCLUSÕES: A PERDA DE TEMPO COM COMENTARIOS LONGOS E DESTITUÍDOS DE RACIONALIDADE: A AGRESSIVIDADE , AS OFENSAS GRATUITAS E A FRAGILIDADE DOS ARGUMENTOS..O MANIQUEISMO E A FALTA DE BOM SENSO RESULT AM ÉM UMA CANSATIVA REPETI~ÇÃ0 DE PALAVRAS DE ORDEM.

  15. John Jahnes Postado em 01/May/2016 às 14:30

    Vejam a que ponto a falta de ética, a sem-vergonhice, a corrupção e a ilegalidade chegaram nas instituições governamentais brasileiras: --- >>> https://pbs.twimg.com/media/ChLOEZYXEAETJF2.jpg

  16. Maurício de Souza Matos Postado em 12/May/2016 às 13:40

    Ele deveria ter agido dessa forma no caso BANESTADO, onde R$150.000.000,00 das privatizações foram enviados ao exterior pelo governo do PSDB e ele arquivou o processo sem punir os verdadeiros culpados. Agora, contra o PT quer ser transformado em herói.

  17. José custodio Postado em 08/Mar/2016 às 23:10

    Depois vai ser você.

O e-mail não será publicado.