Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rede Globo 04/Mar/2016 às 11:43
18
Comentários

Jornal Nacional 'massacrou' Lula na noite de ontem, horas antes da ação da PF

Foi um massacre recorde de mais de quarenta minutos. Como se já soubesse o que aconteceria no dia seguinte, o telejornal de maior audiência do Brasil deixou claro quem era o alvo. A guerra declarada pela Globo, se tiver o desfecho que a família Marinho pretende, pode transformar o Brasil numa Colômbia

Jornal Nacional Lula

O texto a seguir foi escrito ainda na noite desta quinta-feira (4) por Rodrigo Vianna, em seu blog Escrevinhador, antes da operação que conduziu o ex-presidente Lula coercitivamente a depor.

por Rodrigo Vianna

Foi um massacre com mais de quarenta minutos. Estou numa pequena cidade no interior do Ceará. Na pracinha central, numa pequena lanchonete, vi (mais do que ouvi) as TVs ligadas na Globo, no horário do Jornal Nacional.

Duas matérias (cada uma com cerca de 4 minutos, uma eternidade em TV) promoveram a “leitura” da revista Istoé. Sim, numa estratégia antitelevisiva, que só se justifica nos momentos de intervenção política total dentro do noticiário, a revista foi exposta na tela, enquanto os repórteres escalados por Ali Kamel liam cada trecho da suposta delação de Delcídio Amaral.

Lembro que em 2006, ao lado de outros colegas jornalistas, entrei na sala do diretor da Globo em São Paulo (onde eu trabalhava), e cobrei: por que não repercutimos o que a Istoé falou sobre Serra e a máfia das ambulâncias? Por que, eu insisti, só atacamos um lado (que naquela época, claro, já era o PT com seus “aloprados”)? A resposta do diretor da Globo: “não repercutimos a Istoé, porque é uma revista suspeita de vender espaço jornalístico a quem pagar mais.”

Em 2016, Ali Kamel usou a Istoé contra Lula nesta quinta-feira. E depois veio muito mais no massacre do JN: “juristas” a favor do impeachment, especulando em cima de uma suposta delação. Ministros defendendo o governo, mas cuidadosamente colocados (pela edição da Globo) numa defensiva sem saída. A narrativa era a de um governo que cai.

Mas a cereja do bolo era outra: o ataque a Lula. Primeiro, na boca de Delcídio e da revista Istoé (de novo!). Depois, numa “reportagem” que significou o retorno da Globo ao triplex do Guarujá, incluindo fotos de Marisa e de um dos filhos de Lula com os rostos levemente deformados.

João Roberto Marinho está possesso porque a filha dele foi exposta na internet: blogueiros descobriram as peripécias do ex-marido de Paula Marinho e divulgaram até endereços da família bilionária. O capataz dos Marinho, Ali Kamel, deu então o troco no JN: expôs a família Lula, de novo. Com as expressões deformadas…

Mas não interessa tanto contar em detalhes o que foi o JN. A ideia desse texto é outra: alertar que a edição do Jornal Nacional cumpre uma dupla tarefa. Primeiro, preparar o terreno para nova operação da PF (agora centrada em Lula) que deve acontecer nos próximos dias. Um observador experimentado da política carioca me disse: os Marinho não promoveriam esse massacre, se não soubessem que o ataque é apenas parte de uma escalada maior. Portanto, estamos já numa escalada sem volta.

Em segundo lugar, o JN cumpre a tarefa de reunir a oposição e dar o grito de guerra: “avancem! e sejam rápidos”.

Na pracinha do Ceará, onde eu estava, reparei que só havia gente com 40 anos ou mais olhando para a TV. Os jovens namoravam, tomavam sorvete, olhavam o celular.

A Globo não tem o poder de outras épocas, é verdade. Mas segue a cumprir o papel de organizar a tropa conservadora. O sinal está dado: se forem para o ataque, bravos líderes da oposição, vocês terão o apoio da máquina midiática da Globo. Mas não titubeiem. Avancem!

A guerra contra Lula foi declarada há vários meses. Nas últimas semanas, Lula topou a briga (até porque não tinha saída), e também declarou guerra: “nesse país, não há partido de oposição, partido é a Globo”, disse ele.

A Globo, nesta quinta-feira, dobrou a aposta. O alvo é Lula, depois Dilma. E por fim o PT.

Essa guerra, se tiver o desfecho que a família Marinho pretende, pode transformar o Brasil numa Colômbia. A esquerda seria proscrita. Lula seria preso. Os movimentos sociais voltariam a ser o que sempre foram: forças marginais, excluídas do jogo político. Os sindicatos seriam massacrados (já há CPI a caminho).

Por enquanto, é a direita apenas que exibe seu poder – com a violência simbólica de um JN tomado pelo ódio, como vimos hoje. Mas se a esquerda for jogada mesmo pra fora do jogo institucional, a escalada de violência política pode ganhar outros contornos, atingindo também aqueles que – do Jardim Botânico, ou de seus gabinetes acarpetados em Curitiba e Brasília – lançaram o país nessa espiral.

Lula não escolheu a hora de combater. A guerra chegou até ele. Os que se reúnem em torno do petista devem ter a certeza de que estamos diante de um momento decisivo. Agora, só um dos lados vai sobreviver.

O lado de lá é mais forte (até pela tibieza de um partido e de um governo que apostaram em Cardosos e Delcídios para dar “governabilidade”).

O que pode acontecer?

“A sensação de cerco às vezes faz milagre na política”, disse um amigo que também gosta de metáforas bélicas. O cerco ao lulismo ficou mais forte hoje: há uma espécie de batalha de Leningrado em curso.

Os que se defendem parecem fracos e sem munição, como se sentiam os soviéticos diante do avanço nazista. Mas, a favor da turma que defendia Leningrado, havia um fator imponderável: sabiam que deviam resistir até o último homem, casa a casa.

A esquerda no Brasil (com todos seus defeitos, com todas as limitações do que foi o PT nos últimos anos) trava, a partir de agora, sua batalha de Leningrado.

Lula também está cercado. E decidiu lutar. Não é pouco.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. sidney Postado em 04/Mar/2016 às 12:55

    Vamos colocar fogo nessa porcaria. Vamos jogar bombas nesse nojo da Globo. Chega dessa emissora tentando acabar com ademocracia, é guerra civil que querem, terão. Nem eles terão o que querem nem os EUA entrarão aqui. Nós iremos pegar em armas pra defender o país sim.

  2. renan Postado em 04/Mar/2016 às 13:13

    Um fato é a repercussão que a Globo está dando. O texto aponta bem os exageros e as intenções que vê nessa atitude da emissora. Outros fatos poderiam ser abordados. Como o porquê de construtoras bancarem obras no sitio, que efetivamente é de uso de Lula, bem como a reforma no Triplex, que efetivamente era para Lula. Que tal escrever um texto sobre as intenções das construtoras com isso? E os motivos de Lula aceitar essas benesses? Uma coisa não elimina a outra. Tem muita coisa pra ser explicada aí, antes de simplesmente atacar a Globo.

  3. Rogerio Postado em 04/Mar/2016 às 13:15

    Esta a caminho um golpe. Mas eles não parecem se preocupar com um contra-ataque. O povo não vai engolir isso fácil.

  4. DANIEL Postado em 04/Mar/2016 às 14:10

    Lula, Dirceu, e José Genoíno queriam tornar o capitalismo mais humano acreditavam na conciliação de classe os Marinhos não!

    • Jonathas Postado em 08/Mar/2016 às 23:14

      Ah, entendi, mais humano! Por tantos roubos dos cofres públicos, para humanizar o sistema. Mas, e se não tivesse como desviar um único centavo, nem se beneficiar do poder, será se iriam querer a vida pública?

  5. Deisi Postado em 04/Mar/2016 às 14:36

    Com todo esse massacre da justiça partidária e mídia golpista, chego a conclusão, o Lula é um mito.

  6. CLAUDETE NASCIMENTO MACHA Postado em 04/Mar/2016 às 14:40

    Será mesmo que o povo não vai engolir isso fácil? Tenho minhas dúvidas. O povo crucificou Jesus, seguiu Hitler. "Aceitou" a "revolução" pregada pelos militares em 1964. Entre outros fatos em que o povo participou, ou calou. Ou deixou como esta para ver como é que fica. Portanto, tenho minhas dúvidas.

  7. Antonio Postado em 04/Mar/2016 às 14:42

    Essa bosta da globo e seus respectivos amigos ladrões queren acabar com o país, mas não vai conseguir não cambada de fdp

  8. Maria Clara Postado em 04/Mar/2016 às 14:46

    Esse texto parece ter sido escrito antes da ação da PF hoje. O jeito que eles foram atrás dele foi absolutamente agressivo e desnecessário. Querem destruí-lo. Eu não quero guerra, nem nada. Acho que não vamos ganhar nada com isso. Mas que eu acho um absurdo tudo isso, eu acho.

    • Jonathan Machado Postado em 08/Mar/2016 às 23:16

      É mesmo, maldade né, por causa de algumas dezenas de milhões desviados para ajudar o homem mais honesto deste pequeno país.

  9. Léo Bold Postado em 04/Mar/2016 às 14:56

    Concordo. Se não acharem nada de errado, não haverá nada a temer. Se acharem algo, que se aprofunde as investigações e puna os culpados, como em qualquer denúncia.

  10. RODRIGO VIEIRA Postado em 04/Mar/2016 às 15:05

    Desculpe, entendo que é errado não investigar o PSDB, se fato houveram fatos suspeitos demais. Provavelmente 90% dos políticos são corruptos ou a toleram para conseguirem se manter no poder. Mas nada disso redime ou explica tudo que se descobriu contra o PT. Deve ser punido, assim como todos os outros.

  11. Pri pri Postado em 04/Mar/2016 às 15:13

    Não sou esquerda, tão pouco direita. Busco posicionar-me como informada. Texto triste... Diria lamentável. A preocupação das pessoas está em definir lados, e não em direitos e deveres. A população sofre, a inflação acima de 10%, desemprego, portas fechando.... E as pessoas defendem partidos e divisões, como isso? Se houve roubo, seja FHC ou Lula, deve pagar.... Simples como 2 + 2! Não precisamos de devaneios, mas de saúde, segurança, economia estável. Não importa o partido ou a cor da bandeira, por que insistem em esquecer da comida no prato?

    • Ricardo Postado em 04/Mar/2016 às 19:42

      O problema é que, por trás de tudo isso, estamos falando de direitos fundamentais, sobretudo devido processo legal e presunção de inocência. E isso não é algo meramente teórico, abstrato, como muitos falam por aí; tem implicações na nossa vida prática: amanhã ou depois pode acontecer comigo, pode acontecer com vc, como disse o Min. Marco Aurélio Mello. E não se engane: a História vai, sim, cobrar o seu preço, por isso que é hora de tomar lado - ou se está a favor do Direito e de suas garantias, ou se apoia interesses políticos que sequer se mostram bem definidos.

  12. Maria Clara Postado em 04/Mar/2016 às 15:42

    Esse texto parece ter sido escrito antes da ação da PF hoje. O jeito que eles foram atrás dele foi absolutamente agressivo e desnecessário. Querem destruí-lo. Eu não quero guerra, nem nada. Acho que não vamos ganhar nada com isso. Mas que eu acho um absurdo tudo isso, eu acho.

  13. Wanderley Medeiros Postado em 04/Mar/2016 às 16:06

    Só alienado pra dar audiência à esse jornal mentiroso e manipulador. Essa mulher bocuda faria mais sucesso como atriz pornô.

  14. felipe Postado em 04/Mar/2016 às 16:58

    Da até pena de quem até agora questiona a PF por investigar e não questiona quem cometeu crime contra a população, por isso eu apoio a LAVA JATO parabéns a PF!!! a corrupção tb traz fome, morte, desemprego e tristeza a população.

  15. Lana Postado em 11/Mar/2016 às 01:05

    Eu vejo uma pressão muito grande da globo sobre o ex presidente Lula e na presidenta Dilma,para colocar o Aercio Neve como presidente. Se isso acontecer as coisas vão ficar bem pior do que já está. A rede globo é recalcada com o governo petista um dos problemas que leva a isso,e q nos governos anteriores ela não pagava imposto. Depois que o PT assumiu a liderança, botou pra ela a passar a pagar impostos coisa q antes não ocorria. Rombo nos cofres públicos sempre existiu,corrupção é antiga nesse país. Nunca houve na história do Brasil um governo que pagasse a dívida externa,e lula conseguiu.Nunca houve um governante que conseguisse estabilizar a inflação como no governo Lula. Pobre não podia comprar um eletro domésticos. No governo de Lula favoreceu ao pobre fazer reforma de casas,comprar seu móveis,tevecum avanço na construção civil,minha casa minha vida,deu direito de moradiacaosxsem teto q viviam pagando aluguel ou q moravam de favor na casa de parentes,ajudou no bolsa família,programas educativos,dando bolsa de estudos e muitas outras facilidades. Isso ninguém encherga. O que acontece com essa política de esquerda é que o rico fiquecmais rico,o pobre fique mais pobre. Como lula veio e mudou essa situação, tão incomodados a ponto de querer destitui-lo do poder e ver que ele foi o presidente que mais trabalhou honestamente por essa nação. Ele vinrá novamente como candidato a presidente novamente e muita gente vai ter q engolir,inclusive a globo. Aqui fica o meu desabafo em relação o que está acontecendo na nossa política e peço encarecidamente aos leitores dessa rede social que analizem os fatos e dei a Cezar o que é de Cezar.